**/

Sem categoria

Início Sem categoria

Em Pernambuco, chega a 30 o número de mortos Covid-19 e há 223 casos

0

Pernambuco registra nove mortes nas últimas 24 horas em decorrência do novo coronavírus, chegando ao total de 30 vítimas fatais no Estado. Casos de infectados também aumentou em 22, passando para 223 o total de ocorrências da doença. Os dados foram atualizados no fim da manhã desta segunda-feira (6) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE). O total de curas clínicas é de 25.

As nove mortes registradas ocorreram entre os dias 27 de março e 5 de abril, sendo sete pessoas do sexo feminino e duas do sexo masculino, entre elas a de um adolescente de 15 anos morador de São Loureço da Mata, na Região Metropolitana do Recife (RMR). O rapaz apresentou febre, tosse, dispneia e saturação em 20 de março e acabou morrendo sete dias depois. Outra vítima fatal foi um idoso de 65 anos que residia em Paudalho, na Zona da Mata – o homem apresentou dispneia e desconforto respiratório em 21 de março e morreu no último sábado (4).

As mulheres mortas pelo novo coronavírus são a fisioterapeuta Viviane Albuquerque, que morreu na noite desse domingo (5) aos 33 anos e gestante de 31 semanas; uma profissional de saúde de 52 anos, residente em Camaragibe, na RMR; uma mulher de 57 anos moradora do Recife e que morreu no último sábado; uma idosa de 83 anos, que morava em Jaboatão dos Guararapes, na RMR; uma idosa de 84 anos e uma mulher de 42 anos, ambas residentes em São Lourenço da Mata; e uma idosa de 72 anos que residia em Lagoa do Carro, no Agreste do Estado.

Das 223 pessoas confirmadas com a doença, 101 estão em isolamento domiciliar e 67 internadas, sendo 23 em UTI/UCI e 44 em leitos de isolamento. Outros 25 pacientes já estão recuperados.

Os casos confirmados de pessoas com o novo coronavírus estão distribuídos no Recife e em outros 16 municípios. São eles: Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Paulista e São Lourenço da Mata, na RMR; Paudalho, Palmares, Goiana e Aliança, na Zona da Mata; Lagoa do Carro, Caruaru, Belo Jardim e Cachoeirinha, no Agreste; e Ipubi e Petrolina, no Sertão pernambucano. Além do arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes de outros estados e países. (Conteúdo Folha PE)

Brasil tem primeiro resultado positivo para coronavírus, mas ainda falta novo teste

0
 (Foto: Warley de Andrade/TV Brasil/Divulgação)
O Brasil teve, nesta terça-feira (25), um primeiro teste positivo de coronavírus. Trata-se, segundo o Ministério da Saúde, de um homem de 61 anos, residente em São Paulo, com histórico de viagem para a Itália, na região da Lombardia (norte do país), a trabalho, sozinho, no período de 9 a 21 de fevereiro. Ainda falta novo teste, que ocorrerá nesta quarta-feira, 26, para tratar o diagnóstico como confirmado.

Na tarde desta terça, o caso foi relatado pelo Hospital Israelita Albert Einstein como suspeito de coronavírus. Com resultados preliminares realizados pela unidade de saúde e de acordo com o Plano de Contingência Nacional, o hospital enviou a amostra para o laboratório de referência nacional, Instituto Adolfo Lutz, para contraprova.
Este processo de validação dos resultados está em curso e o Ministério da Saúde divulgará o laudo final da investigação oportunamente, segundo a pasta. A pasta recomenda, portanto, cautela sobre quaisquer informações que não sejam as oficiais, uma vez que a investigação não está concluída.

Confira, na íntegra, o comunicado do Ministério da Saúde:

O Ministério da Saúde, em conjunto com as secretarias estadual e municipal de São Paulo, investiga possível caso de Doença pelo Coronavírus no município de São Paulo.
 
Em 25 de fevereiro de 2020, após 12h, o Hospital Israelita Albert Einstein registrou a notificação de caso suspeito de Doença pelo Coronavírus 2019 (COVID-19). No atendimento, adotou todas as medidas preventivas para transmissão por gotículas, coletou amostras e realizou testes para vírus respiratórios comuns e o exame específico para SARS-CoV2 (RT-PCR, pelo protocolo Charité), conforme preconizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).
 
Com resultados preliminares realizados pela unidade de saúde e de acordo com o Plano de Contingência Nacional, o hospital enviou a amostra para o laboratório de referência nacional, Instituto Adolfo Lutz, para contraprova.
 
Este processo de validação dos resultados está em curso e o Ministério da Saúde divulgará o laudo final da investigação oportunamente. A pasta recomenda, portanto, cautela sobre quaisquer informações que não sejam as oficiais, uma vez que a investigação não está concluída.
 
Trata-se de um homem de 61 anos, residente em São Paulo/SP. Traz o histórico de viagem para a Itália, na região da Lombardia (norte do país), à trabalho, sozinho, no período de 09 a 21 de fevereiro. Iniciou com sinais e sintomas (Febre, tosse seca, dor de garganta e coriza) compatíveis com a suspeita de Doença pelo Coronavírus 2019 (COVID-19). O paciente está bem, com sinais brandos e recebeu as orientações de precaução padrão.
 
A SES/SP e SMS/SP estão realizando a identificação dos contatos no domicílio, hospital e voo, com apoio da Anvisa junto à companhia aérea.
 
Todas as ações e medidas seguidas estão de acordo com os protocolos do Ministério da Saúde e da OMS e diariamente atualizações são informadas em coletivas e boletins epidemiológicos.(Diário de Pernambuco)

Auxílio emergencial deve chegar primeiro a quem recebe Bolsa Família

0

Auxílio emergencial deve chegar primeiro a quem recebe Bolsa Família

Os beneficiários do Bolsa Família devem ser os primeiros a receber o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 (ou R$ 1,2 mil no caso de mulheres chefes de família) aprovado pelo Congresso Nacional, de acordo com o Ministério da Cidadania. Por receberem uma transferência de renda do governo federal, esses cidadãos já estão nas bases de dados do governo.

O objetivo da pasta é viabilizar o primeiro pagamento já na próxima folha, que começa a ser paga em 16 de abril aos beneficiários. Caso não haja tempo hábil, está no radar a possibilidade de rodar uma folha suplementar para agilizar a liberação. Os beneficiários receberão apenas a ajuda de maior valor – caso seja o auxílio emergencial, ele substituirá o Bolsa temporariamente. O programa tem hoje mais de 14 milhões de famílias.

Os demais trabalhadores que pretendem pleitear o auxílio emergencial não devem se dirigir a nenhuma agência bancária, lotérica ou Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) neste momento, uma vez que o governo ainda não definiu como será o cadastro.

O Ministério espera definir até a próxima quinta-feira, 2, a solução tecnológica que será usada para cadastrar os trabalhadores informais que hoje são “invisíveis” à administração pública, ou seja, não estão nas bases de dados. Esse é o maior gargalo na operacionalização do pagamento do auxílio emergencial.

Os técnicos ainda não decidiram se a autodeclaração será por aplicativo ou diretamente no banco. Há uma preocupação com soluções presenciais, uma vez que as autoridades sanitárias recomendam isolamento social como medida de combate ao avanço do novo coronavírus no País.

Trabalhadores autônomos e microempreendedores individuais também devem receber mais rapidamente o pagamento do auxílio emergencial, uma vez que são facilmente rastreáveis pelo governo. Os trabalhadores autônomos contribuem à Previdência e estão cadastrados junto ao INSS. O Ministério da Economia também possui um cadastro das inscrições de quem é MEI, que deve ser compartilhado com a Cidadania.

O governo pretende usar os bancos públicos (Caixa, Banco do Brasil, Banco da Amazônia e Banco do Nordeste), além da rede de lotéricas e agências dos Correios, para acelerar os pagamentos.

O presidente Jair Bolsonaro ainda precisa sancionar o projeto de lei e editar um decreto regulamentando a operação. Além disso, uma Medida Provisória, com vigência imediata, abrindo crédito extraordinário para os pagamentos também precisa ser publicada. A intenção do governo é viabilizar essas etapas nos próximos dias.(ISTO É)

Produção de veículos cai 90,8% em maio e montadoras reveem projeções

0

Produção de veículos cai 90,8% em maio e montadoras reveem projeções

A alta de 9,4% prevista no início do ano para a venda de veículos virou queda de 40%. Após quase três meses sem produzir e com emplacamentos pífios, a Anfavea (associação das montadoras) revisou suas projeções para 2020.

O mês de maio termina com 43.080 veículos produzidos, um crescimento ilusório de 2.232% em relação a abril, o pior mês da história moderna da indústria automotiva nacional.

A comparação com maio de 2019, dado que reflete a realidade do mercado, indica uma queda de 90,8% na fabricação de carros de passeio, veículos comerciais leves, ônibus e caminhões. Os números foram divulgados nesta sexta (5) pela Anfavea.

Algumas fábricas voltaram a produzir em diferentes datas de maio, enquanto outras retornam ao longo de junho. O ritmo está mais lento, em um turno, e as empresas se adequam aos novos protocolos de segurança sanitária.

As vendas começam a reagir. A primeira semana de junho registra média de 4.000 unidades comercializadas por dia útil. É quase o dobro do alcançado nos últimos dois meses.

Entretanto, com 62 mil veículos emplacados, o setor viveu o pior maio desde 1992, com queda de 74,7% em relação ao mesmo período de 2019.

Nem todos os Detrans estão funcionando plenamente, o que deve ocorrer ao longo de junho. Por isso se espera uma alta expressiva neste mês, embora ainda muito distante do registrado em janeiro e fevereiro.

No acumulado do ano, há queda de 37,7% nos emplacamentos. São 400 mil unidades a menos que o registrado nos primeiros cinco meses de 2019.

Os estoques ainda são suficientes para 97 dias de vendas. Há 200 mil carros parados nos pátios das montadoras e nas concessionárias.

O impacto da paralisação das fábricas é mais sentido pelos fornecedores. Antonio Azevedo, fundador da LogiGo Mobility, afirma que a demanda por produtos cessou. A empresa fornece equipamentos tecnológicos como centrais multimídia com inteligência artificial.

“São três meses sem faturamento, outros fornecedores passam pela mesma situação, e as montadoras estão usando seu poder econômico para postergar pagamentos”, diz Azevedo. Segundo o empresário, faturas que antes eram pagas em cinco dias agora têm prazos de até dois meses.

Luiz Carlos Moraes, presidente da Anfavea, afirma que a preocupação com os fornecedores foi manifestada pela entidade desde o início da pandemia e que as fabricantes de veículos também passam por um momento difícil. “As montadoras estão com uma redução de 80% a 90% por mês nas suas receitas.”

Segundo Moraes, é preciso urgência para implementar o Programa Emergencial de Acesso a Crédito, criado por meio da Medida Provisória 975. A iniciativa prevê um fundo garantidor de R$ 20 bilhões para empréstimos tomados por pequenas e médias empresas nacionais de diferentes ramos.

A saúde financeira dos fornecedores será fundamental para a reordenação do setor automotivo. As empresas precisarão voltar a investir na produção nacional de componentes, mudando o mapa globalizado de fluxo de peças que até então era a tônica dos investimentos no século 21.

Segundo Marcus Ayres, sócio-diretor da consultoria Roland Berger, a tendência que se desenha com o choque de realidade da pandemia é a ‘glocalização’, que mescla a produção local com a importação de alguns componentes. A estratégia busca reduzir os problemas causados pela interrupção do fornecimento de peças seja por questões políticas, econômicas ou de saúde.

“É menos uma estratégia de proteção do mercado e mais uma estratégia de controle de riscos”, diz Ayres. O consultor lembra que a cadeia de fornecedores é bastante fragmentada, com 3/4 das empresas sendo de pequeno e médio porte. “Um agravante disso é que elas têm, em média, dois meses de robustez financeira para suportar uma crise.”

Além dos problemas internos, as montadoras instaladas no Brasil veem a crise travar as exportações. Apenas 3.900 veículos foram enviados ao exterior em maio, uma queda de 91% em relação ao mesmo período de 2019. É o pior resultado para o mês desde 1972 e o pior acumulado dos últimos 18 anos.

O nível de empregos se mantém estável, com 125 mil funcionários empregados nas montadoras. Cerca de dois terços dos funcionários seguem afastados dos postos de trabalho, seja em férias coletivas ou abrangidos por programas de proteção ao emprego.(Folhapress)

Líderes costuram acordo para adiar eleições municipais para 6 de dezembro

0

Líderes partidários da Câmara dos Deputados e do Senado Federal estão costurando um acordo para adiar as eleições municipais de outubro para o dia 6 de dezembro, em decorrência da pandemia de covid-19. A data já havia sido citada pelo presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ), que disse também considerar o dia 15 de novembro como outra data possível.

Entre líderes da Câmara, há quase unanimidade pela escolha do dia 6 de dezembro, mas ainda não há um acordo fechado.

Apostador do CE ganha prêmio de R$ 34 milhões na Mega-Sena

0

Mega-Sena, loterias, lotéricas

Uma única aposta, feita em Fortaleza (CE), acertou os seis números do concurso 2.198 da Mega-Sena, realizado nesta quarta-feira (16).

Os números sorteados foram: 01 – 11 – 34 – 36 – 44 – 56. O prêmio é de R$ 34,61 milhões.

A quina teve 47 acertadores, cada um receberá R$ 56.334,80. A quadra teve 4.402 apostas ganhadoras com prêmio de R$ 859,26.

O próximo concurso, com sorteio no sábado (19), tem uma expectativa de prêmio de R$ 3 milhões. As apostas podem ser feitas pela internet ou casas lotéricas até as 19h do dia do sorteio. A aposta mínima única custa R$ 3,50.(Agência Brasil)

Ultimas informações: sobe para 42 o número de casos confirmados do novo coronavírus em Pernambuco

0

Nas últimas 24 horas, Pernambuco confirmou mais cinco casos da Covid-19, passando para 42 confirmações. As ocorrências estão distribuídas por seis municípios do estado, além de registros em pacientes de outro estado (um caso) e de outros países (três casos). Pela primeira vez, as cidades de Caruaru, no Agreste pernambucano, e Petrolina, no Sertão, aparecem no boletim de casos confirmados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), com um caso, cada.

O caso confirmado em Petrolina é de uma mulher com histórico de viagem para o exterior. Ela está em isolamento domiciliar, em estado estável, acompanhada por uma equipe da Secretaria de Saúde do município. O exame que confirmou o caso foi realizado pelo Laboratório Central de Pernambuco (Lacen-PE).

Além do caso confirmado, a Prefeitura de Petrolina investiga outros 14 casos suspeitos na cidade. “Nossos profissionais continuam realizando o acompanhamento de perto. Ressaltamos que não há motivos para pânico, mas é preciso que as pessoas se mantenham em casa como forma de prevenção às doenças respiratórias, conforme vem sendo recomendado”, afirmou a secretária de Saúde do município, Magnilde Albuquerque.

O caso confirmado em Caruaru também é de uma mulher. A paciente tem 34 anos e histórico de viagem para vários países da Europa. Ela está em isolamento domiciliar e encontra-se “clinicamente bem”, de acordo com a Prefeitura de Caruaru. “É importante destacar que não é um caso de transmissão local, trata-se de um caso importado. A cada dia, a Prefeitura de Caruaru reforça as medidas de segurança para conter o avanço do novo coronavírus e lembra da importância da população ficar em casa”, ressaltou a Secretaria Municipal de Saúde. Este é o segundo caso da Covid-19 confirmado no Agreste. O primeiro da região foi registrado em Belo Jardim, que fica a 84 km de Caruaru.

Balanço

Do total de casos confirmados nesta segunda-feira (23), oito pacientes estão hospitalizados, sendo sete na rede privada e um na rede pública, ou seja, quase 90% dos pacientes com o novo coronavírus no estado estão em unidades de saúde da rede particular. Outros 31 cumprem isolamento domiciliar e três pessoas já foram curadas. Nesse domingo (22), o estado tinha 37 casos confirmados, ou seja, houve um aumento de 13,5% em um dia.

Para o enfrentamento da doença no estado, o governador Paulo Câmara anunciou, nesta segunda, uma convocação de profissionais de saúde para a rede pública estadual. Ao todo, entre concursados e contratados por meio de seleção pública, a rede estadual será reforçada com 4.729, sendo 654 médicos (das especialidades de infectologia, intensivista adulto e pediátrico, pediatra, pneumologista e anatomopatologista), 1.088 de diversas categorias de nível superior, como enfermeiros e fisioterapeutas, e 2.987 de nível técnico (técnicos de enfermagem e técnico de laboratório).

Distribuição dos casos confirmados por município de residência. Além desses, há três casos de estrangeiros e um de morador de outro estado. (Reprodução)
Distribuição dos casos confirmados por município de residência. Além desses, há três casos de estrangeiros e um de morador de outro estado. (Reprodução)

Do último concurso da Secretaria Estadual de Saúde, serão chamados 430 médicos, 319 profissionais de diversas categorias de nível superior e 1.233 de nível médio, totalizando 1.982. A lista com os nomeados sairá no Diário Oficial desta terça-feira (24).

Já a nova seleção pública da SES-PE contará com 2.077 vagas, sendo 160 para médicos, 595 de profissionais de nível superior e 1.322 de nível médio. Também haverá seleção pública pela Universidade de Pernambuco (UPE), com 64 vagas para médicos, 174 de nível superior e 432 de nível médio. As duas seleções terão os editais publicados nesta terça, com resultado em 3 de abril. As seleções terão duração de 6 meses, podendo ser prorrogadas, de acordo com a necessidade da emergência em saúde pública.

Distribuição dos casos confirmados para Covid-19 segundo sexo e faixa etária. (Reprodução)
Distribuição dos casos confirmados para Covid-19 segundo sexo e faixa etária. (Reprodução)

“Todo esse time vai compor o atendimento nas unidades existentes e nas que estamos abrindo para enfrentar a epidemia do novo coronavírus. Além disso, estamos repassando 11 milhões de reais para ajudar as ações de saúde e assistência social dos municípios pernambucanos”, afirmou Paulo Câmara. “Uma das medidas é essa convocação de profissionais, que vão ampliar os serviços já existentes e aqueles que vamos abrir para o enfrentamento a essa doença”, completou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Decreto

Também nesta segunda, o governo de Pernambuco anunciou a proibição de reuniões e aglomerações com mais de 10 pessoas e transporte de passageiros via mototáxi. “Quero ressaltar que nossa melhor estratégia de combate à disseminação do vírus nesse momento é o isolamento social”, ressaltou o governador do estado.

Vacinação

Nesta segunda, idosos e profissionais de saúde começam a receber a vacina contra gripe. Eles são o público-alvo da primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe, que foi antecipada em um mês. Nesta primeira fase, Pernambuco tem uma população a vacinar de 1.148.115. O objetivo da antecipação é proteger os pernambucanos contra três vírus da influenza – A(H1N1), A(H3N2) e B -, evitando adoecimentos e, consequentemente, o impacto nos serviços de saúde neste momento da ocorrência de casos do novo coronavírus.(Diário de Pernambuco)

Vale do São Francisco exporta 9 milhões de caixas de manga ano; dados são apresentados no 11º Workshop Internacional da NMB

0

Segundo maior mercado consumidor final da manga produzida no Vale do São Francisco (depois da Europa), os Estados Unidos compraram da região 9 milhões de caixas, no ano passado. Entre 2005 e 2018, o consumo dos americanos aumentou 87% e hoje já importam apenas do Brasil 115 milhões de caixas da fruta que também é produzida por países como México, Peru e Equador. Cientes da importância desse mercado, produtores, técnicos e pesquisadores participaram nesta quarta-feira (7) do ‘XI Workshop Internacional da National Mango Board’, em Petrolina (PE). No evento, eles discutiram a melhoria da produção e da qualidade da fruta.

O workshop é uma iniciativa da NMB (National Mango Board), entidade de fomento ligada ao Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (sigla em inglês USDA) com apoio da Associação dos Produtores e Exportadores de Hortigranjeiros e Derivados do Vale do São Francisco (Valexport). De acordo com o diretor de marketing da instituição brasileira, Caio Coelho, foi a partir dessa parceria que os produtores da região saíram das 500 mil caixas de manga enviadas aos EUA para chegar aos 9 milhões ao ano, em 20 anos.

Resultado de imagem para mangas do são francisco

“Os números de exportação são grandes. Como um exportador que acompanha esse mercado, acho que chegamos a um volume que requer mais administrar do que expandir”, disse o diretor de Marketing da Valexport, Caio. Segundo o gestor, a distância do mercado estadunidense e o chamado ‘custo Brasil’ tendem a limitar maiores expansões. “Nosso custo de água e energia tem aumentado bastante nos últimos anos, somadas a isso temos as despesas com os tratos culturais, cuidados com o meio ambiente, fertilizantes e defensivos agrícolas, que custam o dobro se comparados aos países produtores concorrentes México, Peru e Equador”, explica.

No encontro, que trouxe o diretor de Pesquisa do NMB, Leonardo Ortega, e a gerente de Relações Industriais, Carla Sosa, os produtores, técnicos e pesquisadores do Vale puderam interagir em palestras proferidas por pesquisadores da Embrapa e Univasf, como: ‘Efeitos nutricionais e fisiológicos dos bioestimulantes em manga’, ‘Insumos biológicos para o manejo de pragas e doenças da mangueira’, ‘Panorama atual das pragas da mangueira no Vale do São Francisco’. À tarde, exportadores e diretores de fazendas participaram ainda de uma reunião de trabalho e discussão com os representantes da National Mango Board. Na oportunidade, fizeram análises do comportamento da manga brasileira no mercado americano, sendo apresentadas novas pesquisas desenvolvidas pela NMB.

Realizado também em outros países, o Workshop Internacional da Manga é desenvolvido de acordo com as especificidades de cada região. Leonardo Ortega diz que o objetivo do NMB é promover o marketing da manga nos EUA, visando aumentar o consumo da fruta; para isso busca ajudar exportadores dos países produtores a atenderem as normas de qualidade e consistência do fruto. “Em 2005, nós importávamos 62 milhões de caixas de manga; no ano passado nós já estávamos consumindo 87% a mais em relação aquele ano. Isso mostra nosso êxito e de nossos parceiros”, finaliza.

Resultado de imagem para mangas do são francisco

Valexport

Parceira da National Mango Board desde sua origem, em 2005, a Valexport tem como objetivo defender o produtor e exportador hortifrutigranjeiro. Pioneira no Vale – ela foi criada em 1988 em Petrolina –, a associação responde por 70% de toda produção frutícola da região e 80% de suas exportações. Entre suas principais metas, estão o fortalecimento das exportações, incremento à pesquisa de fruticultura irrigada, adequação de infra-estrutura portuária e aeroportuária, integração da fruticultura ao nível do país, marketing e novos mercados.(Ascom)

Câmara Federal aprova texto-base de MP que altera regras do crédito rural

0

Ordem do dia para discussão e votação de diversos projetos

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (11) o texto-base da Medida Provisória 897/19 (MP do Agro), que prevê mudanças relacionadas ao crédito rural, como um fundo de garantia para empréstimos, linhas de subvenção para construção de armazéns de cereais e aperfeiçoamento de regras de títulos rurais. A medida foi alvo de forte obstrução por partidos contrários; e a votação dos destaques foi adiada para esta quarta-feira (12).

O texto-base aprovado é o projeto de lei de conversão de autoria do deputado Pedro Lupion (DEM-PR), que estabelece Fundos Garantidores Solidários (FGS) para as linhas de crédito – com participação de produtores rurais e credores. O texto foi aprovado por 329 votos a 58.

Segundo o texto, poderá haver vários FGS, contanto que cada um deles tenha um mínimo de dois devedores, contribuindo com 4% dos saldos devedores. Igual percentual incidirá para os credores. Caso exista um garantidor da dívida (um banco, por exemplo), sua contribuição será de 2% do saldo devedor.

A perspectiva do governo é estimular a concessão de créditos por bancos privados devido a uma maior garantia. Desde que se mantenha a proporção das cotas entre essas categorias (devedor, credor e garantidor), os percentuais poderão ser aumentados.

Garantia do empréstimo
Pedro Lupion ressaltou a permissão para que o produtor rural utilize como garantia do empréstimo apenas uma parte da terra, na proporção do financiamento, em vez de oferecer todo o patrimônio.

“A MP vai dar um alento e facilidade de acesso a crédito ao produtor rural brasileiro, seja com uma possibilidade de se juntar para garantir o empréstimo bancário [os FGS], seja através do patrimônio de afetação – utilizando apenas um pedaço do seu patrimônio e não mais a imobilização de toda a sua propriedade rural”, disse.

Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Ordem do dia para discussão e votação de diversos projetos. Dep. Pedro Lupion (DEM - PR)
Pedro Lupion: o produtor rural poderá usar como garantia apenas uma parte da terra

Lupion destacou que as medidas previstas, como a linha de crédito para cerealistas e a reorganização dos variados títulos que financiam o agronegócio, vão modernizar o setor.

“Isso tudo é benefício para o produtor rural, benefício que possibilita a desburocratização, a facilidade do acesso ao crédito, a facilidade na hora de conseguir aquele recurso tão necessário e tão difícil para fomentar e para financiar a nossa safra, os nossos equipamentos, os nossos insumos e, principalmente, tirar o produtor rural do vermelho”, disse o relator.

Bancos privados
O aumento da participação dos bancos privados no crédito rural foi alvo de críticas da oposição, que tentou inviabilizar a votação da MP com requerimentos de obstrução.

“No momento em que houver uma universalização para entrar com mais força os bancos privados no que hoje é caracterizado como financiamento agrícola fundamentalmente do banco público, você vai enfraquecer os bancos públicos”, disse o deputado Bohn Gass (PT-RS).

O parlamentar afirmou ainda que não está claro se os subsídios voltados ao agricultor familiar serão ampliados para os grandes produtores.

Bohn Gass destacou como ponto positivo da MP a divisão da propriedade para obter garantia do empréstimo. “Isolar uma área para ser usada para facilitar a liberação do crédito é um aspecto interessante”, disse.(Ascom)

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 36 milhões

0

Mega-Sena, loterias, lotéricas

Ninguém acertou as seis dezenas do Concurso 2.216 da Mega-Sena sorteadas ontem (14), no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo. O prêmio para o próximo sorteio, que ocorrerá na terça-feira (17), está estimado em R$ 36 milhões.

Os números sorteados foram 10 – 24 – 42 – 43 – 48 – 49

A quina teve cinco ganhadores que vão receber, cada um, R$ 62.000,46. Acertaram quatro números 4.361 apostadores, que receberão o prêmio individual de R$ 995,19.

As apostas para o próximo concurso da Mega-Sena (2.217) podem ser feitas até as 19h de terça-feira (17). Um jogo simples, de seis números, custa R$ 4,50.

Indenização de R$ 50 mil para profissional da saúde afetado por covid-19 é aprovada

0

Médicos fazem treinamento no hospital de campanha para tratamento de covid-19 do Complexo Esportivo do Ibirapuera.

A Câmara dos Deputados concluiu nesta terça-feira (14) a análise do projeto que prevê o pagamento de compensação financeira de R$ 50 mil aos profissionais de saúde por morte ou incapacidade permanentemente para o trabalho após serem contaminados pela covid-19 ao atuarem diretamente no combate à pandemia. A indenização será paga pela União. A matéria segue para sanção presidencial.

O texto do Projeto de Lei 1.826 estabelece que, no caso de morte, o valor será dividido igualmente entre os dependentes e o cônjuge ou companheiro. Além desse valor, serão pagos R$ 10 mil a cada ano que faltar para o dependente menor de 21 anos atingir essa idade. A indenização será estendida aos 24 anos, caso o dependente esteja cursando ensino superior na data do óbito. Para dependentes com deficiência, a indenização será de R$ 50 mil, independentemente da idade.

Os valores somados de todas as indenizações devidas deverão ser pagos em três parcelas mensais, iguais e sucessivas. A concessão da indenização está sujeita a perícia médica. Segundo números do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), 30% dos profissionais de enfermagem mortos por covid-19 no mundo são do Brasil.

De acordo com o projeto, a presença de comorbidades não afasta o direito ao recebimento da compensação financeira. O valor será devido mesmo que o novo coronavírus não tenha sido a única causa, principal ou imediata, para a ocorrência da incapacidade permanente para o trabalho ou do óbito.

O projeto aprovado garante ainda o pagamento com as despesas do funeral. Os recursos, contudo, ainda serão definidos por meio de uma regulamentação.

Beneficiários
O projeto inclui diversas categorias como beneficiárias como fisioterapeutas, nutricionistas, assistentes sociais, profissionais que trabalham com testagem nos laboratórios de análises clínicas, trabalhadores dos necrotérios e coveiros, e todos aqueles cujas profissões sejam reconhecidas pelo Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS) e que atuam no Sistema Único de Assistência Social (Suas).

Ao tramitar no Senado, parlamentares incluíram outras profissões, como agentes comunitários de saúde ou de combate a endemias que tenham realizado visitas domiciliares durante a pandemia; profissionais de nível técnico ou auxiliar, que sejam vinculadas às áreas de saúde; e aqueles que, mesmo não exercendo atividades-fim de saúde, ajudam a operacionalizar o atendimento, como os de serviços administrativos e de copa, lavanderia, limpeza, segurança, condução de ambulâncias e outros.

Ministério Público diz que nova regra de Bolsonaro para eleição de reitores viola a democracia

0
  Resultado de imagem para eleição de dirigentes de universidades e institutos federais.

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC) produziu uma nota técnica denunciando a medida provisória 914, editada pelo presidente Jair Bolsonaro em dezembro do ano passado. A MP atualmente tramita no Congresso e propõe mudanças na eleição de dirigentes de universidades e institutos federais. Procuradores dizem que a proposta viola a gestão democrática na educação.

Segundo a Procuradoria, a MP diminui a participação da sociedade civil. A informação é do Painel, da Folha de S.Paulo. Na época, o presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais do Ensino Superior (Andifes) criticou a MP alegando ser algo restritivo e abusivo com as federais.

Com a medida, passaria a ser obrigatório o peso de voto de 70% para a categoria dos docentes, enquanto técnico-administrativos e estudantes terão 15% por categoria, respectivamente. A regra já existia na legislação anterior, mas havia a possibilidade de consulta paritária dentro de cada instituição – tradição democrática seguida pela maiorias das federais.

O argumento de Bolsonaro para a MP é que “a falta de obrigatoriedade de eleições formais parece estar trazendo problemas, devido a realização de consultas informais que não seguem parâmetros claros e, em alguns casos, parecem dirigidas a manter no poder grupo determinado”.

PSD bate o martelo e garante candidaturas próprias nas Prefeituras de Recife, Caruaru e Petrolina em 2020

0

Evento realizado do PSB teve cerca de 300 pessoas no auditório Sérgio Guerra, na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Foto: Renato Moreira/Divulgação) (Evento realizado do PSB teve cerca de 300 pessoas no auditório Sérgio Guerra, na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Foto: Renato Moreira/Divulgação))

Lideranças nacionais do PSD, reunidas em Recife-PE nessa sexta-feira(02),  lançaram as pré-candidaturas às prefeituras de Recife, Caruaru e Petrolina.O Evento realizado pelo PSD teve cerca de 300 pessoas no auditório Sérgio Guerra, na Assembleia Legislativa de Pernambuco e contou com a presença  do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, do presidente do partido em Pernambuco, André de Paula e de varias lideranças da capital e interior do estado.

O PSD já sabe que em Recife, o nome cotado é o do deputado federal André de Paula. O partido também vai para a disputa em Caruaru, com Raffiê Dellon, e em Petrolina, com o médico Júlio Lóssio.

A decisão é da Executiva Nacional, que recomendou candidaturas próprias nas cidades que tenham imagem de televisão na propaganda eleitoral, capitais e cidades com mais de 100 mil eleitores.

“Não existe partido hoje no Brasil que queira sobreviver se não tiver candidatura própria a prefeito. Em 2022, não teremos coligação para deputados federais e estaduais. Na medida em que tivermos candidaturas a prefeito na maioria das cidades de Pernambuco, teremos boas bancadas de vereadores, porque eles podem ser depois deputados federais ou senadores. Declarou  Gilberto Kassab no encontro de Recife.

A imagem pode conter: 4 pessoas, área interna

O ex-prefeito de Petrolina, comentou em suas redes sociais a realização do evento. “Estivemos hoje no Encontro Nacional do PSD, que ocorreu na Assembleia Legislativa do nosso Estado, em Recife! Sob a liderança do meu amigo, Deputado Federal e líder do PSD na câmara, André de Paula, nos reunimos com lideranças nacionais e locais do partido para traçar a estratégias para 2020! Vem coisa boa por aí!

Por intervenção da Prefeitura, agricultores de Lagoa Grande vão receber o Garantia Safra

0

Famílias de produtores rurais de Lagoa Grande, PE, que estavam bloqueadas no Programa Garantia Safra devido a dados incompletos ou que tinham divergências de informações na base do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), conseguiram uma grande vitória na última semana.

Com atuação da Prefeitura de Lagoa Grande, através da secretaria da Agricultura e Desenvolvimento do Interior, foi possível atualizar os dados para permitir que estas famílias possam receber o Garantia Safra 2018/2019 ainda este mês.

 O Garantia Safra tem o objetivo de garantir as condições mínimas de sobrevivência dos agricultores familiares em razão de perda de safra por razão de estiagem.

Segundo o secretário da Agricultura, o prefeito Vilmar Cappellaro, intensificou este pedido dos agricultores para que resolvêssemos o mais rápido possível. “Fomos à coordenação estadual do Programa Garantia Safra e no ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e conseguimos atualizar os dados e a autorização para que estes agricultores recebam as cinco (5) parcelas de uma vez só, agora no mês de junho, que vai ajudar neste momento difícil de enfrentamento ao Coronavírus. Cada parcela tem o valor de R$ 170.00 e o total a ser recebido por família será de R$ 850.00. Inclusive se somados darão quase R$ 60.000,00 (sessenta mil reais), que irão circular dentro do comércio de Lagoa Grande pra beneficiar a economia. O recebimento será conforme o calendário dos Programas Sociais (Ex: Bolsa Família)”, acrescentou Reginaldo Alencar.

Os agricultores poderão consultar pela internet ao se dirigir a secretaria municipal da Agricultura para conferir a situação.(Ascom)

Mais de 70% dos leitos de UTI voltados para a Covid-19 estão ocupados em PE

0

A Prefeitura do Recife anunciou, nesta segunda, a abertura de mais 42 novos leitos. (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) informou, nesta segunda-feira (6), que 73% dos novos leitos de UTI voltados para pacientes da Covid-19 estão ocupados no estado. A taxa de ocupação dos leitos de enfermaria é de 57%. Ao todo, Pernambuco tem 280 leitos regulados especificamente para o coronavírus.

A Prefeitura do Recife anunciou, também nesta segunda, a abertura de mais 42 novos leitos exclusivos para o atendimento de casos do novo coronavírus. Uma unidade provisória foi instalada na Policlínica e Maternidade Professor Barros Lima, localizada na Avenida Norte, em Casa Amarela, Zona Norte da capital. Com a inauguração, a rede municipal de saúde passa a ter 148 leitos em funcionamento para pacientes da Covid-19, sendo 34 desses equipados com respiradores pulmonares.

“Temos feito avaliações de cenário diariamente. As curvas seriam piores se não tivéssemos adotado as medidas de isolamento social. Pernambuco se aproxima de forma célere da chamada aceleração descontrolada, fase em que os números da epidemia crescem sem controle”, afirmou o secretário de Saúde, André Longo. “Serão dois meses duríssimos para a saúde publica de Pernambuco e para a sociedade pernambucana. Precisamos fazer a nossa parte”, completou.

Segundo Longo, os aumentos no número de casos confirmados nos últimos três dias estão dentro do esperado. “Estão dentro da previsão porqie estamos caminhando rapidamente para a chamada aceleração descontrolada. Isso é fruto do que fizemos como sociedade há dez, sete dias atrás. Todos devem continuar atentos às medidas de etiqueta respiratória e higiene. O que estamos fazendo hoje será determinante para os próximos 14, 15 dias”, disse o secretário de Saúde.
De acordo com a metodologia adotada pelo Ministério da Saúde para medir os impactos do crescimento de infecções, há quatro fases epidêmicas para mapear o coronavírus: transmissão localizada; aceleração descontrolada; desaceleração e, enfim, controle.
Boletim 
A Secretaria Estadual de Saúde confirmou, nesta segunda, mais 22 casos da Covid-19 no estado. Agora, ao todo são 223 ocorrências da doença, contando internados, isolamento domiciliar e recuperados. Em relação aos óbitos, mais nove mortes foram confirmadas laboratorialmente – sete mulheres e dois homens – totalizando 30 mortes pela doença em Pernambuco. As novas confirmações são referentes a mortes ocorridas entre 27 de março e 5 de abril, período de dez dias.
Do total de casos confirmados, 101 estão em isolamento domiciliar e 67 internados, sendo 23 em UTI/UCI e 44 em leitos de isolamento. Outros 25 pacientes já estão recuperados. Pela primeira vez, o número de mortos superou a quantidade de pessoas curadas no estado. Pernambuco registrou ainda a morte de um adolescente de 15 anos, a vítima fatal mais jovem do coronavírus no Brasil.
Os novos confirmados são nos municípios do Recife (8), São Lourenço da Mata (4), Jaboatão dos Guararapes (2), Olinda (2), Paudalho (2), Camaragibe (1), Cachoeirinha (1) Caruaru (1), Lagoa do Carro (1).

Os casos confirmados estão distribuídos por 17 municípios (Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Paulista, São Lourenço da Mata, Lagoa do Carro, Paudalho, Palmares, Belo Jardim, Caruaru, Cachoeirinha, Petrolina, Ipubi, Aliança e Goiana), além do arquipélago de Fernando de Noronha e das ocorrências de pacientes em outros estados e países.
Os novos óbitos confirmados pelo boletim desta segunda são:
1- Sexo feminino, 33 anos, grávida. Residente no Recife. Óbito no dia 05/04
2- Sexo feminino, 52 anos, profissional de saúde. Residente em Camaragibe. Óbito dia 04/04
3- Sexo feminino, 57 anos. Residente no Recife. Óbito dia 04/04 
4- Sexo feminino, 83 anos. Residente em Jaboatão dos Guararapes. Óbito dia 04/04 
5- Sexo masculino, 15 anos. Residente em São Lourenço da Mata. Óbito dia 27/03
6- Sexo masculino, 65 anos. Residente em Paudalho. Óbito dia 04/04
7- Sexo feminino, 84 anos. Residente em São Lourenço da Mata. Óbito dia 03/04  
8- Sexo feminino, 72 anos. Residente em Lagoa do Carro. Óbito dia 05/04
9- Sexo feminino, 42 anos. Residente em São Lourenço da Mata. Óbito dia 03/04  (Diário de Pernambuco)