Home Sem categoria Petrolina, 127 anos! Uma história que reforça a força do campo e...

Petrolina, 127 anos! Uma história que reforça a força do campo e a esperança do vale

1074
0

Uma história viva, que passa pela boa vontade dos homens e das mulheres que fazem o Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina.

DSC02485

Portanto, neste aniversário de Petrolina, 127 anos da emancipação politica, a história se repete, com boa vontade dos que geram renda e emprego, que resultam na produção de frutas que abastecem a mesa dos brasileiros e de vários países pelo mundo. É assim o desempenho do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina. Hoje presidido por JAILSON LIRA, com mais de duzentos e dez associados produtores.

Criado para representar os interesses dos produtores rurais de Petrolina, um grupo de petrolinenses, tendo a frente Dr. Geraldo de Souza Coelho, Alonso de Souza Viana, Adão da Silva Pereira, Antônio Ferreira Araujo e Geraldo Barboza da Silva, consolidaram a vontade da maioria e o sindicato foi a grande novidade.

Hoje com uma diretoria moderna, com visão ampla, o Sindicato faz parte da história econômica de Petrolina, pelo empenho de todos os seus associados, em estar sempre produzindo o melhor, trazendo boas divisas à todos os que fazem a entidade.

IMG_1144
Sede do Sindicato dos Produtores Rurais de

 

Quem dirige a atual diretoria é o Presidente Jailson Lira de Paiva, que tem ainda o secretário Josival Coelho de Amorim, o tesoureiro Renato Barroso Schoenemberger, somando aos suplentes de diretoria, Fábio Ferreira, Luciano Jean Arcanjo e José Loyo Arcoverde. O Conselho Fiscal é formado por Arthur Grimaldi de Souza, Edis Ken Matsomoto e Avoni P. dos Santos, tendo como Gerente Executivo: Flávio Alves da Silva Diniz

Para o Presidente Jailson Lira, “Petrolina é uma capital regional de influencia no estado, no pais e no mundo, pelo seu polo regional na produção de frutas. Dentro de sua área de influencia, a cidade atrai maior parte de visitantes voltados para cultura, o lazer, a gastronomia e outros negócios. Petrolina é um dos municípios mais populosos do estado com 354 mil habitantes. O PIB da cidade é de 20 bilhões, sendo que 42,7% advém dos serviços e, na sequência aparecem as participações da administração pública (23%), da agropecuária (23%) e da indústria (11,3%). A fruticultura gera em torno de 100 mil postos de trabalho diretos e indiretos. Petrolina se tornou o maior aglomerado urbano do semiárido nordestino na fruticultura, onde parte de sua produção é exportada para diversos países gerando divisas e riquezas para a região”.

IMG_2441

Petrolina é o 1º município mais populoso da grande região de vale, com 354,3 mil habitantes. O PIB da cidade é de cerca de R$ 7,3 bilhões, sendo que com esta estrutura, o PIB per capita de Petrolina é de R$ 20,8 mil, valor superior à média do estado (R$ 20,7 mil) e da região de Petrolina (R$ 14,6 mi

Resultados –Hoje o que Petrolina representa na economia do vale e qual o posicionamento de sua empresa neste ranking?

“Localizado na divisa dos estados de Pernambuco e Bahia, Petrolina tem se consolidado como um município próspero no desenvolvimento da fruticultura, além de outros segmentos como médico, gastronômico, do direito e serviços. Como representantes de um dos pilares da economia do município o Sindicato dos Produtores Rurais tem tido um papel importante no apoio ao desenvolvimento dos produtores rurais com uma atuação ativa em defesa dos interesses do setor.”

Em recente encontro o Presidente Jailson Lira cumoprimenta o Prefeito de Petrolina, Simão Durando

Em Sua manifestação pela passagem dos 127 anos de Petrolina, o Presidente Jailson Lira, comenta:

Petrolina é destaque entre os municípios ribeirinhos do Velho Chico. Com uma forte identidade cultural, uma economia vigorosa – baseada sobretudo na fruticultura – a cidade oferece um leque de opções de lazer, curiosidades gastronômicas e uma vocação turística inquestionável, tendo como principal referência o enoturismo – roteiro de visitação às principais vinícolas da região. Atualmente cultiva-se 1 milhão de toneladas de frutas com safras avaliadas em U$ 1,3 bilhão de dólares, sendo responsáveis por 30% de toda a economia da cidade. A fruticultura transformou não só a paisagem local, mas a vida de 800 mil pessoas que trabalham no setor no Vale do São Francisco. Petrolina é a segunda maior produtora de uvas do país, além de um dos polos nacionais de produção de manga, coco, acerola e goiaba. Boa parte dessa produção destina-se ao exterior. Acrescenta Jailson. 

O que é que o Sindicato contribui para este desenvolvimento todo?

O Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina exerce um papel muito importante no desenvolvimento do município, representando e apoiando os produtores rurais e empresas do agro na geração de divisas e geração de emprego. O SPR tem trazido novas tecnologias e qualificação de mão de obra para o setor agrícola com o apoio aos produtores na assistência rural e na defesa de grandes pleitos envolvendo a atividade.”

E o futuro? O que vem por aí? Quais expectativas estão sendo geradas para o amanhã?

A esperança do produtor rural e do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina é o fortalecimento da atividade agrícola com o desenvolvimento de novas variedades de culturas e a importação de novas tecnologias que possam otimizar o cultivo, a qualificação da mão de obra e a abertura de novos mercados.

O que ainda pode melhorar?

“Maior apoio dos bancos de fomento no investimento e custeio das culturas praticadas”. Finaliza o Presidente Jailson Lira.

Previous articlePetrolinense tem pesquisa citada em relatório da ONU
Next articlePrefeitura de Petrolina divulga cronograma da Unidade Móvel Odontológica de Outubro