Home Sem categoria Compesa é multada em mais de R$ 372 mil por crime ambiental...

Compesa é multada em mais de R$ 372 mil por crime ambiental em estação de tratamento

601
0

A Compesa tem um prazo de cinco dias para responder ao caso

De acordo com a agência, foi constatado transbordamento de esgoto bruto das lagoas (Foto: Reprodução)
De acordo com a agência, foi constatado transbordamento de esgoto bruto das lagoas (Foto: Reprodução)

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) recebeu uma multa no valor de R$ 372.111,15 da Agência Reguladora do Município de Petrolina (ARMUP), que identificou crime ambiental e irregularidades apresentadas na estação de tratamento de esgoto localizada no bairro João de Deus.

Durante a inspeção realizada pela ARMUP na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), foram encontradas diversas falhas operacionais que reforçam o abandono da estação. De acordo com a agência, foi constatado transbordamento de esgoto bruto das lagoas, que segue diretamente para o Riacho Porteiras, sem tratamento completo, fato que configura crime ambiental grave.

Também foi identificado que a estação estava com excesso de vegetação, sem cercas de perímetro que protegessem o local e ainda com acesso livre, o que configura riscos à segurança das instalações e ao ambiente.

De acordo com a ARMUP, é necessário que seja feita uma intervenção na estação para garantir o funcionamento e eficácia do sistema de tratamento de esgotos. Foi estabelecido um prazo de cinco dias para que a Compesa ofereça resposta sob pena de revelia, quando o réu é comunicado oficialmente e não se defende.

A agência reguladora também enviou a determinação para o Ministério Público a fim de deixar o órgão ciente da situação da estação.(Diário de Pernamnuco)