Home Sem categoria Em Petrolina, Prefeitura cria plantão psicológico para cuidar da saúde mental de...

Em Petrolina, Prefeitura cria plantão psicológico para cuidar da saúde mental de negros e LGBTQIA+

210
0

O preconceito enfrentado por negros e pela população LGBTQIA+ afeta, diretamente, a autoestima e a saúde mental desses grupos. Por isso, a Prefeitura de Petrolina está disponibilizando um ‘plantão psicológico’ para dar assistência ao público que pode sofrer com sentimentos de inferioridade e inadequação.

De acordo com a secretária executiva de Direitos Humanos, Bruna Ruana, o objetivo é assegurar atendimento psicológico, auxílio, escuta e acolhimento para que essa população possa se reestruturar emocionalmente. “São grupos sujeitos a mais violências e restrições. E isso impacta diretamente a saúde mental dessas pessoas que não tem ao menos suas existências validadas. Com essa assistência psicológica eles poderão ter outras visões de si e poderão desenvolver estratégias assertivas de enfrentamento às adversidades como preconceito em casa e na rua, racismo, LGBTQIA+fobia”, disse.

O acolhimento é realizado no Núcleo de Direitos Humanos que funciona de segunda a sexta, das 8h às 13h, por plantão em horários estabelecidos (segundas e quintas pela manhã). Os interessados e interessadas devem entrar em contato pelo Whatsapp da Central Direitos Humanos (87) 99103-6999 para agendamento ou, se preferir, podem comparecer diretamente no Núcleo que fica situado na Rua Pacífico da Luz, n° 29, Centro.

 Assessora de comunicação da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (Sedesdh) –Contato: (87) 8875-7339

Previous articlePetrolina celebra os 28 anos da Guarda Civil Municipal
Next articleCongresso está há 900 dias em silêncio sobre prisão em segunda instância