Home Sem categoria UFPE, UFRPE e IFPE realizam ato contra corte de R$ 1 bilhão...

UFPE, UFRPE e IFPE realizam ato contra corte de R$ 1 bilhão no orçamento

307
0

 (Foto: UFPE/Divulgação)

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e o Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) realizam ato público, nesta quarta-feira (5), contra o corte orçamentário de R$ 1 bilhão que atinge as instituições federais de ensino técnico e superior brasileiras. A manifestação será transmitida ao vivo pelo canal da UFPE no YouTube, a partir das 15h. O ato contará com a presença dos reitores das instituições.

De acordo com a UFPE, a redução no orçamento das instituições de ensino técnico e superior federais para 2021, aprovada pela Lei Orçamentária Anual (LOA), representa aproximadamente 19% na comparação com o ano passado. Na UFPE, o corte é da ordem de R$ 30 milhões. Assim, o orçamento da Universidade cai de R$ 160 milhões, em 2020, para R$ 130 milhões, em 2021.

Segundo o pró-reitor de Planejamento, Orçamento e Finanças da UFPE, Daniel Lago, além da redução no orçamento, apenas parte dele está disponível. O gestor explica que os recursos previstos na LOA 2021, cerca de R$ 56 milhões (43%) estão à disposição da UFPE, este ano, e R$ 74 milhões (57%) são condicionados à aprovação legislativa.

A universidade também informou que, na prática, a queda no orçamento discricionário afeta diretamente o custeio das despesas relacionadas ao funcionamento da instituição. Esses recursos são utilizados nos contratos terceirizados, fornecimento de energia elétrica e água, compras de materiais -de expediente a insumos para pesquisa-, assistência estudantil, bolsas, editais de fomento, contratação de serviços, obras e outros.

“As ações da educação superior, através do ensino, pesquisa, extensão e assistência à saúde, impactam no desenvolvimento regional e nacional, no cenário de oportunidades, inclusive para as cidades do interior. A democratização da educação superior, inclusiva, gratuita e de qualidade ainda está em curso, muito temos a conquistar na perspectiva do direito e das políticas públicas. É preciso recompor o orçamento das universidades”, afirmou o o reitor da UFPE, Alfredo Gomes. (Diario de Pernambuco)

 

Previous articlePrefeita Suzana Ramos promove mudança em seu secretariado
Next articleOposição traça caminhos para 2022 em PE: Miguel Coelho e Anderson Ferreira se reúnem em Brasília