Home Blog

Facape quer nominar auditório em homenagem ao Professor Nivaldo Ferreira dos Reis, falecido em abril

0

Nesta quarta-feira (27), o presidente da Faculdade de Petrolina, Antonio Habib , recebeu o documento do Colegiado de Ciências Contábeis, com a indicação do nome do Professor Nivaldo Ferreira dos Reis, falecido em 6 de abril de 2021, vítima da Covid-19, para nominar o Auditório Central da Faculdade.

O documento que será encaminhado ao Conselho Deliberativo Autárquico – CDA, para a aprovação, reuniu ainda, 1.093 assinaturas de alunos, ex-alunos e amigos do professor, reforçando o pedido para a homenagem. “O curso de Direito da faculdade, onde Nivaldinho estudava, também abraçou a ideia e em um período de 12 dias nós reunimos todas essas assinaturas. Nossa perspectiva era recolher 300 assinaturas. O critério era conhecer Nivaldinho, seria um testemunho da pessoa que ele era,” relatou o coordenador do Colegiado de Ciências Contábeis, Agnaldo Batista.

“Minha família recebeu essa notícia com muita emoção e felicidade. Não tem como não se emocionar porque é o reconhecimento ao homem que foi o meu pai. Reconhecimento como professor, como homem, como amigo e como pai também. Uma pessoa tão ilustre, para mim é algo muito significativo. Não tem como não ficar feliz e não ficar emocionado com esse ato,” destacou o filho do professor Nivaldo, Ivigne Reis.

Para a Facape, é justa a homenagem a ‘Nivaldinho’, pelos relevantes serviços prestados à Instituição, bem como para a sociedade de Petrolina, Juazeiro e região. “É com muito orgulho e satisfação que a Facape recebe do colegiado de Ciências Contábeis a indicação para que nós possamos nominar o nosso auditório, um espaço de expressão, com o nome do professor Nivaldo, inclusive enquanto amigo pessoal dele. Eu me sinto muito realizado e orgulhoso pelo fato de poder fazer esse registro na minha gestão enquanto presidente da faculdade,” ressaltou o presidente da Facape, Antonio Habib.(Ascom)

Campanha Natal da Cidade promove adesivaço em Petrolina

0

A Campanha Natal da Cidade realiza neste sábado (2), uma grande mobilização de carros para o tradicional Adesivaço, promovido pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Petrolina (CDL) e o Sindicato do Comércio Varejista (SINDILOJAS), com patrocínio da Ótica Martins e parceria do Posto Reis.

A ação de promoção de vendas acontecerá no período das 9h às 12h, e os veículos que passarem no Posto Reis (bairro Atrás da Banca) e colocarem o adesivo alusivo à campanha natalina, receberão cinco litros de combustível e terão direito a cinco cupons que entrarão no sorteio da premiação do Natal da Cidade, que inclui vários prêmios e um FIAT MOBI zero quilômetro.

“Seguindo todos os protocolos de segurança devido à pandemia, realizaremos o nosso primeiro evento de rua deste ano. A ideia é movimentar a cidade com atividades de divulgação e envolvimento. Estamos confiantes de que mais uma vez o adesivaço será um sucesso”, enfatiza a coordenadora de Marketing da campanha Natal da Cidade, Aline Menezes.

Aline ainda alerta que para poder participar do grande sorteio da campanha, que acontecerá em 29 de dezembro, a pessoa deverá permanecer com o carro adesivado. Quando a realização do sorteio estiver próxima, os cupons serão entregues para o devido preenchimento na primeira semana de dezembro.

Papai Noel
A chegada oficial do Papai Noel acontecerá no dia 5 de novembro. Já a premiação da campanha terá o sorteio final no dia 29 de dezembro e incluirá 01 Iphone; 03 viagens com acompanhante; 01 carro e 01 moto, ambos zero quilômetro. Os vendedores das lojas, a exemplo do que aconteceu ano passado, também serão contemplados com premiação em dinheiro.

Os lojistas interessados em participar da campanha Natal da Cidade e adquirir um dos combos oferecidos, podem entrar em contato com os setores comerciais da CDL: (3862- 1322) e SINDILOJAS (3861- 2333). (Ascom)

Saiu a programação do Festival ´Aldeia do Velho Chico´ no Sesc de Petrolina

0

Aldeia do Velho Chico convida a “reencantar a vida” Festival realizado pelo Sesc Petrolina contará com diversas atrações artísticas e shows com os cantores Almir Rouche e Fabiana Cozza

Aldeia 2012 by Aldeia Velho Chico - issuu

“O Agora nos Espera: é preciso reencantar a vida!”. É com este tema que evoca a arte como resistência na construção de dias melhores, que o Sesc Petrolina vai realizar de 31 de outubro a 13 de novembro, a 17ª edição da Aldeia do Velho Chico – Festival de Artes do Vale do São Francisco. O evento tem a parceria da Prefeitura Municipal e contará com oficinas, espetáculos de dança, teatro, música e performances online e presencias em espaços de Petrolina e Juazeiro (BA).

Importante projeto multicultural, a Aldeia é um desdobramento do Palco Giratório, maior projeto de artes cênicas em circulação no país, e contará com a participação de artistas regionais e nacionais. Este ano, a programação está mais extensa ao agregar o projeto a Aldeia Vale Dançar, já que o festival não foi realizado no primeiro semestre por causa da pandemia da Covid-19.

A abertura do Festival será no domingo (31/10). Das 10h às 16h, no parque aquático do Sesc, o Sesc Lazer ganhará roupagem especial e terá como atração musical Temir (Petrolina-PE). Às 16h, na orla da cidade, o público poderá assistir ao Reisado da Mata de São José (Orocó-PE) e à performance “Guardiões do Velho Chico”, com Eliza Oliver, Elielci Barros, Tássio Tavares, Ramon Souza, Julia Gondim, Salem Michele, Zezinho Lécter, Pedro Cresley e Pedro Lacerda (Petrolina/PE – Juazeiro/BA). A partir das 18h, o cortejo de barcos, tendo à frente o Barco Nilo Brasileiro, navega pelas águas do Rio São Francisco, com Afoxé Filhos de Zaze (Juazeiro/BA) e Samba de Véio da Ilha do Massangano (Petrolina/PE).

Na segunda-feira, 1º de novembro, a programação começará logo cedo, a partir das 9h, com o Aldeia Podcast, que trata o programa “Deixe de Pantim” e convidados (Petrolina/PE). Às 18h, no Muro da Galeria de Artes Ana das Carrancas, será apresentado o Painel Visualidades da Aldeia, com Netão Ribeiro (Petrolina/PE), Lys Valentim (Petrolina/PE) e Pincelada Nômade (Natal/RN – São Paulo/SP) e lançamento do Catálogo da Exposição “Carina, Isso Não é Coisa de Mulher!”, de Carina Lacerda (Petrolina/PE). Às 19h, no canal do Sesc Pernambuco no Youtube, o público poderá assistir ao projeto Amplitudes Visuais “Carina, Isso Não é Coisa de Mulher!” – Mediação Filmada (Petrolina/PE). Às 20h, no Teatro Dona Amélia, será apresentado o espetáculo “Andanças: Minha Origem Sagrada”, com Artistas Independentes (Petrolina/PE).

Ainda na segunda-feira, a partir das 21h, a programação migrará para a cidade baiana de Juazeiro, no Espaço Filhos de Zaze, onde a Cia de Dança do Sesc Petrolina apresentará o espetáculo Aterrágua. Em seguida, o Afoxé Filhos de Zaze (Juazeiro/BA) se apresentará com o seu ijexá. Às 23h, a cantora Nara Couto (Salvador/BA) subirá ao palco para encerrar a noite.

Até o dia 13 de novembro, diversas atrações se revezarão na Aldeia, que contará com espetáculos musicais no Teatro Dona Amélia, como o cantor Almir Rouche (Recife-PE), no dia 8 de novembro, às 20h, e a cantora Fabiana Cozza (São Paulo -SP), que se apresentará às 20h, no dia 13. Além dela, o último dia do festival contará com performances, dança, apresentações musicais e o tradicional Mercado Cultural. A programação completa da Aldeia do Velho Chico pode ser conferida no site do Sesc Pernambuco (www.sescpe.org.br). O festival conta com o apoio da TV Grande Rio e JB Hotel.

Oficinas – Além da programação de espetáculos, o Sesc Petrolina está com inscrições abertas para as oficinas que serão realizadas de 3 a 12 de novembro, sempre das 9h às 12h. São elas: Oficina “Videodança: Contribuições Entre Corpo e Vídeo”, com Cia. Etc (Recife-PE); Oficina de Dança “Dança em Estado de Justiça”, com Bruno de Jesus (Salvador/BA); “Corpo, Dança e Escrita Criativa”, com João Paulo Lima (Fortaleza/CE); Oficina de Teatro, com Tânia Farias (Porto Alegre/RS); “Por trás das câmeras: criação de videoclipes”, com James Jonathan (Juazeiro/BA); Oficina “Treinamento de Pitch Para Projetos Culturais + Fomento as Cenas”, com Michely Mury (São Paulo/SP); e “Vozes femininas através da escultura – oficina de biomassa” com Carina Lacerda (Petrolina/PE). As inscrições podem ser feitas na Central de Relacionamento do Sesc Petrolina. O valor é R$ 40 para o público em geral e R$ 20 para trabalhadores do comércio e dependentes.

Protocolos – Durante a realização do festival serão adotados protocolos de segurança na prevenção à Covid-19, como distanciamento e uso obrigatório de máscaras. O Teatro Dona Amélia, vai funcionar com a capacidade reduzida em 70% de sua capacidade. Os ingressos para os espetáculos pagos poderão ser adquiridos com antecedência na Central de Relacionamento ou uma hora antes do início dos espetáculos na bilheteria do Teatro Dona Amélia.

Programação:

31/10 (Domingo)

  • 10h às 16h – Parque Aquático do Sesc Petrolina – Sesc Lazer
  • 12h – Parque Aquático do Sesc Petrolina – Temir (Petrolina-PE) – 12 anos
  • 16h – Orla de Petrolina – Reisado da Mata de São José (Orocó-PE) – 12 anos
  • 17h – Orla de Petrolina – Performance Guardiões do Velho Chico com Eliza Oliver, Elielci Barros, Tássio Tavares, Ramon Souza, Julia Gondim, Salem Michele, Zezinho Lécter, Pedro Cresley e Pedro Lacerda (Petrolina/PE -Juazeiro/BA) – 12 anos
  • 18h – Barco Nilo Brasileiro – Cortejo de Barcos com Afoxé Filhos de Zaze (Juazeiro/BA) e Samba de Véio da Ilha do Massangano (Petrolina/PE) – 12 anos

01/11 (Segunda)

  • 09h – Aldeia Podcast com Deixe de Pantim e Convidados (Petrolina/PE) – Livre
  • 18h – Muro da Galeria de Artes Ana das Carrancas – Painel Visualidades da Aldeia com Netão Ribeiro (Petrolina/PE), Lys Valentim (Petrolina/PE) e Pincelada Nômade (Natal/RN – São Paulo/SP) e Lançamento do Catálogo da Exposição “Carina, Isso Não é Coisa de Mulher!” – Carina Lacerda (Petrolina/PE) – Livre
  • 19h – Youtube Sesc Pernambuco – Projeto Amplitudes Visuais “Carina, Isso Não é Coisa de Mulher!” – Mediação Filmada (Petrolina/PE) – Livre
  • 20h – Teatro Dona Amélia – Espetáculo Andanças: Minha Origem Sagrada – Artistas Independentes (Petrolina/PE) – Livre
  • 21h – Espaço Filhos de Zaze – Aterrágua – Cia de Dança do Sesc (Petrolina/PE) – 12 anos
  • 22h – Espaço Filhos de Zaze – Afoxé Filhos de Zaze (Juazeiro/BA) – 12 anos
  • 23h – Espaço Filhos de Zaze – Nara Couto (Salvador/BA) – 12 anos

02/11 (Terça)

  • 18h – Espaço Alternativo – Tecendo Ideias: “Fazer Dançar as Páginas” Lançamento dos Livros
  • Coreografias de Bolso – Coletivo Trippé (Juazeiro/BA –Petrolina/PE), Figurinos em Processo –Diego Ravelly (Petrolina/PE) e O Livro das Evultações – Leonardo Cordeiro e Alana Falcão
  • (Salvador/BA)
  • 20h – Teatro Dona Amélia – Adjutório – Bruno de Jesus e Convidados (Salvador/BA) e
  • TransformÂncia – Pedro Lacerda (Petrolina/PE) – 16 anos

03/11 (Quarta)

  • 09h às 12h – Sala de Audiovisual – Oficina “Videodança: Contribuições Entre Corpo e Vídeo” com Cia. Etc (Recife-PE) – 15 anos
  • 09h às 12h – Sala de Dança – Oficina de Dança “Dança em Estado de Justiça” com Bruno de Jesus (Salvador/BA) – 17 anos
  • 18h – Tecendo Ideias: Corpo Ribeirinho: Narrativas da Dança no Vale do São Francisco Com André Vitor Brandão (Petrolina/PE), Jailson Lima (Petrolina/PE) e Marcos Aurélio (Petrolina/PE). Lançamento dos Livros Corpos Flutuantes: Emancipação e Aprendizagem Através da Dança Contemporânea no Vale do São Francisco; Cia de Dança do Sesc Petrolina: Possibilidades de Ensino/Aprendizagem em uma Perspectiva Contextualizada e Danças que Brotam Arte/Educação Florescendo no Vale – Cia. Balançarte (Petrolina/PE) com Mediação de João José de Santana Borges – Livre
  • 20h – Teatro Dona Amélia – Performance Cordeiro – Leonardo Cordeiro e Alana Falcão (Salvador/BA) e Negativa – Eliza Oliver (Juazeiro/BA) – 12 anos

04/11 (Quinta)

  • 9h – Aldeia Podcast com Deixe de Pantim e Convidados (Petrolina/PE) – Livre
  • 9h às 12h – Sala de Audiovisual – Oficina “Videodança: Contribuições Entre Corpo e Vídeo”
  • com Cia. Etc (Recife-PE) – 15 anos
  • 9h às 12h – Sala de Dança – Oficina de Dança “Dança em Estado de Justiça” com Bruno de
  • Jesus (Salvador/BA) – 17 anos
  • 18h – Tecendo Ideias: Corpo, Dança e Racismo com Bruno de Jesus (Salvador/BA), Eliza Oliver (Petrolina/PE) e Mediação de Maércio José (Petrolina/PE)
  • 20h – Teatro Dona Amélia – No´tro Corpo – João Paulo Lima (Fortaleza/CE) e Revoada – Coletivo Trippé (Petrolina/PE)

05/11 (Sexta)

  • 9h às 12h – Sala de Audiovisual – Oficina “Videodança: Contribuições Entre Corpo e Vídeo” com Cia. Etc (Recife-PE) – 15 anos
  • 9h às 12h – Sala de Dança – Corpo, Dança e Escrita Criativa com João Paulo Lima (Fortaleza/CE) – 18 anos
  • 18h – Tecendo Ideias: O Perigo de uma Única História do Corpo com João Paulo Lima (Fortaleza/CE), Milton Carvalho (Recife/PE) e Mediação de Tânia Farias (Porto Alegre/RS).
  • 19h – Programação Virtual Palco Giratório – Espetáculo “Cavalo” da Qualquer Um Dos 2 Companhia de Dança (Petrolina/PE) – 16 anos – Youtube Sesc Pernambuco
  • 20h – Teatro Dona Amélia – Cavalo – 16 anos – Qualquer Um Dos 2 Companhia de Dança (Petrolina/PE) e Quero Ser Uma Lapinha – Kleber Cândido (Juazeiro do Norte/CE) – 16 anos
  • 21h – Casa Cores – Ilê – Festival De Arte E Cultura Lgbtqia+ – Karma – Thierri Oliveira (Petrolina/PE), Killauea (Petrolina /PE) e Saphira Hills (Petrolina/PE) – 16 anos

06/11 (Sábado)

  • 9h às 12h – Intercâmbio Palco Giratório Casa 4 (Salvador/BA) e Qualquer Um Dos 2 Cia. de Dança (Petrolina/PE) com mediação de Galiana Brasil (São Paulo/SP) – Zoom Meeting
  • 9h às 12h – Sala de Teatro – Oficina de Teatro com Tânia Farias (Porto Alegre/RS)
  • 9h às 12h – Sala de Dança – Corpo, Dança e Escrita Criativa com João Paulo Lima (Fortaleza/CE) – 18 anos
  • 18h – Janela 353 – Mostra de Videodança com os filmes: Queda – Cia Etc (Recife/PE), Uma Janela Interior – Coletivo Tripé (Petrolina/PE), Caminhos – Cleybson Lima (Petrolina/PE) Corpoente – Pedro Lacerda (Petrolina/PE) Stop – Thierri Oliveira (Petrolina/PE) – Livre
  • 20h – Teatro Dona Amélia – Estudos para um Solo de Medeia – Ói Nós Aqui Travez (Porto Alegre/RS) – 16 anos

07/11 (Domingo)

  • 9h às 12h – Sala de Teatro – Oficina de Teatro com Tânia Farias (Porto Alegre/RS)
  • 10h às 16h – Parque Aquático do Sesc Petrolina – Sesc Lazer
  • 10h – Ilha do Massangano – Aos Pés do Baobá – Dançando para Daniela Santos com Renato Mojubá (Recife/PE) – Livre
  • 12h às 14h – Ilha do Massangano – Toré Truká (Cabrobó/PE); Dança do Búzio – Pankararu (Jatobá/PE); Samba de Coco Toype do Ororubá (Pesqueira/PE) – Livre.
  • 14h – Ilha do Massangano – Lançamento Dos Livros “Resistir Para Existir: O Samba De Véio Da Ilha Do Massangano” de Jota Menezes e “Ilha do Massangano: Uma Terceira Margem no Velho Chico” de Antonise Coelho de Aquino e mediação de Ariane Samila Rosa – Livre.
  • 15h – Ilha do Massangano – Cabeção Pelo Mundo – Maria Eugênia Tita (São Paulo/SP) – Livre 16h – Ilha do Massangano – Swing do Marmelo – Marcelo Oliveira (Recife/PE) – 12 Anos
  • 17h – Ilha do Massangano – Encontro de Reisados com Reisado do Lambedor (Lagoa Grande/PE), Reisado de Dona Jacinta (Santa Maria Da Boa Vista-PE), Reisado de Couro (Bodocó/PE) e Reisado da Mata de São José (Orocó/PE) – Livre
  • 19h – Ilha do Massangano – Samba de Véio da Ilha do Massangano (Petrolina/PE) – Livre
  • 20h – Ilha do Massangano – Camila Yasmine e Gean Ramos (Jatobá/PE) – Livre

08/11 (Segunda)

  • 9h – Aldeia Podcast com Deixe de Pantim e Convidados (Petrolina/PE) – Livre
  • 15h – Centro de Petrolina – Cabeção Pelo Mundo – Maria Eugênia Tita (São Paulo/SP) – Livre
  • 18h – Galeria de Artes Ana das Carrancas – Abertura da Exposição “Arte se Faz Educando – Pedagogias da Criação” – ÚNICO – Salão Universitário de Arte Contemporânea do Sesc Pernambuco – Livre
  • 20h – Teatro Dona Amélia – Almir Rouche (Recife/PE) – Livre

09/11 (Terça)

  • 9h às 12h – Sala de Audiovisual – Por trás das câmeras: criação de videoclipes com James Jonathan (Juazeiro/BA) – 15 Anos
  • 19h – Espaço Alternativo – Tecendo Ideias – Produção de Videoclipe no Vale do São Francisco com James Jonathan (Juazeiro/BA) e Fernando Pereira (Petrolina/PE) – Livre
  • 20h – Teatro Dona Amélia – Mostra de Videoclipes (Coringa Blues – Pilé; Download Ancestral – Camila Yasmine E Dj Werson; Deixe – Fabiana Santiago; Vagão Vazio – Andrezza Santos; Amores Sem Limites – Devi; Nós – Fernanda  Luz; Noturno – A Trupe Poligodélica; Lugar – Mirielle Cajuhy; A Cidade e a Orquídea; Travessia – Killauea) – Livre

10/11 (Quarta)

  • 9h às 12h – Sala de Audiovisual – Por trás das câmeras: criação de videoclipes com James Jonathan (Juazeiro/BA) – 15 Anos
  • 09 às 12h – Sala de Música – Oficina Treinamento de Pitch Para Projetos Culturais + Fomento as Cenas com Michely Mury (São Paulo/SP) – Livre
  • 19h30 – Espaço Alternativo – Tecendo Ideias – Economia Criativa e Empreendedorismo Cultural no Vale do São Francisco com Camila Roseno (Petrolina/PE), Madame Voodoxxx (Petrolina/PE), Patricia Souza (Petrolina/PE) e mediação de Valkíria Dias Porto (Recife/PE) -Livre.
  • 20h – Teatro Dona Amélia – Espetáculo Frederico – Um Ato Insano – Trupe Teatral Pé na Estrada (Juazeiro/BA) – 16 Anos

11/11 (Quinta)

  • 9h – Aldeia Podcast com Deixe de Pantim e Convidados (Petrolina/PE) – Livre
  • 9 às 12h – Sala de Música – Oficina Treinamento de Pitch Para Projetos Culturais + Fomento as Cenas com Michely Mury (São Paulo/SP) – Livre
  • 9 às 12h – Sala de Artes Visuais – “Vozes femininas através da escultura – oficina de biomassa” com Carina Lacerda (Petrolina/PE)
  • 15h – Orla de Petrolina – Mostra Flutuante De Artes Visuais com Candice Machado (Petrolina/PE), Fredson Adjar (Petrolina/PE), Morgana Caroline (Petrolina/PE), Santiago (Petrolina/PE), Zuleika Bezerra (Petrolina/PE) e Performance de Uma Pessoa Escrita Tatiana Schunck (São Paulo – SP) – Livre
  • 18h – Tecendo Ideias “Curanderia: Práticas de Cura e Cuidado nas Artes Pós Pandemia” com Michely Mury (São Paulo/SP), Galiana Brasil (São Paulo/SP) e Mediação de André Vitor Brandão (Petrolina/PE) – Livre
  • 20h – Teatro Dona Amélia – Corpo Celeste – Giovani Venturini (São Paulo/SP) – Livre

12/11 (Sexta)

  • 9h às 12h – Centro comercial de Petrolina – Performance de Uma Pessoas Escrita Tatiana Schunk (São Paulo/SP) – Livre
  • 9h – Orla de Petrolina – Mostra Flutuante De Artes Visuais com Candice Machado (Petrolina/PE), Fredson Adjar (Petrolina/PE), Morgana Caroline (Petrolina/PE) Santiago (Petrolina/PE) Zuleika Bezerra (Petrolina/PE) e Performance De Uma Pessoa Escrita Tatiana Schunck (São Paulo – SP) – Livre
  • 9 às 12h – Sala de Artes Visuais – “Vozes femininas através da escultura – oficina de biomassa” com Carina Lacerda (Petrolina/PE) – Livre
  • 18h – Tecendo Ideias “O Teatro como Possibilidade de Criação de Imaginários e Contra Narrativas Poéticas ” Com Giovanni Venturini (São Paulo-SP), Odilia Nunes (Afogados da Ingazeira-PE) e Mediação de Paulo de Melo (Petrolina-PE) – Livre
  • 19h – Youtube Do Sesc/PE – Mostra Pankararu de Música: O Canto Pankararu (Jatobá/PE) – Livre
  • 20h – Teatro Dona Amélia – Mostra Ribeira de Música – Maércio José (Petrolina/PE); Lucas Tavlos (Petrolina/PE); Vila Oculta (Juazeiro/BA); Joyce Guirra (Juazeiro/BA); Werson (Juazeiro/BA); Fabiana Santiago (Petrolina-PE) e Bianca Cordeiro (Uauá/BA).
  • 23h – Casa Cores – Ilê – Festival De Arte E Cultura Lgbtqia+ – Parem de Nos Matar – Alzyr (Petrolina/PE) e Força Motriz com Yannara (Surubim/PE) – 16 anos.

13/11 (Sábado)

  • 12h às 17h – Parque Aquático Sesc – Sesc Lazer
  • 12h – Parque Aquático Sesc – Samba da Beira (Juazeiro/BA) – 12 Anos
  • 14h – Parque Aquático Sesc – Roda de Samba com Samba das Cumades (Salvador/BA) – 12 Anos
  • 16h – Salão de Festas – O Espetáculo é a Periferia com Mamba Negra Way (Juazeiro-BA), Quadrilha Junina Danado de bom (Petrolina/PE), H2oncrew (Petrolina/PE), Glock (Petrolina/PE) e Deck of Cards (Petrolina/PE) – Livre.
  • 17h às 23h – Mercado Cultural
  • 17h – Mercado Cultural – Distribuição de Sal de Ervas e Orientações Sobre Prevenção e Controle da Hipertensão Arterial – Banco de Alimentos/Nutrição e Educação em Saúde (Petrolina/PE) – Livre
  • 17h – Salão de Festas – Nós Sem Nossa Mãe com No Meu Terreiro Tem Arte (Afogados da Ingazeira/PE) – Livre
  • 17h – Mercado Cultural – Performance de uma Pessoa Escrita Tatiana Schunk  (São Paulo – SP) – Livre
  • 17h às 18h – Mercado Cultural – Experiências Científicas Para Crianças – Sala de Ciências (Petrolina – PE) – Livre
  • 18h – Espaço Alternativo Sesc – Tudo Que a Boca Come – Projeto Malê (Juazeiro/BA) – Livre
  • 19h – Ginásio – 20&4 – Tássio Tavares (Petrolina/PE) – Livre
  • 19h – Lateral Teatro Dona Amélia – Flores da Jurema – GiraRosa (Olinda/PE) – Livre
  • 20h – Teatro Dona Amélia – Dos Santos com Fabiana Cozza (São Paulo/SP) – Livre
  • 21h – Espaço Alternativo Sesc – Rua dos Encantados – Sarau das Seis (Petrolina/PE) – Livre
  • 22h – Teatro Dona Amélia – Aterrágua – Cia. de Dança do Sesc (Petrolina/PE) – Livre
  • 23h – Lateral Teatro Dona Amélia – Andarilha com Andrezza Santos (Juazeiro/BA)

Serviço: Aldeia do Velho Chico

  • Data: de 31 de outubro a 13 de novembro         
  • Locais: Teatro Dona Amélia (Sesc Petrolina), Centro Cultural Filhos de Zaze (Juazeiro), Casa Cores e Ilha do Massangano
  •  Oficinas: R$ 40 (Inteira) e R$ 20 (Meia)
  •  Ingressos: Espetáculos no Teatro Dona Amélia – R$ 30 (Inteira) e R$ 15 (Meia); Shows Fabiana Cozza e Almir Rouche – R$ 60 (Inteira) e R$ 30 (Meia); Passaporte Ilha do Massangano (Transporte + Travessia) R$ 40 (Inteira) e R$ 20 (Meia); Passaporte Centro Cultural Filhos de Zaze (Transporte) – R$ 20 (Inteira) e R$ 10 (Meia); Casa Cores – R$ 20 (Inteira) e R$ 10 (Meia); Sesc Lazer  – R$ 6 (Inteira) e R$ 3 (Meia)

 * As ações em espaços alternativos serão gratuitas

Mais informações: (87) 3866-7454

IEL-PE promove o curso “Comunicação Empresarial e Oratória” em novembro

0


Conversar, negociar, defender ideias, vender produtos. Seja qual for a ocasião, comunicar-se bem tem se mostrado cada vez mais necessário. Tendo em vista a importância da comunicação no ambiente corporativo, a Escola de Negócios do Instituto Euvaldo Lodi de Pernambuco (IEL – PE) irá promover, entre os dias 19 e 20 de novembro, o curso “Comunicação Empresarial e Oratória”. Com carga horária total de 12h, a capacitação será presencial e irá ensinar como funcionam as estratégias para viabilizar o aperfeiçoamento da capacidade de comunicação.

De acordo com a gestora do Sistema FIEPE no Sertão do São Francisco, Anniely Trindade, poderão participar empresários, diretores, gestores e demais profissionais que buscam aprimorar a habilidade de comunicação e oratória, além de estudantes que tenham interesse na temática. “De forma clara e muito dinâmica, o curso vai oferecer uma série de conteúdos visando aprimorar o entendimento e a compreensão sobre os fundamentos e a importância da comunicação nas relações humanas”, ressaltou.

A gestora enfatizou ainda que os participantes também vão se aprofundar em temáticas como vocabulário adequado, controle emocional, técnicas para inibir o medo e o nervosismo, além de oferecer uma aprendizagem de autoconhecimento. As aulas ocorrerão na sexta-feira, das 18h às 22h, e no sábado, das 8h às 12h e 13h às 17h. Outras informações podem ser obtidas pelo WhatsApp (81) 999164-9752, pelo telefone 0800 600 9606 ou através do e-mail: comercialiel@sistemafiepe.org.br.

Congresso Internacional do Sesc discute educação em evento online

0

Atividade começou nessa terça-feira(26) e segue até o dia 28 de outubro com nomes nacionais, como Leonardo Boff, Ana Mae, Amir Haddad e João Candido Portinari, e internacionais, como Amanda Pacotti, Chiqui Gonzalez, Rosalinda Cáceres e Jorge Melguizo

Dessa terça-feira(26) ao dia 28 de outubro, professores, mestres, doutores e educadores, pesquisadores, estudantes e demais pessoas interessadas em pensar propostas pedagógicas vão se reunir remotamente na sétima edição do Congresso Internacional Sesc de Arte/Educação. Promovido pelo Sesc Pernambuco, Universidade Federal de Pernambuco e Sebrae, o evento conta com palestras, conferências, livraria virtual, galeria de exposição, além de 35 cursos.

“Não temos como pensar no desenvolvimento social sem educação, não apenas a formal e didática, mas também a que estimula o questionamento, a criticidade e a autonomia de cada pessoa. Por isso, o enlace com a cultura é fundamental”, comenta o diretor Regional do Sesc Pernambuco, Oswaldo Ramos. Homenageando a bailarina, professora, coreógrafa e pesquisadora Angel Vianna e Madre Armia Escobar, fundadora do Centro Educativo de Comunicação Social do Nordeste, do grupo de Teatro de Bonecos e do Arraial Intercultural de Circo do Recife, o Congresso terá como tema “Experiências criadoras: (des)memórias nos desafios presentes”.

Amanhã, abertura do evento, a programação vai começar às 8h. Após as solenidades iniciais, o público poderá assistir à sessão de homenagem a Angel Vianna e Madre Armia Escobar. Depois, o filósofo e professor Leonardo Boff fará a primeira conferência do evento, com “Experiências criadoras: (des)memórias nos desafios do presente. O encerramento da programação deste dia será uma live show com o Grupo Bongar (Olinda-PE).

Na quarta (27/10), os destaques da programação são a mesa “Madre Escobar: um discurso de amor e arte/educação”, comandada por Fernando Augusto (Mamulengo Só-riso – PE), João Denys (UFPE), Izabel Concessa (UFPE) e Padre Marcelo Barros (PE), e a presença do teatrólogo, ator e diretor do Grupo Tá na Rua, Amir Haddad, que vai falar sobre “A Arte e a Ocupação Cultural em espaços abertos”.

No último dia de Congresso (28), a abertura vai se dedicar à vida de Angel Vianna. Maria Alice Poppe (UFRJ), Ana Vitória Freire (FAV/Brasil) e Hélia Borges (FAV/Brasil) vão falar sobre o legado da homenageada. Já a última conferência da programação será com João Candido Portinari (Projeto Portinari – RJ) falando sobre “Educação Como Poíeses: Candido Portinari e o ensino de arte no Brasil”. Encerrando o evento, a cantora Lia de Itamaracá fará um show online e ao vivo. Nesses dois dias de Congresso, a programação inclui ainda a realização simultânea de mesas temáticas.

Durante os três dias de realização, o Congresso espera reunir virtualmente duas mil pessoas em três conferências, 12 mesas com 34 palestras, ao vivo ou gravadas com exclusividade para a iniciativa, e com debates e conversas com os ministrantes ao final de cada uma delas. Além delas, a programação também contará com lançamento de livros, passeios virtuais a exposições e livrarias e apresentações culturais regionais. Os participantes terão direito a certificado comprovando presença no evento.

De acordo com o professor Everson Melquíades, do Centro de Educação da UFPE, a universidade organiza o evento, em parceria com o Sesc, desde a primeira edição, em 2008. “Isso só é possível através da atuação de professores, técnicos e estudantes da nossa universidade nessa empreitada artístico-pedagógica. O congresso projeta as duas instituições no cenário internacional da arte/educação, através de uma rede de formação estabelecida a partir de laços de fraternidade e cooperação mútua entre os arte/educadores brasileiros e estrangeiros”, afirma o docente que participa da coordenação do evento, como representante da UFPE.

Cursos – Com o objetivo de promover melhor experiência aos participantes, os cursos serão realizados após o Congresso. A primeira etapa deles vai acontecer entre os dias 3 e 5 de novembro, com aulas ao vivo, e a segunda parte, com aulas gravadas, de 6 a 15 do mesmo mês. Eles são divididos por turnos, tendo opções pela manhã, tarde e noite, nas linguagens de artes visuais, audiovisual, teatro, dança, música, circo, literatura e outras pedagogias. Cada formação terá 20h de duração.

Além dessas atividades, os participantes inscritos terão acesso a formações do Sebrae, que participa pela primeira vez do evento. Serão dez cursos que estarão liberados durante a realização do evento para que as pessoas acessarem a qualquer momento. “O Congresso vem se consolidando no mercado, e traz uma programação intensa em inovação e temas relevantes, os quais serão discutidas por profissionais especializados que compreendem profundamente à arte como instrumento de formação do indivíduo. O Sebrae se conecta ao evento e contribui com o intercâmbio de experiências de empreendedorismo, trazendo reflexões sobre a visão de negócio da arte e cultura, e ainda a educação empreendedora”, comenta Adriana Côrte Real, diretora técnica do Sebrae-PE. Entre os temas das videoaulas, estão “As habilidades socioemocionais”, “Canvas You”, “Propósito”, “Formação de mentoria para professores”, entre outros.

Serviço: Congresso Internacional Sesc de Arte/Educação

Programação – mesas:

Quarta-feira (27): “Economia Criativa e Gestão Cultural: O que isso tem a ver com Arte/Educação?”, com Cláudia Leitão (UECE – CE), Galiana Brasil (Itau – SP) e Chiqui Gonzalez (Argentina); “Mediação Sociocultural Como Experiências Criadoras”, com José Eustáquio (Centro de Referência Paulo Freire- SP), Renato Rocha (NAI – RJ) e Rosalinda Cáceres (UNAM – México); “Experiências e criação nos lugares, entre lugares e não lugares”, com Amanda Pacotti (Rosário – Argentina), Jailson Souza e Silva (Instituto Maria e João Aleixo/UNIperiferias) e Jorge Melguizo (Consultor, Medellín)”; “Tecnologia, Empreendedorismo e Inovação: na criação das (des)memórias em arte/educação”, com Fernanda Cunha (UFG-GO), Célio Pontes (Proscenium – Teatro Jogo) Vicent Carelli (Vídeo nas Aldeia – PE);  “(Des)memórias de Formação de Arte/Educadores e Políticas Públicas”, com Narciso Teles (UFU – MG), Analice Dutra (FACED/UFRGS) e Fábio Rodrigues (URCA – C); e “Quando a Diferença Indaga a Arte/Educação Contemporânea?”, com Dodi Leal (UFSB – BA), Mãe Beth de Oxum (Iyalorixá do Ilê Axé Oxum Karê) e Leonardo Moraes Batista (Departamento Nacional/Sesc – RJ).

 Quinta-feira (28): “Desafios para a Arte/Educação Intercultural e o pensamento pós-colonial”, com Elisa Pankararu (UFPE), Bruno Ribeiro (PB) e Tiganá Santana (USP – SP); “Inclusão e Acessibilidade Cultural: por uma Arte/Educação para Todos”, com Rodrigo Cunha (IFPB) e Cláudio Rubino (Instituto Tomie Ohtake – SP); “(Des)memórias Históricas em Arte/Educação”, com Ana Mae Barbosa (USP/Anhembi/Morumbi – SP), Isabel Marques (Caleidos Cia. De Dança – SP) e Ingrid Koudella (USP – SP); e “Cinema e Educação Remota: alternativas de descontinuidades do projeto colonizador”, com Adriana Fresquet (CINEAD/UFRJ – RJ). A última conferência da programação será de João Candido Portinari (Projeto Portinari – RJ), falando sobre “Educação Como Poíeses: Candido Portinari e o ensino de arte no Brasil”.(Ascom)

Por que alguns relacionamentos viram amizade?

0

Durante algum tempo de relacionamento é normal que aconteça um distanciamento ou até esfriamento entre o casal, a psicóloga Vanessa Gebrim e a especialista em sexualidade, Talita Gois explicam porque isso acontece e listam dicas de como melhorar o relacionamento que passa por essa dificuldade 

Eu não acreditava que amor pode virar amizade até acontecer comigo - UOL Universa

São Paulo, outubro de 2021 – A rotina faz parte da relação amorosa e possui as suas partes positivas e negativas. Em muitos casos a convivência do casal se torna cômoda, o que acontece é que, depois de algum tempo de relacionamento, a amizade acaba prevalecendo mais do que a paixão. Estudos científicos mostram que a paixão dura entre 18 e 30 meses, uma média de dois anos, por isso é preciso pensar em maneiras de reinventar a relação.

Outro ponto que também impactou diversas relações foi o isolamento social causado pela pandemia do covid-19. Para se ter uma ideia, nos primeiros três meses de quarentena no Brasil, aumentaram os divórcios consensuais em cartórios com cerca de 54%. Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de divórcios em 2021 cresceu 75%.

De acordo com a psicóloga Vanessa Gebrim, especialista em Psicologia Clínica pela PUC de SP, diversos fatores podem fazer com que os relacionamentos amorosos se tornem amizade. “Isso pode acontecer quando a rotina toma conta do relacionamento e acaba esfriando aos poucos a relação, em alguns relacionamentos longos, o casal pode de alguma forma se acomodar. Outro fator é que as pessoas tornam-se individualistas, priorizando seus próprios interesses e a parceria acaba diminuindo, contribuindo para o afastamento do casal”, explica.

A sexóloga e estudante de psicanálise, Talita Gois, explica como o tantra pode ajudar os casais que estão passando por esse afastamento tanto emocional como físico. “Acredito que com o tempo o casal perde algo muito valioso, a conexão, e essa é responsável por mantê-los em harmonia. Quando se perde, é normal aparecerem as dúvidas e o medo. Eu aconselho o casal a criar um ritual diário de conexão e, principalmente, ter um diálogo saudável. O tantra é uma verdadeira terapia que traz uma nova visão sobre nós mesmo, isso reflete diretamente nas nossas relações amorosas em que os casais podem vivenciar ou ter uma segunda lua de mel, em que o parceiro redescobre cada centímetro do corpo do outro. Envolve meditação, cheiro, frutas, beijos e respiração. É um ritual lindo de amor e reconexão”, diz Talita.

De acordo com a psicóloga Vanessa Gebrim, é importante ficar de olho em alguns sinais que podem gerar crises no relacionamento, como a falta de desejo, falta de vontade de estar com o outro, a comodidade que seria quando não há mais interesse em agradar e surpreender o outro ou quando não existe vontade em compartilhar momentos juntos. “É sempre importante que o casal continue fazendo planos juntos, tenha atenção um com o outro, dialogue sempre, demonstre carinho, pratique o autocuidado e que entenda a necessidade um do outro”, explica a especialista Vanessa.

As especialistas listam dicas para os casais melhorarem seus relacionamentos amorosos. Confira:

1 – Faça as refeições juntos: “É importante pensar em pequenos momentos para o casal, como tomar um café da manhã especial uma vez por semana, jantar juntos, trazer um momento a dois. Para os parceiros, esses momentos são fundamentais para criar conexões”, sugere Talita.

2 – Tenha um hobbie em comum:  “Um hobbie reflete também a personalidade do casal, vocês podem marcar de malhar uma vez por semana juntos, fazer uma aula diferente ou mesmo se aventurar em uma atividade nova, como escalada, dança, futevôlei, tudo isso pode criar um desligamento automático da rotina”, complementa

3 – Peça desculpas quando necessário: “A alma além de ficar mais leve, possibilita traçar os novos planos para o casal. Orgulho não leva a lugar algum”, comenta Vanessa.

4 – Tenha um diálogo: “Conversar é a chave da relação, é importante ter um momento a sós para contar do seu dia e também questões mais profundas sobre o que estão sentindo”, revela Vanessa.

5 – Olhem nos olhos: “Quando você olha diretamente nos olhos do parceiro isso transmite seriedade, integridade e confiança. A terapia tântrica traz uma nova visão sobre o prazer em geral, sobre a essência de sentir o prazer nas pequenas coisas, nos detalhes”, defende a sexóloga Talita.

6 – Agradeça: “Demonstrar gratidão é super válido para o crescimento do casal”, revela a psicóloga Vanessa.

7 – Elogie: “Elogiar além de alegrar, pode levar à autoestima do parceiro”, explica Vanessa.

8 – Não tenha medo de expor seus desejos e opiniões: “Não queira que o outro adivinhe seus pensamentos, falar o que sente é extremamente necessário para a construção de um bom relacionamento”, ressalta Talita.

9 – Crie momentos únicos do casal: “A vida é muito valiosa, e cada momento criado pelo casal é importante para criar vínculos e laços profundos”, comenta Vanessa.

10 – Apimente a relação: “O tantra pode ser praticado por homens, mulheres, casais e não existe distinção de sexo, cor, etnia ou qualquer outro tipo de padrão. Inclusive, o que muitas pessoas não imaginam, é que até mesmo pessoas que têm algum membro amputado realizam o Tantra. É uma terapia e é para todo mundo, transforma a vida das pessoas, ensina elas a se olharem de forma diferente”, finaliza a especialista em tantra, Talita Gois.

Sobre Vanessa Gebrim 

Vanessa Gebrim é Pós-Graduada e especialista em Psicologia pela PUC-SP. Teve em seu desenvolvimento profissional a experiência na psicologia hospitalar e terapia de apoio na área de oncologia infantil na Casa Hope e é autora de monografias que orientam psicólogos em diversos hospitais de São Paulo, sobre tratamento de pacientes com câncer (mulheres mastectomizadas e oncologia infantil). É precursora em Alphaville dos tratamentos em trauma emocional, EMDR, Brainspotting, Play Of Life, Barras de Access, HQI, que são ferramentas modernas que otimizam o tempo de terapia e provocam mudanças no âmbito cerebral. Atua também como Consteladora Familiar, com abordagem sistêmica que promove o equilíbrio e melhora relações interpessoais. Tem amplo conhecimento clínico, humanista, positivista e sistêmico e trabalha para provocar mudanças profundas que contribuam para a evolução e o equilíbrio das pessoas. Mais de 20 anos de atendimento a crianças, adolescentes, adultos, casais e idosos, trata transtornos alimentares, depressão, bullying, síndrome do pânico, TOC, ansiedade, transtorno de estresse pós traumático, orientação de pais, distúrbios de aprendizagem, avaliação psicológica, conflitos familiares, luto, entre outros.

Sobre Talita Gois 

Talita Gois é estudante de psicanálise e especialista em sexualidade. Atua na área há mais de 5 anos. Tornou-se Terapeuta Tântrica, palestrante e instrutora de cursos dedicada integralmente a resgatar centenas de pessoas de seus traumas, medos e repressões decorrentes de imposições da sociedade.

Empresária e proprietária do Talita Gois Beauty Spa, localizado no bairro Anália Franco em São Paulo. Hoje, recebe pessoas de várias cidades, estados e países que buscam uma imersão para o autoconhecimento. Teve sua própria experiência transformadora dentro do tantra e resolveu levar a terapia como sua missão de vida. Idealizadora do projeto Ame-se, em que atende gratuitamente mulheres que sofreram qualquer tipo de abuso, seja ele físico ou emocional.

Colégio da Polícia Militar de Pernambuco abrem inscrições até 15 de novembro para novos alunos em Recife e Petrolina

0

Colégio da Polícia Militar da Paraíba abre 140 vagas para novos alunos | Paraíba | G1

Estão abertas as inscrições para os processos seletivos do Colégio da Polícia Militar de Pernambuco, em Recife e Petrolina, com 148 vagas. No edital da capital pernambucana, são 63 vagas disponíveis para alunos da educação infantil e do 6º ano do ensino fundamental. Já o edital petrolinense, oferece 85 oportunidades para estudantes do 6º ano do ensino fundamental e 1ª série do ensino médio.

Os interessados devem acessar o site do Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib) https://www.idib.org.br até às 23h59 do dia 15 de novembro de 2021. A taxa de R$ 90 deverá ser paga até 24 horas após a emissão do boleto no ato da inscrição. As provas estão previstas para o dia 5 de dezembro nas cidades de Recife e Petrolina.

Pandemia

O Idib tem o compromisso de zelar pela segurança de todos os envolvidos em exames e demais eventos da instituição. Portanto, assim como vem realizando em outras provas pelo país, a banca atenderá às normas sanitárias vigentes para o enfrentamento do novo coronavírus, higienizando e desinfetando os locais de provas com a pulverização de produtos químicos utilizados em ambientes hospitalares, aferindo a temperatura corporal dos participantes, oferecendo álcool gel e tapetes sanitizantes na entrada e, também, garantindo o distanciamento social mínimo de dois metros entre as pessoas. O uso de máscaras faciais será obrigatório para todos os presentes.

Sobre o Idib

O Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib) tem parcerias com órgãos e instituições de todo o território nacional e status que o credenciam como uma instituição sólida, respeitada e inovadora, uma das maiores bancas organizadoras de concursos públicos no país. Pioneiro na utilização de biometria digital e facial para a identificação de candidatos e redução de fraudes, conta com um aparato de segurança que inclui câmeras de alta definição com monitoramento 24h, sistema anti-hackeamento, detectores de metal, malotes de segurança lacrados impermeáveis e resistentes ao fogo, fragmentadoras, portas blindadas, comunicação por rádio amador e bloqueadores de celular – um verdadeiro arsenal contra irregularidades.

A instituição foi a primeira a organizar concurso público para o Exército Brasileiro: os certames da Escola Preparatória de Cadetes do Exército (Espcex) e o de admissão do Colégio Militar de Salvador (CMS), esse ano. Fazem parte do portfólio do Idib, também, a Ordem dos Advogados do Brasil de GO; o Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região, na BA; a Eletrobrás do PI; os governos dos estados de GO e PE; os Conselhos Regionais de Medicina do RJ, PE e MT; o Conselho Regional de Farmácia de MS; o Conselho Regional de Odontologia de PE; as Polícias Militares da PB e do ES; o Ministério Público do Estado do RS e a Câmara Municipal de Maceió.

Covid-19: Secretaria de Saúde segue com vacinação em bairros e residenciais de Petrolina

0

Nesta quinta-feira (28) a Secretaria de Saúde de Petrolina levará, através de unidades móveis, a vacinação contra a COVID-19 para diferentes pontos da cidade. Serão atendidos os Residenciais Nova Petrolina e Pomares, e os bairros João de Deus e José e Maria. Para receber o público das comunidades, serão ofertadas 2.850 doses  nos dois dias de vacinação. O horário de atendimento será das 9h às 17h.

A ação, adotada pela secretaria, tem como objetivo imunizar a população das localidades que tenham pessoas a partir dos 12 anos que, por algum motivo, ainda não se imunizaram. Para receber a vacinação não será necessário o agendamento na plataforma, uma vez que serão distribuídas fichas e a inserção dos dados no sistema será realizada pelos profissionais no local.

No residencial Pomares a vacina será ofertada somente nesta quarta-feira (27), em frente a creche que atende a comunidade. Já nos demais pontos, a Imunização será feita nos dois dias. No residencial Nova Petrolina, a população será atendida no Espaço Comunitário, no José e Maria a vacinação será na quadra da escola José Joaquim, e no João de Deus na quadra poliesportiva do bairro.

Para receber a vacinação contra a COVID-19 é necessário portar documento de identificação com foto, CPF ou cartão do SUS e um comprovante de residência.(Ascom)

Coluna do Blog: curtas, grossas e fininhas!

No aniversário de Zélia Duncan, conheça as músicas mais tocadas da cantora
Zélia Duncan

Dia de celebrar a cantora Zélia Duncan! Zélia Cristina Duncan Gonçalves Moreira, conhecida pelo nome artístico Zélia Duncan, é uma atriz, cantora e compositora brasileira. Wikipédia. Nascimento: 28 de outubro de 1964 (idade 57 anos), Niterói, Rio de Janeiro. Nome completo: Zélia Cristina Duncan Gonçalves Moreira. Gênero(s): MPB, rock, samba, folk, pop, reggae; Instrumento(s): Voz; Violão. Pais: Louise Duncan, Antônio Moreira

 

Nossos Vizinhos Ilustres : RONALDO BÔSCOLI
Ronaldo Bôscoli

Dia de relembrar Ronaldo Bôscoli! Ronaldo Fernando Esquerdo e Bôscoli foi um compositor, produtor musical e jornalista brasileiro. Wikipédia. Nascimento: 28 de outubro de 1928, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. Falecimento: 18 de novembro de 1994, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. Cônjuge: Elis Regina (de 1967 a 1972). Morte: 18 de novembro de 1994 (66 anos). Filhos: João Marcelo Bôscoli

Gênio da bola: 15 curiosidades e fatos impressionantes sobre Garrincha
Garrincha

Dia de relembrar o jogador Garrincha! Manoel Francisco dos Santos, o Mané Garrincha ou simplesmente Garrincha foi um futebolista brasileiro que se notabilizou por seus dribles desconcertantes, sendo considerado por muitos o mais célebre ponta-direita e o melhor driblador da história do futebol. Wikipédia, Nascimento: 28 de outubro de 1933, Pau Grande, Magé, Rio de Janeiro . Falecimento: 20 de janeiro de 1983, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. Nome completo: Manoel Francisco dos Santos. Número: 7 (Botafogo de Futebol e Regatas). Cônjuge: Elza Soares (de 1966 a 1982), Nair Marques (de 1952 a 1965). Filhos: Ulf Lindberg, Manuel Garrincha dos Santos Júnior, Neném dos Santos, Nadir dos Santos, Tereza dos Santos

 

 fura fila em supermercado - TV Foco
Diogo Vilela

Dia de celebrar o ator Diogo Vilela! Diogo Vilela, nome artístico de José Carlos Monteiro de Barros é um ator, comediante e dublador brasileiro. Wikipédia. Nascimento: 28 de outubro de 1957 (idade 64 anos), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. Nome completo: José Carlos Monteiro de Barros. Ocupação: ator, comediante e dublador

 

Morre músico Letieres Leite — Foto: Gustavo Mões/Divulgação

Morreu nessa quarta-feira (27) o maestro e compositor Letieres Leite, aos 61 anos, em Salvador. Um amigo de Petrolina. A informação foi confirmada pela produção do artista. Letieres  passou mal e morreu na casa onde morava, na Avenida Octávio Mangabeira, na capital baiana. Letieres dos Santos Leite nasceu em Salvador. Era arranjador, compositor, instrumentista e estava à frente do Instituto Rumpilezz, mesmo nome da orquestra que criou em 2006. Letieres Leite começou a “alinhavar as primeiras ideias” no tempo em que estudava no Konservatorium Franz Schubert, em Viena, na Áustria, onde morou por seis anos. De volta ao Brasil, montou uma escola chamada Academia de Música da Bahia, onde começou a desenvolver pesquisas. Percussionista e saxofonista que acompanhou a cantora Ivete Sangalo por mais de 12 anos, o músico baiano foi o responsável pelos arranjos de muitos sucessos da musa, incluindo “Festa”, “Empurra-empurra”, “Tô na rua” e “Abalou”. Letieres tinha ligação com Petrolina. Era filho de uma moradora petrolinense, Dona Carminha Santos, filha de seu Paulo Santos e Dona Sila que moraram na Rua Olímpio Virgínio da Silva por muitos anos. Seu pai também se chamava Letieres. Era sobrinho da professora Artemizia Santos que continua morando em Petrolina  e de muitos outros petrolinenses. Quando jovem passou diversas ferias em Petrolina, na casa dos seus avós. Foi arranjador de artistas famosos como Ivete Sangalo e Caetano Veloso e outros cantores da Bahia. O Governador da Bahia e o Prefeito de Salvador se manifestaram com pesar pelo falecimento do grande músico. Que Deus o tenha! 

Morre músico Letieres Leite, maestro da Orquestra Rumpilezz e autor de arranjos de artistas como Ivete e Bethânia — Foto: Reprodução / Redes Sociais
Ivete Sangalo e o seu maestro Letieres Leite

Segunda dose da vacina covid-19 deve ser tomada mesmo fora do prazo — Português (Brasil)

Atrasado! Mais de 18 milhões de brasileiros que já deveriam ter tomado a segunda dose da vacina contra a covid-19 para completar o ciclo de imunização estabelecido pelas autoridades sanitárias ainda não o fizeram.Segundo o Ministério da Saúde, o resultado é preocupante – mesmo considerando que, na última semana, este número caiu 10%, baixando de 20 milhões de pessoas cuja segunda dose da vacina estava atrasada, para os atuais 18 milhões.Em nota, a pasta enfatizou que, para obter a máxima proteção oferecida pelos imunizantes, é preciso tomar as duas doses da vacina.“A recomendação da pasta é para que os brasileiros completem o ciclo vacinal mesmo se o prazo para a segunda dose estiver atrasado. No caso das vacinas da Pfizer e da Astrazeneca, o intervalo é de oito semanas. Já para a CoronaVac, a segunda dose deve ser aplicada 4 semanas após a primeira”, acrescentou o ministério, na nota.

Dia da Engenharia da Aeronáutica - YouTube

Dia do Servidor Público - Conselho Estadual de Educação

Hoje é celebrado São Judas Tadeu, padroeiro das causas impossíveis

Caravana de Inovação será lançada nesta quinta-feira(28) no Campus Party Petrolina

0

A Campus Party Petrolina, um dos maiores eventos de criatividade e cultura digital do mundo, inicia a sua programação com a primeira parada da Caravana da Inovação de Pernambuco. O lançamento oficial da maratona de consultas públicas a ser realizada pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco (Secti-PE) ocorrerá durante a abertura da feira de empreendedorismo digital jovem, dia 28 de outubro, às 20h. Já no dia seguinte, 29 de outubro, a partir das 10h, a programação da CP Petrolina vai promover um painel inteiramente dedicado às atividades da Caravana da Inovação. Haverá apresentação de projetos do Governo de Pernambuco voltados para o setor de CT&I, Cultura Maker e Economia Criativa.

Ainda dentro do evento, a equipe da Secti-PE vai dar início ao processo de consulta pública da sociedade do Sertão do São Francisco, recebendo as contribuições para o debate sobre os eixos estratégicos e as linhas de ações da nova Estratégia de Ciência, Tecnologia e Inovação para Pernambuco (ECT&I-PE) 2022-2027, documento que é o guia para as ações de CT&I no Estado. A Caravana da Inovação também ocorrerá em formato virtual, através de uma plataforma on-line, para que todos os pernambucanos possam colaborar e participar das atividades e debates, através do https://www.caravana.pe.gov.br/.
A Campus Party ao longo das últimas edições vem promovendo conexão de talentos, instituições, empresas, universidades e comunidades através da tecnologia com o propósito de criar, juntos, um futuro melhor e mais sustentável para todos. Sendo assim, não haveria melhor local para que a Caravana da Inovação fizesse sua primeira parada.

A Caravana da inovação vai passar ainda por mais 11 regiões de desenvolvimento (nas cidades de Araripina, Salgueiro, Serra Talhada, Arcoverde, Petrolândia, Garanhuns, Caruaru, Surubim, Goiana, Palmares e Recife) atingindo assim, todo o Estado, promovendo consultas públicas e coletando demandas da sociedade em seus mais diversos setores econômicos.

Campus Party – Pela primeira vez na história, a Campus Party acontece em Petrolina, no interior do estado, promovendo conhecimentos em inovação, tecnologia e criatividade, do Sertão para todo o Estado, além de promover uma conexão direta entre microempreendedores e pequenos negócios localizados fora da Região Metropolitana do Recife.