Home Sem categoria Adeus amigo Ednar!

Adeus amigo Ednar!

1059
0
Os 9 irmãos: Nídia Maria, Antônio luna, Jose Ednar, Maria Elena, Maria Luiza, Francisco Felipe, Alba Maria, Carlos Augusto é maria Leonor de Alencar.
José Ednar

Nesses dias todos que nos separaram da sua missa de sétimo dia, muitas de suas lembranças passaram pela minha cabeça. Primeiro pela amizade que construímos: sadia e sincera e que mantivemos até os seus últimos dias na terra.

Sempre me senti privilegiado com a sua atenção, alegre e operoso. Nos aproximamos na época das Boites Chukalhos e Cartola, de minha propriedade, cuja as noitadas com os grandes shows de artistas nacionais, você tinha mesa cativa. E consolidamos esta caminhada, por conta da minha aproximação também de amizade, com a sua querida irmã, a vereadora Maria Elena de Alencar, que foi um pouco da nossa juventude e dos movimentos culturais que ainda participamos até hoje.

Ednar sempre foi um Boêmio inveterado. Até mesmo depois de ter sua mobilidade física um tanto comprometida pelo problema da perna.

Elegante em seu vestir, paquerador, namorador, seu bigode imprimia o respeito de um homem dito como brabo, e era mesmo, como todo bom sertanejo. Não perdia uma prosa sequer quando o assunto era mulher.

Foi um empresário de sucesso nos anos 80 e 90. O maior vendedor de cimento da história empresarial de Petrolina e região.

Boêmio, musical, exímio dançarino, alegre, feliz, encantador, sincero, falava o que queria. Tinha uma satisfação de vida muito grande que contagiava e conquistava a todos a sua volta. Foi amigo dos amigos, nos bons momentos ou longe deles. Um cativador de amizades.

Perdendo seu pai muito cedo, foi um baluarte pra família. Ajudou sua venerada mãe, D.Maria do Socorro Granja, mulher visionária e aguerrida, a levar seus irmãos aos bancos acadêmicos e portanto a conduzir as suas vidas para um futuro profissional de sucesso, missão que cumpriu ao lado dos irmãos Antonio Luna, Maria Elena e Carlos Augusto, os irmãos de fé, que souberam superar todos os obstáculos, em nome da luta de seus pais, que sonharam para os filhos, e netos o melhor que eles tiveram.

Neste dia de sua missa de sétimo dia, não posso deixar de relatar boa parte dessa amizade, que tive o privilegio de tê-la, em nome da decência, do respeito durante tantos anos, nos altos e baixos da sua vida. Deus sabe muito bem do cidadão que ele foi. Deixa seis filhos, sua paixão e o seu legado, plantado em seu estilo simples de ser: amigo, irmão, sincero e correto. Que Deus o tenha!


Os filhos:Jean Jeferson, Taciane e Paulo Henrique Bitú de Alencar João Paulo e Yasmim de Souza Alencar e Geovana Sabrina Monteiro de Alencar.

Vinicius de Santana(editor do Blog) e seu amigo sempre.

Previous articleSTF autoriza investigação de Bolsonaro por prevaricação no caso Covaxin
Next articleEntenda a diferença entre ´Enem impresso` e ´Enem Digital`