Home Sem categoria Evento apoiado pela Prefeitura de Juazeiro discute autoestima feminina e sororidade com...

Evento apoiado pela Prefeitura de Juazeiro discute autoestima feminina e sororidade com rede de mulheres do município

142
0

Reunidas no auditório do Rotary Club Juazeiro São Francisco, nesta sexta-feira (12), mulheres da sede e do interior do município participaram do I Encontro Reconectando Mulheres Juazeirenses.

Realizado pela Rede de Mulheres de Juazeiro, em parceria com o Rotary Club Juazeiro, o Rotary Club São Francisco, o Núcleo Regional de Saúde Norte e a Prefeitura de Juazeiro, o evento teve como objetivo discutir a autoestima da mulher e a sororidade, com palestras da psicóloga Mara Guerra e da coach Lílian Koshiyama.

Na abertura do Encontro, o secretário de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade, Teobaldo Pedro, falou sobre a importância da participação social no fortalecimento das políticas públicas de defesa dos direitos das mulheres. “A sororidade é irmandade e nós precisamos fortalecer esse sentimento em nossa sociedade. Junto com a prefeita Suzana Ramos, estamos trabalhando para qualificar a assistência prestada pela nossa rede de atenção às mulheres e precisamos contar, também, com a participação social nessa luta. Isso só fortalece a construção de políticas públicas em defesa dos direitos da mulher”, frisou.

A mediação ficou por conta de Marli Carvalho e Ivonildes Queiroz. “O Reconectando Mulheres nasceu da necessidade que sentimos de combater todas as formas de violência contra as mulheres e para que possamos nos unir ainda mais em torno desta causa. Após o evento de hoje, com essa participação expressiva da sociedade civil, e de tudo o que aprendemos com as nossas palestrantes, a expectativa é que novos encontros sejam realizados”, anunciou Marli, que é uma das idealizadoras do evento.

O encontro contou, ainda, com o apoio da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher e da Ronda Maria da Penha, e com a participação de representantes de diversos órgãos que integram a rede de atenção à mulher em Juazeiro, representantes de associações e pacientes dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS).

Ascom SEDES/PMJ

Previous articlePrefeita Suzana Ramos se reúne com novo superintendente da Codevasf em Juazeiro e discute parcerias
Next articleEm mutirão, Prodecon e Procon renegociam dívidas de quase 900 petrolinenses