Home Sem categoria Vale do São Francisco é destaque nacional!

Vale do São Francisco é destaque nacional!

1195
0
Blog - BAUER Brasil - Irrigation Equipamentos Agricolas Ltda.
Rio São Franscisco e a irrigação
Dr. Ebis Dias Santos é Engº, Agrº

O Brasil alcançou um recorde histórico de exportação de frutas em 2021, segundo os dados apresentados no Boletim Hortigranjeiro 2022, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB), órgão vinculado ao Ministério de Agricultura,Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Em 2021, as exportações brasileiras de frutas foram superiores tanto em volume quanto em receita. O faturamento superou US$ 1,21 bilhão, 20,39% acima do computado até dezembro de 2020. O volume total de frutas frescas exportadas foi de 1,24 milhão de toneladas, superior em 18,13% com relação ao mesmo período do ano anterior.

As exportações brasileiras de frutas são tradicionalmente capitaneadas pela manga,melão e pela uva. Neste cenário, que cresce a cada ano, destacam-se as exportaçõesde manga e uva do Vale do São Francisco, que vem crescendo acima do crescimento nacional. Em 2021, segundo a Valexport, contribuímos para as exportações do país com 245.737 toneladas de manga no valor de US$ 223,9 milhões e 75.127 toneladas de uva no valor de US$ 152,5 milhões. Vale evidenciar que 89% do volume da manga e 98% do volume da uva exportados pelo país em 2021 foram provenientes do Vale.

Cabe ressaltar que também a produção do Vale destinada ao mercado interno vem crescendo em área, produção e produtividade. Não é sem mérito que, recentemente, em pesquisa divulgada pelo (MAPA) Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Petrolina e Juazeiro aparecem no ranking dos 100 municípios mais ricos do agronegócio do Brasil. Petrolina (PE) aparece na 27ª colocação, e Juazeiro (BA) na 91ª, graças à fruticultura irrigada.

Os produtores brasileiros de frutas devem seguir o exemplo dos produtores do Vale do São Francisco que se destacam a cada ano no cenário nacional. Esse destaque é o resultado do empenho de vários atores, incluindo produtores, trabalhadores rurais, associações de produtores, pesquisadores, consultores, órgãos de defesa sanitária, entre outros, e toda uma cadeia do agronegócio regional, que eleva e destaca o Vale do São Francisco no cenário nacional.

Cabe evidenciar, nesse contexto, a importância de todos os segmentos que contribuem para o sucesso da agricultura em nossa região. Todos, capitaneados pelos produtores rurais, são de suma importância para os resultados alcançados. Detalhando apenas um desses segmentos, por exemplo, a defesa sanitária em Petrolina, a ADAGRO, Agência de Defesa e fiscalização Agropecuária de Pernambuco é um exemplo de empresa governamental, que acompanha o desenvolvimento do agronegócio mundial e os seus desafios. Com uma gestão e um corpo técnico competente e dinâmico, em todos os níveis, a instituição vem trabalhando à frente das suas demandas, capacitando seus técnicos no Brasil e no exterior, inclusive nos níveis de mestrado e doutorado, com a finalidade de maior aprofundar os seus conhecimentos para transferi-los aos produtores por meio de visitas, palestras, dias de campo, reuniões e treinamentos, material educativo, veiculação educativa no rádio e TV, entre outros.

Vale ressaltar que toda essa metodologia está sendo aplicada em um plano de trabalho muito importante para o polo de Petrolina. As ações do Plano Estadual de Combate às Moscas-das-Frutas visam, principalmente, com o monitoramento semanal e combate à praga, manter a qualidade das nossas frutas e garantir os mercados interno e externo para os produtores. Certamente, sem esses esforços, a infestação da praga poderia ter aumentado significativamente, acarretando sérios prejuízos para região. As ações voltadas também para o uso correto dos agrotóxicos e o combate ao cancro bacteriano da videira são também consideradas de suma importância para a manutenção da qualidade das nossas frutas.

O polo de Petrolina, juntamente com o polo de Juazeiro, constituem o principal polo de fruticultura do país, tanto em qualidade como em exportação de frutas. Por esse motivo, a Adagro vem trabalhando para a melhoria da sanidade e qualidade das nossas frutas, bem como na emissão de permissões de transito para sua comercialização nos mercados interno e externo.

*Ebis Dias Santos é Engº, Agrº, Mestre em Irrigação e Drenagem e ex-consultor externo da Unesco para a América Latina e Caribe.

Previous articleHoje é dia da ´Paixão de Cristo´. Saiba sempre que ele morreu por nós!
Next articleNetworking para tímidos? 7 dicas para vencer