O Tribunal Superior Eleitoral e a CPMI das Fake News firmaram acordo de cooperação mútua para combater a desinformação nas eleições municipais. A parceria entre a Corte Eleitoral e o colegiado foi firmada em reunião virtual entre Luís Roberto Barroso, presidente do TSE, e a deputada federal Lídice da Mata, relatora do comissão.

A cooperação se dará por meio de troca de informações sobre mensagens falsas que estejam em circulação. Um dos objetivos é municiar o Comitê Estratégico criado pela Justiça Eleitoral para que o colegiado esteja preparado para identificar e esclarecer as mensagens falsas que estejam circulando em aplicativos de mensagens e nas redes sociais.

Além do acordo, a Justiça Eleitoral lançou também o Programa de Enfrentamento à Desinformação. Quase 60 instituições públicas e privadas fazem parte da plataforma, como o Ministério Público Federal, a Ordem dos Advogados do Brasil, o Senado Federal, a Fundação Getúlio Vargas e Google.(Ascom/TSE)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui