**/

Home Blog Page 2

Enem tem abstenção recorde de 51,5% e ministro culpa ‘medo de contaminação’

0

Faltaram ao primeiro dia de provas 2,8 milhões de candidatos

Enem tem abstenção recorde de 51,5% e ministro culpa 'medo de contaminação'

OExame Nacional do Ensino Médio (Enem) teve abstenção de mais de 50%, um recorde histórico. Em coletiva de imprensa neste domingo, 17, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, culpou “o medo a respeito da contaminação” e a “mídia”, que, segundo ele, fez um trabalho contrário ao Enem. Faltaram ao primeiro dia de provas 2,8 milhões de candidatos.

O presidente do Inep, Alexandre Lopes, e Ribeiro, realizaram coletiva com o balanço do primeiro dia de aplicação do Enem, que ocorreu neste domingo em todo País, à exceção do Estado do Amazonas, em que as provas foram adiadas por causa do estado de calamidade pública causado pela pandemia de covid-19.

Os candidatos fizeram as provas objetivas de linguagens e ciências humanas, com 45 questões cada, e a prova de redação. Os portões foram abertos às 11h30 – meia hora mais cedo que o habitual, para evitar aglomerações na entrada. As provas começaram a ser aplicadas às 13h30, com término às 19h.

Os candidatos do Enem que apresentaram sintomas ou diagnóstico de Covid-19 na véspera ou no primeiro dia de prova poderão solicitar a reaplicação da prova entre os dias 25 e 29 de janeiro, na página do participante.

Estudantes do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande Sul relataram não terem conseguido acessar os locais de prova por decisão das equipes de aplicação locais. O Inep ainda não se pronunciou sobre estes casos. Também foram vistas aglomerações em escolas e locais de aplicação, apesar da recomendação de uso de máscaras e distanciamento social.

Tema da redação do Enem é o estigma das doenças mentais no Brasil

0

A aplicação da versão impressa do Enem teve início hoje e a segunda prova será no próximo domingo

TRAJANO: ATENÇÃO ALUNOS QUE VÃO PRESTAR PROVA DO ENEM 2021 – Prefeitura de  Trajano de Moraes

O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) desta edição é O Estigma Associado às Doenças Mentais na Sociedade Brasileira, conforme divulgou o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Os candidatos tiveram até as 19h para concluir as primeiras provas, aplicadas nesse domingo (17).

A aplicação da versão impressa do Enem teve início ontem e a segunda prova será no próximo domingo.A prova de desse domingo(17) começou a ser aplicada as 13h30 e os estudantes tiveram  até as 19h para terminá-la.

Nesse domingo, os participantes fazeram as provas objetivas de linguagens e ciências humanas, com 45 questões cada, além daredação.

As redações do Enem são avaliadas em cinco competências, cada uma vale 200 pontos: demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa; compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa; selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista; demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação; e elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Cada prova passa por dois corretores. Caso haja uma diferença de mais de 100 pontos em relação à nota total da prova ou de mais de 80 pontos em relação a alguma das competências, o texto passa, então, por um terceiro corretor. Se a diferença persistir, a prova é avaliada por uma banca composta por três professores, que atribuirá a nota final do participante.

  • Enem 2009: O indivíduo frente à ética nacional
  • Enem 2010: O trabalho na construção da dignidade humana
  • Enem 2011: Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado
  • Enem 2012: O movimento imigratório para o Brasil no século XXI
  • Enem 2013: Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil
  • Enem 2014: Publicidade infantil em questão no Brasil
  • Enem 2015: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira
  • Enem 2016: Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil e Caminhos para combater o racismo no Brasil – Neste ano houve duas aplicações regulares do exame.
  • Enem 2017: Desafios para formação educacional de surdos no Brasil
  • Enem 2018: Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet
  • Enem 2019: Democratização do acesso ao cinema no Brasil

O Enem avalia o desempenho escolar ao final da educação básica. A estrutura do exame conta com uma redação e questões das quatro áreas de conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias. O Enem Digital 2020 será aplicado nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro. No total, considerando as duas versões (impressa e digital), o Inep confirmou 5.783.357 inscrições para o Enem 2020.

SESI-PE abre 200 vagas para cursos gratuitos com certificados. Matriculas até 20 de Janeiro

0

Sesi abre inscrições para 200 vagas em cursos gratuitos a distância | AF  News

Para quem deseja começar o ano se capacitando e agregando valor ao currículo, a boa notícia é que o SESI-PE está com inscrições abertas para cursos gratuitos a distância. Ao todo, estão sendo ofertadas 200 vagas para os cursos de Novo Acordo Ortográfico e Relações de Gênero na Indústria. Os interessados devem realizar a matrícula até o dia 20 de janeiro, no site da instituição.

Para efetuar a inscrição, é necessário possuir e-mail e ter noções básicas de informática. O interessado deve acessar o site do SESI-PE (www.pe.sesi.org.br), clicar na seção de Educação a Distância, depois em “Faça sua inscrição” no canto superior direito e seguir o passo a passo indicado pela plataforma.

Ministradas totalmente online, as aulas são autoinstrucionais, logo, não carecem de acompanhamento de um tutor online. Outro benefício é que o aluno pode escolher o melhor local e horário para assisti-las, de acordo com a sua rotina e seu ritmo de aprendizagem.

Em Novo Acordo Ortográfico, o estudante irá conhecer e ampliar os conhecimentos sobre as principais mudanças que ocorreram na ortografia da Língua Portuguesa, como acentuação, trema e hífen. Já em Relações de Gênero na Indústria, o aluno terá informações relevantes sobre equidade de gênero, valorização da diversidade e sustentabilidade social na indústria, ascensão funcional, política equitativa de benefícios e saúde e segurança no trabalho.

Depois de cumprir a carga horária total do curso escolhido, o estudante participará de uma avaliação na plataforma educacional e, se alcançar 70 pontos no exame, receberá a Certificação de Conclusão. Mais informações pelo e-mail educacao.distancia@pe.sesi.org.br.

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 17 milhões

0

As dezenas sorteadas foram 09, 18, 23, 42, 47 e 49

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 17 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do Concurso 2.335 da Mega-Sena, sorteadas nesse sábado (16) à noite no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo. As dezenas sorteadas foram 09, 18, 23, 42, 47 e 49. Ficam acumulados para o próximo concurso, na quarta-feira (20), R$ 17 milhões.

A quina teve 91 ganhadores e pagará a cada um R$ 26.442,64. Os5.286 acertadores da quadra receberão o prêmio individual de R$R$ 650,31.

As apostas da Mega-Sena podem ser feitas até as 19h do dia do concurso em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país ou pela internet.

A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 4,50.

Anúncio de fechamento de agências causa indignação no Sindicato dos Bancários de Juazeiro e Região

0

O Banco do Brasil anunciou que pretende demitir 5 mil funcionários até o início de fevereiro e desativar 361 unidades, entre as quais 112 agências e 242 postos de atendimento.

Além do ataque aos direitos dos trabalhadores, que estão sendo removidos dos seus pontos, com comissões reduzidas, esse desmonte também deve afetar o atendimento à população.

Diante da atitude, o Sindicato dos Bancários de Juazeiro e Região afirma que o BB vem desrespeitando os funcionários e clientes. “Além da demissão, os caixas serão extinguidos. O banco vai precarizar os atendimentos e a população ficará impossibilitada de resolver as pendências bancárias. Nada justifica o desmonte do Banco do Brasil, uma instituição sólida e que, de 2016 a 2019, registrou crescimento, em termos nominais, de 122% no lucro líquido. No mesmo período, a receita de tarifas aumentou 22%, também em termos nominais”, disse o Presidente dos Bancários de Juazeiro, Maribaldes da Purificação.

Enquanto isso, a direção do banco tem reduzido o quadro de funcionários cada vez mais. De 2016 até o terceiro trimestre de 2020, o número de funcionários caiu de 109.864 para 92.106, uma redução relativa de 16%. No mesmo período, o número de agências foi reduzido de 5.428 para 4.370, uma redução de 19%. É o desmonte em andamento.(Ascom SEEB)

Mágicos marcam os 100 anos do truque de cortar pessoas ao meio

0

O ilusionista responsável pelo truque clássico foi P.T. Selbit

Mágicos marcam os 100 anos do truque de cortar pessoas ao meio

Neste domingo, dia 17 de janeiro, faz 100 anos que um ilusionista chegou, serrou e conquistou. P.T. Selbit pôs uma mulher numa caixa no palco do Finsbury Park Empire, em Londres, no Reino Unido, e serrou-a através da madeira, criando assim um dos truques clássicos do mundo da magia.

Agora, cem anos depois, ilusionistas de todo o mundo vão juntar-se online este fim de semana para celebrar a performance reproduzida inúmeras vezes ao longo desse tempo. “Tornou-se a ilusão mais influente e famosa que já existiu, na minha opinião”, disse o ilusionista e historiador Mike Caveney à Reuters. O truque “não foi feito com um objeto inanimado, foi com um ser-humano, o que o levou a um nível totalmente novo”, acrescentou.

Na versão original, a serra passou, a caixa foi aberta e a pessoa saiu ilesa. Com o passar dos anos, os ilusionistas foram desenvolvendo refinamentos, com as duas metades separadas. David Copperfield, um dos ilusionistas mais famosos do mundo criou mesmo a sua própria versão, chamada ‘The Death Saw’ (‘A Serra da Morte’), onde era preso a uma plataforma enquanto uma lâmina giratória gigante o cortava em dois.

A organização do The Magic Circle, fundada em 1905, um dos maiores e mais prestigiados clubes de ilusionistas do mundo, vai estar a cargo da celebração com um evento transmitido em direto no Facebook pelas 18h00 (hora de Lisboa), neste domingo(17).

Fim do auxílio e desemprego afetam consumo e produção

0

O comércio registrou queda pela primeira vez em seis meses (-0,1%)

Fim do auxílio e desemprego afetam consumo e produção

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) – Dados sobre os principais setores da economia em novembro mostram que a dinâmica da pandemia do novo coronavírus segue interferindo na retomada, com alto risco de comprometer os primeiros meses deste ano.

O comércio registrou queda pela primeira vez em seis meses (-0,1%). A indústria vem em processo de desaceleração e cresceu 1,2%, índice semelhante ao 1,1% de outubro. Os serviços ainda seguiam em alta, com avanço de 2,6%, mas sem recuperar as perdas pós-pandemia e já ameaçados pelo novo avanço da Covid-19.

Para os analistas, o mês sinalizou que a bolha de consumo criada pelo auxílio emergencial começou a perder força, quando o benefício já havia caído de R$ 600 para R$ 300.

A taxa de desemprego de novembro ainda não foi divulgada, mas a de outubro ficou em 14,3%, a maior para o período desde o início da pesquisa, em 2012.

A flexibilização no distanciamento social, que permitiu a reabertura em tempo parcial de bares, restaurantes e hotéis, vinha contribuindo para uma melhora. Mas novo repique nos casos, bem como o surgimento de uma variante mais contagiosa, compromete o trânsito e o contato pessoal.

Para economistas, está cada vez mais claro que uma recuperação mais consistente da economia em 2021 vai depender de ações do governo e da distribuição de vacina.

Para o professor Écio Costa, da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco), dados de novembro já retratavam a redução do auxílio emergencial. Nos meses anteriores, o benefício havia sido fundamental para estimular o consumo e sustentar a recuperação da produção industrial.

Neste início do ano, porém, na avaliação de Costa, o fator decisivo, que vai definir os rumos da economia neste ano, é a pandemia da Covid-19.

“Se a gente não tiver vacinação em massa para deter o avanço do contágio, as medidas de restrição social voltarão e veremos a economia afundar”, afirma o professor da Universidade de Pernambuco .

Segundo Costa, o estado é um exemplo dessa tendência. O governo já proibiu música em bares e ameaça o acesso a praias, medidas importantes para conter o contágio, mas que vão prejudicar a já lenta recuperação do setor de serviços.

“A vacinação é a saída mais importante para a economia em 2021”, afirma. “Precisamos iniciar o ano com um programa de vacinação amplo.”

Na avaliação do economista Otto Nogami, do Insper, dado o cenário atual, o primeiro semestre deste ano será semelhante ao mesmo período de 2019, com baixa atividade e muita preocupação com a questão sanitária.

A recuperação poderia ser mais robusta se o governo lançasse novas medidas para socorrer empresas e trabalhadores, diz o pesquisador.

Para Nogami, o governo foi precipitado ao extinguir o auxílio emergencial sem levar em consideração o risco de nova onda da doença, nem adotar medidas alternativas para promover a geração de emprego.

“Não fizeram nada para diminuir o volume de dependência [nos beneficiários].”

Agora, segundo ele, uma solução para garantir o crescimento seria uma política fiscal expansionista, com redução de carga tributária e investimentos públicos em obras. No entanto, não há espaço para esse tipo de medida emergencial, diante de um déficit fiscal gigante, que deve fechar 2020 em acima de R$ 800 bilhões, e engessamento da máquina pública. Mais de 90% das despesas são obrigatórias.

“O governo teria como alternativa sinalizar à sociedade que tem boas intenções e, por exemplo, levar à frente a reforma tributária, a reforma administrativa e quem sabe até a própria reforma da reforma previdenciária”, afirma Nogami.

Segundo ele, essas medidas permitiriam a contenção de gastos, reduziriam o déficit público e liberariam recursos para investimentos, inclusive investimentos em saúde, tão vitais no momento.

Celpe doa refrigeradores científicos para armazenar vacinas em 136 municípios pernambucanos

0

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) e as demais distribuidoras da Neoenergia serão as primeiras empresas do setor elétrico a contribuir com as prefeituras na campanha de imunização contra a Covid-19.

A empresa fará a doação de refrigeradores científicos para armazenar as vacinas em 136 municípios de Pernambuco. Além das localidades pernambucanas, serão beneficiadas 296 na área de concessão da Coelba (BA), 95 no Rio Grande do Norte (Cosern) e 131 em São Paulo (Elektro), totalizando 658 cidades contempladas.

A iniciativa levou em consideração os municípios com os menores Índices de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) e faz parte do Programa de Eficiência Energética (PEE) regulado pela Agência Nacional de Eficiência Energética (Aneel). A doação desses equipamentos totaliza R$ 6 milhões, que se somam às outras ações já realizadas pela empresa voltadas ao combate da pandemia como a compra de testes em parceria com a Fiocruz e doação de respiradores, num montante que já alcança R$ 20 milhões.

“Neste momento em que a campanha de vacinação é a saída para conter a pandemia de Covid-19, apoiamos os municípios mais necessitados das nossas áreas de concessão, que precisam dos refrigeradores adequados para a vacinação da população com segurança. Reafirmamos, com essa iniciativa que teve todo o apoio e suporte da Aneel, nosso compromisso em levar mais do que energia para a sociedade”, afirma o CEO da Neoenergia, Mario Ruiz-Tagle.

Os novos refrigeradores serão destinados aos municípios atendidos pelas distribuidoras do Nordeste (Celpe, Coelba e Cosern) que têm IDHM até 0,61 e, de São Paulo (Elektro), com o índice até 0,74.

A instalação de cada refrigerador cientifico deve injetar no sistema elétrico uma carga de 89 kW e consumo anual de 781 MWh, que será  compensado com o recolhimento, em cada município, de dois  equipamentos de refrigeração antigos e doação de lâmpadas eficientes para postos de saúde, hospitais e para consumidores residenciais baixa renda. Em Pernambuco, a Celpe contará com a parceria da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe).

Os refrigeradores científicos têm temperatura programável e constante entre 2ºC e 8ºC, além de alarmes para avisar a em caso de interrupção de energia e baterias recarregáveis para suprir o frio caso ocorra eventual intercorrência no fornecimento, com autonomia de até 12 horas. Os equipamentos possuem sensores e de um sistema de alarme remoto a distância, que realiza chamadas telefônicas se houver uma queda de temperatura ou a bateria estiver em um nível baixo.

As câmaras de conservação que serão doados pela Celpe são de fabricação nacional e têm capacidade de 280 litros, suficientes para armazenar cerca de 18 mil doses de 0,5 ml.(Ascom)

Estudo confirma: Homens mais propensos a testar positivo para a Covid-19

0

Pequenos estudos da China e da Europa já haviam chegado a esta conclusão. Este é um estudo mais abrangente realizado nos Estados Unidos

Estudo confirma: Homens mais propensos a testar positivo para a Covid-19

De acordo com um novo estudo, publicado nesta semana no PLOS ONE, por uma equipe do Houston Methodist Research Institute, EUA,os homens têm maior probabilidade de testar positivo para o vírus responsável pela Covid-19, maior probabilidade de sofrer complicações e maior probabilidade de morrer do vírus do que as mulheres, independentemente da idade.

Pequenos estudos da China e da Europa já haviam chegado a esta conclusão. Este é um estudo mais abrangente realizado nos Estados Unidos. Para este estudo, os pesquisadores usaram dados de um prestador de serviços médicos na área metropolitana de Houston, Texas, para determinar as associações entre sexo e epidemiologia Covid-19. Os dados sobre o teste Covid, internamentos hospitalares, mortalidade e dados demográficos foram extraídos dos registros médicos eletrônicos de todos os 96.496 adultos com mais de 18 anos que foram testados para oSARS-CoV-2 entre 6 de março e 22 de agosto de 2020.

No geral, 15,5% dos indivíduos testaram positivo para o vírus. Após o ajuste para fatores sociodemográficos e patologias prévias, os homens tiveram uma probabilidade maior de infecçãodo que as mulheres. Da mesma forma, a proporção de pacientes que necessitaram de cuidados intensivos foi significativamente maior entre os homens (34,1%) em comparação com as mulheres (27,6%). Além disso, mais homens (19,0%) foram submetidos à ventilação do que mulheres (14,7%) e a taxa de mortalidade em homens (11,6%) também foi maior em comparação com as mulheres (8,3%).

 POR NMBR – LIFESTYLE COVID-19

MEC publica portaria sobre volta às aulas na rede federal de ensino técnico

0

Instituições de ensino pedem ao MEC flexibilização e volta "gradual" das  aulas presenciais - Focus.jor | O que importa primeiro

O retorno às aulas presenciais nas Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e as Instituições Privadas de Ensino Superior (Ipes), no âmbito da educação profissional técnica de nível médio, deve ocorrer a partir de 1º de março de 2021.

A determinação foi publicada pelo Ministério da Educação (MEC) na Portaria nº 1.096 que trata do retorno às aulas presenciais nas instituições do sistema federal de ensino. O retorno federal deverá ocorrer observando-se os protocolos de biossegurança para o enfrentamento da pandemia de covid-19.

Permanecem válidos os efeitos da Portaria nº 617, de 03 de agosto de 2020, que dispõe sobre as aulas nos cursos de educação profissional técnica de nível médio nas instituições do sistema federal de ensino, enquanto durar a situação de pandemia do novo coronavírus, com exceção dos dispositivos que tratam da possibilidade de ausência de aulas presenciais anteriores previstas nessa portaria.

Em consonância com a Portaria nº 1.030, de 1º de dezembro de 2020, alterada pela Portaria nº 1.038, de 7 de dezembro de 2020, o novo documento prevê que os recursos educacionais digitais poderão ser usados excepcionalmente a fim de garantir o atendimento escolar essencial durante o período em que houver restrições quanto à presença física de estudantes na unidade educacional.

Assim, a educação a distância ocorrerá apenas em “caráter excepcional”, para a integralização da carga horária dos componentes curriculares. Essa utilização poderá ocorrer de forma complementar, desde que haja orientação do Ministério da Saúde ou órgãos de saúde locais que não recomendem a forma presencial para a realização de aulas, ou de forma integral, para os cursos que ainda não tenham encerrado as atividades letivas referente ao ano de 2020.

As instituições de ensino serão responsáveis pela definição dos componentes curriculares a serem trabalhados com a utilização de recursos educacionais não presenciais e pela disponibilização de recursos aos estudantes. Além disso, as instituições devem garantir a plena oferta da carga horária total dos cursos.

Conclusão antecipada de cursos técnicos de saúde
A portaria também contempla as previsões da Resolução do CNE/CP nº 2, de 10 de dezembro de 2020, trazendo as orientações sobre a antecipação da conclusão de cursos técnicos na área da saúde. O CNE, por meio dessa resolução, deu as diretrizes sobre essa antecipação, e o MEC, por meio dessa portaria, a regulamentou no âmbito do sistema federal de ensino.

Para a realização dessa antecipação é necessário que o curso esteja relacionado diretamente ao combate da pandemia de covid-19, e que haja o cumprimento, pelo estudante, de no mínimo 75% da carga dos estágios curriculares obrigatórios.

As instituições devem realizar uma justificativa a respeito da urgente necessidade de profissionais do curso em que será realizada a antecipação da conclusão, assim como deve haver concordância por parte do estudante.

*Com informações do MEC