Início Site Página 58

Termina nesta segunda(15) prazo para retorno de pequenas empresas ao Simples

0

 

Resultado de imagem para Termina nesta segunda(15) prazo para retorno de pequenas empresas ao Simples

O prazo para que as micro e pequenas empresas (MPE) excluídas do Simples Nacional solicitem retorno ao sistema termina na próxima segunda-feira (15). A orientação consta da Resolução nº 146, do Comitê Gestor do Simples Nacional, da Receita Federal.

O Simples Nacional é regime tributário diferenciado, que reúne, em um único documento de arrecadação, os principais tributos federais, estaduais, municipais e previdenciários devidos às MPEs.

Conforme detalha a resolução, a possibilidade de retorno se aplica a negócios de pequeno porte que tenham sido retirados do sistema em 1º de janeiro de 2018. A outra condição é de que tenham aderido ao Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte optantes pelo Simples Nacional (Pert-SN). É necessário ainda que a MPE não apresente nenhuma das restrições previstas na Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006.

De acordo com a lei, não podem aderir ao Simples Nacional, por exemplo, empreendimentos que trabalhem com importação ou fabricação de automóveis e motocicletas. Atacadistas de cigarros, armas de fogo, pólvoras e explosivos também entram na categoria daqueles que não estão habilitados à inscrição.

Foi publicada em 03 de julho de 2019 a Resolução do Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN) nº 146, de 26 de junho de 2019, que regulamentou a possibilidade de as empresas excluídas do Simples Nacional em 1º de janeiro de 2018 poderem realizar nova opção por esse regime. A nova opção foi autorizada de forma extraordinária pela Lei Complementar nº 168, publicada em 12 de junho de 2019.(Agência Brasil)

Pernambuco registra queda histórica nos assassinatos de mulheres em 15 anos

0

 

Resultado de imagem para Pernambuco registra queda histórica nos assassinatos de mulheres em 15 anos

Pernambuco registrou o menor índice de assassinatos de vítimas do sexo feminino em 15 anos. O dado foi divulgado nesta sexta-feira (12), pela Secretaria de Defesa Social (SDS). No primeiro semestre de 2019, o estado contabilizou 102 casos de mulheres vítimas de homicídio, uma queda de 19,7% em relação aos casos registrados, no mesmo período, no ano passado. Desse total, 27 foram feminicídios.

O secretário da SDS, Antônio de Pádua, comenta os números. “O Estado tem desenvolvido uma política bastante comprometida com a segurança das mulheres. Em 2017, o governador assinou o decreto de feminicídio, obrigada as delegacias a registrarem os crimes. A redução nesse primeiro semestre de 2019 é histórica, o menor número já registrado desde o início do Pacto pela Vida, disse.

Segundo a SDS, o número é 22,9% menor que os 35 casos do mesmo tipo contabilizados entre janeiro e junho de 2018. Embora, o estudo apresente uma baixa no índice desses crimes, o número ainda assusta.

Número de homicídios tem queda

Nos últimos seis meses, também foi apresentada uma redução no número total de homicídios no estado. No primeiro semestre foram contabilizados 1.757 assassinatos, enquanto que no mesmo período em 2018, houve 2.284 crimes do mesmo tipo.

Especial #UmaPorUma

A violência contra a mulher é constante e frequentemente acaba em tragédia. Existe uma história para contar por trás de cada feminicídio, em Pernambuco. O especial Uma por uma contou todas. Em 2018, o projeto mapeou onde as mataram, as motivações do crime, acompanharam a investigação e cobraram a punição dos culpados. Um banco de dados virtual, com os perfis de vítimas e agressores, além dos trágicos relatos que extrapolam a fotografia da cena do crime.

Veja os pontos já aprovados que suavizam a reforma da Previdência

0

Resultado de imagem para a nova previdencia

A Câmara dos Deputados discute nesta sexta-feira (12) as demais mudanças no texto-base da reforma da Previdência. Destaques são medidas que alteram pontos específicos do projeto original aprovado no plenário.

Foram analisados 11 destaques na noite de quinta-feira (11). Quatro alterações foram feitas em três medidas. Entre elas, as exigências de aposentadorias para homens e mulheres do setor privado e para policiais. Foram abrandadas ainda regras para pensão por morte. O impacto fiscal das mudanças ainda não foi calculado.

O alívio no tempo de contribuição para aposentadoria de homens não estava sequer no radar, mas foi negociado na noite de quinta, em um ponto em que o governo teve que ceder para garantir o andamento da reforma no plenário.

Destaques já aprovados

Aposentadoria de mulheres

Mulheres do setor privado podem receber 100% do benefício após 35 anos de contribuição. Na proposta original, elas teriam que cumprir 15 anos do período mínimo e receberiam valor total da aposentadoria após 40 anos. O destaque foi aprovado por 344 a 132 votos.

Pensão por morte

Incluído no mesmo destaque que mudou aposentadoria de mulheres, foi votada uma alteração na pensão por morte. O benefício não poderá ser menor do que o salário mínimo se ele for a única renda do dependente —sem considerar a renda de demais membros da família.

Aposentadoria de homens

O tempo mínimo de contribuição de homens do setor privado foi reduzido para 15 anos. Na proposta inicial da reforma, o governo queria elevar o período para 20 anos.

O destaque foi aprovado por 445 votos a 15.

Policiais

Por 467 votos a 15, foram aprovadas regras mais brandas de aposentadoria para profissionais de segurança pública que já estão na ativa. Os agentes do setor terão idade mínima de 53 anos (homem) e 52 anos (mulher). (Via: Folhapress)

Mega-Sena: Ninguém acerta e prêmio acumula em R$ 16 milhões

0

Rafaela Felicciano/Metrópoles

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.169 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (13) em São Paulo. O prêmio acumulou.

Veja as dezenas sorteadas: 07 – 34 – 45 – 51 – 54 – 59.

A quina teve 18 acertadores; cada um receberá R$ 77.574,63. Já a quadra teve 2.145 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 929,96.

Ministério Público quer reabrir investigação contra procurador Deltan

0

Integrantes do Conselho Nacional do Ministério Público querem reapresentar logo na primeira sessão do colegiado, dia 13 de agosto, pedido de abertura de investigação contra o procurador Deltan Dallagnol, alvo de questionamentos desde o vazamento de mensagens da Lava Jato.

Uma apuração foi arquivada pelo corregedor do órgão em junho.

Os entusiastas da investigação dizem ter número para reabrir o caso. (Folha – Painel)

Whindersson Nunes fala sobre sua depressão: ‘Me senti enclausurado

0

Choro, crise de pânico e medo de o avião cair: como o youtuber mais popular do Brasil enfrentou a doença

Você é a pessoa que tem o maior número de seguidores do Brasil, com 36 milhões de inscritos em seu canal no YouTube, e é considerado o humorista mais engraçado da geração digital. Como é fazer milhões cair na gargalhada enquanto enfrentava a depressão? Nunca vi uma ligação entre a doença e ser engraçado. Na verdade, sempre fui feliz. Mas muitas coisas aconteceram na minha vida, como eu ser novo e ter muita responsabilidade. Também há um choque de cultura. Sou do interior do Piauí, a minha vivência era outra. As pessoas que me ro­dea­vam eram outras. Hoje é tudo diferente.

Você sofreu alguma crise de pânico? Chegaram a publicar que foi preciso chamar uma ambulância do serviço de saúde pública para me salvar, mas não é verdade. Eu tive, sim, uma crise dentro de casa. Estava sozinho e me vi agoniado, não sabia o que era.

Foi quando você escreveu no Twitter: “Eu vivo rodeado de abutres, urubus, cada um querendo a sua fatia do bolo”, no dia 12 de abril? Sim. Na verdade, aquele foi meu estopim. Eu não sabia o que estava acontecendo. Fiquei refletindo a tarde toda, quando vi era noite e eu estava olhando para as paredes. Não sou essa pessoa que fica assim. Sempre estou fazendo esporte, vendo um filme. Mas me percebi enclausurado e saquei: “Tenho um problema”.

E o que você fez? Fui à terapia para identificar que era algo psicológico, para entender o sentimento que me deixava preocupado. Faço terapia três vezes por semana desde então.

A presença permanente nas redes sociais potencializou a depressão? Pra dizer a verdade, sou zero viciado em celular, fico de boa em casa. Não tenho raiva dos haters nem me preocupo com eles. Meu trabalho é fazer com que a maioria goste de mim.

Embora você diga que não é viciado em smartphone, precisa estar conectado, postando quase o tempo todo. Essa pressão constante não pode ter alimentado a depressão? Talvez sim, mas o ponto é que trabalho demais. Não me sinto especial por ser um cara que nasceu pobre e me tornei o que me tornei, mas, sim, especial por fazer o meu humor. Por outro lado, eu era um cara que não tinha nada, daí passei a poder comprar tudo e não ter como usar, aproveitar. Por exemplo, sempre gostei de instrumentos musicais. Comprei uma guitarra, mas não havia tempo livre para tocar. Combinava de receber um amigo, mas, quando ele chegava, já era hora de dar uma entrevista, e então não podia dispensar a devida atenção a ele. Quero continuar fazendo shows? Sim, mas preciso organizar meu tempo. Eu saía do Acre, viajava para Santa Catarina e depois voltava a Manaus. Nada de parar em casa. Quero ter uma agenda organizada. Fazia mais de vinte shows por mês, agora quero respeitar o meu limite.

Além da terapia, o que você tem feito? Ficado em casa, brincado com meus cachorros, tocado guitarra, piano, violão. Também tomo remédio prescrito pela médica.

Teve algum medo? Sempre me perguntava: “Será que fiquei famoso para morrer como os artistas que partem aos 20 e tantos anos?”. Entrei na bad, achando que tudo poderia resultar em um fim trágico. Cada vez mais eu ficava com medo de que acontecesse uma tragédia, de o avião cair, de não concluir as coisas, meus planos.

Por que expôs sua doença?  Muita gente me relatou ter ficado feliz após escutar uma piada minha, que eu levo alegria em momentos tristes. Então achei justo dividir quando era a minha vez de pedir ajuda. Recebi muita oração e carinho, foi gratificante.

O senhor mudou a forma de fazer piada? Sim, em vários pontos. Nos vídeos do meu canal, era normal aquele negócio de chamar um cara de ‘viadinho’. Hoje, não falo mais. Também lembro de falar ‘gordinho’ para se referir a um rapaz. Todo mundo caminha para ser uma pessoa melhor, se libertar. Esse é o meu caso. Eu era evangélico, então não tinha música que não fosse evangélica em meu celular, as chamadas mundanas. Hoje, escuto toda música sem isso ter problema com a minha fé. Sou cristão.

Onde o senhor investe o seu dinheiro? Cara, sou o rico mais pobre que tem (risos). Eu dou muito dinheiro. A galera acha que eu tenho um prédio na Avenida Paulista (Nunes investe em imóveis, em fazenda, em cavalos…).

Ao decidir sair de cena por três meses para tratar a depressão, o senhor disse “não” para dinheiro. Como foi essa decisão? Não era uma decisão, eu tinha de cuidar de mim. A maioria dos anunciantes interrompeu as campanhas em andamento, não podia esperar o dia em que eu fosse ficar bem. Mas teve empresa que topou ficar comigo. Não ligo para dinheiro, tanto que não faço eventos corporativos. Além de ser outra galera como público, tem aquele negócio de falar que ama a empresa que eu nem conheço. Se tenho uma relação com o dono da empresa, aí é outra pegada. Também não faço nada associado a política.

Valeu a pena tirar esses meses sabáticos? Eu não tenho problema em falar da questão de saúde, sou resolvido sobre isso. Há pessoas que têm depressão e não sabem. Não podemos ligar para comentários que condenam aquele que sorri, pois seria a prova de que não teria depressão. Tem gente que queria ver a gente morrendo para falar: “Verdade, o cara tem depressão”. Por outro lado, não é porque o cara sorriu ou saiu de casa que precisa interromper a terapia. É preciso encarar o problema como algo real. O corpo manifesta o que o cérebro está sentindo, sente febre, dor. Eu tive até um problema no “furico” (um abscesso na nádega). As pessoas precisam entender que é fundamental pedir ajuda. Quem tem dor de dente vai fazer canal, quem sofre do coração coloca um marca-passo, se for preciso. Temos de tratar as doenças da cabeça da mesma forma: elas também são urgentes.

Qual é o seu maior sonho? Ter um cachorro do meu tamanho. É sério.

Sua agenda para o segundo semestre está cheia? Tem muita coisa legal. Vou estrear o YouTube Premium no Brasil com uma série de oito episódios gravados em minha turnê mundial. No Netflix, vai estrear um show gravado no Ceará para 22 000 pessoas. Também tem a estreia da segunda temporada de Os Roni, no Multishow, e do filme Os Parças 2.(VEJA)

Gonzaga Patriota justifica voto contra reforma

0

Deputado Gonzaga Patriota (PSB) explica voto contra a reforma

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) comentou seu voto contrário à reforma da previdência na Câmara Federal. Ele disse que apesar de ser favorável a uma reforma da Previdência Social, defende alterações na proposta apresentada pelo atual governo. O parlamentar explica que é preciso algumas mudanças na proposta, como a diferenciação de tratamento entre trabalhadores rurais e urbanos e entre homens e mulheres.

“Entendo que o Brasil precisa de uma Reforma da Previdência, mas essa apresentada pelo governo aperta demais os direitos sociais e penaliza os mais carentes. Exigir, por exemplo, que trabalhador rural contribua por pelo menos 20 anos é desumano. As regras estão muito duras e vão atingir em cheio milhões de brasileiros que dependem diretamente desse benefício para sua sobrevivência. Por isso, volto a dizer que o que defendo é uma Reforma da Previdência que seja justa e que não prejudique os mais carentes”, disse.

A Câmara aprovou na última quarta-feira (10), em primeiro turno, o texto principal da reforma da Previdência. O placar foi de 379 votos a favor e 131 contra. Eram necessários pelo menos 308 votos (3/5 dos deputados) para aprovar o texto. O projeto ainda poderá ser modificado porque os deputados votarão os destaques, que são pedidos feitos por deputados para votar separadamente uma emenda ou parte do texto. Eles precisam ter, também, 308 votos para conseguir mudar o projeto.

A reforma da Previdência muda regras para conseguir a aposentadoria, estabelecendo uma idade mínima de aposentadoria de 62 anos para mulheres, com 15 anos de contribuição, e de 65 para homens, com 20 anos de contribuição. Também alterou a forma de cálculo do valor da aposentadoria, na prática, reduzindo os benefícios. O texto ainda afeta servidores, professores, policiais, pensões por morte, aposentadorias por invalidez e do deficiente e até o abono do PIS/Pasep.(Folhape)

Em Petrolina, Vereadores de oposição mantêm atividades durante recesso

0

A Câmara Municipal de Petrolina está em recesso desde o dia 18 de junho, mas os vereadores da Bancada de Oposição continuam atendendo à população normalmente nos seus gabinetes e também mantêm uma agenda propositiva de visitas às comunidades locais.

Mesmo sem a realização das sessões ordinárias, o trabalho não para e os vereadores Cristina Costa,  Elismar Gonçalves, Gabriel Menezes, Gilmar Santos e o líder da Bancada Paulo Valgueiro têm aproveitado o período para intensificar a fiscalização das obras e serviços públicos e cumprir agendamento de visitas às comunidades que solicitam suas presenças.

O vereador Domingos de Cristália teve o mandato cassado. Os gabinetes funcionam normalmente e as equipes dos vereadores estão preparadas para atender aos munícipes, registrar solicitações, reclamações ou mesmo algum chamado de emergência.

Os vereadores da Bancada de Oposição estão usando o período de recesso para estreitar os laços com a população, visitar obras em andamento e paradas no município, além de ir às comunidades onde populares reclamam de problemas administrativos, como falta de médicos, medicamentos, obras paradas, abandonadas, falta de professores, merenda escolar, problemas no transporte urbano, avenidas esburacadas entre outros, inclusive para ouvir pessoalmente as demandas populares.

Nesse período, os vereadores da Bancada de Oposição também estão atendendo aos convites da imprensa local para informações do mandato legislativo. As sessões ordinárias serão retomadas no dia 06 de agosto, primeira terça o mês.(Ascom)

Em nota, OAB de Juazeiro-BA se manifesta contra a desativação da Defensoria Pública da União em Petrolina e Juazeiro

0

Resultado de imagem para OAB

Em nota encaminhada a imprensa regional, o presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) Subseção de Juazeiro (BA) se posicionando contra a desativação das unidades da Defensoria Pública da União de Juazeiro e Petrolina. Confira:

A OAB Subseção Juazeiro vem a público manifestar a sua posição contrária à medida que pretende fechar unidades da Defensoria Pública da União (DPU) na Bahia e Pernambuco, incluindo a unidade regional Petrolina/Juazeiro, sediada no município de Petrolina/PE.

A desativação da unidade da DPU regional fragiliza profundamente o direito das pessoas de baixa renda no âmbito da Justiça Federal. A maior parte das demandas da população diz respeito ao direito previdenciário e ao direito à saúde (medicamentos, leitos em UTI, tratamentos).

A omissão na prestação de serviço público pela DPU, decorrente da desativação, atinge demasiadamente a sociedade sanfranciscana, principalmente a população hipossuficiente, que sofrerá decorrências negativas com a supressão da promoção e da defesa dos seus direitos mais elementares, significando uma verdadeira negativa de prestação jurisdicional do Estado, encargo que lhe foi atribuída pela Carta Magna.

A OAB Subseção Juazeiro adotará todas as providências, inclusive, encaminhando medidas judiciais e conclamando a população civil a reagir contra tais medidas.

Thiago Franco Cordeiro

Presidente da OAB Subseção Juazeiro

Câmara mantém nova fórmula de cálculo de aposentadorias

0

Plenário derrubou destaques que pretendiam reverter a questão

Resultado de imagem para Câmara mantém nova fórmula de cálculo de aposentadorias

 

O plenário da Câmara dos Deputados rejeitou dois destaques do PT que pretendiam reverter a mudança na fórmula de cálculo das aposentadorias da reforma da Previdência. Com a decisão, está mantida a fórmula aprovada no texto-base, que considera o valor de 60% da média de todos os salários para quem se aposenta com o tempo mínimo de contribuição, com a elevação de dois pontos percentuais a cada ano adicional de contribuição.

O primeiro destaque, que pretendia manter a fórmula atual, que despreza os 20% das menores contribuições, foi rejeitado por 346 votos a 131. O segundo, que manteria a aposentadoria integral em todos os casos, foi rejeitado por 340 votos a 129.

No momento, o plenário analisa uma emenda para alterar a redação da emenda aprovada ontem (11) que suavizou as regras de pensões por morte. Eles querem especificar que a renda citada no cálculo das pensões vem de fonte formal (com salário de carteira assinada ou com benefícios do governo).

O texto-base tinha um trecho que permitiria ao pensionista receber menos de um salário mínimo se alguém na família tivesse outra fonte de renda. Agora, a renda que contará para o cálculo da pensão será apenas do viúvo ou da viúva. Caso o pensionista tenha um salário formal, receberá apenas 60% do salário médio do cônjuge falecido, mas, se perder a renda e cair na informalidade, a pensão automaticamente subirá para um salário mínimo.

Essa é a última emenda que falta para encerrar a votação da reforma da Previdência em primeiro turno, cuja discussão começou na terça-feira (9). Em seguida, a comissão especial da reforma reúne-se para votar o texto em segundo turno.

O presidente da comissão especial, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), convocou sessão para as 20h30. Ele informou que pretende concluir ainda hoje a votação do novo texto, após a aprovação de emendas e de destaques no plenário. Segundo Ramos, a sessão deve durar três horas.

Hospital Unimed em Petrolina já está em pleno funcionamento

0

O mais novo investimento da Unimed Vale do São Francisco já está em pleno funcionamento, trata-se do Hospital Unimed em Petrolina que trouxe para a região o que há de mais moderno seja no atendimento hospitalar, seja na infraestrutura. O novo Hospital reúne além de serviços diferenciados, profissionais especializados primando pela qualidade no atendimento; conta também com uma localização privilegiada. A nova estrutura tem capacidade para acompanhar o ritmo de crescimento da região dos próximos 10 anos.

O Hospital Unimed Petrolina dispõe dos serviços de urgência e emergência com cardiologista e cirurgião de plantão 24h, além de atendimentos em urgência com ortopedistas, sobreaviso em neurologia, moderno centro cirúrgico com cinco salas, Centro de Diagnósticos Unimed com serviço de hemodinâmica, ressonância magnética, tomografia, ultrassonografia, raio X, unidade de tratamento intensivo (UTI) adulto com 10 leitos e mais 84 leitos de internamento.

“Contamos com um moderno centro cirúrgico que é sem dúvida o melhor da região. Todas as salas com equipamentos modernos, dentre eles um microscópio de última geração para neurocirurgia”, afirmou o Diretor adjunto do HUP, Fernando França.

O Hospital Unimed Petrolina fica localizado na Avenida da Integração, bairro Colônia Imperial.(Ascom)

Câmara reduz idade mínima de aposentadoria para professores

0

Homens se aposentarão aos 55 anos; mulheres, aos 52 anos

Resultado de imagem para Câmara mantém nova fórmula de cálculo de aposentadorias

Por 465 votos a 25, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou há pouco a redução da idade de aposentadoria para os professores. De autoria do PDT, o destaque diminui a idade mínima para 55 anos (homens) e 52 anos (mulheres).

A redução vale apenas para professores federais, de instituições privadas e de municípios sem regime próprio de Previdência. Para aposentar-se com idade mínima menor, o professor deverá cumprir a regra de transição que exige o pedágio de 100% do tempo restante para se aposentar.

Presidente da OAB-PE enaltece a trajetória de Carlos Neves na sua posse no TCE

0
O presidente da OAB-PE, Bruno Baptista, enalteceu a trajetória do ex-conselheiro federal Carlos Neves na advocacia e na OAB na cerimônia de posse para ocupar a vaga no Tribunal de Contas do Estado (TCE) aberta com o falecimento do conselheiro João Campos, corrido no último dia 22 de junho. A nomeação pelo governador Paulo Câmara foi oficializada no mesmo dia em que Carlos Neves teve seu nome aprovado pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), na quinta-feira (11). Nesta sexta-feira (12), o novo conselheiro de contas foi empossado em uma cerimônia no gabinete do presidente do TCE, Marcos Loreto.

“A trajetória ética, exitosa e comprometida com os melhores valores da advocacia, além do conhecimento técnico, credenciam Carlos Neves para o cargo. O governador acertou na escolha e nós, da OAB, nos sentimos representados. É um nome que honra a advocacia pernambucana e dará, tenho certeza, uma grande contribuição para esta instituição tão relevante para o Estado que é o TCE. Ganha a advocacia pernambucana, a administração pública e o Tribunal de Contas do Estado”, disse Bruno Baptista.

Nesta sexta-feira, Carlos Neves esteve na OAB para se despedir dos colegas e formalizar sua baixa na inscrição como advogado. Ele foi recebido pelo presidente Bruno Baptista e a diretoria da OAB-PE, além dos diretores da Caape e ESA. Foi um momento marcado pela emoção. Bruno Baptista ressaltou as qualidades de Carlos Neves e sua dedicação nos cargos que ocupou na OAB e o novo conselheiro do TCE se emocionou ao falar da despedida e da Ordem. “A OAB está no meu DNA, sempre levarei os valores da advocacia comigo”, disse ele.

Logo em seguida, o presidente e a diretoria da OAB-PE acompanharam a posse do novo conselheiro do TCE no gabinete da presidência do tribunal, uma cerimônia rápida que contou com a presença de conselheiros, auditores e procuradores do Tribunal de Contas.

SABATINA E NOMEAÇÃO – O presidente da OAB-PE e a diretoria acompanharam a sabatina, na manhã desta quinta-feira, na Alepe, ao lado de diretores, conselheiros e membros de comissões da Ordem pernambucana. Tanto na Comissão de Constituição e Justiça quanto no plenário o nome do novo conselheiro do TCE foi aprovado por unanimidade. À tarde, o governador Paulo Câmara oficializou a escolha.

Carlos Neves tem 44 anos e mais de duas décadas de advocacia. No sistema OAB, foi membro do conselho consultivo da Escola Nacional da Advocacia e diretor-geral da Escola Superior da Advocacia em Pernambuco (ESA-PE). Foi eleito conselheiro federal da OAB-PE para o triênio 2019-2021.

Em nota Vereadores da oposição se solidarizam com Domingos de Cristalia

0

 

Resultado de imagem para domingosde cristalia

Os vereadores da Bancada de Oposição de Petrolina Cristina Costa, Gilmar Santos, Gabriel Menezes, Elismar Gonçalves e o líder Paulo Valgueiro, agradecem ao colega de parlamento Domingos de Cristália pela relevante contribuição neste mandato legislativo sempre pensando na coletividade e no desenvolvimento de ações em prol da população de Petrolina. Em tempo que parabeniza Domingos pela lealdade, honestidade e o crivo de caráter que o faz um homem forte, pulso e hombridade para continuar sua trajetória política como homem público de honradez.

Estaremos sempre juntos nessa caminhada.

Bancada de Oposição de Petrolina