Home Sem categoria Vestibulares e concursos: fim de ano é para descansar a mente e...

Vestibulares e concursos: fim de ano é para descansar a mente e revisar

93
0

Com as festas de final de ano se aproximando, preparação do concurseiro deve priorizar o descanso mental dentro da rotina de estudos

Vestibulares e concursos: fim de ano é para descansar a mente e revisar

Com a grande maioria dos concursos suspensos, o ano de 2020 trouxe grandes desafios para os estudantes que desejam ingressar na carreira pública. Além do contexto de adiamento das provas, os concurseiros ainda tiveram que lidar com todo o desgaste físico e emocional consequente da pandemia, tornando a preparação para os exames ainda mais complexa.

Em 2021, no entanto, com muitos editais para serem abertos e provas já remarcadas para o primeiro semestre, a expectativa é que o ano seja bastante promissor para os concursos públicos. Por isso, para se recuperar do estresse e cansaço dos últimos meses e se preparar para os exames, é fundamental que o aluno mantenha uma rotina de estudos equilibrada, especialmente durante o período das festas de fim de ano.

Para Rodrigo Gomes, professor de Direito Constitucional do AlfaCon, o concurseiro precisa manter uma rotina diferenciada, optando pela reclusão e imersão nos estudos ao invés de frequentar eventos sociais. No final do ano, porém, o especialista defende que essa rotina deve ser flexibilizada, e o estudante pode aproveitar as comemorações em família sem peso na consciência, mas lembrando de seguir os protocolos sanitários de segurança relacionados ao coronavírus, pois a doença pode trazer consequências ainda maiores.

“Normalmente eu diria para o concurseiro aproveitar o feriado e resolver alguns simulados e exercícios, mas estamos em uma situação excepcional por conta da pandemia. Muitas pessoas perderam familiares este ano, por isso, eu recomendo que o estudante mantenha sua rotina de estudos, mas que também dê uma atenção especial para as festas ao lado da família, mas, claro, evitando aglomerações”, afirma.

Para que o estudante consiga construir uma rotina equilibrada, que permita sua participação nos eventos de final de ano sem que ele perca o foco nos concursos de 2021, Gomes explica que a regularidade é o ponto chave. Dessa forma, é importante que o aluno continue revisando os conteúdos diariamente, mas em menor intensidade e sem grandes cobranças por rendimento.

O professor defende que o cuidado emocional deve ser prioridade na rotina de estudos, e o descanso adequado é uma parte fundamental na preparação. “O concurseiro precisa ter a consciência de que o cansaço vai bater, é natural. Mas ele precisa respeitar seus limites psicológicos e saber a hora de parar. Quando ele não conseguir mais assimilar as informações, não conseguir se concentrar, começar a errar questões simples, é o momento que deve parar e descansar a mente, para depois retomar mais produtivo”, finaliza.