Home Sem categoria Você sabia que trote é crime?

Você sabia que trote é crime?

697
0

Crescem as chamadas de trote nas centrais de atendimento de emergência: uma afronta à vida

trote

Apesar das várias campanhas de conscientização, ainda é preocupante a quantidade de trotes realizados para os serviços de atendimento de urgência e emergência. Esta prática que para alguns pode parecer uma simples brincadeira, pode, na verdade, vir a custar a vida de pessoas necessitadas, quando esses atos interferem no trabalho dos atendentes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e dos bombeiros. Ao invés de responder a uma real emergência, acabam desperdiçando tempo com uma falsa ligação de urgência.

No primeiro semestre de 2023, a central de regulação de emergências do SAMU em Santa Catarina registrou um total de 13.800 ligações falsas. Se compararmos com o mesmo período de 2022, quando foram registradas 9.509 chamadas falsas, nota-se um crescimento de 45%. Cidades como Joinville, Blumenau e Florianópolis lideram o número desses trotes.

Quais as consequências desses trotes?

Ao congestionar a linha telefônica ou acionar uma ambulância para uma solicitação falsa de emergência, os recursos disponíveis são desperdiçados e o socorro a quem realmente precisa é atrasado. Além disso, o trote aos serviços de emergência é um crime, conforme previsto pelo artigo 266, do Código Penal Brasileiro. A punição para o infrator varia de um a seis meses de detenção.

Trotes também são praticados por crianças e adolescentes
Enganam-se que apenas os adultos praticam os trotes. De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), essa prática é considerada um ato infracional gravíssimo também entre crianças e adolescentes. Os responsáveis por essas ações infracionais são encaminhados para a Vara da Infância e da Juventude onde é aplicada a devida medida socioeducativa.

Soluções efetivas para enfrentar o problema
Para combater os trotes é necessário intensificar as campanhas de conscientização acerca dos danos causados pela prática e também implementar ações mais efetivas para punir quem comete este crime. Em Santa Catarina, por exemplo, está em curso o programa EducaSamu, que já abrangeu mais de 11,5 mil alunos de 108 instituições somente neste ano. O programa consiste na realização de palestras em escolas, abordando temas como os perigos do trote, o correto acionamento do Samu pelo número 192 e os sintomas iniciais de Acidente Vascular Cerebral (AVC) e Infarto Agudo do Miocárdio.

trote

      canalcienciascriminais.com.br