Home Sem categoria DigitalPE leva transformação digital para pequenas e médias indústrias do Sertão do...

DigitalPE leva transformação digital para pequenas e médias indústrias do Sertão do São Francisco

86
0

O Sertão do São Francisco receberá investimentos do programa DigitalPE. O objetivo da iniciativa é resolver desafios enfrentados por pequenas e médias indústrias por meio de soluções digitais, adotando um processo de inovação aberta. As inscrições já começaram e seguem até o dia 19 de maio. Serão selecionadas 30 empresas em todo o Estado (também participam negócios instalados na Região Metropolitana do Recife e Agreste) que serão apoiadas na implantação de processos de transformação digital em suas operações, contando com a ajuda de uma rede de especialistas e de outras empresas que já desenvolveram experiências inovadoras bem sucedidas. As inscrições podem ser feitas on-line pelo link oil.portodigital.org/digitalpe.

Para o DigitalPE, a Secretaria de Ciência, Tecnologia & Inovação (Secti) disponibilizará R$ 600 mil via bônus tecnológicos para as empresas. Cada organização selecionada terá até R$ 20 mil em recursos para contratar as soluções digitais que sairão do papel por meio da iniciativa. As inovações contribuirão não apenas para resolver problemas do dia a dia dos negócios, mas ajudar no desenvolvimento de novas frentes de atuação.

O secretário de Ciência, Tecnologia & Inovação, Lucas Ramos, reforça o potencial das indústrias do Sertão do São Francisco. “A premissa do programa é preparar as empresas para o futuro. Gerar competitividade para os negócios e assim criar novas oportunidades para a população. E a escolha pelo Sertão do São Francisco foi estratégica. A vitivinicultura e as cadeias de bebidas e alimentos e de construção civil da região, por exemplo, são segmentos fortes da indústria pernambucana que podem se beneficiar bastante do processo de inovação aberta proposto no DigitalPE“, comenta.

Um grande time sustenta o programa: Porto Digital, Secti, Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe), Sebrae, SENAI, SoftexRecife, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial.

O que é Inovação Aberta?
A Inovação Aberta propõe a colaboração entre empresas, indivíduos e órgãos públicos na criação de novos produtos e serviços. Ao invés de depender de uma equipe interna de pesquisa e desenvolvimento, na inovação aberta a proposição e a construção das soluções são feitas por empresas e especialistas externos – o que garante mais diversidade, reduz o tempo entre desenvolvimento e operação, diminui os custos e gera novos mercados.

A capacitação já começou
Como forma de sensibilização e qualificação inicial, desde o último dia 2 de março, nas terças e quintas-feiras, às 18h, o programa oferece palestras de especialistas falando sobre tendências de futuro e cases de sucesso nos temas de Marketing e Vendas; Supply Chain; Pessoas; Manufatura; Gestão Financeira; e Aquisição de Soluções Digitais. As palestras serão abertas às indústrias interessadas em participar, com acesso gratuito via inscrição pelo site do programa.

O programa na prática
Para ajudar a resolver desafios com qualificação prática, serão executados cinco ciclos, cada um com duração de seis semanas e foco em um tema relevante para a transformação digital das pequenas e médias indústrias de Pernambuco.