**/

Início Site Página 3

Após eleições, MPPE vai fiscalizar municípios que passarão por transição de mandatos

0
Denúncias ao MPPE podem ser feitas pela internet | Vereador Marlus Costa

Findo o processo de escolha dos novos gestores públicos, para o período de 2021 a 2024, na maioria dos municípios pernambucanos, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) a partir de então estará atento ao processo de transição dos mandatos em várias cidades, que se enquadram nesta situação.

O procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros, expediu recomendação, nesta segunda-feira (16), para que os promotores de Justiça com atuação na defesa do patrimônio público de todo o estado instaurem procedimentos administrativos que visem acompanhar e fiscalizar o cumprimento das disposições estabelecidas pela Lei Complementar Estadual nº260/14, que estabelece normas de responsabilidade e transparência da gestão fiscal nas transições de governo.

“O MPPE estará acompanhado todo processo de transição dos mandatos em várias cidades, esta atitude será essencial para que não tenhamos atos  atentatórios aos princípios da Administração Pública, o que poderá afrontar o princípio da continuidade dos serviços públicos, com grande prejuízo para a população e à integridade da Administração Pública Municipal”, pontuou o procurador-geral de Justiça.

A iniciativa se fundamenta também, conforme ressaltado na recomendação, no dever do Ministério Público, ante a situação de transição, no estrito âmbito do controle externo de atuação preventiva e, sem ingressar na discricionariedade administrativa, instar os gestores a proceder corretamente no tocante à gestão dos recursos públicos municipais, bem como a transparência.

O procurador-geral destacou ainda que a Lei Complementar Estadual nº260/14, no art.2º, garante ao candidato eleito para o cargo de Prefeito Municipal o direito de instituir uma Comissão de Transição, com o objetivo de inteirá-lo do pleno funcionamento da prefeitura, bem como preparar os atos de iniciativa da nova gestão. “Neste sentido, o Ministério Público, guardião do patrimônio público, terá um papel fundamental para proporcionar uma transição pacífica com a plena observância dos princípios reitores da Administração Pública”, reforçou.

Como segunda medida recomendada aos promotores de Justiça com atuação na defesa do patrimônio público está a expedição de recomendações aos atuais prefeitos que encerrarão os mandatos em 2020, com vistas a cientificá-los da obrigatoriedade de observarem as restrições contidas na Lei Complementar nº101/2000 (Responsabilidade Fiscal)e na Lei nº9.504/1997 (Lei das Eleições), bem como das disposições estabelecidas na Lei Complementar nº260/2014, sob pena de incorrerem em ato de improbidade administrativa, nos termos da Lei nº8.429/92.(Ascom)

Em sintonia com a OAB, Deputada Dulci vota contra aumento de taxas e custas judiciais

0
Deputada Dulci Amorim

Na sessão ordinária desta quinta-feira (19) da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), foi colocado em votação o Projeto de Lei nº 1.533/2020, de iniciativa do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco, que consolida o regime jurídico da taxa judiciária e das custas forenses. Durante a votação, a deputada estadual Dulci Amorim (PT) não teve seu voto computado devido a problemas técnicos. Por isso, a parlamentar fez questão de divulgar sua posição contrária ao projeto.

Dulci, que é líder da bancada do PT na Alepe, recebeu ofícios do TJPE e da presidência da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional de Pernambuco com seus respectivos argumentos. Então, ela concluiu que o voto favorável ao projeto, além de estabelecer um aumento ou instituição de taxas, traria como reflexo a restrição do acesso ao Poder Judiciário.

“Entendemos que o Tribunal de Justiça de Pernambuco sofre para equilibrar as contas, ao passo que percebe um aumento de demanda. No entanto, precisamos lembrar que estamos vivenciando uma pandemia, desemprego e os problemas econômicos estão apenas começando. Por isso, não é momento para aumento de preço das taxas judiciárias e custas dos processos. Não podemos cercear o direito das pessoas à Justiça”, justificou Dulci Amorim.

Vale destacar que em um processo judicial, as partes envolvidas, cidadãos e/ou as empresas, pagam as taxas judiciárias e as custas processuais. No entanto, algumas dessas custas e taxas são pagas ao longo do processo, fato que exige ainda mais cautela quando se trata de aumento ou criação de taxas.

O projeto foi aprovado em primeira votação o projeto por 30 votos a 8. A segunda votação na Alepe está prevista para ocorrer na próxima semana.(Ascom)

Fachin pede explicações a Bolsonaro sobre nomeação de reitores das federais

0

Fachin também solicitou, ‘com a máxima celeridade’, as manifestações da Advocacia-Geral da União e da Procuradoria-Geral da República.

Fachin pede explicações a Bolsonaro sobre nomeação de reitores das federais

O ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin determinou que o presidente Jair Bolsonaro preste informações sobre a nomeação de reitores e vice-reitores de universidades federais que estariam em desacordo com a consulta e escolha das comunidades acadêmicas.

O despacho foi proferido na terça, 17, no âmbito de uma ação em que o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil pede ao STF que determine ao presidente que somente nomeie os primeiros nomes das lista tríplices enviadas pelas instituições federais de ensino superior.

Fachin também solicitou, ‘com a máxima celeridade’, as manifestações da Advocacia-Geral da União e da Procuradoria-Geral da República. Segundo o ministro, a ação trata da autonomia universitária assegurada mediante regra expressa pela Constituição, justificando a apreciação célere do caso.

Na decisão, Fachin ainda lembrou de outra ação que está sob relatoria na qual votou, no dia 9 de outubro, votou para garantir que o presidente respeite uma série de normais legais ao nomear reitores e vice-reitores de universidades federais. A ação foi ajuizada pelo Partido Verde, que contesta critérios usados pelo presidente Jair Bolsonaro para indicar dirigentes de instituições de ensino.

A ação estava sendo analisada no plenário virtual da Corte, mas após destaque pedido pelo ministro Gilmar Mendes o caso foi remetido por Fachin para análise do pleno presencial da corte, que atualmente realiza as sessões por videoconferência em razão da pandemia do novo coronavírus.

Na ação apresentada ao STF, a OAB alegou que o ato de nomeação de reitores e vice-Reitores, pelo presidente, deveria ser interpretado da seguinte maneira: havida a consulta prévia à comunidade acadêmica, o seu resultado deveria ser integralmente observado, vinculando o ato de nomeação à ordem das listas tríplices.

A indicação vai na linha das proposições feitas por Fachin no voto apresentado na ação da Rede. Na ocasião, o ministro disse que a indicação dos nomes, pelo presidente, deve: se ater aos nomes que figurem na respectiva lista tríplice; respeitar integralmente o procedimento e a forma da organização da lista pela instituição universitária; recair sobre o docente indicado em primeiro lugar na lista.

Na visão do ministro, a prerrogativa conferida ao Presidente da República não é um instrumento de gestão e, portanto, não deve servir como um meio de ingerência ou controle das instituições de ensino.

“O uso de poder discricionário para, sem justificativa razoável, romper com a ordem de indicações, representa ingerência que afeta a universidade em sua capacidade de se autorregular enquanto autarquia especial. O peso político e administrativo de possíveis violações à autonomia universitária revela-se preocupante para os destinos dos mais do que nunca necessários ensino, pesquisa e extensão”, registrou o ministro na ocasião.

Justiça concede liminar a Suzana Ramos e proíbe venda da folha de pagamento da Prefeitura de Juazeiro

0

A pedido da prefeita eleita Suzana Ramos (PSDB) o Juiz Titular da 1ª Vara de Fazenda Pública de Juazeiro José Góes Silva Filho deferiu parcialmente o pedido de liminar determinando a suspensão da Dispensa de Licitação n° 147/2020, que havia deliberado a contratação direta da Caixa Econômica Federal (Processo Administrativo n° 454/2020) para operar os serviços de processamento e gerenciamento de créditos provenientes da folha de pagamento dos servidores ativos e inativos e pensionistas da prefeitura de Juazeiro.

O magistrado estabeleceu multa diária no valor de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais) e crime de desobediência e ou de responsabilidade, bem assim, caso tenha recebido proceda a devolução imediata do valor de R$ 8.753.507,75 (oito milhões, setecentos e cinquenta e três mil, quinhentos e sete reais e setenta e cinco centavos) à Caixa Econômica Federal, sob pena de bloqueio do valor para a efetivação da medida.

O advogado de Suzana, Glauber Rafael argumentou na Ação Popular que ´a vencedora do certame seria a empresa que ofertasse o “maior lance ou oferta”. A proposta mínima seria de R$ 11.000.000,00 (onze milhões). O Processo Licitatório 319/2020, Pregão Presencial 123/2020, foi inicialmente suspenso por determinação judicial, entretanto, por ordem do Tribunal de Justiça, pode ser concluído. Ao que parece, todavia, apesar de ter conseguido concluir o certame, a Prefeitura Municipal de Juazeiro gerida pelo Sr. Paulo Bomfim não foi capaz de atrair interessados aptos a contratar com o município a participar da licitação e, por isso, declarou que esta teria sido “fracassada”. Entretanto, alegando uma urgência que desconhecemos e riscos de prejuízo para a municipalidade, decidiu realizar a contratação direta da Caixa Econômica Federal no dia 04 de novembro de 2020. Acontece que de forma estranha e surpreendente o contrato realizado no dia 04 de novembro de 2020 teve o seu valor fixado em R$ 8.753.507,75 (oito milhões, setecentos e cinquenta e três mil reais e setenta e cinco centavos), ou seja, um valor R$ 2.246.492,25 (dois milhões, duzentos e quarenta e seis mil, quatrocentos e noventa e dois reais e vinte e cinco centavos) inferior ao lance mínimo da licitação. Isso, até prova em contrário, representa um grande prejuízo para os cofres municipais pois o serviço havia sido avaliado pela própria Prefeitura de Juazeiro em valor superior ao que foi efetivamente recebido e não existem razões que justifiquem a considerável diferença´.(Ascom)

Ação Popular – Suzana – Folha de Pagamento

Decisão Folha de Pagamento PMJ

Em Dormentes artistas contemplados pela lei Aldir Blanc participam de live musical neste fim de semana. Hoje tem mais!

0

A programação deste fim de semana está garantida em Dormentes com a Primeira Live Musical Aldir Blanc. O projeto, realizado pela Prefeitura Municipal por meio da Secretaria de Cultura, está trazendo a apresentação virtual de oito artistas dormentenses nesse sábado (21)se apresentaram 04 artistas  e neste  domingo (22), mais quatro musicas de apresentam a partir das 16h.

As apresentações podem ser conferidas através do canal do YouTube Live Cultural Dormentes e/ou pela página da Prefeitura de Dormentes no Facebook.

“São artistas dormentenses que foram contemplados pela Lei Federal nº 14.017/2020, mais conhecida como Lei Emergencial Aldir Blanc que tem como objetivo amparar os artistas neste período de pandemia. Em Dormentes tivemos 19 artistas individuais, 4 grupos musicais e 2 bandas de pífano inscritas no nosso Cadastro Cultural, que usamos como base para a aprovação na Lei Emergencial. Todos os artistas vão se apresentar nas lives promovidas pela Secretaria”, explica o secretário de Cultura, Turismo e Esporte, Leniso Coelho.

Apresentação 

Nesse sábado(21) se apresentaram os cantores: Galeguinho do Brega, Carlinhos Mendes, Naldinho dos Teclados e Wilk Cantor. Neste domingo é a vez de: João Paulo Vaqueiro, Edy do Acordeón, Gerlandio Rodrigues e Alcione e Xodó Estilizado.

Ascom Dormentes

21 de novembro: aniversário de Fábio Junior e um ano sem Gugu Liberato. Confira alguns momentos marcantes deste dia!

0
Morre, aos 60 anos, o apresentador Gugu Liberato
Gugu Liberato

21 de novembro é o 325.º dia do ano no calendário gregoriano (326.º em anos bissextos).

Neste dia nasceu a atriz Goldie Hawn, as cantoras Alcione e Björk e o cantor Fabio Jr.

Foi no dia 21 de novembro de 2019 que faleceu, aos 60 anos, o apresentador Gugu Liberato. Filho de imigrantes portugueses, na adolescência Gugu escrevia cartas para Silvio Santos sugerindo programas, que terminou por contratá-lo. Começou na televisão aos quatorze anos como assistente de produção do programa Domingo no Parque, apresentado por Silvio Santos no SBT. Estreou seu primeiro programa em 1981. No ano seguinte, começou a apresentar o Viva a Noite, que foi seguido pelo Sabadão Sertanejo, Domingo Legal e Gugu. Seu último trabalho na TV foi o talent show Canta Comigo. Gugu era considerado um dos mais consagrados apresentadores da história da televisão brasileira. Em 20 de novembro de 2019, Gugu sofreu uma queda em sua casa em Orlando, na Flórida, Estados Unidos. No hospital, seus familiares solicitaram que um médico brasileiro, amigo da família, viajasse até o local para avaliar o quadro clínico, para então decidir como proceder diante de tal situação. A morte de Gugu foi confirmada no dia seguinte.

O dia também ficou marcado quando em 1910 que marinheiros a bordo dos navios de guerra do Brasil, incluindo o Minas Geraes, São Paulo e Bahia, se rebelam violentamente no que é hoje conhecido como a Revolta da Chibata. Nuremberg.

Nascimentos: artes

1945 — Goldie Hawn, atriz estadunidense.

Alcione se apresenta em Salvador neste fim de semana - iBahia
Aniversário de Alcione

1947 — Alcione, cantora, instrumentista e compositora brasileira.


aniversário de Fábio Junior

1953 — Fabio Jr., cantor e ator brasileiro.

1965 – Björk, cantora islandesa.

Nascimentos: personalidades e figuras importantes

1984 – Álvaro Bautista, motociclista espanhol.

Mortes:

2019 — Gugu Liberato, apresentador brasileiro (n. 1959).

Acontecimentos históricos:

Mundo Tentacular: Nos Velhos Tempos: O Fonógrafo - A incrível máquina de falar
Fonógrafo

1877 — Thomas Edison anuncia sua invenção do fonógrafo, uma máquina que pode gravar e tocar som.

A Revolta da Chibata
A Revolta da Chibata

1910 — Marinheiros a bordo dos navios de guerra do Brasil, incluindo o Minas Geraes, São Paulo e Bahia, se rebelam violentamente no que é hoje conhecido como a Revolta da Chibata.

1986 — Decretado o Plano Cruzado II.

Fonte: Wikipedia

Petrolina tem mais 70 casos positivos e 53 curados da covid-19

0
Bandeira de Petrolina-PE

Petrolina fechou esta sexta-feira (20) com 53 pessoas curadas clinicamente da covid-19 e registrou 76 casos novos da doença. Com isso, o número de recuperados do novo coronavírus subiu para 6.330, enquanto o total de moradores que testaram positivo para a doença desde o início da pandemia aumentou para 8.826. Petrolina tem 121 óbitos pela covid-19.

Dos 569 testes rápidos realizados pela Secretara Municipal de Saúde nesta sexta, 70 deram positivos. O boletim epidemiológico ainda registra 6 casos confirmados por exames laboratoriais.

São 40 pessoas do sexo masculino, com idades entre 08 e 61 anos, e 36 do sexo feminino, entre 19 e 74 anos. As informações referentes à raça/cor/etnia dos casos registrados nesta sexta estão aqui:

A Secretaria de Saúde aguarda resultados de exames laboratoriais de dois pacientes que faleceram em hospitais privados de Petrolina e foram notificados como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Faleceram uma pessoa do sexo feminino, de 83 anos, e uma do sexo masculino, de 86. Ambos tinham histórico de comorbidades. A paciente de menor idade faleceu nesta quinta (19), enquanto o outro paciente veio a óbito nesta sexta (20).

Ocupação de leitos

A taxa de ocupação geral dos leitos de UTI da rede pública reduziu de 45,16% na quinta-feira para 41,93% nesta sexta. Dos 31 leitos disponíveis, 13 estão ocupados, sendo 06 pacientes de Petrolina e 07 de outras cidades da região. Os dados completos AQUI

Ascom Prefeitura de Petrolina

Roberto Carlos fala sobre cancelamento de especial de fim de ano na Globo

0

O artista disse que partiu dele a decisão de cancelar especial de fim de ano na Globo

Roberto Carlos fala sobre cancelamento de especial de fim de ano na Globo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A assessoria de imprensa do cantor Roberto Carlos, 79, afirmou nesta quinta-feira (19) que a sugestão de não fazer a gravação do especial de fim de ano da Globo foi uma escolha do próprio artista. Em nota, o músico disse que foi atendido pela emissora.

“Sugeri a TV Globo a não fazer meu especial este ano, pelo grande número de profissionais envolvidos e presentes nas gravações. Foi sugerido a exibição do show gravado em Jerusalém, que considerei uma boa solução. Minha parceria de mais de quatro décadas com a Globo, continua em perfeita harmonia”, afirmou.

Em 46 anos, esta será a segunda vez que o rei não terá um especial na emissora. A primeira foi em 1999, em razão da morte de sua mulher, Maria Rita. Entretanto, apesar de não haver um novo show, a Globo decidiu reeditar a apresentação do cantor gravada em Jerusalém em 2011, com direção de Jayme Monjardim.

Capturado em 3D, o que não pode ser visto por muitos espectadores pela TV, o espetáculo ganhou até uma exibição em salas de cinema no ano passado, quando o rei comemorou 60 anos de carreira, para ser apreciado com tal tecnologia.

Neste ano, em meio a pandemia do novo coronavírus, Roberto Carlos fez duas lives, uma no seu aniversário, 19 de abril, e outra no Dia das Mães. A direção da Globo avaliou que não poderia chamar de especial mais um show transmitido dos estúdios do ídolo, única opção que ele teria para este momento em que o mundo vive uma crise sanitária.

O tradicional cruzeiro do cantor, Emoções em Alto Mar, também precisou ser adiado para 2022. O evento que aconteceria entre 6 e 10 de fevereiro do ano que vem, não ocorrerá no verão do ano seguinte. Como não é possível saber como a situação estará até fevereiro, a decisão de adiar agora foi a mais prudente para evitar cancelamentos mais perto do embarque no cruzeiro. Porém, o projeto Emoções na Praia do Forte (BA), apresentação similar à que ocorre no cruzeiro, segue marcado para o segundo semestre de 2021.(POR FOLHAPRESS)

Juazeiro registra mais 10 casos da COVID-19

0

Com mais 10 casos confirmados para COVID-19 em 92 notificações registradas no boletim epidemiológico desta sexta-feira (20), Juazeiro chega a 5.649 pessoas infectadas pelo novo coronavírus desde o início da pandemia e a 19.769 testes realizados, dos quais 13.994 tiveram resultados negativos e, portanto, foram desconsiderados. A Secretaria Municipal da Saúde informa ainda que da testagem realizada neste dia, a taxa de positivos foi de aproximadamente 11%.

Nessa atualização o município mantém 4.048 curas clínicas e 120 óbitos. Os casos em isolamento domiciliar, com tratamento sem gravidade, subiram para 1.457 pessoas. Entre os 10 novos pacientes testados positivos para COVID-19, 08 são do sexo feminino, 02 do sexo masculino e idades entre 12 e 80 anos.

Desse grupo, um é profissional de saúde e todos estão em isolamento domiciliar. Os resultados foram obtidos através de 08 testes rápidos anticorpo e 02 testes rápidos antígeno. Do geral de infectados desde o início da pandemia do novo coronavírus, 3.070 são do sexo feminino, 2.591 do sexo masculino, sendo 326 são profissionais de saúde.

As internações reguladas apenas pela rede municipal tiveram nas últimas 24 horas uma queda de 29% apresentando neste Boletim 17 pacientes, sendo 07 em leitos de UTI e 10 em leitos intermediários. O Hospital de Campanha de Juazeiro permanece com situação inalterada, registrando os mesmos 03 pacientes e taxa de ocupação de 10%. Destaque positivo para as Salas Vermelhas da UPA que voltaram a zerar e não registram nenhum paciente internado. Já os leitos intermediários da Unidade de Pronto-Atendimento agora recebem 03 pacientes e taxa de ocupação de 25% das internações. Os demais internados do município encontram-se no Hospital Regional, na Unimed, no Memorial e no HGU.

Confira o quadro geral das internações dos pacientes de Juazeiro e dos leitos ocupados na Rede PEBA:

Pico de contágio do novo coronavírus ocorre nos cinco dias após início de sintomas, diz estudo

0

Segundo os pesquisadores, os dados desses estudos indicam que os pacientes de Covid-19 têm a maior quantidade de vírus no nariz e na garganta

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Pessoas infectadas pelo novo coronavírus Sars-CoV-2 que desenvolvem a Covid-19 transmitem mais o vírus nos primeiros cinco dias após o início dos sintomas.

Depois de nove dias de doença, nenhum vírus ativo – que pode iniciar uma infecção – foi encontrado em amostras, embora o material genético do patógeno possa ser detectado nessas pessoas semanas e até meses após o começo da infecção.

Os resultados são de um artigo publicado nesta quinta-feira (19) na revista científica The Lancet Microbe por pesquisadores de instituições do Reino Unido.

Os cientistas revisaram dados de 98 estudos publicados entre 2003 e junho de 2020 com informações sobre a dinâmica da carga viral em pacientes de três coronavírus: o Sars-CoV-2 (79 artigos), causador da Covid-19, o Sars-Cov (8), que causa a Sars (síndrome respiratória aguda), e o Mers-Cov (11), que causa a Mers (síndrome respiratória do Oriente Médio).

Segundo os pesquisadores, os dados desses estudos indicam que os pacientes de Covid-19 têm a maior quantidade de vírus no nariz e na garganta (áreas consideradas pelos cientistas como as principais fontes de transmissão) logo quando os sintomas aparecem, e a situação permanece assim por cerca de cinco dias.

No caso dos outros coronavírus pesquisados, o pico da quantidade de vírus nessa região do corpo aparece geralmente na segunda semana da doença.

Essa seria, portanto, uma das causas para o novo coronavírus circular entre as pessoas com maior facilidade do que os coronavírus anteriores, uma vez que o paciente com Covid-19 precisa fazer o isolamento de uma maneira muito mais rápida para evitar a transmissão da doença, afirmam os autores.

Muge Cevik, pesquisador da Universidade de St. Andrews (Escócia) e autor principal do artigo, disse em comunicado à imprensa que os resultados sugerem ainda que a repetição do teste PCR (que detecta o material genético do vírus) talvez não seja necessária para liberar o paciente do isolamento.

O teste pode permanecer positivo por um período mais longo, e como detecta partes inativas do vírus, não indica necessariamente que o paciente esteja contagioso.

“Em pacientes sem sintomas severos, o período infeccioso pode ser de dez dias após o início das manifestações”, afirmou Cevik. As orientações sobre a duração do isolamento variam de 10 a 15 dias, dependendo da instituição. Pacientes que ficam em estado mais grave são mantidos em confinamento por período mais longo geralmente.

“Entender a transmissão da doença nos dá as dicas de como realizar melhor as medidas de prevenção”, afirma a infectologista Maura Salaroli de Oliveira, do Hospital Sírio-Libanês. “Esses resultados mostram que as pessoas não devem banalizar os sinais da Covid-19, que é o que temos visto.”

“Tão logo sintomas como dor, febre, perda de olfato ou paladar se iniciem, deve-se começar a fazer o isolamento domiciliar, sem frequentar lugares públicos, até que o teste possa ser feito. Não é adequado esperar o resultado do teste para só então tomar a medida”, diz Oliveira.

Segundo a médica, as pessoas devem estar atentas também ao surgimento de manifestações atípicas da Covid, como náusea e diarreia.

No artigo, os pesquisadores afirmam que não há dados suficientes para determinar o período potencial de transmissão dos chamados pacientes assintomáticos, um contingente grande de pessoas que foram infectadas pelo Sars-Cov-2, mas não desenvolveram nenhum dos sintomas da Covid-19.

Dessa forma, cuidados como distanciamento social, uso de máscara e higiene das mãos são essenciais para evitar o contágio, de acordo com a infectologista. “Percebo pessoas na rua que fazem distanciamento e usam máscara, mas ao encontrarem um conhecido abraçam e beijam, quando na verdade qualquer pessoa, mesmo nossos amigos, pode estar infectada”, afirma Oliveira. “Todos estamos cansados dessas medidas, mas por enquanto deve ser assim”, diz.

Funcultura inicia orçamento dos projetos aprovados em Pernambuco. Confira os resultados

0

Com dois meses de atraso, sai o resultado do Funcultura | LeiaJá

O Governo de Pernambuco, por meio da Secult/Fundarpe, divulga a lista de projetos contemplados com recursos dos 12º e 13º Editais do Funcultura Audiovisual. No total, o volume de recursos que irá circular na cadeia produtiva do setor supera R$ 18,5 milhões. O valor – que já seria considerado relevante em situações normais – vem num momento importante para a classe artística, impedida de trabalhar por conta da pandemia.

Os dois editais receberam inscrições de 588 projetos, dos quais 145 foram selecionados e todo o valor investido nos dois certames sairão do orçamento do Governo Estadual.

O processo seletivo contou com três fases: análise documental, julgamento do mérito cultural e defesa oral. Os projetos foram julgados por grupos de especialistas com notório saber, indicados pelo Conselho Consultivo do Audiovisual de Pernambuco.

EXIGÊNCIAS

O Funcultura já iniciou a análise orçamentária dos projetos aprovados e a entrega das exigências para atualização das documentações. A elaboração e assinatura dos Termos de Compromisso dos projetos selecionados estão previstas para começarem no mês de dezembro.

Dentre os principais filmes produzidos no Estado com os recursos do Funcultura Audiovisual, destacam-se: “Amor, Plástico e Barulho”, Renata Pinheiro; “Big Jato”, Cláudio Assis; “O Som ao Redor”, “Aquarius” e “Bacurau”; Kléber Mendonça Filho; “Tatuagem”, Hilton Lacerda; “Boi Neon”, Gabriel Mascaro; “Sangue Azul”, Lírio Ferreira; “Açúcar”, Renata Pinheiro e Sérgio Oliveira; “A História da Eternidade” e “King Kong en Asunción”, Camilo Cavalcante; “Joaquim”, Marcelo Gomes; e “Uma passagem para Mário”, Eric Laurence.

Confira os resultados

Confira aqui o resultado final do 12º Edital Funcultura Audiovisual.
Confira aqui os documentos relacionados ao 12º Edital Funcultura Audiovisual.

Confira aqui o resultado final do 13º Edital Funcultura Audiovisual.
Confira aqui os documentos relacionados ao 13º Edital Funcultura Audiovisual.

Datafolha em São Paulo: Covas tem 58% dos votos válidos; Boulos, 42%

0

81% dizem que já estão totalmente decididos quanto ao candidato para o próximo dia 29.

Datafolha em São Paulo: Covas tem 58% dos votos válidos; Boulos, 42%

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (19) para o segundo turno das eleições municipais em São Paulo mostra o atual prefeito Bruno Covas (PSDB) na liderança, com 58% dos votos válidos. Guilherme Boulos (PSOL), tem 42%.

Os votos válidos excluem brancos e nulos. Na contagem total, Covas tem 48% frente a 35% de Boulos. Outros 13% dizem que irão anular ou votar em branco e 4% ainda não sabem em quem votar.

No primeiro turno, Covas recebeu 32,85% dos votos; Boulos, 20,24%.

Foram entrevistados 1.254 eleitores entre terça (17) e quarta (18). A margem de erro é de três pontos para mais ou para menos. O levantamento foi encomendado pelo jornal Folha de S.Paulo e pela TV Globo e registrada no TRE sob o número SP-03437.

O instituto também mensurou qual é a preferência entre os eleitores dos principais candidatos derrotados no primeiro turno.

– Márcio França (PSB): Covas 38% X 38% Boulos (19% brancos e nulos; 5% não sabem)

– Celso Russomanno (Republicanos): Covas 56% X 27% Boulos (13% brancos e nulos; 4% não sabem)

– Jilmar Tatto (PT): Covas 18% X 72% Boulos (5% brancos e nulos; 5% não sabem)

– Arthur do Val (Patriota): Covas 47% X 15% Boulos (29% brancos e nulos; 8% não sabem)

– Em branco/nulo: Covas 15% X 14% Boulos (64% brancos e nulos; 7% não sabem)

– Não foram votar: Covas 46% X 29% Boulos (22% brancos e nulos; 3% não sabem)

Os eleitores paulistanos também estão bastante decididos: 81% dizem que já estão totalmente decididos quanto ao candidato para o próximo dia 29. Outros 18% disseram que ainda podem mudar.

Com informação: CNN Brasil

Começa hoje nas cidades que terão 2º turno o horário eleitoral gratuito

0

Haverá transmissão para os 57 municípios com mais de 200 mil eleitores onde não houve definição do prefeito no último domingo (15)

Horário eleitoral gratuito começa hoje nas cidades que terão 2º turno

Começa nesta sexta-feira (20) e vai até o próximo dia 27 o horário eleitoral gratuito do segundo turno das eleições municipais nas emissoras de rádio e TV. Haverá transmissão para os 57 municípios com mais de 200 mil eleitores onde não houve definição do prefeito no últimodomingo(15).

Desta vez, os dois blocos fixos para a propaganda eleitoral, de 10 minutos cada, serão divididos igualmente entre os candidatos ao cargo de prefeito. No rádio, a propaganda será das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10. NaTV, o horário eleitoral será das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40.

Emissoras de rádio e de TV e os canais por assinatura tambémterão que reservar 25 minutos, desegundaadomingo, para serem usados em inserções de 30 e 60 segundos, considerando os seguintes blocos de audiência: entre as 5h e as 11h; entre as 11h e as 18h; e entre as 18h e as 24h.

Por causa da pandemia de covid-19, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) adotou inúmeras normas relativas à campanha eleitoral. Uma delas foi a de reduzir o tempo da propaganda gratuita em rádio e TV. O segundo turno das eleições municipais 2020 será no dia29 de novembro.

Com informações da Agência Brasil

“A cada 17 segundos uma pessoa morre por Covid-19 na Europa”. Informação foi dada pelo diretor da OMS para a Europa.

0

 

Hans Kluge, diretor regional da OMS

Durante a coletiva de imprensa, para revelar dos números da Covid-19 na Europa, Hans Klugediretor regional da OMS, afirmou que “as vacinas não vão matar o vírus”, embora representem “uma grande esperança na luta contra a Covid-19″.

“A Europa soma 28% dos casos de Covid à escala mundial e 26% dos mortos. Uma pessoa morre a cada 17 segundos pelo novo coronavírus na Europa”, afirmou, referindo que, apesar destes dados preocupantes, “os confinamentos devem acontecer só em último recurso”, uma vez que estes têm levado a outros problemas como o consumo excessivo de álcool e implicações na saúde mental.

“Se conseguirmos que 95% da população use máscara, os confinamentos podem ser evitados”, disse.

Hans Kluge afirmou ainda que a vacina “não é a fórmula milagrosa” contra a Covid-19 e que embora representem uma grande esperança na luta contra a pandemia, esta não irão “acabar definitivamente” com o vírus. Recorde-se que também o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, já havia alertado para esta situação, referindo que uma vacina “por si só não será suficiente” para derrotar a pandemia de Covid-19.

Por fim, lembrou ainda Hans Kluge que a quadra festiva que se aproxima será “diferente” daquilo a que estamos habituados e pediu a todos que sejam conscientes sobretudo para proteger aqueles que lhes são mais próximos, especificamente a população mais idosa.

Prefeito é eleito com um voto de diferença em Quinta do Sol, no Paraná

0
Câmara de Quinta do Sol abre inscrições para concurso público
Quinta do Sol – Paraná

Prefeito é eleito com um voto de diferença em Quinta do Sol, no Paraná

O resultado das eleições 2020 na cidade de Quinta do Sol, no Paraná, indica uma corrida que pode ser chamada de muito acirrada. Dois candidatos a prefeito disputaram, centímetro a centímetro, os 326 quilômetros quadrados do território quinta-solense, e uma diferença de apenas um voto consagrou o vencedor. Com 1.703 votos, Leonardo Romero (PSD) foi eleito prefeito da cidade. Jilvan Ribeiro (Cidadania), o segundo colocado, teve 1.702 votos.

“Gratidão pura”, comemorou Romero pelas redes sociais. Ele, que assumirá o Executivo Municipal pela primeira vez, é primo do atual prefeito, João Claudio Romero, que está no segundo mandato. “Obrigado Deus, obrigado família”, escreveu Leonardo Romero no Facebook. “1.703 votos determinaram o futuro TODOS!”.

Já Jilvan Ribeiro, que recebeu 1.702 votos, diz que conhece “muita gente” que não foi votar e que poderia ter mudado o resultado. Mas afirma também que é “melhor não citar, porque senão a pessoa pode ficar com dor na consciência”.

Mesmo tendo ficado em segundo lugar, Ribeiro rejeita a alcunha de perdedor. “Perdemos por um voto, porém nos consideramos vencedores, porque enfrentamos a máquina publica, enfrentamos um poder econômico”, afirmou. “Nosso adversário era um dos mais ricos da cidade, então foi na cara e na coragem.”

A reportagem não conseguiu contato com Leonardo Romero para comentar. Segundo dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as receitas de campanha de Romero somaram mais de R$ 90 mil. As de Jilvan Ribeiro ficaram no patamar dos R$ 25 mil.

Ribeiro falou com a reportagem da casa dos pais, onde mora – o barulho ao fundo era das galinhas no local. Nascido e crescido em Quinta do Sol, ele já havia se lançado nas urnas em duas ocasiões anteriores, em 2012 e 2016, quando concorreu ao cargo de vereador. “Em 2012 tirei 51 votos e em 2016 tirei 68.”

Ribeiro questiona uma visão política que, segundo ele, marca presença nas cidades pequenas, e à qual ele afirma buscar se contrapor. “Numa cidade pequena, que não tem emprego, geralmente as pessoas atribuem sua votação ao assistencialismo”, diz. “Sendo que o dinheiro é público; eles (gestores) não estão fazendo mais do que a obrigação.”

Mesmo em meio a críticas, Jilvan Ribeiro não tem dúvidas quanto ao mérito do adversário. Na direção contrária de líderes mundiais como Donald Trump, o quinta-solense conclui: “Romero foi eleito, então a gente tem que respeitar o resultado das urnas.”

Informações do ´noticiasaominuto.com.br `