Valgueiro conclama os petrolinense a serem voluntários da instituição que cuida de vidas

O vice coordenador Centro de Valorização da Vida (CVV), Adalmi Nunes, atendeu ao pedido do vereador e líder da bancada de Oposição, Paulo Valgueiro, esteve na Casa Plínio Amorim, na manhã da última quinta (12), num momento especial para apresentar aos colegas parlamentares e a sociedade petrolinense o trabalho da instituição que cuida de pessoas que apresentam instabilidades emocionais.

O CVV realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, através do 188, e-mail, chat 24 horas todos os dias ou pelo site www.cvv.org.br. A valorização da vida, é o maior objetivo das pessoas envolvidas nesse trabalho que requer dedicação das pessoas envolvidas no projeto. Adalmi ressalta que todo dia é dia de dar apoio emocional, não apenas no mês de Setembro, quando é lembrada a campanha Setembro Amarelo. “Foram muitos que ajudaram a construir a história do CVV em Petrolina e por isso fizemos questão de estarmos aqui na tribuna para partilharmos o trabalho desenvolvido pelos voluntários do CVV de todo o país e em especial do posto de Petrolina”.

Um momento muito importante da exposição do trabalho, foi quando Adalmi apresentou os fatores de risco e de prevenção do suicídio. Outro momento relevante foi quando ele frisou que um dos sonhos da instituição é ter a sede própria e que há anos lutam por isso e ainda não conseguiram realizar.

“Se cada um de nós pudermos dar a contribuição as instituições como a CVV, vale a pena estarmos aqui e justifica o nosso mandato. Conclamo a sociedade para sermos voluntários a essa instituição que valoriza a vida. Parabenizo a todos os voluntários e conclamo a cada um dos petrolinense a ser voluntário também, o suicídio pode surgir na nossa família, no nosso ambiente de trabalho, em qualquer lugar, e nós precisamos estar com o coração aberto e principalmente com os ouvidos atentos para poder ajudar,  evitar que um caso desse aconteça. Estarei sempre disponível para contribuir com o trabalho de vocês, muito obrigado pelo trabalho que vocês realizam”, agradeceu Valgueiro pela interação e exposição do trabalho na Casa Plínio Amorim.

O CVV assumiu como tarefa, desde a sua criação, estimular essa discussão, ação esta que passou a merecer mais empenho nesses últimos anos. O seu trabalho garante ao usuário sigilo absoluto, anonimato, privacidade e ausência de julgamento.

Em Petrolina, fica localizado à Rua R. Joaquim André, 4 – Centro, Petrolina. Telefone para contato: Telefone: (87) 3861-5033

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui