Home Sem categoria Com que idade uma pessoa é considerada “velha”?

Com que idade uma pessoa é considerada “velha”?

712
0

Pesquisadores da Universidade de Stanford chegaram ao nº exato após pesquisas científicas com 4 mil pessoas

Pesquisadores de Stanford descobriram que aos 78 anos uma pessoa é considerada 'velha'

Um artigo publicado na revista Nature Medicine por pesquisadores da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, descreveu o aspecto fundamental pelo qual uma pessoa deveria ser considerada “velha”, segundo a ciência. Nele, é explicado que, com o passar do tempo, o corpo costuma apresentar diferentes sinais visíveis, mas a verdade é que internamente isso aconteceria muito mais cedo, então uma análise de mais de 4.000 pessoas revelou com que idade o relógio biológico começa a acelerar.

A velhice é uma transformação física, mental e de saúde que muitas vezes é interpretada de diferentes maneiras, de acordo com diferentes culturas. Algumas das características são sinais de danos à pele, aparecimento de doenças, perda de memória e mobilidade mais lenta, entre outras coisas.

“O envelhecimento produz uma deterioração na estrutura e na função dos tecidos de todo o organismo”, diz o estudo.

Nessa linha, e diante da dúvida sobre quando esse processo começaria a acontecer, um grupo de cientistas de Stanford conseguiu determinar quando uma pessoa envelhece. Para isso, analisaram o plasma presente no sangue de 4.263 doadores, entre 18 e 95 anos, e descobriram que a proteína é o indicador mais confiável neste caso.

Autor do artigo e participante desta pesquisa, Tony Wyss-Coray, professor de neurologia e ciências neurológicas na universidade, elucida: “As proteínas são os burros de carga das células constituintes do corpo e quando seus níveis relativos sofrem alterações substanciais, significa que você também mudou”.

Após análise de mais de 3 mil proteínas de cada indivíduo, foram identificadas 1.379 que variam de acordo com a idade. Com apenas 373 delas foi possível prever a idade dos participantes do projeto.

Isto teve impacto até na idade dos órgãos, onde as proteínas plasmáticas indicavam que para cada indivíduo, um modelo de envelhecimento produz uma “diferença de idade” , uma medida da idade biológica desse indivíduo em relação a outros pares da mesma idade, em função de seu perfil molecular.

Segundo o artigo, a partir dos 34 anos um indivíduo começa a apresentar alterações em sua condição física. Por isso, os cientistas conseguiram dividir o processo em três etapas: dos 34 aos 60 anos, foi classificado como idade adulta; dos 60 aos 78 anos, maturidade tardia e a partir dos 78 anos, chega a velhice.

Em cada um desses estratos, as proteínas passam a diminuir lentamente, a ponto de não serem mais produzidas. Isto foi relacionado à baixa capacidade de reparo do DNA (ácido desoxirribonucléico).

O pesquisador aponta algumas das marcas que definem a velhice e que se tem como padrão em todas as pessoas:

  • A estrutura óssea enfraquece.
  • Aos poucos, esquecer das coisas se torna uma ocorrência diária.
  • Os padrões de sono são modificados.
  • A visão e a audição diminuem.
  • Começa uma perda de massa muscular.
  • As primeiras manchas e rugas aparecem na pele.
  • A mobilidade se torna mais lenta.

Por Agência O Globo