Home Sem categoria Concurso da Caixa já conta com mais de 1 milhão de inscritos

Concurso da Caixa já conta com mais de 1 milhão de inscritos

1231
0

A carreira mais concorrida é a de técnico bancário novo, com mais de 904 inscritos - (crédito: Divulgação/Fenae)

O concurso público da Caixa Econômica Federal já conta com mais de 1 milhão de candidatos inscritos em todo o país, até esta sexta-feira (15/3). Desse número, 514.469 já tiveram a participação confirmada no certame, por meio do pagamento da taxa de inscrição ou por terem o pedido de isenção de taxa aceito pela Fundação Cesgranrio, banca organizadora.

Confira a concorrência parcial por cargo no concurso da Caixa

O cargo mais concorrido é o de técnico bancário novo, com 904.340 inscrições e 463.763 confirmações. A especialidade de tecnologia da informação fica em segundo lugar, com 93.586 inscrições e 46.989 confirmações.

A carreira de engenheiro de segurança do trabalho contabilizou, até o momento, 6.893 inscrições e 3.362 confirmações. Por fim, o cargo de médico do trabalho conta com 659 inscrições e 355 confirmações. Confira:

Cargo Inscritos e Inscrições confirmadas

  • Técnico bancário novo 904.340 inscrições 463.763 confirmações
  • Técnico bancário novo – TI 93.586 inscrições 46.989 confirmações
  • Engenheiro do trabalho 6.893 inscrições 3.362 confirmações
  • Médico do trabalho 659 inscrições 355 confirmações.

As inscrições do concurso da Caixa permanecem abertas e podem ser feitas até 25 de março, no site da Fundação Cesgranrio. A taxa de inscrição varia entre R$ 50 e R$ 65, a depender do cargo.

Sobre o concurso
São 4.050 vagas ofertadas no certame. As chances para técnico exigem ensino médio, enquanto a de médico e engenheiro exigem nível superior de formação.

O salário é de R$ 3.762, para os cargos de técnico bancário e técnico bancário TI; R$ 14.915 para engenheiro de segurança do trabalho e R$ 11.186 para médico do trabalho.

Além dos salários, a Caixa oferece diversos benefícios, incluindo: auxílio-alimentação, auxílio-cesta; auxílio 13ª cesta alimentação; auxílio creche/babá; oportunidades de ascensão e desenvolvimento profissional; acesso a planos de saúde e outros. (Correio Brasziliense)