Home Sem categoria Juíza morta por ex-marido liberou escolta por pena dele

Juíza morta por ex-marido liberou escolta por pena dele

245
0

A  juíza Viviane Vieira do Amaral Arronenzi, de 45 anos, morta a facadas pelo ex-marido, o engenheiro Paulo José Arronenzi, 52, na véspera de Natal, teria aberto mão de escolta por pena dele. O relato foi feito por uma colega do Tribunal de Justiça do Rio.

“Ficou evidente que ela tentava preservar a figura do ex-marido como pai. Tentou se proteger e, ao mesmo tempo, protegê-lo. Acabou abrindo mão da escolta por pena dele”, declarou ao jornal O Globo, em reserva.

Ainda de acordo com essa magistrada, Viviane fez de tudo para poupar as três filhas do relacionamento conturbado com Paulo José, de quem estava separada desde julho. Após um curto velório no Cemitério da Penitência, no Caju, capital fluminense, hoje, o corpo da juíza foi cremado.