Home Sem categoria Sicredi reúne jornalistas e formadores de opinião em encontro nacional

Sicredi reúne jornalistas e formadores de opinião em encontro nacional

337
0

 

A sétima edição do Encontro Nacional com Jornalistas e Formadores de Opinião do Sicredi, movimentou profissionais de comunicação de várias partes do país, nesta terça-feira (19), através de uma live interativa. O encontro, em comemoração ao Dia Internacional das Cooperativas de Crédito (21 de outubro), foi aberto pelo presidente do Conselho de Administração da Sicredi Participações, Fernando Dall’Agnese, que deu as boas vindas, falando das cooperativas de crédito que hoje já são mais de 86 mil unidades em 118 países, atendendo a mais de 385 milhões de pessoas no mundo.

Depois, o superintendente de Tesouraria do Sicredi, Alexandre Barbosa, lembrou as dificuldades impostas pela pandemia da Covid 19 e os mecanismos utilizados pela cooperativa para superação das limitações e a manutenção da saúde econômica e social dos associados. Evidenciando o tema do encontro ‘Construindo saúde financeira para um futuro melhor’, Barbosa, destacou também a importância da educação financeira, as contribuições e o diferencial que impacta atualmente 12 milhões de brasileiros através de 847 cooperativas distribuídas em todo país.

Na sequência, depois do primeiro bloco de respostas às perguntas feitas através do chat, o encontro mostrou os resultados de vários estudos que demonstram os impactos positivos da presença de uma cooperativa nos municípios menores e mais afastados. No encerramento, o diretor executivo de Crédito do Sicredi, Gustavo Freitas reafirmou o crescimento do cooperativismo de crédito “acima da média do sistema financeiro nacional”, exemplificando que o Sicredi já é a segunda maior instituição de crédito agro no país.

“Em agosto desse ano registramos R$ 117,5 bilhões de carteira de crédito para os pequenos produtores, um crescimento de 43,2% em relação ao mesmo período do ano passado”. E concluindo, Freitas revelou que os  produtores da Agricultura Familiar representam 63% de todo crédito rural concedido, o que equivale a 11 bilhões da carteira.

Respondendo ainda aos questionamentos dos jornalistas e formadores de opinião de todo Brasil, o diretor encerrou sua participação, lembrando ainda que os pequenos empreendedores, as micro e pequenas empresas respondem por 74% das operações, totalizando atualmente R$ 14,8 bilhões de carteira de crédito no fechamento do último mês de agosto. “A perspectiva para o próximo ano é crescer a 2 dígitos no mesmo patamar que vimos crescendo nos últimos 10 anos. Isso é importante para nós e para as comunidades onde atuamos”, concluiu.(Ascom)

Previous articleCOVID-19: Taxa de ocupação dos leitos de UTI está em 20% em Petrolina
Next articleApós quatro meses, Petrolina volta a registrar mais de 100 casos de Covid-19 em 24 horas