Home Sem categoria Transtorno Bipolar Infantil: HDM alerta sobre sinais e tratamento

Transtorno Bipolar Infantil: HDM alerta sobre sinais e tratamento

30
0

O Transtorno Bipolar Infantil é um distúrbio psiquiátrico complexo no qual a alternância de humor costuma ser a característica mais marcante. Em geral é raro nessa faixa etária, sendo mais comum durante meados da adolescência ou no início da idade adulta.

Entretanto, o Hospital Dom Malan, nesse Dia Mundial do Transtorno Bipolar (30 de março), alerta que os pais ou responsáveis precisam ficar atentos e buscar o diagnóstico de um profissional, pois a criança com o distúrbio pode apresentar traços que precisam de atenção dos adultos que estão por perto, já que podem passar por variações de humor muito intensas.

A causa da doença ainda é desconhecida, mas a tendência para desenvolver o transtorno bipolar pode ser hereditária. Anomalias químicas no cérebro podem estar envolvidas. Nas crianças com o transtorno, o estresse pode desencadear um episódio.

Durante um episódio de depressão, as crianças com transtorno bipolar, como aquelas com depressão somente, sentem-se excessivamente tristes e perdem o interesse nas suas atividades habituais. Elas podem pensar e se mover lentamente e dormir mais do que o habitual. Sentimentos de desesperança e culpa podem acompanhá-las.

Crianças com transtorno bipolar parecem normais entre os episódios, em contraste com as crianças com transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH), que estão sempre em um estado de atividade aumentada.

Os sintomas começam aos poucos. Contudo, antes de o transtorno se desenvolver, as crianças dão sinal, apresentando comportamento difícil e dificuldade de serem controladas.

O médico é quem diagnostica o transtorno bipolar com base em uma descrição dos episódios característicos relatados pela criança e os seus pais/responsáveis. O tratamento pode ser feito através de medicamentos, que possam contribuir com os sintomas e terapias.

O Hospital Dom Malan oferece atendimento psicológico e neuropediátrico que ajudam no diagnóstico/tratamento do transtorno. O agendamento é feito pela secretaria de saúde e necessita de encaminhamento.

Ascom HDM/IMIP