Home Sem categoria Ex-bombeiro é preso pela PF suspeito no assassinato de Marielle Franco

Ex-bombeiro é preso pela PF suspeito no assassinato de Marielle Franco

667
0

Polícia Federal cumpriu mandados de busca e prisão contra suspeitos de envolvimento no caso da ex-vereadora

Vereadora Marielle Franco foi assassinada em 2018
Marielle Franco

A Polícia Federal (PF) prendeu nesta segunda-feira, 24, o ex-bombeiro militar Maxwell Simões Corrêa, conhecido como o Suel, na primeira fase da Operação Élpis, que investiga os homicídios da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco, e do motorista Anderson Gomes. Em 2023, o atentado completou 5 anos. Desde fevereiro, o caso é investigado pela PF.

Suel havia sido condenado em 2021 a quatro anos de prisão por atrapalhar as investigações do caso. Ele cumpria a pena em regime aberto.

De acordo com o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ), Maxwell era o dono do veículo utilizado para esconder as armas que estavam num apartamento de Ronnie Lessa, acusado de ser um dos autores do assassinato.

Em mensagem nas redes sociais, o ministro da Justiça, Flávio Dino, falou sobre a operação e comemorou o avanaço da investigação.

“Hoje a Polícia Federal e o Ministério Público avançaram na investigação que apura os homicídios da Vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, além da tentativa de homicídio da assessora Fernanda Chaves. Foram cumpridos um mandado de prisão preventiva e sete mandados de busca e apreensão”, disse, acrescentando que foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão no Grande Rio. (A Tartde)