Home Sem categoria Como avaliar a qualidade de um ovo? Especialista explica

Como avaliar a qualidade de um ovo? Especialista explica

986
0

Em meio à correria do dia a dia, muitas vezes nos deparamos com dúvidas sobre a qualidade dos alimentos que consumimos. E quando o assunto é ovo, essa incerteza pode ser ainda maior, já que a casca opaca impede a visualização do interior. Sendo a qualidade desse alimento uma preocupação constante para consumidores e produtores, como exatamente podemos avaliá-la?

De acordo com Mateus Araújo, Controle de Qualidade da Tijuca Alimentos, é essencial observar diversos aspectos para determinar a qualidade de um ovo. “Avaliar a qualidade de um ovo envolve uma análise criteriosa que vai desde sua aparência externa até o estado que se encontra após quebrado”, explica.

Um dos primeiros aspectos a serem observados é a casca do ovo e a cutícula. Estas devem estarem limpas, lisas, de forma normal e livre de rachaduras. Uma casca rachada pode indicar que o ovo foi danificado entre o processo de postura ao transporte, o que compromete sua qualidade e segurança.

Outro ponto importante é a clara do ovo. Uma clara de boa qualidade deve ser límpida e translúcida, consistente, sem manchas ou turvação e com as calazas intactas (mantendo a gema centralizada). Além disso, a cicatrícula deve ter desenvolvimento imperceptível.

Quanto à gema, ela deve ser visível à ovoscopia, somente sob forma de sombra, com contorno aparente, movendo-se ligeiramente em caso de rotação do ovo, mas regressando à posição central, sustentada pela calaza. Uma gema muito líquida pode indicar que o ovo não está fresco, enquanto uma gema muito dura pode ser um sinal de que o ovo está velho. Além disso, Rebeca explica que “a cor da gema pode variar de acordo com a alimentação das galinhas, sendo mais intensa quando estas consomem uma dieta rica em pigmentos naturais, podendo variar de amarelo a alaranjado”, comenta.

O teste de ovoscopia (lanterna)

Para ir além da análise visual da casca, um truque simples e eficaz é o teste com uso de lanterna. Basta segurar o ovo contra a luz e observar:

  • Ovo fresco: a gema aparecerá centralizada e sem manchas escuras, e todo o interior ficará iluminado.
  • Ovo velho: a gema poderá estar descentralizada ou apresentar manchas escuras, e a clara poderá estar turva ou com bolhas de ar.

Por fim, é importante observar o odor do ovo ao quebrá-lo. “Um ovo fresco deve ter um cheiro neutro. Qualquer odor desagradável pode indicar deterioração”, ressalta a profissional.

Armazenamento adequado

Para garantir o consumo de ovos frescos e de qualidade, o armazenamento adequado é crucial. Recomenda-se mantê-los na geladeira, na parte mais fria, em um compartimento específico para ovos, com a ponta mais fina voltada para baixo. O consumo ideal deve ocorrer dentro de 25 dias após a data de postura.

Em resumo, avaliar a qualidade de um ovo requer atenção a diversos aspectos, desde a aparência da casca até o odor após a quebra. Seguindo essas dicas, os consumidores podem garantir a escolha de ovos frescos e seguros para o consumo.

Sobre a Tijuca Alimentos

Empresa cearense com mais de 50 anos de atuação na produção e comercialização de ovos, frangos e queijos no Ceará, no Piauí e no Maranhão, a Tijuca Alimentos tem como propósito trabalhar para a satisfação de seus clientes. Atualmente, é a única empresa cearense do segmento com abatedouro próprio e, além disso, dispõe de sedes em Fortaleza, Cascavel, Tianguá, Iguatu e Beberibe, onde mantém uma moderna fábrica de rações. Na logística, possui frota própria para o transporte dos produtos, garantindo qualidade até chegar à mesa dos clientes.

Assessoria de Imprensa Tijuca Alimentos – Capuchino Press

Redação (85) 3267.1425