Home Sem categoria Equipe do SESI representará Pernambuco no Torneio Internacional de Robótica. Evento é...

Equipe do SESI representará Pernambuco no Torneio Internacional de Robótica. Evento é em agosto

891
0

Única equipe pernambucana a chegar à fase internacional, a Unity irá disputar com cerca de 100 equipes de todo o mundo

Competição que coloca a criatividade e o espírito de equipe de jovens à prova para construir robôs autônomos com peças de LEGO, o Torneio Internacional de Robótica terá uma equipe pernambucana disputando na modalidade FIRST LEGO League (FLL): a Unity, formada por estudantes do SESI Escada. Este ano sediada no Brasil, a competição acontecerá no Rio de Janeiro, no início de agosto. Cerca de 100 equipes irão disputar o Open (torneio aberto) na categoria FLL, sendo 30 brasileiras – as que obtiveram a maior pontuação nas categorias avaliadas na fase nacional do torneio – e 70 de outros países.

Nessa modalidade, equipes de até 10 estudantes desenvolvem um robô e passam por um processo de avaliação baseado em quatro categorias: Projeto de Inovação, Design do Robô, Desafio de Mesa (na qual o robô deve cumprir missões em uma mesa) e Core Values – valores fundamentais que despertam nos alunos a capacidade de trabalhar em equipe, desempenhando diferentes funções e desenvolvendo múltiplas habilidades e competências para o mercado de trabalho.

Composta por seis alunos, a Unity identificou que a queda da cana de açúcar dos caminhões durante o trajeto campo-usina pode representar uma perda de 5% da carga total, gerando prejuízo para as empresas. Pensando nisso, a equipe pernambucana desenvolveu um equipamento que funciona a partir de duas estruturas com redes que ficam localizadas nas laterais dos caminhões e realizam um movimento para cobrir a carroceria, diminuindo o risco de perda do produto.

Esta é a primeira vez que a estudante Kesia Hellen, de 15 anos, participa desta competição de Robótica. Ela conta que, após passar pelas etapas regional e nacional, a confiança do grupo foi crescendo. “Levar o nome da nossa equipe para fora de Pernambuco e concorrer com times de fora me enche de gratidão. Eu não consigo explicar com palavras, pois é muito emocionante por diversos motivos. E nós vamos para cima”, comemorou a jovem.

Os alunos contam com a orientação dos técnicos Mônica Mendonça e Diogo Monteiro. A professora conta que, além da preparação de idioma, uma vez que, para o Torneio Internacional de Robótica, a apresentação terá que ser feita toda em inglês, os estudantes estão ajustando e procurando melhorar alguns pontos, como a ampliação do projeto de inovação. “Nosso projeto é voltado para a carga de cana de açúcar, mas nossa pretensão para o Internacional é fazer com que nosso mecanismo também seja aplicável a outros produtos. Por isso, estamos analisando e estudando como o transporte de cargas funciona nacional e internacionalmente”, detalha.(Ascom)