Home Sem categoria Acompanhe o Boletim da Covid-19 desta sexta-feira (18/06) em Pernambuco

Acompanhe o Boletim da Covid-19 desta sexta-feira (18/06) em Pernambuco

115
0

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta sexta-feira (18/06), 3.118 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 188 (6%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 2.930 (94%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza533.195 casos confirmados da doença, sendo48.253 graves e 484.942 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Além disso, o boletim registra um total de 445.238 pacientes recuperados da doença. Destes, 27.424 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 417.814 eram casos leves.

Também foram confirmados laboratorialmente 70 novos óbitos (37 masculinos e 33 femininos), ocorridos entre os dias 09/08/2020 e 17/06/2021.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 30.139 casos foram confirmados e 52.736 descartados. As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Governo de Pernambuco foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar e afastar os profissionais da área da saúde com sintomas gripais.

NOVOS LEITOS – O Hospital Regional Inácio de Sá, no município de Salgueiro, inaugurou, nesta sexta-feira (18/06), 10 novos leitos de UTI, sendo 7 neonatais e 3 pediátricos, para o atendimento de pacientes que apresentam a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), incluindo a Covid-19. A abertura das novas vagas faz parte do projeto de expansão da rede de Saúde e constante ampliação de oferta hospitalar aos pernambucanos no Interior do Estado. O suporte intensivo para esta faixa etária é o primeiro da região.

“Os leitos de terapia intensiva já começam a ser disponibilizados para transferência e admissão de pacientes na noite desta sexta-feira (18), pela Central Estadual de Regulação de Leitos, setor responsável pela distribuição das vagas nas unidades de saúde vinculadas ao SUS. Com essa estrutura, esperamos proporcionar as condições necessárias para a internação dos bebês e crianças mais graves”, afirma a secretária-executiva de Atenção à Saúde da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), Cristina Mota.

REDE PÚBLICA – Atualmente, a rede pública para os casos suspeitos e confirmados da Covid-19 conta com 1.800 leitos de UTI. Este é o sexto maior número de vagas de terapia intensiva entre todos os estados brasileiros. Antes da pandemia, os hospitais que atendem os pacientes do SUS em Pernambuco contavam com pouco mais de 1 mil leitos de terapia intensiva. Atualmente, são cerca de 2,5 mil vagas de UTI em todo o Estado, somando os leitos dedicados para a Covid-19 e os destinados às demais enfermidades.

Essa expansão da rede de Saúde foi ainda mais intensa no interior do Estado, onde a oferta de leitos de UTI cresceu 185%, saltando de 216 em março de 2020 para 616 atualmente. Com isso, regiões como a X Geres (sede em Afogados da Ingazeira, no Pajeú), que nunca contaram com suporte intensivo, passaram a ofertar vagas de UTI para a população.

Ainda em maio, o Sertão do Araripe também ganhou os primeiros 10 leitos de terapia intensiva exclusivos para recém-nascidos.  As vagas foram abertas no Hospital e Maternidade Santa Maria, localizada na cidade de Araripina, unidade filantrópica conveniada ao Sistema Único de Saúde (SUS) na região.

MOBILIZAÇÃO PARA 2º DOSE – Com a chegada de mais 65 mil doses da vacina contra a Covid-19 da Coronavac/Butantan na manhã desta sexta-feira (18.06), Pernambuco espera zerar, nos próximos dias, o número de pessoas que aguardam pela segunda dose desse imunizante. Para isso, ficou acordado entre a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Pernambuco (Cosems-PE) que os 73 municípios que receberam essa nova remessa, além daqueles que ainda contabilizam pessoas a vacinar com a Coronavac, farão mobilizações ao longo deste final de semana para imunizar o público em atraso. A orientação é também convocar os que ainda não foram tomar a segunda dose da Astrazeneca/Fiocruz no tempo preconizado de três meses após a primeira aplicação.

Além da chegada da Coronavac/Butantan, Pernambuco recebeu, na madrugada desta sexta, 97.110 doses da Pfizer. As vacinas serão destinadas às pessoas com comorbidades e deficiência, podendo ser expandidas aos demais grupos prioritários e à população em geral por faixa etária, de acordo com o andamento da campanha e realidade de cada município. No total, a campanha de vacinação em Pernambuco ganhou o reforço de 162.110 doses que, somadas às entregas anteriores, totalizam mais de 4,6 milhões de vacinas disponibilizadas para proteção dos pernambucanos.

“O Programa Estadual de Imunização recebeu as novas doses e já realizou todo o esquema logístico para levar o insumo a todas as regiões do Estado, como vem sendo feito desde o início da campanha. Toda a nossa equipe tem expertise e sabe fazer campanha de vacinação. E não tenho dúvidas de que essa experiência terá um importante reflexo nas atividades que serão desenvolvidas ao longo deste sábado e domingo”, afirmou o governador Paulo Câmara.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, André Longo, o objetivo é que a vacina chegue o mais rápido possível ao gestor municipal e, consequentemente, ao braço da população. “Nessa remessa, temos um desejo a mais de dar celeridade ao processo para que todos aqueles que estão com a segunda dose da Coronavac em atraso possam finalizar o esquema vacinal, de preferência ainda neste final de semana. Contamos com o empenho de todas as cidades para que sejam realizadas mobilizações para isso”, observou Longo.

O secretário convocou a população a aderir às ações, verificando nos canais oficiais do seu município a data, horário, local e outros detalhes de como será a mobilização. “A vacina salva vidas e tem reduzido as internações e óbitos em Pernambuco. Mas, para garantir essa proteção, é essencial completar o esquema vacinal com as duas doses. Por isso, aproveite o grande esforço concentrado deste final de semana para garantir a sua proteção. Não deixe de tomar a segunda dose. As vacinas são seguras, eficazes e salvam vidas”, reforçou.

Desde o início da campanha de vacinação contra a Covid-19, em 18 de janeiro, Pernambuco recebeu 4.682.210 doses de vacinas. Desse total, 2.319.920 são da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz, 2.024.160 da Coronavac/Butantan e outras 338.130 doses são da Pfizer//BioNTech.  

BALANÇO DA VACINAÇÃO – Pernambuco já aplicou 3.754.438 doses da vacina contra a Covid-19, chegando a 2.731.842 pernambucanos já vacinados com a primeira dose. Ao todo, foram feitas a primeira dose em 296.254 trabalhadores de saúde; 26.073 povos indígenas aldeados; 43.305 em comunidades quilombolas; 7.700 idosos em Instituições de Longa Permanência; 659.130 idosos de 60 a 69 anos; 398.325 idosos de 70 a 79 anos; 202.863 idosos de 80 anos e mais; 1.554 pessoas com deficiência institucionalizadas; 17.964 trabalhadores das forças de segurança e salvamento; 370.729 pessoas com comorbidades; 26.023 pessoas com deficiência permanente; 51.194 gestantes e puérperas; 75.910 pessoas de 40 a 49 anos; 316.108 pessoas de 50 a 59 anos; 851 pessoas em situação de rua, 661 pessoas privadas de liberdade; além de 237.198 trabalhadores de serviços essenciais.

Em relação à segunda dose, já foram beneficiados 217.325 trabalhadores de saúde; 25.702 povos indígenas aldeados; 2.896 em comunidades quilombolas; 5.760 idosos institucionalizados; 282.556 idosos de 60 a 69 anos; 325.463 idosos de 70 a 79 anos; 156.408 idosos de 80 anos e mais; 1.181 pessoas com deficiência institucionalizadas e 5.305 trabalhadores das forças de segurança e salvamento; totalizando 1.022.596 que já finalizaram o esquema vacinal.(Ascom)