Universidade Federal do Vale do São Francisco – Wikipédia, a ...

Manter-se em distanciamento social, sem sair de casa, conforme recomendam as organizações de saúde para evitar o contágio da Covid-19, pode ser uma tarefa difícil, não só para os mais jovens, mas também para os idosos.

Com o objetivo de tornar a quarentena um momento mais tranquilo e saudável para idosos e seus familiares, o projeto de extensão Universidade Aberta à Terceira Idade (Unati) da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) está disponibilizando vídeo aulas nas redes sociais, com instruções de exercícios físicos que podem ser feitos em casa por toda a família.

A ação se chama “Unati em Movimento” e, semanalmente, promove a publicação de dois a três vídeos, através do perfil do projeto no Instagram.

Até o momento, duas aulas já estão disponíveis no perfil da Unati. São vídeos curtos, com duração de até dois minutos e meio, com demonstração de exercícios físicos que possuem o objetivo de promover alongamento do corpo, diminuir a tensão muscular, evitar lesões, entre outras atividades para melhoramento da saúde. As vídeo aulas são ministradas pelo estudante da graduação em Educação Física da Univasf e integrante do projeto João Victor Araújo e editadas pelo aluno do curso de Administração da Universidade Pedro Cecílio da Cruz. Além disso, os próximos vídeos contarão com a participação de ex-alunos do curso de Educação Física. Os conteúdos preparados pela equipe são pensados para serem inclusivos e facilmente compreendidos pelo público de terceira idade e toda a produção é orientada pelo docente do Colegiado de Educação Física (Cefis) e coordenador do projeto Marcelo de Maio.

Criado em 2014, o projeto de extensão Universidade Aberta à Terceira Idade, vinculado ao Cefis, tem o objetivo de oferecer ações diversificadas na educação continuada, saúde e cidadania, visando promover bem-estar aos idosos da região do Vale do São Francisco. A ação reúne estudantes dos cursos de Educação Física, Enfermagem, Farmácia e Medicina da Univasf que, sob orientação dos professores, atendem, atualmente, os cerca de 100 idosos participantes, que realizam no projeto atividades interdisciplinares, como tênis, pilates, hidroginástica e ginástica, além de aulas teóricas, com palestras sobre diversos temas, como computação e temáticas da área de saúde.

Com a necessidade de suspensão das ações presenciais, preocupados com as alterações sobre a capacidade física e mental que o isolamento social tem provocado na população e seu impacto na comunidade da terceira idade, a equipe do projeto buscou encontrar alternativas para dar continuidade ao contato com os integrantes da iniciativa e mantê-los em movimento. Assim, surgiu a ideia de realizar o “Unati em Movimento” que, de acordo com o coordenador Marcelo de Maio, embora ainda esteja em sua fase inicial, já tem recebido alguns retornos positivos dos participantes. “Nos grupos de WhatsApp eles nos agradecem pela iniciativa e dizem que estão comentando com os vizinhos, indicando que também acessem a página”, conta.

Além de estabelecer este tipo de relação, segundo o professor, a relevância da produção dos vídeos está em intensificar a relação entre a Universidade e a comunidade local durante o período da pandemia. “Realizar o Unati em Movimento é importante por oferecer à comunidade um canal próprio para promoção da saúde física e mental e dar continuidade à formação acadêmica, estimulando alunos da Univasf ao desenvolvimento de ferramentas na área do ensino e da saúde”, afirma.

Ascom Univasf

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui