Sem categoria

Início Sem categoria

“Votarei contra o aumento do Fundo Eleitoral”, garante Gonzaga Patriota

0

Resultado de imagem para Fundo Eleitoral,

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE) criticou o aumento do Fundo Eleitoral, que cobrirá os gastos dos candidatos nas eleições de 2020. O parlamentar afirmou que o projeto não é bom para sociedade e que alguns deputados estão legislando em causa própria.

“Votarei contra o aumento nos recursos para o fundo. Não podemos admitir que aumentem de R$ 2,5 bilhões para R$ 3,8 bilhões um dinheiro que deveria ser aplicado na saúde, educação e infraestrutura e não enviado para os partidos”, argumentou.

O socialista ainda informou que votou a favor do veto 35/2019 que trata da utilização de recursos para o pagamento de juros, multas, débitos eleitorais e demais sanções aplicadas por infração à legislação eleitoral ou partidária, incluídos encargos e obrigações acessórias.

“Votei agora a favor do veto 35/2019 que se refere a não permitir a utilização do fundo partidário para pagamento de multas aplicadas a justiça eleitoral, ou seja, esse artigo ele permitia que os candidatos pudessem pagar advogados, multas com o fundo partidário. O presidente vetou e eu votei a favor do veto que foi mantido”, explicou. (Ascom)

No Dia Nacional da Pessoa com Deficiência Visual (13/12), oftalmologista defende acesso universal à saúde ocular

0

Imagem relacionada

 Nesta sexta-feira (13), o Instituto de Olhos do Recife comemora o Dia Nacional da Pessoa com Deficiência Visual. A ação visa conscientizar a sociedade pernambucana sobre a importância do acesso universal à saúde ocular e ao exame com médico especialista em oftalmologia. “Essas são condições essenciais para a redução de casos de cegueira passíveis de prevenção”, destaca o oftalmologista e especialista em catarata e glaucoma, Pedro Falcão, do IOR. “Um segundo objetivo é garantir para pessoas cegas ou com baixa visão a acessibilidade, a mobilidade e a igualdade de condições”, destaca o médico.

Criada em 1961, a data é de extrema importância, considerando que a população estimada de pessoas com deficiência visual no mundo é de 285 milhões, sendo 39 milhões cegos e 246 milhões com baixa visão. Dados do IBGE, de 2010, revelam que do total da população brasileira, 23,9%, ou seja, mais de 45 milhões de pessoas declaram ter algum tipo de deficiência, dentre as quais predomina a visual, representando 3,5%. São mais de 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual, sendo 582 mil cegas e 6 milhões com baixa visão.

Segundo o doutor Pedro, os níveis de acuidade visual ocupam um amplo espectro de possibilidades, que vai desde a cegueira total até a visão normal. “Entre os dois extremos estão patologias como miopia, astigmatismo, ambliopia, hipermetropia, que não são necessariamente deficiências visuais, mas que na infância devem ser identificadas e tratadas precocemente, porque podem interferir no processo de desenvolvimento e aprendizagem”, orienta. Já a deficiência visual pode ser definida como a perda total ou parcial, congênita ou adquirida da visão, com nível de acuidade visual variando da cegueira até a visão subnormal.

VISÃO SUBNORMAL – A visão subnormal engloba diferentes níveis de baixa visual, dentre elas a ambliopia ou visão residual. Caracteriza-se pelo comprometimento da visão e do campo visual, mesmo após tratamento ou correção. “As pessoas com esse quadro podem ler textos impressos ampliados ou com uso de recursos óticos especiais”, explica o doutor Pedro.

Definir nuances dessas manifestações é complexo, devido à variedade e à intensidade de comprometimento das funções visuais. “Essas funções envolvem desde a simples percepção da luz até a redução de acuidade do campo visual, o que interfere e limita a execução de tarefas do dia-a-dia”, explica o oftalmologista. De acordo com ele, em alguns casos, pode estar presente o nistagmo, que é um movimento rápido e involuntário dos olhos, agente redutor da acuidade visual e causador de fadiga durante a leitura.

CEGUEIRA – Por ser um órgão exposto a fatores externos, como radiação ultravioleta, poluição, medicamentos e outros agentes químicos ou físicos, o olho fica vulnerável a doenças que, inclusive, podem se agravar com a idade e levar o paciente à cegueira. A cegueira é a perda total da visão ou baixíssima capacidade de enxergar, levando a pessoa a necessitar do sistema braille áudio ou digital, como meio de leitura e escrita.

Além disso, a baixa visão e a cegueira reduzem as informações que a pessoa recebe do ambiente, restringindo os dados para a construção do conhecimento sobre o mundo. “Por isso, o acesso universal à saúde ocular é imprescindível, posto que é a forma mais eficiente e insubstituível de reduzir os casos de cegueira passíveis de prevenção”, alerta.

DEFICIÊNCIA – Ao longo dos anos, os termos que definem a deficiência foram se adequando à evolução da ciência e da sociedade. Atualmente, o termo correto a ser utilizado é “Pessoa com Deficiência”, que faz parte do texto aprovado pela Convenção Internacional para Proteção e Promoção dos Direitos e Dignidades das Pessoas com Deficiência, aprovado pela Assembleia Geral da ONU, em 2006, e ratificada, no Brasil, em julho de 2008.

Para além das várias conquistas na legislação mundial e brasileira, da inserção no mercado de trabalho e nos métodos de ensino, há muito por fazer para garantir a plena inclusão de pessoas com deficiência visual. “Precisamos avançar ainda mais na inclusão social, na acessibilidade e combater qualquer tipo de discriminação ou preconceito”, reforça o doutor Pedro. A Lei Brasileira da Inclusão (13.146/2015), conhecida como Estatuto da Pessoa com Deficiência, estabelece as condições mínimas de acessibilidade para garantir os direitos e promover a inclusão social das pessoas com deficiência. 

Anvisa alerta: 23% de alimentos analisados têm agrotóxicos acima do limite ou proibidos no país

0

Resultado de imagem para agrotoxicos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou nesta terça-feira (10) os resultados do Programa de Avaliação de Resíduos de Agrotóxicos (Para), na análise foram encontrados resíduos de agrotóxicos acima do limite permitido ou proibidos para cultura em 23% dos alimentos avaliados entre 2017 e 2018.

Foram analisadas 4.616 amostras, coletadas nas redes varejistas (supermercados), entre agosto de 2017 e junho de 2018. No total, foram monitorados 14 alimentos, que representam 30,86% do que é consumido pela população. As coletas incluíram amostras de abacaxi, alface, arroz, alho, batata-doce, beterraba, cenoura, chuchu, goiaba, laranja, manga, pimentão, tomate e uva.

Não foram constatados resíduos de agrotóxicos em 49% dos alimentos analisados e em outros 28% eles estavam dentro do permitido pela agência.

Em relação às amostras que apresentaram inconformidades, a maioria (17,3%) apresentou exclusivamente detecção de ingrediente ativo não permitido para a cultura (NPC).

Todas as demais situações de inconformidade incluem as detecções de ingrediente ativo em concentração acima do limite (2,3%), ingrediente ativo proibido no país (0,5%) ou amostras com mais de um tipo de inconformidade (2,9%). (Com informações: Bahia. BA)

Lei Seca completa oito anos em PE com 2,8 milhões de abordagens e 51.452 habilitações recolhidas

0

Resultado de imagem para LEI SECA EM PERNAMBUCO

A Operação Lei Seca (OLS) acaba de completar oito anos de atuação em Pernambuco, sob coordenação da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) e a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE). Nesse período, a OLS abordou 2,8 milhões de motoristas e as infrações por alcoolemia correspondem a apenas 1,7% do total de checagens realizadas no Estado. Já os crimes por embriaguez representam menos de 0,1% em relação às infrações. Desta forma, a OLS vem atuando de forma permanente na mudança de comportamento, combatendo o hábito de beber e dirigir.

Nos oito anos de atuação, a OLS abordou 2,8 milhões de motoristas, entre condutores de moto, ciclomotores, taxis, ônibus, automóveis e utilitários; recolheu 51.452 carteiras de habilitação e rebocou 35.467 veículos. As infrações por alcoolemia somaram 48.324, sendo 36.605 por recusas ao teste do bafômetro, 9.815 constatações do uso de bebida alcoólica por motoristas e 1.904 crimes, quando a concentração de álcool no corpo caracteriza o crime de trânsito.

Segundo dados do Fórum Nacional das Operações Lei Seca do Brasil, que faz comparativo por amostragem entre as OLSs do país e divulga, uma vez por mês, ranking dos estados que mais realizaram abordagens no prazo de 24 horas, Pernambuco é destaque nacional. Ficou em primeiro lugar nos meses de junho, agosto e outubro, acima de Estados como Rio de Janeiro, Bahia e Rio Grande do Sul, e figura em segundo lugar nos demais meses.

Já as novas placas de sinalização vertical, com 2,8 metros de altura, apresentadas no evento, serão instaladas antes de cada operação para alertar o motorista sobre a blitz na via. “É uma forma de chamar a atenção para que o condutor reduza a velocidade e saiba que estamos atuando. Dar visibilidade às ações é um meio de reforçar a presença nas ruas e na mentalidade das pessoas. A intenção é sempre alertar, educar e conscientizar sobre novos hábitos no trânsito, desde o não uso da bebida alcoólica pelo motorista à importância do uso de equipamentos de segurança pelos motociclistas, por exemplo”, comentou o coordenador da OLS, Felipe Gondim.

Outra marca deste ano foi a ampliação da interiorização das operações para as cidades do Agreste, Sertão e Zona da Mata. “De forma inédita, vinculamos cada equipe da OLS a uma das 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres), distribuídas por todo o Estado, possibilitando apoio nas ações de planejamento em cada região, o que é importante para reduzir os riscos de acidentados de transporte terrestre e debater as ações de municipalização do trânsito”, disse Gondim.

Apresentado na solenidade, o projeto-piloto do Programa Lei Seca Mirim visa estimular nos alunos entre 9 e 14 anos hábitos e comportamentos seguros no trânsito, transformando o conhecimento em ação por meio de observação, vivências e situações encontradas no seu cotidiano. A iniciativa também busca a interpretação crítica do mundo atual, colocando em prática os conhecimentos adquiridos na construção de conceitos e valores para o exercício da cidadania, podendo resultar na diminuição de acidentes de trânsito.

De forma pioneira, a ação foi realizada em cidades do Interior do Estado e o projeto deve ser ampliado para a Região Metropolitana do Recife (RMR). Este ano, já foram realizadas quatro formaturas do Programa Lei Seca Mirim nos municípios de São José do Belmonte e Serra Talhada, respectivamente, totalizando cerca de 400 alunos. Em São José do Belmonte foram formados alunos das escolas municipais Dr. Arcôncio Pereira e Marizinha Barros. Já em Serra Talhada foram formados alunos das escolas municipais Nossa Senhora da Penha e Imaculada Conceição. Desde sua criação, em 2017, o projeto Lei Seca Mirim já formou 935 jovens

Galeria Eco Center recebe última ação social do ‘Natal da Cidade’ em Petrolina. É neste sábado(14)

0

Depois de passar por diversos bairros de Petrolina, a última parada da ‘Campanha Natal da Cidade’ acontece neste sábado (14), a partir das 9h, na Galeria Eco Center, centro da cidade. Na ocasião, a população vai poder ter acesso a serviços de saúde, orientação para saúde bucal, além da visita do Papai Noel que este ano está acompanhado de uma violinista e um mágico.

Esta ação social realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Sindicato do Comércio Varejista (Sindilojas) e parceiros, já passou por quatro bairros: José e Maria, Areia Branca, São Gonçalo e Jardim Amazonas. Os consumidores que comprarem nas lojas credenciadas à campanha receberão cupons e poderão concorrer a um carro, quatro motos e 16 eletroeletrônicos que serão sorteados no dia 27 de dezembro.(Ascom)

Confira as vagas de emprego para Petrolina, ofertadas pela Agência do Trabalho para esta quinta-feira(12)

0

Tem  1 vaga para Auxiliar de pessoal  6 Meses CTPS Ensino Médio Completo

Tem  1vaga para Eletricista de instalações (veículos automotores e máquinas operatrizes,

exceto aeronaves e embarcações)  6 Meses CTPS Ensino Médio Completo

Tem  1 vaga para Encanador  6 Meses Fundamental Completo

Tem  1 vaga para Instalador de painéis  6 Meses Ensino Médio Completo

Tem  1 vaga para vaga  Mecânico de manutenção de ônibus  6 Meses CTPS Ensino Médio Completo

Tem  2 vagas para Mecânico de manutenção de ônibus  6 Meses CTPS Ensino Médio Incompleto

Tem uma 1 vaga para Serralheiro  6 Meses CTPS Fundamental Completo

Tem uma 1 vaga para Técnico mecânico  6 Meses CTPS Ensino Médio Completo

Tem uma 2 vagas para Vendedor pracista  6 Meses CTPS Ensino Médio Completo

Vagas sujeitas à alterações ao longo do dia.

A Agência do Trabalho fica no Centro de Convenções Senador Nilo Coelho, centro de Petrolina.

Para mais informações, ligue (87) 3866-6540.

Em Pernambuco, doadores de sangue terão meia-entrada garantida em eventos culturais e esportivos

0

Resultado de imagem para Em Pernambuco, doadores de sangue

Nesta terça-feira (10), uma lei foi sancionada pela Assembléia Legislativa de Pernambuco (Alepe)  com o objetivo de incentivar a população no processo de doação de sangue. A partir desta quarta-feira (11), os doadores frequentes receberão uma carteira que garante a meia-entrada em eventos culturais e esportivos.

De acordo com a deputada estadual Gleide Ângelo (PSB), criadora do regulamento, o incentivo é para conscientizar da importância do projeto. “A nossa sociedade ainda não tem a cultura de doar sangue. Queremos mostrar para as pessoas que esse é um ato que pode salvar vidas”.

Na lei, a permissão para a retirada da carteira será concedida apenas para doadores regulares, ou seja, para aqueles que doarem sangue durante todo o ano. A carteira será renovada anualmente. A deputada informou que os locais que não aceitarem o benefício através do documento de doador frequente receberá uma multa. O valor ainda não foi estipulado.

Doação 

Para se tornar doador é necessário ter idade entre 16 e 69 anos, pesar mais que 50 quilos e estar em boas condições de saúde.

menores de 18 anos precisam da presença do responsável legal (pai ou mãe), bem como levar xerox da identidade.

Não poderá ser doador: 

Pessoas que tiveram evidências clínicas ou laboratoriais das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas. (Diário de Pernambuco)

Brincadeira do ´Amigo Secreto` deve movimentar R$ 7,5 bilhões no país, mostra pesquisa

0

Resultado de imagem para Brincadeira do ´Amigo Secreto`

A Tradicional brincadeira de fim de ano, o Amigo Secreto deve injetar cerca de R$ 7,5 milhões na economia do País. O dado é de pesquisa divulgada esta quarta-feira (11) pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Quatro em cada dez consumidores pretendem participar e gastar, em média, R$ 67,70 com os presentes.

O levantamento, feito em todas as capitais do Brasil, mostra que 42% dos consumidores que vão presentar no Natal devem aderir à brincadeira, são nove pontos percentuais a mais que o registrado em 2018. Ao todo, cerca de 66,3 milhões devem participar de pelo menos um Amigo Secreto no trabalho ou na família.

Entre as principais motivações apontadas pelos entrevistados para participar estão gostar desse tipo de celebração (59%) e considerar a brincadeira uma boa maneira de se economizar com presentes (36%). Apesar de afirmarem não gostar de Amigo Secreto, 12% dos entrevistados sinalizaram que participam apenas para não serem vistos como antissociais.

Praticamente metade dos entrevistados (49%) pretendem participar de apenas um evento e outros 39% de dois. Em média, os consumidores pretendem participar de quase dois eventos de amigo secreto. A maioria (72%) realizará a brincadeira entre os familiares, seguidos daqueles que farão o amigo secreto entre amigos (38%) e colegas de trabalho (29%).

Já os que optaram em ficar fora das brincadeiras representam 40% e outros 17% não decidiram. Considerando os que não participarão desse tipo de confraternização, 48% garantem não gostar da brincadeira. Outros 35% disseram que parentes, amigos e colegas de trabalho não têm costume de fazer Amigo Secreto e 17% alegam não ter dinheiro. (Folha PE)

Prefeito de Petrolina cobra investigação rápida e dura sobre atentado contra secretário executivo

0

Em entrevista coletiva, nesta quarta-feira (11), o prefeito Miguel Coelho expressou indignação acerca da tentativa de homicídio sofrida pelo secretário executivo de Transporte de Petrolina, José Carlos Alves. O gestor informou ter acionado as polícias civil e federal para uma investigação “rápida e dura” em torno do caso e garantiu que também irá acompanhar de perto todos os procedimentos da apuração.

José Carlos Alves sofreu uma emboscada na manhã desta quarta, enquanto saía de automóvel de casa para o trabalho. O secretário foi alvejado com quatro tiros (dois na cabeça, um no tórax e outro no braço), mas, após atendimento médico, já se encontra fora de perigo de morte.

Ao longo da coletiva sobre o atentado, o prefeito informou que dará toda atenção à família de José Carlos e vai monitorar as medidas necessárias para a investigação do caso. Miguel disse também que conversou sobre o ataque com o governador Paulo Câmara. “Desde que aconteceu o atentado, procurei o governador, conversei também com o secretário de Defesa, Antônio Pádua, e a investigação foi iniciada. Cobramos uma investigação rápida e dura”.

Após a entrevista, Miguel se deslocou até o hospital onde está internado José Carlos Alves para prestar solidariedade à família. “Vamos dar todo o apoio à esposa, filha e familiares nesse processo de recuperação. Agora também pedimos para as pessoas rezarem pela pronta recuperação de José Carlos”, reforçou o prefeito.

José Carlos Alves já passou por cirurgia para a remoção das balas. De acordo com o médico responsável pelo tratamento, Antonio Vinicius, a situação do secretário é estável, sem risco de morte. “Ele está relativamente bem. Foi submetido a uma cirurgia para abertura de crânio e correu tudo bem. Ele já acordou, está falando e passará uns dois ou três dias na UTI e até dez dias internado. O estado dele inspira cuidados, mas está sob controle”, explicou o médico.(Ascom)

Em Orocó-PE, ex prefeito Sebastião Rufino declara apoio a pré candidatura de Ismael Lira a prefeito da cidade

0
Ex presidente da câmara de vereadores de Orocó Sebastião Rufino,  declarou apoio incondicional a pré candidatura de Ismael Lira a prefeitura de Orocó-PE

O ex prefeito e ex presidente da câmara de vereadores de Orocó Sebastião Rufino,  declarou apoio incondicional a pré candidatura de Ismael Lira a prefeitura de município. Rufino é também o patrono da câmara de vereadores de Orocó,  porque foi o primeiro presidente daquela casa legislativa e também o vereador mais votado na primeira eleição após a emancipação política de Orocó.

Sebastião Rufino diz ter tomado essa decisão por conhecer a competência, compromisso e a seriedade do jovem Ismael Lira que vem exercendo de forma brilhante o seu mandato como vereador de Orocó e lembra que o eleitorado hoje tende a apoiar candidatos novos que tragam propostas para atender as principais demandas de todos os seguimentos da sociedade.

Ismael Lira está exercendo o seu primeiro mandato como vereador, onde foi eleito em 2016, o vereador mais jovem da história política de Orocó, mesmo novo na idade, ele vem mostrando que tem traquejo político e exerce desde 2017 o posto de líder da oposição ao atual prefeito Gueber na câmara de vereadores.

Com o perfil de quem não foge da luta, Lira vem exercendo um mandato de intensas fiscalizações e visitas a órgãos públicos municipais e também tem se destacado por sua presença constante nas comunidades e o contato direto com a população.

Para a grande maioria da população,  Ismael Lira será a grande surpresa da política de Orocó. Os levantamentos internos, o colocam sempre na dianteira e o deputado federal Augusto Coutinho já elegeu Orocó e a eleição de Ismael como prioridades para 2020.(Ascom)

Whatsapp é principal fonte de informação do brasileiro, diz pesquisa

0

Imagem relacionada

Uma pesquisa realizada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado mostrou o Whatsapp como principal fonte de informação dos entrevistados: 79% disseram receber notícias sempre pela rede social. O ambiente possui mais de 136 milhões de usuários no Brasil, sendo a plataforma mais popular juntamente com o Facebook.

Depois do Whatsapp, outras fontes foram citadas, misturando redes sociais e veículos tradicionais na lista dos locais onde os brasileiros buscam se atualizar. Apareceram canais de televisão, a plataforma de vídeos Youtube , o Facebook, sites de notícias, a rede social Instagram e emissoras de rádio. O jornal impresso também foi citado por 8% dos participantes da sondagem e o Twitter, por 7%.

A pesquisa também avaliou os hábitos dos entrevistados nas redes sociais. O tipo de ação mais comum foi a curtida de publicações, ato realizado sempre por 41% dos participantes da sondagem. Em seguida, vieram compartilhamento de posts (20%), publicar conteúdos (19%) e comentar mensagens de outros (15%).

Método
A pesquisa ouviu 2.400 pessoas com acesso à internet em todos os estados e no Distrito Federal. As entrevistas foram realizadas por telefone no mês de outubro.

A amostra foi composta de modo a buscar reproduzir as proporções da população, como as de gênero, raça, região, renda e escolaridade. Segundo os autores, o nível de confiança é de 95%, com margem de erro de dois para mais ou para menos. (Agência Brasil)

IF Sertão-PE abre processo seletivo de mobilidade para estudantes das Instituições de Ensino Superior de Juazeiro e Petrolina. Inscrições até esta sexta-feira(13)

0
Estudantes regularmente matriculados em cursos de graduação da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Universidade de Pernambuco (UPE), Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) e da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) já podem se inscrever em disciplinas dos cursos superiores do Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE). As inscrições seguem até esta sexta-feira, dia 13 de dezembro, na Instituição de Ensino Superior (IES) de origem do discente.

Para participar, os candidatos precisam estar matriculados nos semestres 2019.2 ou 2020.1 em um curso de graduação ofertado pela Uneb, UPE, Univasf ou Facape. Os interessados precisam ter concluído pelo menos 20% da carga horária do seu curso de graduação, não ter participado anteriormente deste programa de mobilidade por três vezes, consecutivas ou alternadas, independente das IES nas quais tenha ocorrido a mobilidade, estar apto a iniciar as atividades acadêmicas da mobilidade no primeiro semestre letivo de 2020 do IF Sertão-PE, e não exceder o limite semestral de carga horária de matrícula em disciplinas, previsto no regimento de sua IES de origem, devendo ser considerada a matrícula na IES de origem e a pretensão de disciplinas a serem cursadas no Instituto.

No ato da inscrição, os interessados precisam apresentar requerimento de inscrição no processo seletivo de mobilidade estudantil (Anexo Único), devidamente preenchido e assinado; cópia dos documentos de identidade, CPF e do comprovante de residência atualizado; histórico escolar atualizado, emitido pela IES de origem; comprovante de matrícula atualizado, caso não conste no Histórico Escolar; e as ementas e conteúdos programáticos das disciplinas que pretenda cursar no IF Sertão-PE durante a mobilidade.

O processo seletivo terá início na IES de origem, que analisará os pedidos de inscrição e encaminhar a documentação dos candidatos para o IF Sertão-PE, conforme estabelece o edital. A seleção será realizada pelo Instituto até o dia 6 de fevereiro. O resultado deverá ser divulgado a partir do dia 7 de fevereiro e as matrículas presenciais serão realizadas nos dias 10 e 11 do mesmo mês. Mais informações em https://www.ifsertao-pe.edu.br/index.php/proen-editais. (Ascom)

Governo anuncia versão digital de diplomas com custo 80% menor

0

 A Coordenadora geral de regulação da educação superior a distância, Cristiane Lepiane, secretario de educação superior do Mec, Arnaldo Barbosa de Lima Junior, e o professor da UFSC, Jean Martina, durante coletiva à imprensa

O Ministério da Educação (MEC) anunciou hoje (10) que universidades e instituições de ensino superior terão uma nova modalidade de emissão de diplomas de graduação: o diploma digital. De acordo com o secretário de Educação Superior, Arnaldo Barbosa Júnior, a medida visa reduzir os custos de emissão do certificado e agilizar a empregabilidade de jovens graduados.

“Quando a pessoa se forma no nível superior, o nível de empregabilidade se torna muito elevado. Isso é fruto das oportunidades que estamos criando, é mais um serviço de transformação digital. E vamos corrigir um erro histórico: ficamos muito distantes dos alunos. Mas, cada vez mais, queremos nos aproximar e construir um novo mundo. Um mundo de educação de qualidade”, disse o secretário.

O novo formato deve estar disponível para 8,3 milhões de estudantes brasileiros que estão em fase de graduação e que serão beneficiados pela primeira fase de implantação do diploma digital. O projeto-piloto foi realizado na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e conseguiu reduzir o tempo de emissão de um diploma devidamente autenticado e assinado digitalmente pelo ministério para 15 dias – prazo 84% menor que os 90 dias estipulados pela maioria das instituições de ensino superior do Brasil. Segundo o secretário, por enquanto a nova tecnologia não será aplicada para cursos de pós-graduação, mestrados e doutorados.

Custos menores

Os custos para a emissão do diploma digital também são positivos. De acordo com Barbosa Júnior, a medida deve economizar R$ 48 milhões ao ano para as instituições que emitem o papel. Jean Martina, que supervisionou o projeto-piloto na UFSC, explicou que os custos logísticos serão reduzidos drasticamente. “O preço de emissão de um diploma digital físico é de R$ 390,26. A versão digital custará pouco mais de R$ 85. O principal ganho é que vamos desmaterializar o papel e criar uma versão eletrônica, que estará disponível em qualquer celular”.

A versão digital dos diplomas também será uma garantia de autenticidade, pois qualquer pessoa poderá consultar a base de registros digitais disponibilizada pelo MEC, que validará as informações consultadas pelos aplicativos de celular ou pela internet. “O diploma [digital] visa garantir simplificação. O processo [de validação do diploma] é muito moroso. O processo mais simples pode demorar até 120 dias, e muitas vezes os prazos não são sequer respeitados. Temos que garantir a desburocratização e, acima de tudo, garantir segurança para combater diplomas irregulares e falsos”, disse Barbosa Júnior.

Entrada da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Projeto-piloto do diploma digital foi realizado na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) – Henrique Almeida/Agecom-UFSC/Direitos reservados

Adaptação

As instituições terão dois anos – até dezembro de 2021 – para fazer a transição completa para o modelo de diploma digital. Isso significa que o aluno deverá ter acesso a uma versão normatizada e padronizada do diploma, que poderá ser acessada a qualquer momento por meio do site ou de aplicativos de celular. A medida não afetará o estilo visual dos diplomas. A validação será por meio de um código QR no verso dos documentos.

Ex-alunos que concluíram o ensino superior antes da medida também poderão solicitar a versão digital do diploma. Esta, entretanto, seguirá as regras de emissão da 2ª via do documento, com o pagamento das taxas preestabelecidas pelas instituições.

Em Petrolina, Secretário de planejamento sofre tentativa de homicídio. 4 tiros

0

Confirmado. O secretário executivo da Ammpla, José Carlos sofreu tentativa de homicídio na manhã desta quarta-feira (11) em Petrolina. A informação já foi confirmada pela polícia.

O crime aconteceu quando José Carlos saía de casa no Condomínio Sol Nascente. Segundo as informações, ele foi alvejado por quatro tiros, que atingiram o tórax e a cabeça.

A Polícia Militar já entrou em ação e esta em busca dos criminosos. José Carlos está internado no hospital Unimed Petrolina.

 

 

Inaugurado novo local para acolhimento de pacientes do TFD de Petrolina-PE

0

Os pacientes atendidos pelo Tratamento Fora do Domicílio (TFD) de Petrolina terão um novo local para consultas e acolhimento. O prefeito Miguel Coelho inaugurou a nova sede do serviço, que funcionará num amplo espaço na Avenida da Integração (n° 1219). O ambiente exclusivo tem objetivo de levar mais conforto aos pacientes que precisam viajar para outras cidades em busca de tratamento de saúde.

Antes da sede própria, o serviço estava disponível no prédio da Secretaria de Saúde, com limitações no atendimento. O TFD novo disponibiliza salas de espera, ambiente para crianças, fraldário, banheiros, espaço administrativo, recepção, entre outros. A estrutura ainda é climatizada, possui móveis e aparelho de TV.

Durante a entrega do novo TFD, o prefeito ressaltou o salto de qualidade no serviço oferecido pela estrutura entregue aos pacientes. “O TFD estava sucateado desde que assumimos, agora tem mais segurança, conforto e dignidade. Garantimos essa nova sede porque se trata de uma casa que dá esperança para pessoas que vivem um momento difícil, ainda mais quando é um tratamento longe de casa”, resumiu.

O serviço oferece mensalmente cerca de 2.200 viagens de Petrolina para outros municípios como o Recife. O programa oferece consultas, tratamentos hospitalares, ambulatoriais, cirurgias pré-agendadas, passagens de ida e volta para pacientes e, se necessário, acompanhantes e ajuda de custo de alimentação e hospedagem do paciente e/ou acompanhante, enquanto durar o tratamento. Os embarques ocorrem de domingo a quinta-feira. O número do telefone para atendimento é (87) 3864-4598.(Ascom)