Home Blog Page 3

Confira os resultados da Lotofácil 3032, Quina 6369 e outras loterias dessa segunda (19/02)

0

Nessa segunda também acontecem os sorteios da Lotomania 2586, Dupla Sena 2631 e Super Sete 509

Espaço da Sorte Loterias Caixa, em São Paulo (foto: Reprodução/Youtube Caixa)
Espaço da Sorte Loterias Caixa, em São Paulo (foto: Reprodução/Youtube Caixa)

Confira as loterias desta segunda-feira (19/02)

Lotofácil 3032 – R$ 1,7 milhão

Confira as dezenas sorteadas: 01 – 02 – 04 – 06 – 07 – 08 – 10 – 11 – 14 – 15 – 17 – 18 – 19 – 23 – 24

                                          Quina 6369 – R$ 16,5 milhões

                             Confira as dezenas sorteadas: 13 – 21 – 39 – 55 – 67

                                        Lotomania 2586 – R$ 500 mil

Confira as dezenas sorteadas: 01 – 03 – 04 – 07 – 10 – 15 – 33 – 35 – 38 – 41 – 42 – 43 – 48 – 56 – 72 – 74 – 81 – 87 – 99 – 00

                                       Dupla Sena 2631 – R$ 5 milhões

1º sorteio: 04 – 07 – 11 – 18 – 48 – 49

2º sorteio: 03 – 20 – 25 – 35 – 44 – 47

                                        Super Sete 509 – R$ 950 mil

Coluna 1: 9

Coluna 2: 4

Coluna 3: 4

Coluna 4: 9

Coluna 5: 5

Coluna 6: 6

Coluna 7: 3

Diário de Pernambuco

Abilio Diniz: fundador do Pão de Açúcar deixa uma fortuna de mais de R$ 10 bi

0

Abilio Diniz era conhecido como um empreendedor visionário, de força e coragem e que conseguiu transformar a pequena doceria do pai em um dos maiores grupos do varejo brasileiro

Seu velório foi acompanhado por amigos, empresários, políticos e populares -  (crédito:  Miguel SCHINCARIOL/AFP)
Abilio Diniz

A despedida do fundador do Grupo Pão de Açúcar, Abilio Diniz, que morreu domingo, foi marcada pela comoção e tristeza no velório, ontem, no Estádio do Morumbi, casa do São Paulo, seu time do coração. O velório, que contou com diversas personalidades, primeiro com uma cerimônia reservada à família e que depois foi aberta ao público.

Com uma fortuna estimada pela revista Forbes em 2 bilhões de dólares, cerca de R$ 10 bilhões, Abilio Diniz era conhecido como um empreendedor visionário, de força e coragem e que conseguiu transformar a pequena doceria do pai, fundada em 1949, em um dos maiores grupos do varejo brasileiro.

Diniz foi responsável pela construção e expansão do grupo, que ficou sob seu comando de 1990 até 2013, quando foi vendido, após uma longa disputa judicial, ao sócio francês, Casino. Após deixar a empresa fundada com o pai, se tornou um dos principais acionistas das operações no Brasil do grupo francês Carrefour, passando a concorrer com a marca que havia criado mais de 60 anos antes.

Seu velório foi acompanhado por amigos, empresários, políticos e populares. Mesmo fora do comando do grupo há 11 anos, funcionários do Pão de Açúcar eram vistos uniformizados no estádio.

Compareceram ao velório políticos como o deputado estadual paulista Eduardo Suplicy (PT) e o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), além do vice- presidente Geraldo Alckmin e o ex-presidente Michel Temer.

“A gente lamenta e é uma grande perda não só para a cidade e para o Brasil, mas para o mundo. Abilio levou o nome do Brasil muito positivamente para o mundo todo”, disse o prefeito.

Gente do esporte, das artes e do entretenimento também compareceram, como o apresentador Luciano Huck, a atriz Mariana Rios, o presidente do São Paulo, Júlio Casares, e o ex-piloto Felipe Massa, da Fórmula-1.

História de trabalho

Abilio nasceu em 28 de dezembro de 1936, e foi o primeiro dos seis filhos do casal Valentim e Floripes Diniz. O pai de Abilio foi um imigrante português, que chegou ao Brasil em 1929. Chegando ao Brasil de navio, Valentim se maravilhou com a beleza do morro do Pão de Açúcar, visto do mar. Depois a pequena doceria que abriria com a família na Zona Sul da capital paulista levaria o nome dessa memória do imigrante em sua chegada.

Antes da doceria, o pai de Abilio trabalhou como entregador em um mercado carioca e se casou com a mãe do empresário.

Abilio era apaixonado por esporte. De baixa estatura e fora do padrão estético da época, o empresário contou em sua autobiografia que foi alvo de agressões e bullying na escola. A prática do esporte ajudou a mudar essa história. Nunca mais parou de praticar atividades físicas, e virou uma referência de vida saudável.

Com o pai, Abilio começou cedo a trabalhar e ajudou na produção de doces, na embalagem dos produtos e até na entrega de encomendas. Contou que foi essa vivência que o inspirou na escolha da carreira, ingressando, em 1956, na Escola de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas (FGV), instituição que, anos depois, viria a se tornar professor.

Apesar do nome Pão de Açúcar ter sido implementado por seu pai, foi Abilio quem enxergou o potencial do negócio fundado. O empresário encabeçou o projeto de implantação do primeiro supermercado Pão de Açúcar, que viria a ser inaugurado em abril de 1959, na Avenida Brigadeiro Luiz Antônio, no coração de São Paulo.

O supermercado, conceito inovador para a época, começou a atrair a classe média e se tornou sucesso no Brasil. Em 1963, foi aberta a segunda loja da rede, na rua Maria Antônia, em Higienópolis. Em 1965, o Pão de Açúcar fez as primeiras aquisições de empresas, a rede Sirva-Se, pioneira do negócio em São Paulo, que junto com o Peg-Pag, fez o negócio, em 1968, chegar a 40 lojas e 1.642 funcionários. Abilio se firmava como o principal executivo da empresa.

Mas, na virada dos anos 80 para os 90, a empresa começa a passar por instabilidades após uma briga pela sucessão envolvendo Abilio e os irmãos. A tensão só se encerrou em janeiro de 1994, quando foi assinado o acordo onde Abilio garantiu o controle da companhia.

Foi nessa época, ainda no final da década de 1980, que Abilio viveu um momento de grande tensão, quando, em 11 de dezembro de 1989, foi sequestrado. O empresário passou sete dias no cativeiro, em um cubículo subterrâneo, e só foi liberado após extensa negociação envolvendo os sequestradores e a política. Em paralelo, as disputas pelo Pão de Açúcar levaram o grupo a uma crise que o deixou à beira da falência.

Depois da crise, nos anos 1990, Abilio lançou o Pão de Açúcar em mais um ciclo de expansão e, em 1995, em Nova York, abriu o capital do Grupo, comemorando uma excelente fase nos negócios. Foi nesse período, em 1999, que conseguiu uma parceria com a sociedade do Pão de Açúcar com o grupo francês Casino.

Dez anos depois, o Pão de Açúcar adquiriu o Ponto Frio, a segunda maior rede de varejo de eletrodomésticos do país. Em dezembro do mesmo ano, em uma operação de troca de ações, o grupo trouxe as Casas Bahia e, em pouco tempo, o grupo dobrou de tamanho e em valor de mercado.

Em 2010, o empresário criou o curso Liderança 360º na FGV, com o objetivo de identificar e exercitar habilidades de liderança em jovens e traçar um plano de ação para a carreira e seus projetos pessoais. Foi nesse ano também que a família Diniz criou o Instituto Península, uma organização social focada na educação.

Mas, em abril de 2013, após 54 anos de controle dos Diniz, Abilio deixa o comando da empresa e o grupo Casino assume o controle, exercendo o direito de compra previsto numa cláusula que era questionada na Justiça pela família do brasileiro.

Neste ano, o empresário assumiu a presidência do Conselho de Administração da BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo.

Depois de sair do comando do grupo, Abilio se dedicou a trabalhos sociais e deu palestras Em 2022, estreou como apresentador de televisão, em um programa de entrevistas em um canal de notícias.

 

 

Governadora Raquel Lyra empossa quatro novos secretários; confira as mudanças

0

As mudanças foram nas secretarias de Assistência Social, Combate à Fome e Política sobre Drogas, Projetos Estratégicos e Administração Penitenciária e Ressocialização

A cerimônia foi realizada no palácio do Campo das Princesas (Foto: Janaina Pepeu/Secom)

A governadora Raquel Lyra (PSDB) fez mais uma troca de secretariado. Desta vez, a agrônoma Ellen Viégas deixa a Secretaria de Desenvolvimento Agrário, Agricultura, Pecuária e Pesca para dar lugar ao economista e advogado Cícero Moraes. Além dele, outros três secretários tomaram posse em uma cerimônia na noite desta segunda-feira (19) no Palácio do Campo das Princesas.

Além de Cícero Moraes, estão entre os novos secretários Carlos Braga, secretário de Assistência Social, Combate à Fome e Política sobre Drogas, Rodrigo Ribeiro, secretário de Projetos Estratégicos e Paulo Paes, secretário de Administração Penitenciária e Ressocialização.

“Encerramos o ano passado com uma pequena reforma administrativa e hoje estamos dando posse aos novos secretários. É um movimento para fazer Pernambuco voltar a ser líder do Nordeste e referência para o Brasil. Pernambuco, ao longo do tempo, foi ganhando indicadores sociais e econômicos que não condizem com a nossa representatividade histórica. Agora, nesse novo momento do nosso estado, é importante trazer alianças que possam garantir o cumprimento dos compromissos que firmamos com o povo de Pernambuco ao vencermos as eleições em 2022”, destacou a governadora Raquel Lyra.

Empossado, Cícero Moraes falou em nome dos colegas. “É um novo tempo no Estado de Pernambuco. A gestão iniciou há cerca de um ano, fazendo muitos ajustes necessários, mas também realizando entregas. Estamos no momento da verdadeira mudança. Compartilhando o sentimento dos demais secretários, é uma honra grande fazer parte dessa nova era”, concluiu.

Conheça os novos secretários:

Cícero Moraes

Advogado e economista, tem pós-graduação em Gerenciamento de Cidades. Foi funcionário de carreira da Caixa Econômica Federal e secretário parlamentar. Entre os anos de 2009 e 2012 foi vereador na cidade de Abreu e Lima. Assumiu secretarias municipais em Igarassu, Ipojuca e Abreu e Lima.

Carlos Eduardo Braga Farias

Cursou Administração de Empresas pela FAFICA de Caruaru e, atualmente, cursa Ciências Contábeis na UNIP. Foi secretário de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos na Prefeitura de Caruaru.

Em janeiro de 2023, assumiu a Secretaria Executiva de Assistência Social, ligada à Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança, Juventude e Prevenção à Violência e às Drogas de Pernambuco, pasta da qual tornou-se secretário interino em novembro do mesmo ano. Também é coordenador da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) e presidente do Conselho Estadual de Assistência Social (CEAS) e da Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional (CAISAN).

Paulo Paes

Formado em Administração, é policial penal desde 2002 e já atuou na Gerência de Inteligência e Segurança Orgânica da Secretaria Executiva da Ressocialização (Seres). Em Canhotinho e em Pesqueira, no Agreste do estado, fez parte da Supervisão de Segurança no Centro de Ressocialização do Agreste (CRA) e no Presídio Desembargador Augusto Duque, respectivamente. Também foi gestor na Penitenciária Juiz Plácido de Souza (PJPS), em Caruaru. Até o momento, ocupava o cargo de secretário executivo de Ressocialização.

Rodrigo Ribeiro de Queiroz

Servidor da Caixa Econômica Federal desde 2012, formado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Campina Grande-PB. Atuou na área de saneamento na Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A. (Embasa), onde exerceu função gerencial entre 2007 e 2012, respondendo pela Operação de Sistemas de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário em diversos municípios do Estado da Bahia.

 (Foto: Janaina Pepeu/Secom)

Ainda no mês de fevereiro, Raquel Lyra anunciou novos secretários para as secretarias de de Projetos Estratégicos e de Criança e Juventude. No dia 3, Carolina Cabral deu a cadeira de secretária de Projetos Estratégicos ao engenheiro civil Rodrigo Ribeiro, que antes foi secretário executivo de Obras de Desenvolvimento Urbano.

No dia 8 deste mês, o administrador Ismênio Bezerra tornou-se secretário estadual da Criança e Juventude.

Outros secretários também deixaram o cargo no decorrer de 2023, como Lucinha Mota, da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, Silvério Pessoa, da Secretaria de Cultura, Aloísio Ferraz, da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, Célia Barbosa, da Secretaria da Mulher, Evandro Avelar, da Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura e Carla Patrícia, da Secretaria de Defesa Social. (Diário de Pernambuco)

Livro autografado por Martin Luther King em 1958 é leiloado por R$ 173 mil

0

Um livro autografado por Martin Luther King em 1958 foi colocado à venda em um leilão por R$ 173 mil reais, nos Estados Unidos

martin luther king

Um livro autografado por Martin Luther King em 1958 foi colocado à venda em um leilão por R$ 173 mil reais, nos Estados Unidos.

Na época, aos 29 anos, o ativista político escreveu uma dedicatória a Gwen Brown, enfermeira que cuidou dele no hospital após King sofrer uma tentativa de assassinato. Era tarde de 20 de setembro de 1958 quando ele estava na calçada autografando livros quando uma mulher enfiou uma lâmina em seu peito.

Como agradecimento a Gwen, ele assinou um exemplar de seu livro “Stride Toward Freedom: The Montgomery Story” para ela. “Com os melhores votos e genuíno agradecimento pela atenção que você me deu como uma de minhas enfermeiras enquanto eu me recuperava no Hospital Harlem”, escreveu ele.

O item agora está em um leilão por US$ 35 mil numa casa de relíquias.

https://jornaldebrasilia.com.br/

Prepara-se para o ´Concurso Nacional Unificado (CNU)´. 6.640 vagas! Provas no dia 05 de maio.

0

Inscrições do Concurso Público Nacional Unificado ainda não estão abertas — Secretaria de Comunicação Social

Concurso Nacional Unificado (CNU) está com inscrições encerradas. O certame aceitou mais de 600 mil pedidos de isenção da taxa. O pagamento da taxa de inscrição foi até ontem, 16 de fevereiro de 2024, nessa sexta-feira.

O CNU tem 8 editais publicados divididos por blocos temáticos com 6.640 vagas de níveis médio, técnico e superior para diversas especialidades. Até o momento, o CNU registrou mais de 2,65 milhões de inscrições.

A banca responsável pelo certame é a Fundação Cesgranrio. No entanto, as inscrições foram feitas na plataforma Gov.br. O valor da taxa de inscrição varia entre R$ 60,00 e R$ 90,00.

O “Enem dos concursos” terá as provas aplicadas em 5 de maio de 2024 em 220 cidades em todas as 5 regiões do país. O edital indica que as vagas serão para lotação em 21 órgãos federais.

O edital CNU indica que os candidatos aprovados terão remuneração de até R$ 22 mil.

Concurso Nacional Unificado: veja cidades onde serão aplicadas as provas

Saiba todos os detalhes do concurso CNU navegando no índice abaixo:

Concurso Nacional Unificado CNU: cronograma

Datas do CNU Cronograma CNU
10/01/2024 publicação do edital
19/01 a 09/02/2024 período para inscrições
até 26/01/2024 prazo de pedido de isenção da taxa de inscrição
16/02/2024 prazo final para pagamento da taxa de inscrição
25/04/2024 cartão de confirmação de inscrição
05/05/2024 aplicação das provas objetivas e discursivas
07/05/2024 gabarito preliminar das provas objetivas
21/06/2024 notas finais das provas objetivas e nota preliminar da discursiva
01/07/2024 envio de títulos para análise
30/07/2024 divulgação dos resultados finais
05/08/2024 Convocação para posse e cursos de formação

Universitários pernambucanos têm até o dia 29 para solicitar ou renovar financiamento estudantil no BNB

0

No ano de 2023, as contratações do P-Fies em Pernambuco somaram R$ 1,9 milhão

A modalidade de crédito vale apenas para estudantes de instituições de ensino conveniadas ao Banco (foto: Divulgação)

Estudantes pernambucanos de instituições privadas de ensino superior interessados em financiar até 100% do valor da mensalidade pelo Banco do Nordeste (BNB) têm até o dia 29 de fevereiro para realizar a solicitação do crédito no portal do banco na Internet.  A mesma data é válida para clientes que irão renovar seus financiamentos, bastando acessar o site do BNB e requisitar a renovação.

A modalidade de crédito, concedida no âmbito do Programa de Financiamento Estudantil (FNE P-Fies), vale apenas para estudantes de instituições de ensino conveniadas ao Banco.

No ano de 2023, foram liberados R$ 36,5 milhões pelo FNE P-Fies em toda a área de atuação do BNB, que compreende a região Nordeste e parte dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo.  No estado de Pernambuco, o montante contratado foi de R$ 1,9 milhão.

Todo o processo de aprovação e liberação de recursos acontece de forma on-line, entre a instituição financeira e o respectivo centro de educação no qual o aluno está matriculado. O prazo de pagamento chega até três vezes o tempo de duração do curso, e as prestações mensais equivalem a 35% do valor da mensalidade mais juros.

Para adesão ao programa, os centros de educação devem buscar a Superintendência Estadual do BNB em Pernambuco, cuja informação também consta no site do banco, sinalizar interesse em adesão ao programa e realizar procedimentos necessários à viabilização do financiamento estudantil por meio do FNE P-Fies do Banco do Nordeste.

Requisitos: 

Para ter acesso ao crédito estudantil, os interessados devem ter realizado o Enem e obtido nota mínima de 450 pontos. Com a pontuação, basta procurar a sua instituição de ensino superior para confirmar a vigência do convênio com o banco.

 

Em Pernambuco, seleção na área de ´Saúde` tem vagas para médicos e pessoal de outras carreiras e salários de até R$ 9,8 mil. Inscrições até este domingo,18

0

Seleção do Governo de Pernambuco tem vagas para médicos (Foto: Divulgação)

Começaram  as inscrições para uma seleção simplificada aberta pelo Governo de Pernambuco para área de Saúde.Segundo o Governo de Pernambuco, cadastramento de candidatos começou pela internet e vai até 19 de fevereiro.

  • A meta é contratar 146 profissionais   de vários setores. 
  • Os salários são de até R$ 9.886,16.
  • São 55 vagas para médicos de várias especialidades e  91 pessoal de outras carreiras. 
  • Há, por exemplo,  oportunidades para cargos de analistas em saúde e assistente em saúde.  
  • O edital completo saiu na edição de sábado (3) do Diário Oficial de Pernambuco. 
  • As inscrições vão até o dia 19 de fevereiro e podem ser feitas pela internet. 
Como fazer
É preciso anexar documentos como identidade, CPF, certificado de reservista (para homens) e documento de comprovação de requisito para a função, dependendo do cargo. A seleção será feita por meio de análise curricular, em etapa única.
A previsão é de que o resultado preliminar seja divulgado no dia 5 de março.
  
Veja vagas para médicos
  • Cirurgião vascular;
  • Coloproctologista;
  • Médico do trabalho;
  • Endoscopista;
  • Intensivista adulto;
  • Intensivista pediátrico;
  • Neonatologista;
  • Neurocirurgião;
  • Neurofisiologista;
  • Pediatra;
  • Radiologista e diagnóstico por imagem;
  • Tocoginecologista;
  • Urologista.
Veja vagas para outras carreiras
  • Assistente social;
  • Biólogo;
  • Cirurgião dentista;
  • Educador físico;
  • Enfermeiro assistencial;
  • Enfermeiro do trabalho;
  • Enfermeiro intensivista;
  • Estatístico;
  • Farmacêutico/bioquímico;
  • Fisioterapeuta em terapia intensiva;
  • Fisioterapeuta respiratório;
  • Fonoaudiólogo;
  • Nutricionista;
  • Psicólogo;
  • Terapeuta ocupacional;
  • Técnico de laboratório.
Diário de Pernambuco

Univasf e Sudene lançam em Petrolina-PE, a ´Rede Impacta Bioeconomia` e projeto ´FruitTech` nesta segunda-feira (19)

0

A Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) e a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) realizam nesta segunda-feira (19) a solenidade de lançamento da Rede Impacta Bioeconomia – Biomas do Nordeste e do projeto FruitTech. Estarão presentes o reitor da Univasf, Telio Nobre Leite, e o superintendente da Sudene, Danilo Cabral. O evento ocorrerá no Cineteatro da Univasf, no Campus Sede, em Petrolina (PE), a partir das 9h.

A Rede Impacta Bioeconomia é coordenada pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Complexo Econômico Industrial da Saúde (ICeis), que é vinculado à Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Na Univasf, as ações da rede serão coordenadas pelo professor do Colegiado de Farmácia Jackson Guedes. Já o projeto FruitTech é coordenado pelo professor do Colegiado de Administração da Univasf Valdner Ramos. As duas iniciativas visam promover o desenvolvimento regional por meio da pesquisa e da inovação e contam com apoio financeiro da Sudene.

Com o principal objetivo de fomentar a bioeconomia aplicada à saúde, a Rede Impacta Bioeconomia prevê a produção de medicamentos a partir da pesquisa e inovação, centrada nos agricultores familiares agroecológicos, da fauna e da flora dos biomas da região Nordeste. A rede, que também foi lançada pela Sudene, no Recife (PE), possui seis metas: a primeira trabalhará os derivados do umbu; a segunda do maracujá-da-caatinga; a terceira, da pitanga, da acerola e do melão-de-são-caetano; a quarta terá foco na criação de defensivos agrícolas; a quinta trabalhará com o mapeamento das cadeias de valor; e a sexta atuará com base na produção de mel de abelha.

Conforme Jackson Guedes, com a Rede Impacta Bioeconomia será possível dar um novo olhar para as cadeias produtivas já existentes na região, principalmente para os produtos oriundos da Caatinga. “A gente tem aqui, por exemplo, a cadeia produtiva do umbu, que gera muitos produtos na área de alimentos, como doce, geleia, compota e cerveja. O objetivo agora é pensar em desenvolver cosméticos, suplementos alimentares e medicamentos fitoterápicos, utilizando como base as plantas medicinais que são encontradas na região”, ressalta o docente.

Resultado de parceria entre as Instituições de Ensino Superior Univasf, Faculdade de Petrolina (Facape) e Universidade do Estado da Bahia (Uneb), junto com o Centro de Excelência da Fruticultura (Senar), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Sudene, o projeto FruitTech visa promover e apoiar ações de fomento ao ecossistema de inovação da fruticultura no Vale do São Francisco, a partir da implementação do programa “Trilha de Inovação na Fruticultura”.

O professor Valdner Ramos explica que o FruitTech irá planejar, apoiar e fomentar a implantação de infraestrutura de cooperação, difusão e de transferência de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) para a cadeia produtiva da fruticultura, tendo por base o Agronegócio 5.0 (Agricultura Inteligente). As instituições parceiras irão executar uma série de ações ao longo da Trilha de Inovação, entre elas o Desperta Agro; dias de campo; FruitThon (hackathon com foco nas demandas da fruticultura); desafios de negócios; e programas de mentorias e de aceleração de negócios. O projeto conta com uma equipe multidisciplinar com a participação de pesquisadores das várias instituições envolvidas.

As ações ocorrerão, inicialmente, por meio de uma plataforma virtual e, posteriormente, a partir de infraestrutura física. “O programa FruitTech visa representar e promover um ambiente capaz de hospedar, conectar e desenvolver o crescimento de startups em atuação colaborativa com parceiros (universidades, escolas técnicas e instituições de pesquisa), players da indústria do agronegócio da fruticultura na busca de soluções tecnológicas e inovações tecnológicas de forma a contribuir, efetivamente, para o desenvolvimento da fruticultura da região do Vale do São Francisco e do país”, destaca Ramos.

(Ascom)

Em Parnamirim-PE, bandidos explodem carro-forte, mas não conseguem levar o dinheiro do cofre

0
O caso aconteceu na BR-232, na cidade de Parnamirim-PE, no Sertão do Estado; Apesar da explosão, não houve registro de feridos
 (Foto: Divulgação/PRF)

 Bandidos explodiram um carro-forte na tarde dessa sexta (16), durante uma tentativa de assalto, na BR-232, no Sertão do Estado.

O caso foi confirmado pelo Polícia Rodoviária Federal (PRF), no qual a corporação informou que apesar da implosão que deixou o veículo totalmente destruído, não houve o registro de feridos e os assaltantes não conseguiram levar o dinheiro que estava sendo transportado.

O crime aconteceu por volta das 13h, no quilômetro 550, nas proximidades da entrada do município de Parnamirim, distante 563 quilômetros do Recife.

Segundo a PRF, os criminosos abordaram o carro-forte e fizeram disparos de fuzil para que o veículo parasse na via.

“Em seguida, os vigilantes desceram do veículo e correram para o matagal. O carro-forte foi explodido pelos criminosos, mas o cofre não foi aberto e nenhum valor foi roubado”, disse a PRF por meio de nota.

Embora a PRF não confirme, informações extraoficiais dão conta que a ação criminosa foi feita por uma quadrilha de ao menos cinco suspeitos, que ocupavam um veículo modelo Onix, de cor azul, da marca Chevrolet.

Informações preliminares também dão conta que uma caminhonete também dava suporte a ação criminosa e, que, os criminosos fugiram pela estrada em direção a cidade de Terra Nova, também no Sertão pernambucano. (Diário de Pernambuco)

Fugitivos de Mossoró fazem família refém, pedem comida e roubam celular

0

De acordo com investigadores, fugitivos permaneceram quatro horas na residência no perímetro próximo a penitenciária federal

Rogério e Deibson: dupla escapou da Penitenciária Federal de Mossoró (RN) na última quarta-feira

Os dois detentos que fugiram da Penitenciária federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, fizeram uma família refém na noite desta sexta-feira. De acordo com investigadores, os fugitivos invadiram a casa de uma família, pediram comida e roubaram um celular. A dupla ficou no local por cerca de quatro horas, não pediu dinheiro e fugiu.

Mapas e animações: A fuga do presídio de Mossoró e as buscas pelos foragidos
Novos indícios: Fuga inédita de presos em Mossoró teve ação planejada com antecedência
O relato da família aos investigadores é de que ambos estavam sujos e pareciam desnorteados. Um deles ainda usava parte do uniforme da Penitenciária Federal de Mossoró.

Em entrevista coletiva na quinta-feira, o ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, afirmou que os fugitivos estavam a um raio de 15 quilômetros da prisão. A família feita refém está dentro desse perímetro.

A avaliação investigadores é de que a invasão dessa casa ocorreu em um ato de desespero de ambos e devido a intensidade das buscas.

Ligado ao Comando Vermelho, os fugitivos foram identificados como Rogério da Silva Mendonça, 36, conhecido como Tatu, e Deibson Cabral Nascimento, 34, chamado de Deisinho. Ambos são do Acre e estavam na Penitenciária Federal de Mossoró desde 27 de setembro de 2023.

Em julho de 2023, a dupla participou de uma rebelião sangrenta em presídio de segurança máxima em Rio Branco. Houve roubo de armas e ferimentos de policiais penais, reféns e cinco mortes, sendo três delas decapitações. O motim levou os dois presos a serem transferidos para o presídio federal de Mossoró, criado com o objetivo de isolar líderes de facções criminosas do restante da massa carcerária. Rogério e Deibson Cabral Nascimento estavam em celas individuais antes da fuga.

Inédita no sistema penitenciário federal, a fuga ocorreu de terça para quarta-feira. A unidade de segurança máxima foi inaugurada em 3 de julho de 2009 e projetado para receber até 208 presos. O presídio é uma reprodução do modelo de unidades de segurança máxima norte-americanas, conhecidas como “Supermax”, conforme descrição do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Lewandowski afastou a direção da penitenciária no mesmo dia da fuga e nomeou um interventor, Carlos Luis Vieira Pires, que já dirigiu a penitenciária federal de Catanduvas (PR). A Polícia Federal apura se a fuga teve a a ajuda de um agente penitenciário ou operário de obras feitas na unidade.

A perícia da PF encontrou objetos metálicos nas celas dos fugitivos, usados para arrancar uma luminária e ampliar o buraco por onde fugiram. A posse dos artefatos viola o protocolo de segurança do presídio de segurança máxima. Investigadores avaliam que tanto a retirada da luminária quanto o buraco não tenham sido feitos de uma hora para outra, mas aos poucos, e ao longo de vários dias. Uma das suspeitas é de que os presos usaram um lençol na ponta dos objetos para abafar o barulho com os preparativos para escapar.

Também está em investigação como um artefato metálico chegou aos presos, uma vez que lâminas de barbear usadas pelos detentos têm de ser devolvidas diariamente, e as canetas são entregues desmontadas. O protocolo determina que as celas passem por inspeção diária durante o banho de sol dos detentos.(O Globo)

Advertisement

Balanço, desafios e trabalho da saúde pública em Petrolina

0

Um artigo do Secretário Municipal de Saúde de Petrolina Dr. João Luiz

Um advogado na pasta da saúde? A indagação era sempre recorrente na imprensa e nas “rodas” de conversa. Bem, após 1 ano à frente da saúde de Petrolina, temos muito a falar sobre a experiência desafiadora e transformadora que é fazer a gestão do SUS municipal.

O convite feito pelo Prefeito Simão Durando, para assumir essa “missão” foi rápido e objetivo. Aceitei de pronto o desafio, e na mesma noite, peguei o primeiro ônibus no TIP, com destino a cidade conhecida como “terra dos impossíveis”. Na bagagem, trazia a experiência de gestão vivida no SUS Estadual entre 2010 e 2015, na época do então Governador Eduardo Campos e o saudoso Dr. Figueira, que liderava a Secretaria de Saúde do estado. Uma grande escola!

O desafio inicial encontrado foi estabelecer o diálogo com todos os atores do SUS da região, incluindo o Hospital Universitário (HU), Hospital Dom Tomás e o Dom Malan..Escutamos toda rede hospitalar privada, bem como a sociedade civil organizada,.imprensa, sindicatos, associações, vereadores, líderes comunitários, usuários e trabalhadores da nossa rede de saúde.

Após a escuta e acolhimento das demandas existentes, iniciamos um novo trabalho, agora com foco no planejamento, execução, monitoramento e avaliação de todas as ações que deveriam ser implantadas a partir desse momento. Hoje, após o primeiro ano sob a liderança do Prefeito Simão Durando e à frente desse desafio, podemos mostrar com muito orgulho e contabilizar inúmeras ações realizadas com o intuito de melhorar o SUS de Petrolina, a exemplo:

Realização dos mutirões de exames de imagens e laboratoriais, cirurgias eletivas e de cirurgias oftalmológicas; iniciamos a oferta de neuropediatra na Policlínica Municipal e de psicólogos com abordagem em Terapia Cognitico-Comportamental (TCC); requalificamos mais de 20(vinte) Unidades Básicas de Saúde (UBS); abrimos a nova Unidade Básica (atrás da Banca), através da parceria inovadora com a iniciativa privada; conquistamos o aumento do Teto MAC junto ao Ministério da Saúde para custeio do HU, que passou a receber o valor de R$ 58.273.600,00/ano; ampliamos os horários de atendimentos em unidades básicas de saúde para vacinação até às 19h.

Dentre os avanços durante o primeiro ano, ainda podemos citar a aquisição de 06 ambulâncias para o transporte social e 03 carros novos distribuídos para a Policlínica, Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) e os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e o recebimento de uma emenda parlamentar do Deputado Federal Fernando Filho no valor de mais de R$ 2.400,000.00, para realização de cirurgias pediátricas e ginecologias no DOM MALAN que ocorrerá no primeiro trimestre de 2024; E mais uma emenda de R$ 2.000,000,00 do então Deputado Antonio Coelho para aquisição de medicamentos, tudo isso, fruto da articulação do Prefeito Simão.

Também implementamos os programas Sorriso Especial, Previne Petrolina e aqui, conseguimos um indicador importante, pois, no primeiro ano da nossa gestão, alcançamos a maior nota (7.02) do Previne Brasil, ficando à frente de grandes cidades do nosso Estado.

No combate ao Aedes Aegypti, controlamos a proliferação do mosquito e conquistamos o menor índice no ano de 2023; no campo da saúde da mulher, lançamos o inovador programa “Cuida mais Mulher”, com a realização da busca ativa das mulheres que residem no interior da cidade para consultas ginecológicas e exames de mamografia no Centro de Referência de Mulher.

Devolvemos a autoestima dos pacientes do Centro Auditivo com a entrega de mais mil aparelhos auditivos. Em Brasília, junto ao Ministério da Saúde, habilitamos mais 09 Equipes de Saúde da Família, 07 Equipes de Saúde Bucal, 07 equipes E-MULTI e realizamos a adesão de 06 novos profissionais MAIS MÉDICOS, além de 01 médico parao Consultório na Rua.

Foram realizadas diversas parcerias com o terceiro setor, a exemplo do trabalho desenvolvido durante o Rally dos Sertões, em conjunto com a SAS Brasil, com a oferta de 4.610 atendimentos/procedimentos. Sem esquecer da parceria com a DONEM Pernambuco, que resultou na oferta de cuidado para crianças com doenças neuromusculares da nossa cidade.

Destacamos o prêmio “destaque” na VIII Regional de Saúde e os trabalhos sobre experiências exitosas da Assistência Farmacêutica, da Saúde Mental, Saúde Bucal e Consultório na Rua, aprovados nacionalmente.

É importante sempre destacar que foi devido a nossa força política, liderada hoje pelo ex-Prefeito Miguel Coelho, o Senador Fernando Bezerra, o Deputado Federal Fernando Filho e o deputado estadual licenciado Antonio Coelho, que juntos, somente para a. saúde de Petrolina, trouxeram mais de R$ 40.000,000,00 que serviram de investimento e custeio da SUS de Petrolina.

É fato que os desafios à frente da Secretaria de Saúde em Petrolina são reais, complexos e diários, entretanto, também é isso que nos motiva a lutar diariamente junto ao entusiasmo, a dedicação e a força de trabalho do Prefeito Simão Durando. Por fim, seguiremos na missão de escutar a população e todos os atores do SUS, sempre com o intuito de viabilizar ações e parcerias que possibilitem a continuidade do nosso trabalho em ofertar serviços de saúde humanizados, eficazes, qualificados e acessíveis e que desenvolvam seus atendimentos a partir do princípio da integralidade e direcionando a necessidades de saúde reais de todos os Petrolinenses.

Sudene se une a tribunais de conta estaduais para aperfeiçoar implementação de ações de combate à desertificação no semiárido

0

Autarquia conferiu resultados de auditoria especializada que apontou percalços na capacidade de execução de políticas públicas sobre o tema pelos entes federativos.

Recife (PE) – A Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) será parceira de tribunais de contas estaduais para monitorar a implementação de ações locais para combater o avanço da desertificação na região do semiárido. A participação da autarquia foi discutida nesta quinta-feira(15) durante apresentação dos resultados da Auditoria Operacional Regional Coordenada em Políticas Públicas de Combate à Desertificação do Semiárido, realizada pelas equipes técnicas das cortes da Paraíba, Ceará, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe.

“O tema precisa de uma ação governamental coordenada. Não há órgão mais indicado para isso do que a Sudene. Por isso, viemos apresentar os trabalhos feitos e suas conclusões”, avaliou o conselheiro do Tribunal de Contas da Paraíba, Fernando Catão. Os achados de autoria indicados pelo levantamento apontam deficiências na implementação das Políticas Nacional e Estaduais de Combate à desertificação. Em um panorama geral, os estados avaliados apresentaram dificuldades com a governança de ações desta temática – incluindo o monitoramento e avaliação de iniciativas – além da ausência de medidas de combate à desertificação por meio da agricultura familiar e de tecnologias sociais hídricas.

O vice-presidente do Tribunal de Contas de Pernambuco, conselheiro Carlos Neves, defendeu uma postura mais pragmática dos estados para transformar as propostas em realidade. “Em alguns estados, existe a estruturação da política pública, mas não existe a efetivação dela, fazendo-a chegar nas pessoas. Por isso que os tribunais realizaram essa verificação. É preciso que os estados e a federação atuem de forma coordenada. E é aqui que entra a Sudene, nordestina que é, com o planejamento e a execução desta ação para combater a desertificação do semiárido”, explicou.

Para o superintendente da Sudene, Danilo Cabral, é preciso transformar o combate à desertificação em uma agenda de estado, desdobrando-a em ações efetivas. “Nós não escolhemos esta pauta. Ela já foi imposta pela necessidade da agenda global da sustentabilidade. E isso é uma janela de oportunidade para o Nordeste. Por isso, a Sudene vai dar sequência ao diálogo já estabelecido pelo Governo Federal, através do Ministério do Meio Ambiente, para que possamos apoiar os estados e municípios para atualizarem seus planos de combate à desertificação. Além disso, queremos instalar comissões de acompanhamento e monitoramento destes instrumentos e ajudar os estados para que elaborem projetos de captação de recursos”, adiantou o gestor.

Também estiveram presentes o diretor de planejamento da Sudene, Álvaro Ribeiro; o conselheiro do TCE-PE, Ranilson Ramos, além de técnicos da autarquia e dos tribunais.(Ascom)