Home Sem categoria Querosenes de aviação lideram o ranking de itens mais importados por Pernambuco...

Querosenes de aviação lideram o ranking de itens mais importados por Pernambuco no mês de agosto

737
0

Segundo dados da Logcomex, o estado importou mais de US$ 46 milhões, seguido de outros propanos liquefeitos, com US$ 29 milhões

Querosene de aviação alcança valor recorde de R$ 3,30 o litro

Em agosto deste ano, Pernambuco importou mais de US$ 46 milhões em querosenes de aviação. Segundo dados levantados pela Logcomex, startup que oferece visibilidade avançada, automação e data analytics para o comércio exterior, na totalidade de 2022 já foram importados mais de US$ 121 milhões do derivado de petróleo, o que representa um aumento de 155,20% em relação ao mesmo período do ano passado.

Outros propanos liquefeitos vêm em seguida, somando mais de US$ 29 milhões. “Levando em consideração o mesmo período de 2021, o item apresentou uma queda de 37,30%. Entretanto, esses produtos seguem se destacando no estado”, comenta Helmuth Hofstatter, CEO da Logcomex.

O levantamento da startup segue com malte não torrado, inteiro ou partido, além de outras gasolinas, exceto para aviação. Confira a lista dos 10 produtos mais importados pelo estado de Pernambuco com seus respectivos valores abaixo:

  • Querosenes de aviação – US$ 46.919.670,00
  • Outros propanos liquefeitos – US$ 29.043.820,00
  • Malte não torrado, inteiro ou partido – US$ 11.558.629,00
  • Outras gasolinas, exceto para aviação – US$ 9.107.217,00
  • Ácido tereftálico e seus sais – US$ 8.280.364,00
  • Outras caixas de marchas – US$ 8.112.474,00
  • P-xileno – US$ 7.209.361,00
  • Diidrogeno-ortofosfato de amônio, mesmo misturado com hidrogeno-ortofosfato de diamônio – US$ 5.699.869,00
  • Outros trigos e misturas de trigo com centeio, exceto para semeadura – US$ 3.900.330,00
  • Outras formas brutas de chumbo refinado – US$ 2.328.162,00

Sobre a Logcomex:

Fundada em 2016, pelos empreendedores Helmuth Hofstatter Filho e Carlos Souza, a Logcomex se propõe a organizar as informações do comércio global para transformar a maneira que as empresas fazem negócios. Oferecendo produtos de automação, visibilidade avançada e data analytics, conecta todos os elos do comércio exterior. (Ascom)

Previous articlePetrolina de luto! Morre o médico veterinário e pesquisador da EMBRAPA, Dr.Clovis Guimarâes
Next articleArtigo! O voto vigilante para presidente