Home Sem categoria Sem custo para população, prefeitura garante manutenção do saneamento da bacia do...

Sem custo para população, prefeitura garante manutenção do saneamento da bacia do Dom Avelar

488
0

Um dos grandes desafios assumidos pela gestão municipal de Petrolina, nos últimos anos, foi a recuperação da Bacia do Dom Avelar. A obra estruturante, inaugurada em 2020, vem melhorando a realidade de cerca de 30 mil famílias que passaram a viver de forma mais digna. Ao todo, foram investidos aproximadamente R$ 5,5 milhões na estruturação de 108 km de rede coletora de esgoto. Quase dois anos depois de entregue, mesmo sem o recolhimento da taxa de saneamento, cobrada pela concessionária que opera em Petrolina, o município segue garantindo o bom funcionamento do sistema.

Diariamente, as equipes de manutenção e engenharia ficam à disposição para possíveis chamados das comunidades, bem como, para ações programadas de revisão da rede. Em casos de problemas na rede coletora, a Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra) orienta que os moradores solicitem o serviço de manutenção através da ouvidoria, pelo do site https://petrolina.pe.gov.br/, anexando foto do local, informando o endereço e ponto de referência ou ligando no telefone 156.

O secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Fred Machado, ressalta o compromisso do município junto à população. “Enquanto continuar responsável pela operação da Bacia do Dom Avelar, a gestão mantém firme o compromisso de oferecer um serviço de qualidade aos moradores daquela região. Diferente do que vem acontecendo em alguns bairros da cidade, em que a população paga por um serviço precário e, muitas vezes, não tem acesso aos benefícios do saneamento básico de responsabilidade da Compesa”, destaca.

Conscientização – São comuns os relatos das equipes de manutenção referentes ao entupimento da rede de saneamento por conta de lixo, terra e diversos outros materiais. Isso acontece quando a população abre, sem a devida autorização, as tampas de acesso à rede de esgoto para escoamento da água. Para evitar que a rede seja danificada, o município conta com a conscientização dos moradores dos bairros São Joaquim, Terras do Sul, Santa Luzia, Mandacaru, São Jorge e Vila Débora. (Ascom)

Previous articlePaulo Câmara: PLP 18 fere a Legislação e a Federação, não atingirá seu propósito de baixar preços e não ataca o verdadeiro problema. O povo vai continuar pagando pelo lucro dos acionistas da Petrobras
Next articleDanilo: “Não basta só falar, tem que fazer. Eu aprendi a mudar vidas”