Morreu, nesta quinta-feira (17), em Belo Horizonte, o bebê de 1 ano e dez meses e que lutava contra a doença Amiotrofia Muscular Espinhal (AME). Os pais fizeram uma campanha para custear o tratamento, mas que durante arrecadação de dinheiro, o pai, Matheus Henrique Leroy Alves sacou cerca de R$ 1 milhão do valor arrecadado e fugiu para a Bahia.

Ele foi preso após ser encontrado pela Polícia Civil em um apart-hotel em Salvador cerca de três meses depois. O genitor da criança foi indiciado pelos crimes de estelionato, apropriação e desvio de valores de pessoa portadora de deficiência, abandono material e falsa comunicação de crime.

A campanha virtual começou quando João Miguel precisava tomar uma medicação cuja caixa custava R$ 375 mil, para perda dos neurônios motores e os pais alegavam que não tinham condições financeiras para arcar com o tratamento de saúde da criança.(Pleno.News)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui