Home Sem categoria Tempo médio de abertura de empresas cai para 23 horas no país

Tempo médio de abertura de empresas cai para 23 horas no país

497
0

Em relação ao início de 2019, a queda foi de quatro dias e 10 horas (82,2%)

Empreendedorismo: dicas para um perfil empreendedor de sucesso - Venngage  Blog

O prazo médio para a abertura de uma empresa no Brasil caiu para 23 horas, este é o menor tempo médio já registrado. O patamar atual representa queda de 17 horas (42,5%) em relação ao final do primeiro quadrimestre de 2022, encerrado em abril; e de um dia e 17 horas (64,1%) em comparação com o final do segundo quadrimestre de 2021. Os dados são do Painel Mapa de Empresas, divulgados na sexta-feira (09/09) pela Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade (Sepec) do Ministério da Economia.

Em julho de 2022, o tempo médio de abertura de empresas no Brasil já havia sido reduzido para um dia e duas horas, retração de cinco horas em relação a junho, quando foi registrado um dia e sete horas.

A queda no tempo médio necessário para a abertura de uma empresa é ainda mais acentuada quando observada a evolução da série histórica. Em relação ao início de 2019, a queda foi de quatro dias e 10 horas (82,2%). Ou seja, atualmente é preciso menos de um quinto do tempo em relação ao início dos registros sobre esse indicador. Os dados sobre o prazo médio contemplam o tempo médio de consulta prévia de viabilidade e o tempo médio de registro da empresa.

Além disso, o atual tempo médio alcança a meta prevista para ser atingida somente em dezembro de 2022.

O material da Sepec mostra também que o país registrou 1.379.163 empresas abertas no segundo quadrimestre de 2022 – aumento de 2% em relação ao primeiro quadrimestre do ano. O país encerrou o mês de agosto com 20.144.767 empresas ativas.

Com informações do Ministério da Economia.

Previous articleMaria Elena prestigia em Santa Cruz inauguração do ponto de apoio de sua campanha
Next articleMais oportunidades! SESI-PE oferece 300 vagas para cursos gratuitos de qualificação profissional. Inscrições abertas