Home Sem categoria Frente Popular oficializa candidatura de Danilo Cabral ao governo de Pernambuo

Frente Popular oficializa candidatura de Danilo Cabral ao governo de Pernambuo

143
0

 (Foto: Rafael Vieira/DP)

Durante convenção da Frente Popular, Danilo Cabral (PSB) teve seu nome oficializado para disputar o governo do estado, nesta sexta-feira , no Clube Portuguê do Recife, área central da capital pernambucana. Na oportunidade, Teresa Leitão (PT) candidata ao Senado, e Luciana Santos (PCdoB), figuras que completam a chapa majoritária, também foram oficializadas para a disputa. Em um discurso acalourado onde exaltou figuras como Lula e Eduardo Campos, Danilo mandou recado para os adversários e alertou que o jogo estava apenas começando. “Eles sabem que não se brinca com a Frente Popular”, alfinetou.

O evento reuniu militantes e apoiadores, que entre bandeiras amarelas e vermelhas – em alusão à aliança da Frente Popular com Lula – lotaram o Clube Português. Último a discursar durante a convencão, Danilo Cabral fez questão de relembrar nomes que marcaram a política pernambucana e que fizeram história no PSB, como Miguel Arraes e Eduardo Campos e também ressaltou a parceria com o ex-presidente Lula. Mencionando os projetos realizados pelo ex-petista em Pernambuco, Danilo prometeu um governo popular e a serviço das minorias.

Pontuando alguns gargalos que assolam o estado pernambucanoo, o candidato apresentou demandas que serão prioridades em seu governo, como o acesso à água de qualidade e prometeu cuidar pessoalmente da questao no estado, relembrando as obras de transposição do Rio São Francisco, iniciadas no governo Lula. “Não basta só ganhar, temos que transformar as vidas das pessoas” destacou.

Lançado como candidato oficial de Lula em Pernambuco, Danilo alfinetou seus adversários políticos que também disputam o Palácio das Princesas, e criticou quem tem cantado vitória antes do tempo, tendo em vista que o socialista ainda não alcançou dois dígitos nas pesquisas de intenção de voto no estado. “Muita gente cantou vitória nas eleições (que elegeram) Geraldo Júlio (PSB), João Campos (PSB),o jogo está começando agora”, asseverou o candidato que também disse “não ter dúvidas” que vencerá as eleições.

“Vocês já jogaram aqui nesse time e deixaram esse time por conta de projetos individuais, todos que estão lá passaram por aqui, mas porque não tiveram seus projetos pessoais atendidos largarama a Frente Popular”, disse Danilo em clara referência à Marília Arraes e ao PSD de André de Paula, que integravam a Frente Popular.

“Eles sabem que não se brinca com a Frente Popular”, continuou o socialista que destacou as vitórias corriqueiras do PSB. “Esse time, desde 2006, não perdeu uma eleição em Pernambuco”, destacou. O candidato também direcionou críticas ao governo Bolsonaro, nome que, junto com o ex-presidente Lula, tem liderado as pesquisas de intenção de voto para a presidência. De acordo com Danilo, a união de uma frente ampla é o que vai garantir a derrota do atual presidente. “Precisamos juntar as forças não só do campo progressista, mas do campo democrático e evitar mais quatro anos de tragédia no Brasil e em Pernambuco, que sofreu ainda mais por ter sido atacado,retaliado pelo governo bolsonarista”.

Antes de Danilo, quem também discursou foi a deputada estadual Teresa Leitão, que, após cinco mandatos na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), disputa uma vaga na Casa Alta. Relembrando uma das principais demandas de Lula para as eleições deste ano, Teresa mencionou a importância em reunir esforços para eleger um Congresso Nacional que possibilite a governabilidade do ex-presidente, apresentando-se como uma das alternativas.

“Quero ser senadora de Pernambuco pra ajudar Lula a governar. Quando eles disserem que está na hora da privatização, vou dizer: tá não [sic]”, comentou a petista. “Quando eles disserem que a mulher tem que ser bela recatada e do lar, eu vou dizer: quem quiser que seja, mas o lugar de mulher é onde ela quiser”, continuou Teresa. “(…) Aqui está o verdadeiro time de Lula, o time em que Lula confia. O palanque que é apoiado por ele e isso nao é pra qualquer um, não”.

Também participaram da convenção a candidata a vice pela chapa majoritária, Luciana Santos, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), o prefeito do Recife, João Campos (PSB), o ex-prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB), o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes (PSB), entre outros. Nomes que disputarão as eleições deste ano, como Pedro Campos (PSB) Silvio Costa Filho (Republicanos), Eduardo da Fonte (PP), Eriberto Medeiros (PSB) também marcaram presença.(Diário de Pernambuco)

Previous articleJô Soares morre em São Paulo, aos 84 anos
Next articleAgosto Lilás: Patrulha da Mulher ajuda mulheres a romper ciclo de violência em Petrolina