Home Sem categoria Mais de 10 mil pessoas fizeram o agendamento para receber a vacina...

Mais de 10 mil pessoas fizeram o agendamento para receber a vacina contra a Covid-19 em Petrolina até o próximo sábado(19)

256
0

Pernambuco espera concluir a vacinação dos maiores de 60 anos contra a Covid-19 até o início de maio - Folha PE

A Prefeitura de Petrolina abriu 10 mil vagas na plataforma de vacinação contra a covid-19. Segundo a secretaria  de saúde, ainda no final do dia de ontem todas as vagas disponíveis até o próximo sábado (19) já estavam preenchidas. O agendamento, além de dar maior agilidade e controle das informações repassadas aos órgãos de controle, também possibilita mais organização nos polos, evitando aglomeração.

De acordo com a diretora da Atenção Básica, Lorena Andrade, a limitação de vagas na plataforma é necessária devido à quantidade de doses que chegam semanalmente ao município. “À medida que novas doses chegam, vamos continuar com os agendamentos. É importante que as pessoas, antes de realizarem o agendamento, verifiquem todas as informações, confiram se realmente estão dentro dos grupos prioritários e se estão com todos os documentos necessários para receber a vacina“, explicou a diretora da Atenção Básica.

Neste momento, usando o critério de idade, estão sendo contempladas as pessoas pertencentes às forças armadas; caminhoneiros; trabalhadores da indústria e da construção civil; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário e a população em geral a partir de 45 anos. Já os trabalhadores de saúde autônomos; trabalhadores da educação da rede pública e privada; gestante e puérperas e pessoas que possuem comorbidades precisam ter idades entre 18 a 59 anos. A imunização das gestantes e puérperas continua, exclusivamente, no polo do SESC, Centro, e não tem necessidade de agendamento.

Além de agendar, para receber a vacina é necessário apresentar os documentos específicos de cada grupo no ato da vacinação. (Ascom)

Previous articlePernambuco registra 2.647 novos casos e mais 58 mortes pela Covid-19
Next articleCovid-19: Brasil tem 2.900 mortes e 95 mil casos em 24 horas