Vermelhos formaliza comissão de emancipação e comunidade repudia veto presidencial


emancipalistas vermelhos

Neste Sábado, o distrito de vermelhos formaliza a comissão de emancipação aonde foram aclamados a coordenação que norteará os destinos das lutas pela independência. Fernando Angelin foi escolhido presidente do movimento distrital; estiveram presentes a comissão de Rajada e Izacolandia, onde os mesmos apresentaram os critérios das leis para emancipação, caso seja derrubado o veto 47. Os mesmo fizeram menção à atitude atual da presidenta em promulgar mais um veto ao mesmo tema. Os movimentos emancipalistas sertanejos de Pernambuco garantem revidar a falta de compromisso e quebra de acordo da governanta que postula mais um mandato. Para o movimento a força tarefa é a derrota da mesma, pois não se podem garantir mais 04 anos para quem já provou que é contra a nação emancipalista.

Os emancipalistas travam uma campanha que vem tomando conta das mídias sociais na internet e movimentos físicos. A comissão de Izacolandia, por exemplo já disponibiliza neste domingo dia 1º de Setembro um carro de som para sensibilizar a comunidade contra a presidenta. Vale ressaltar que é uma atitude própria e popular das comunidades.


“Não vou esperar o Governo Federal para ajudar os prefeitos”, garante Paulo


aluísio moreira3 (2)
Socialista volta a criticar política perversa de distribuição de recursos pela União

A concentração de recursos por parte do Governo Federal voltou a ser alvo das críticas do candidato da Frente Popular ao Governo de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB). Segundo ele, a União praticou uma política perversa nos últimos anos, retirando verbas dos Estados e municípios. “Os municípios foram os principais atingidos, muitos quase faliram. Como governador, eu vou trabalhar em parceria para ajudar os prefeitos a desenvolver suas localidades. Não vou esperar pelo Governo Federal”, garantiu o socialista, na noite desse domingo (31), em Maraial, depois de participar de uma caminhada – antes, ele esteve em Jaqueira.

Paulo previu que a candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, vencerá a disputa, e que ela tem o compromisso assumido por Eduardo Campos de rever o Pacto Federativo. Porém, ele explicou que, mesmo assim, terá como governador participaçãoefetiva na defesa dos municípios. “Mostramos que o Estado pode ser estratégico nessa questão, como fizemos com o FEM, que salvou muitas prefeituras da falência e vai virar o política de Estado em nosso Governo”, exemplificou.

Câmara foi recebido, junto com seu companheiro de chapa, Fernando Bezerra Coelho (PSB), em Maraial, pela prefeita Marluce Santos (PSD) e pelo ex-prefeito Nia, que organizaram uma animada caminhada, que lotou as ruas da cidade. Em discurso, ao final do ato, o candidato se comprometeu a realizar um antigo sonho do município: pavimentar a estrada que leva ao Distrito de Sertãozinho.

Ações de saúde para os homens têm balanço positivo em Petrolina


homens - 1

Durante sábado (30) e domingo (31) a Secretaria Municipal de Saúde de Petrolina preparou uma programação especial voltada para os homens em três comunidades do município. O público masculino  do José e Maria, Henrique Leite e Jardim São Paulo compareceram às unidades para verificar suas condições de saúde.

“Realizamos mais de 200 atendimentos nestes três bairros um número bastante positivo, mas ainda vemos que em algumas localidades a resistência em procurar o médico ainda é presente. Mas, nossas equipes continuam sensibilizando e conscientizando a população sobre a importância de cuidar da saúde”, afirma a diretora de Atenção Básica Juliana Modesto.

homens - 2

Cuidadoso com sua saúde, o aposentado Manoel Pereira Neto, 64 anos, chegou cedo a AME José e Maria para verificar a pressão arterial e passar pela consulta médica. “Eu sempre fui preocupado em cuidar de minha saúde. Sempre venho à unidade e, hoje, vou passar pelo médico para avaliação de minha pele,”, conta Manoel.

Outro bom exemplo é Adalberto de Souza, 52 anos, morador do bairro Jardim São Paulo, que às 9h já tinha realizado todos os procedimentos desejados. “Aproveitei o domingo para atualizar meu cartão de vacina e tomei as vacinas contra tétano e gripe. Gostei muito do evento, pois foi planejado no dia em que a maioria não trabalha. Sou muito vigilante com minha saúde”, disse.

“É muito gratificante vermos os nossos usuários procurando os diversos serviços que o município oferece. Nossa equipe de segunda a sexta-feira está sempre nas unidades para atender toda população para promover saúde, orientar sobre os procedimentos corretos e tirar dúvidas”, declara a gestora da pasta Lucia Giesta.

Nestes dias os homens puderam realizar testes rápidos para sífilis, HIV e hepatites, consultas médicas, odontológicas, com psicólogo e nutricionista, bem como aferir a pressão, medir a taxa de glicemia, alargar seu conhecimento através de palestra sobre assuntos pertinentes como Câncer de Próstata, DST’s, Hipertensão, Hanseníase entre outros.


Carreata atrai mais de 200 veículos e uma verdadeira multidão para saldar os deputados Adalberto Cavalcanti e Odacy Amorim em Afrânio


imagem

A primeira carreata da vitória de Adalberto Cavalcanti, candidato a deputado federal pelo PTB e Odacy Amorim, que disputa à reeleição para a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) pelo PT, promovida neste domingo, dia 31 de agosto, atraiu mais de 200 veículos, segundo os organizadores, em Afrânio, no Sertão do São Francisco. Nas motos, carros, caminhões e bicicletas, a animação do povo era visível, transmitindo a mesma agitação e a certeza de que o povo está com quem trabalha pela maioria. imagem1Na população o clima também era o mesmo. Os afranienses saíram nas calçadas, praças, avenida e ruas de Afrânio, para receber, aplaudir e saldar com V de vitória Adalberto e Odacy, confirmando que eles são deputados do povo do Sertão. “Nós temos certeza que os dois serão eleitos”, disse Maria do Socorro Araújo que estava animada na calçada de sua residência saldando a passagem da carreata dos deputados-candidatos.

A grande carreata integrou a programação da agenda de campanha de Adalberto e Odacy durante a visita que fizeram também à tradicional Festa do Tamarindo que contou com o apoio da Prefeitura de Afrânio e é realizada há 10 anos no distrito de Caboclo, distante cerca de 10 Km da sede do município. Caboclo é um lugar histórico, dotado de grandes atrações turísticas para quem aprecia a rica tradição sertaneja.

“Para mim este é um momento de grande emoção. Fui prefeito duas vezes desta cidade. Hoje Lúcia, minha esposa, comanda a administração que tem resgatado a autoestima da população, Por isso acredito nesta receptividade tão positiva durante esta grande carreata. Vamos em frente e levar o nosso projeto para que o povo confirme que está com quem trabalha de fato pela população”, comentou o deputado estadual e candidato a federal, Adalberto Cavalcanti.


VILMAR CAPPELLARO CONQUISTA MAIS ELEITORES NO PROJETO N3.


vilmar no projeto

O candidato a deputado estadual Vilmar Cappellaro cumpriu mais um dia na sua extensa agenda de campanha. No último domingo(31)  Vilmar marcou presença no Projeto N3 zona rural de Petrolina. Cappellaro percorreu as principais ruas do bairro e esteve acompanhado do líder comunitário, José Arnaldo Bezerra, presidente da associação de produtores do N3. O candidato que é fruticultor e vive da agricultura conversou com os moradores e discutiu melhorias para o perímetro irrigado. Na vila conheceu o seu José Erivan Pereira Bezerra que é agricultor, o mesmo contou da felicidade que foi conhecer Vilmar,” fico feliz que o senhor esteja aqui mais eu, sempre ouvi falar nesse homem da agricultura e sempre quis conhece-lo ” disse emocionado o morador . Após a passeada reuniu-se com representantes de alguns grupos na casa  do seu Gilberto de Brito, trabalhador rural.

 O presidente da associação disse ainda que o estado precisa votar em representantes que notem  a causa da agricultura não só a parte técnica mas pela questão da saúde e moradia  também, “acredito no projeto de Vilmar Cappellaro, um homem que representa a agricultura, representa o desenvolvimento do vale do São Francisco. Nós não temos indústrias para empregar as pessoas, a nossa grande empresa chama- se agricultura e por essa nos temos que zelar. Precisamos colocar representantes que entendam o que passamos e nos represente na assembleia legislativa, acredito no projeto dele pois atende todas as reivindicações do trabalhador rural ”, afirmou Bezerra.

Cappellaro em discurso afirmou que a sociedade precisa  e que tudo que nos trabalhamos e contribuímos com impostos precisa ser revertido para a mesma, “ temos que ter uma preocupação com a sociedade, precisamos ter de volta aquilo que pagamos como impostos. O país está mudando, as pessoas estão cansadas da velha política. Não entrei na política para viver dela entrei para me doar um pouco, o que agente precisa é de união que possamos ter nossos direitos conquistados e os homens públicos tem o papel de fiscalizar e fazer com que tudo isso aconteça”, assegurou Cappellaro.


Hospital Dom Malan/IMIP realiza segundo mutirão de cirurgias pediátricas em 2014 e beneficia 76 crianças


Mutirão Cirúrgias PediátricasNeste último final de se semana (30 e 31 de agosto), o Hospital Dom Malan/IMIP, em Petrolina (PE), realizou mais um Mutirão de Cirurgias Eletivas Pediátricas de fimose e hérnia.  Ao todo, foram beneficiadas 76 crianças.

Cirurgias eletivas são procedimentos que não são emergenciais e podem ser agendadas. O objetivo da ação é otimizar o atendimento e serviços aos pacientes da unidade que estão na fila de espera.

Para o superintendente do HDM. Marcelo Marques, a importância da realização do mutirão é de “essencialmente otimizar e resolver a demanda regional para essas cirurgias em curto espaço de tempo e com qualidade. A Secretaria de saúde de Pernambuco em conjunto com o IMIP viabilizaram os recursos humanos e materiais necessários para essa importante ação.”

A agricultora da cidade de Santa Maria da Boa Vista (PE), Alenice Maria da Silva Santos, ressalta os benefícios que a cirurgia vai proporcionar ao seu filho de 11 anos. “Ele operou de fimose, gostei bastante por que foi muito rápido e vai melhorar muito a qualidade de vida dele”, disse.

A dona de casa, Gleiciana Silva de Souza, que mora em Petrolina, também comemora a realização do procedimento cirúrgico para retirada de hérnia em seu filho. “Para mim, (a cirurgia) foi ótima, pois já estava há algum tempo na espera, me ligaram, viemos pra cá e foi tranquilo” pontuou.

Prefeitura assume alunos Casa da Criança


casa da criança - 3Seguindo orientação do prefeito Julio Lossio, a coordenadora do Programa Nova Semente, Mônica Couto esteve na sede da Casa da Criança para se inteirar do perfil dos alunos da instituição. A visita tem o objetivo de levantar dados, como idade, serie, e bairro onde mora, para melhor distribuí-los na rede de educação municipal.

casa da criança - 4

De acordo com Mônica Couto, após o reconhecimento do histórico escolar e de moradia das crianças assistidas pela instituição uma reunião será agendada com os pais dos alunos. Oportunidade que os mesmos serão informados para onde seus filhos serão remanejados. “Queremos tranquilizar as mães e dizer que o Prefeito Julio Lossio nos solicitou urgência para resolução desse caso e que nenhuma das 300 crianças ficão sem um local adequado para estudar, seja numa unidade Nova Semente ou Cemei”, concluiu.


Dilma está reunida com Santana e cúpula de campanha


dilma-rousseff1

Assim como fez no debate da semana passada, a presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff está reunida em um hotel em São Paulo com o marqueteiro João Santana e com a cúpula da campanha, organizando a estratégia para o debate de hoje promovido pelo SBT, Folha de São Paulo, UOL e Jovem Pan.

Além de Santana, estão presentes no encontro o presidente nacional do PT, Rui Falcão, o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, o ex-ministro Franklin Martins, responsável pela campanha de Dilma na internet, o deputado e tesoureiro da campanha Edinho Silva. Diferente do debate anterior, o confronto de hoje é o primeiro após a pesquisa Datafolha mostrar o empate entre a petista e a candidata Marina Silva (PSB), ambas com 34% das intenções de votos.

Além disso, o levantamento, divulgado na última sexta-feira, mostrou vitória de Marina no segundo turno, com 10 pontos porcentuais de vantagem em relação a petista. Dilma chegou na capital na noite de ontem. Ela deve deixar o hotel por volta das 16h30, quando seguirá para os estúdios do SBT de helicóptero.

Não há previsão de um encontro com o ex-presidente Luiz Inácio lula da Silva. De acordo com a assessoria de Lula, ele passará o dia em agendas internas no instituto e vai gravar alguns programas eleitorais. Na semana passada, antes do debate da TV bandeirantes, Dilma passou o dia em um outro hotel na capital. Na ocasião, além da reunião com a cúpula de campanha, recebeu os cuidados de seu cabeleireiro pessoal Celso Kamura.(Blog de Magno Martins)

Encerram hoje inscrições para o concurso 1º Outubro Arte


Cartaz Outubro Arte ApamiPara quem deseja participar da primeira edição do concurso artístico ‘Outubro Arte’ a Associação Petrolinense de Amparo à Maternidade e à Infância (APAMI) lembra que encerra hoje, 01 de setembro, o período para as inscrições na Galeria de Artes Ana das Carrancas, das 8h às 20h. O evento faz parte da programação do Outubro Rosa realizado pela entidade filantrópica em parceria com o SESC Petrolina, TV Grande Rio e apoio de outras empresas e instituições.

Os trabalhos deverão utilizar como referência, imprescindivelmente, a imagem da mama obtida através do exame de mamografia. As premiações para o 1º, 2º e 3º colocado serão respectivamente um tablet, celular e celular. Outros detalhes do concurso estão no regulamento que pode ser visualizado na Galeria de Artes Ana das Carrancas e nas funpages oficiais ‘Outubro Rosa – Apami Petrolina’ (https://www.facebook.com/outubrorosaapami) e Apami Petrolina (https://www.facebook.com/pages/Apami-Petrolina)

Confira o Calendário do 1º Outubro Arte

18/08 a 01/09 – Inscrições para concurso 1º Outubro Arte – Galeria Ana das Carrancas – Sesc Petrolina – das 08h as 20h.

29/09 a 03/10 – Período de entrega dos trabalhos inscritos no 1º Outubro Arte na Galeria de Artes Ana das Carrancas para avaliação dos jurados.

10 a 18/10 – Exposição das obras do 1º Outubro Arte no Sesc Petrolina.

18/10 – Divulgação do resultado e entrega de prêmios do 1º Outubro Arte às 17h no Ginásio do Sesc Petrolina.

Petrolina entra em contagem regressiva para a I Feira do Livro do Vale do São Francisco que acontece durante o aniversário da cidade


feira do livro - 100Durante os dias 18 e 21 de setembro, a I Feira do Livro do Vale do São Francisco movimentará a cidade de Petrolina com uma variada estrutura e diversas atividades, segundo a organização do evento, que tem como foco a construção de personagens entre os autores brasileiros. Realizada pela Secretaria de Educação de Prefeitura e pela Cia. de Eventos, a iniciativa agregará ambientes diferenciados e uma programação variada para crianças e adultos que poderão conferir exposição e venda de livros e acompanhar lançamentos e autógrafos de obras. “Nesta 1ª Feira do Livro do Vale do São Francisco, que acontece de 18 a 21 de setembro, a ideia foi focar um pouco na relação entre o escritor e a criatura. Vamos abordar o que muitos escritores criam quando criam um personagem, e este é um dos focos desta semente que estamos plantando nesta primeira edição do evento em Petrolina”, destaca o seu curador Schneider Carppeggiani.

O evento acontecerá no Pavilhão de Feiras do Centro de Convenções Nilo Coelho, sempre das 15h às 21h, com apoio da Petrobrás, Sesi e Sebrae-PE, que organiza com os realizadores um espaço para painéis de debates sobre literatura e produção editorial para os interessados em se aprofundar neste segmento cultural. Inclusive, na programação haverá palestras e mesas redondas e lançamento de projetos de novos realizadores pernambucanos e em especial da região, selecionados pelo escritor Bruno Liberal, vencedor do Prêmio Pernambuco de Literatura com o livro de contos “Olho morto amarelo” pela CEPE. “Contaremos com a presença de alguns dos principais escritores brasileiros em atividade”, ressalta o jornalista.

Para seleção dos trabalhos a serem apresentados na I Feira do Livro do Vale do São Francisco podem se inscrever todos os escritores que tenham interesse em lançar ou relançar seu livro ao público. Para isto, basta entrar no site do evento (http://www.feiradolivropetrolina.com.br/), esse cadastrar na aba inscrição de obras, preenchendo o formulário com nome, endereço, email, telefone, título da obra e resumo. Serão selecionadas 24 obras e os escolhidos terão direito a uma hora na plataforma de lançamentos.

SERVIÇO:

1º. Feira do Livro do Vale do São Francisco

Quando: Quinta-feira a domingo, dias18 a 21 de setembro

Onde: Centro de Convenções Senador Nilo Coelho, Petrolina

Endereço: Avenida Presidente Tancredo Neves, s/n, Centro, Petrolina – PE

Horário: 15h às 21h

Informações: http://www.feiradolivropetrolina.com.br/

Considerações sobre a seca


Osvaldo Coelho
Osvaldo Coelho

 *Artigo de Osvaldo Coelho

A seca tem assolado o semiárido de forma incalculável. Em 2007 a seca se instalou no sertão.  Antes o período chuvoso era favorável, foi  desequilibrado. Ocorreu escassez das chuvas, a morte do capim em muitas fazendas totalmente, dai para cá, novas estiagens num sei fim. Os rebanhos ficaram fragilizados. Parece que o governo não sabe disso. Impõe-se um freio de arrumação. Uma revisão dos contratos de financiamentos. Todos querem pagar a dívida. Não tem compreensão para o Banco do Nordeste insistir em juros do passado de 8.7%.

O chamado grande empresário com a sequencia das secas  transformou-se em empresas arrasadas, o BNB não pode excluí-los. Deve atribuir-lhes juros adequados de até 3%. Querer 8.7% é truculência. Excluí-los do processo  de desenvolvimento. Eles tem ânimo de empreender. É hora de corrigir o que foi feito errado. É hora de sensatez, hora de equidade. Todo plantio feito de 2007 até hoje foi devorado pela seca.

O governo deve ter mil olhos para enxergar a bonança do Centro Sul, da soja, do milho, do café, do algodão. Mil olhos também para ver a fragilidade imposta pela natureza dos campos agrícolas do semiárido. Se não ocorrer esta visão multiplicada, a união fracassará, a democracia não florescerá. Não haverá  espaço para igualdade de oportunidade.

Osvaldo Coelho foi Deputado por 11 mandatos (DEM Pernambuco) 83 anos. 

Juazeiro é contemplado com microônibus para videomonitoramento móvel do Programa ‘Crack, É Possível Vencer’


guarda civil - 2 guarda civil jua - 1O secretário da saúde, Cássio Garcia acompanhado do gestor de Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), Marcos Antônio Carvalho e o Superintendente Administrativo da Secretaria de Administração (SEAD), Fábio de Assis, integrantes da Comissão de Recepção e Vistoria do ônibus de Videomonitoramento do Programa ‘Crack, É Possível Vencer’ foram convidados pelo Governo Federal para avaliação do transporte na Fábrica de customização Comil, na cidade de Mogi das Cruzes, São Paulo, na última quarta-feira, 27 de agosto.

O objetivo da visita foi vistoriar o veículo entregue pelo Governo Federal e com previsão de chegada a cidade de Juazeiro, agora em setembro. O microônibus possui seis câmaras e deverá ser integrado ao sistema de videomonitoramento implantado pela Prefeitura de Juazeiro, que atua com 20 câmaras fixas em locais supervisionados pelas forças de segurança do município: Guarda Municipal, Policias Militar, Civil, Federal, dentre outros, para garantir mais tranquilidade para população.

Até o final do ano e dentro do mesmo projeto, o município receberá – dentro do eixo segurança – para serem utilizadas em locais de maior incidência de criminalidade, violência, uso de crack e outras drogas, mais 20 câmaras de videomonitoramento.

O Programa foi criado pelo Governo Federal desde 2012 para prevenção e promoção de ações de atenção integral ao usuário de crack, outras drogas, beneficiando cidades com população acima de 200 mil habitantes.

Segundo o secretário da saúde, Cássio Garcia, com a junção do videomonitoramento fixo e móvel os trabalhos da Guarda Municipal em parceria com as forças de segurança serão fortalecidos. “A intenção é melhorar e facilitar o trabalho de reintegração social, reabilitação, prevenção, reduzir a criminalidade, combater o uso de crack e outras drogas em Juazeiro, além de promover mais qualidade de vida aos juazeirenses”, explicou.

O trabalho do Programa Crack, é Possível Vencer é articulado pelos profissionais das Secretarias da Saúde, Educação, Social, Segurança, além de receber apoios diversos de órgãos da Justiça, lideranças comunitárias e religiosas, dentre outras instituições necessárias para o enfrentamento ao tráfico de drogas e ao crime organizado.

Em Petrolina, oficina de produção de cinema com o uso de novas tecnologias


cinema 2

Gratuito, curso começa nesta segunda-feira (1) e segue até o próximo dia 5, em dois endereços de Petrolina

Será concluído nesta semana, em Petrolina, no Sertão do Estado, o projeto Mídias Moveis, responsável por realizar oficinas gratuitas de produção de cinema tendo como ponto de partida a captação audiovisual feita por equipamentos não usuais para o gênero como celulares e câmeras digitais. O programa, viabilizado via Funcultura, já passou pelas cidades do Recife, Carpina, Gravatá e Bezerros, contemplando cerca de 250 alunos.

Em Petrolina, o curso vai desta segunda-feira (1) até a próxima sexta (5), e atenderá 40 inscritos. Pela manhã, as aulas acontecem na Escola Jacob Ferreira (das 8h às 12h), e a tarde (das 14h ás 18h), a oficina será ministrada na Secretaria de Educação do Município. Na emenda do curso, conteúdos teóricos e práticos, permitindo aos participantes a produção de filmes com recursos próprios após o término das aulas.

“A ideia é capacitar os alunos para a produção de obras em novos formatos, promovendo uma reflexão sobre o audiovisual contemporâneo, pois o primordial é ter originalidade e boas ideias, não apenas qualidade técnica“, afirma Marlom Meirelles, idealizador do projeto. Ainda segundo ele, diversos festivais que comportam novos formatos foram criados no Brasil e no mundo, a partir da identificação dessa recente demanda audiovisual.

O mote principal é mostrar que é possível transformar ideias em produtos audiovisuais sem a utilização de equipamentos profissionais, desmistificando o processo de realização e incentivando a produção de vídeos independentes em Pernambuco. As metas do projeto estão intimamente ligadas à preservação da memória e à valorização da cultura do estado. A realização dessas oficinas incentiva a produção independente de vídeos, possuindo também uma interface com a decisão da gestão estadual na área de educação de distribuir tablets na rede pública de ensino.

cinema - 1
Ainda de acordo com educador, compreender o funcionamento de equipamentos transmídia é fundamental para estimular a criatividade dos estudantes e evitar situações de constrangimento, como é o caso do bullying eletrônico. Por essa razão, a psicóloga Cristina Lopes, do Centro Rizoma, localizado em Casa Forte, na Zona Norte do Recife, participa das oficinas por meio de uma palestra virtual. Na palestra, discute o conceito de cyberbullying e apresenta formas de evitar a ocorrência do mesmo.

Sobre Marlom Meirelles

Marlom Meirelles é pernambucano, formado pela segunda turma de Cinema do Norte/Nordeste. Em 2010, dirigiu A Emparedada da Rua Nova, micro-metragem vencedor do Festival Cel.U.Cine. O filme foi exibido na mostra Short Film Corner durante o Festival de Cinema de Cannes (França).

Sobre o Projeto Mídias Móveis

 É financiado pelo Funcultura Audiovisual, tem o apoio da Fundarpe e é uma realização da Eixo Audiovisual – empresa que desenvolve trabalhos em diversas linguagens, sobretudo cinema, literatura, artes plásticas e cultura popular.

Coluna da segunda(01.09): curtas, grossas e fininhas


  • banner de vinicius - eleiçoes Setembro negro. O mês que vai definir os rumos da eleição tanto para Governador em Pernambuco quanto para Presidente do país vai ter cenários ainda muito discutíveis, tanto de um lado como do outro. Muita ficha vai ser jogada e até o final do mês muita gente pode ter infarto. Portanto se preparem para uma grande guerra e tenham em casa ou no trabalho a malinha de “Primeiros Socorros” e o número do telefone  do SAMU.
  • A força de Eduardo. Devido a sua lamentável morte o ex governador conseguiu comover muita gente em Pernambuco e no Brasil. Bom para Paulo Câmara e melhor ainda para Marina. A performance de ambos é consequência de toda a carga de imagens, declarações e slogans nascidos com a morte de Eduardo.
  • O PT parece que acordou. Até em Petrolina, aonde o partido ainda estava tímido, resolveu ir as ruas e entrar na luta pela reeleição de Dilma. Tem que sacudir a poeira mesmo, eleição se ganha no corpo a corpo e não no faz de conta: faz de conta que já ganhou, faz de conta que Lula vai ajudar Dilma e por aí vai.
  • A hora da cobrança. Os candidatos parlamentares da coligação Pernambuco Vai Mais Longe, vão fazer duras cobranças aos candidatos Armando e João Paulo pela falta de apoio financeiro que todos estão tendo na eleição. Segundo alguns candidatos a Deputado Estadual e Federal até agora não pingou nada da torneira da coligação e isso dificulta a mobilidade da maioria. Se não tiver o dindin o discurso fica xoxo e a vitória não chega.
  • Cuidado com as câmeras. Privilégio de poucos na antiguidade, agora é motivo de elucidar crimes e bandidagens cometidos por muitos. As câmaras de Tv estão espalhadas por todos os lugares, não só as oficiais mas as amadoras nas mãos de todos que filmam tudo sem você nem saber.  Graças a isso tem muita gente indo pra cadeia!
  • Será que os marqueteiros já sabiam? Eduardo Campos, com o  seu  trágico desaparecimento,  não apenas comoveu o país pelas circunstâncias em que ocorreu, mas provocou uma reviravolta no cenário político nacional. Sua substituição por Marina Silva, na chapa presidencial do PSB, mudou profundamente o quadro político. Já desbancou  o senador Aécio Neves do segundo lugar e caminha fortemente para disputar o segundo turno com Dilma Rousseff, com perspectiva de ganhar a eleição.

 

  • A emoção que Lula ainda não passou.  O ex Presidente Lula  já fez várias gravações para o horário político de João Paulo (PT) e Armando do PTB, mas em nenhum deles transmite emoção. Sua fala, além de econômica, é excessivamente burocrática. Petistas gostariam de ver o ex-presidente na TV, ao lado do candidato ao Governo e ao Senado, falando sobre sua trajetória política e pedindo encarecidamente aos pernambucanos que elejam os seus indicados. Até agora, o ex-prefeito do Recife João Paulo é o único petista no país que está em 1º para o Senado. Coisas da política.
  • O drama dos oportunistas. Quem esteve com Marina antes de sua ascensão e depois mudou de lado deve está muito arrependido. E o pior que estava com Marina e foi para os braços de Aécio aí é que a coisa fica preta. Se arrependimento matasse hein? Tinha muita gente no cemitério. Coisas da política.

 

  • Mandato – Marina Silva incluiu em seu programa de governo a proposta de tornar o Banco Central uma instituição independente. Seu presidente e diretores teriam mandato de quatro anos e não poderiam ser demitidos pelo presidente da República. Em 1997, ao ser questionado sobre este assunto, no Recife, o então governador Miguel Arraes respondeu: “E esse povo vai prestar contas a quem?”(Da coluna de Inaldo Sampaio).
  • Em Petrolina quem não parou  para refletir as pesquisas para Governador e Presidente foram  os candidatos Odacy Amorim (Estadual)  e Adalberto Cavalcanti (Federal). Fazem eleição ininterrupta por todos os cantos do sertão. Nunca dois candidatos tomaram tanto espaço físico e eleitoral numa eleição. Talvez pela falta de compromissos que outros políticos não assumiram, as pessoas começam a creditar à dupla esta faceta importante.
  • Guilherme voltou. Com os ânimos animados o candidato do PSDB em Petrolina Guilherme Coelho ganhou as ruas e os municípios do sertão para apresentar as suas propostas de campanha. Com muitas visitas, muitas caminhadas, o vice-prefeito candidato a deputado federal melhorou muito a sua performance para a eleição. A única nota ruim para ele foi a queda assustadora de Aécio Neves onde ele jogava todas as suas fichas. Como ainda restam 33 dias para a eleição muita coisa pode acontecer, inclusive nada.

Revista “ISTOÉ”: A nova roupa da velha politica


No discurso, Marina Silva se apresenta como novidade, mas para chegar ao poder a candidata do PSB recorre a antigas práticas

marina sem partido

Josie Jeronimo (josie@istoe.com.br)

O currículo da candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, 56 anos, enumera passagens por pelo menos três partidos, mandatos parlamentares nas esferas municipal, estadual e federal e o comando de uma pasta ministerial num governo do PT. Desde os 30 anos, Marina vive e respira política, nos moldes ditados pelo sistema partidário. Apesar disso, Marina diz encarnar a “nova política”. É enfática em seus discursos ao frisar que não compactua com o vale-tudo eleitoral e o modelo de alianças adotado por PT e PSDB nos últimos 20 anos. A utopia da candidata, ao pregar uma nova era política, rendeu a seus apoiadores o cativante apelido de “sonháticos”. A oratória envolvente de Marina embala milhões de brasileiros desencantados com “tudo o que esta aí”. Com o verniz da “nova forma de fazer política”, ela mascara as antigas e surradas práticas tão presentes em sua candidatura e biografia.

abre.jpg
CAIXA2?
Entrevistada pelo “Jornal Naciona”, Marina Silva não conseguiu
explicar o empréstimo do jato utilizado por Eduardo Campos durante a
campanha – a Polícia Federal investiga a origem do dinheiro usado para comprar o avião

Desde o início da campanha, Marina tem condenado as alianças forjadas única e exclusivamente, segundo ela, para alcançar o poder. No entanto, foi por pura conveniência política, nada menos do que isso, que ela aderiu ao PSB quando precisou escolher entre manter a coerência do discurso ou ficar alijada das eleições de 2014. Em setembro de 2013, antes de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sepultar as esperanças de Marina em lançar candidatura presidencial pela Rede Sustentabilidade, ela produziu um duro artigo contra o PT, comparando a legenda que a criou politicamente a um camaleão que se mimetiza para sobreviver. “Adaptou-se ao que antes combatia”, escreveu. Marina é rígida com as adaptações dos adversários, mas muito sucinta ao explicar seus ajustes.

A composição, por exemplo, com o deputado Beto Albuquerque (PSB-RS), seu vice, exigiu esclarecimentos. Marina é a candidata que diz não receber doações da indústria armamentista, barra projetos do agronegócio no Congresso e não aceita intervenção da ciência no ciclo natural da vida, posições opostas às de seu vice. Nas últimas eleições, o deputado federal Beto Albuquerque recebeu doação de R$ 30 mil da Associação Nacional da Indústria de Armas e Munições (Aniam), que tem como filiadas a Companhia Brasileira de Cartuchos (CBC) e a Taurus.

Recentemente, Marina reiterou ao PSB sua posição sobre a questão: “Estabelecemos que não iríamos receber nenhum tipo de doação da indústria do tabaco e da indústria bélica. Esses compromissos nós continuamos com eles. É uma mensagem de que defendemos uma cultura de paz. Queremos trabalhar com a ideia de promoção da saúde”, afirmou. Nada disse sobre a arrecadação feita por seu vice.

IEpag40a42Marina-3.jpg

Em entrevista ao “Valor”, o candidato a vice se justificou: “É claro que ela sabe. Ela não veio para o PSB para ser PSB, assim como não nos coligamos com a Rede para sermos Rede. Nós somos de partidos diferentes” afirmou Albuquerque. O que para os adversários inspiraria um estrondoso rótulo de aproximação por interesse, na nova política de Marina Silva ganhou tratamento diferenciado. “Nós somos diferentes e a nova política sabe trabalhar na diversidade”, argumentou em sua entrevista no “Jornal Nacional”, na noite de quarta-feira 28.

Marina defende as ideias de seu vice, mas prega distância de outros políticos tradicionais filiados ao PSB, como o deputado federal Heráclito Fortes (PSB-PI) e Paulo Bornhausen, outro ex-integrante do DEM de Santa Catarina convertido ao socialismo. Marina foge para não encontrar os parlamentares nos palanques estaduais. Embora imersa nas águas das velhas práticas, ela não quer parecer contaminada e provoca a ira de antigos militantes. Em tom de provocação, Severino Araújo – presidente do PSB do Paraná, tesoureiro da executiva do partido e ex-secretário de Miguel Arraes – conta que confeccionou 28 milhões de santinhos com a dobradinha de Marina Silva e o tucano Beto Richa, candidato à reeleição no Estado. Ele desafia a candidata à Presidência a vetar o material de campanha e alega que ela sabia dos termos durante o período de convenções. Mesmo assim, permaneceu no partido. “Se ela não quiser foto junto com outros candidatos, tem que fazer outra convenção. Não aceitamos. Essa coisa de nova política não tem a menor lógica. É um sonho, mesmo, como eles dizem.”

IEpag40a42Marina-4.jpg

Quando confrontada, Marina recorre a um desgastado artifício das velhas raposas. A tática do “eu não sabia” entrou em debate quando a candidata foi instada a responder sobre ilegalidades no processo de compra da aeronave utilizada pelo PSB para os deslocamentos da comitiva da campanha presidencial. O comportamento, típico dos políticos descolados em driblar a opinião pública, veio acompanhado do clássico brado por investigações. “Meu compromisso é com a verdade. A verdade não virá pelo partido nem pela imprensa e sim pela Polícia Federal”, afirmou Marina em entrevista ao “Jornal Nacional”. A PF investiga o caso e uma das hipóteses é que a aeronave tenha sido comprada com recursos de caixa 2. Loteamento de cargos é outro tema favorito da candidata para atacar os adversários. Porém, a amizade de Marina com o governador do Acre, Tião Viana (PT) garantiu cargo de secretário a seu marido, o técnico agrícola Fábio Vaz de Lima. Somente após Marina assumir a candidatura presidencial ele se afastou da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Florestal, da Indústria, do Comércio e Serviços Sustentáveis.

Analistas políticos acompanham com cautela a retórica de Marina. Apesar de a prática ser outra, a candidata consegue dizer o que o povo quer ouvir e trabalha bem com o imaginário popular, resume o cientista político e professor da Universidade de Brasília (UnB) Paulo Kramer. “Nova política é um rótulo tão gasto que deu nome a uma coleção de discursos de Getúlio Vargas na década de 1950. É um conceito para consumo externo, cativa as grandes massas desencantadas com os partidos políticos”, afirma o especialista.