A necessidade de valorização dos profissionais se tornou ainda mais perceptível após a pandemia

Profissionais da saúde no enfrentamento da pandemia no Brasil

A progressão salarial para trabalhadores da Saúde está garantida automaticamente este ano em Pernambuco. A decisão, válida apenas para 2020, reconhece o empenho dos servidores estaduais durante a pandemia e retira a necessidade da Avaliação de Desempenho este ano. Mais de 18,5 mil profissionais efetivos (médico, hemo-médico, analistas, assistentes e auxiliáres de saúde) da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) serão beneficiados dentro do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV), sem necessidade de passar por todas as etapas do processo de Avaliação de Desempenho.

Profissionais da saúde apresentam um maior risco com relação à contaminação pelo novo coronavírus tanto por não terem direito ao isolamento social quanto por serem os responsáveis pelos cuidados com os doentes da Covid-19. A categoria da saúde, envolvendo o setor público e privado em Pernambuco, contabiliza atualmente 20.288 trabalhadores infectados pelo novo coronavírus.

Os servidores estaduais passam pela Avaliação de Desempenho anualmente, podendo ganhar até 2,5% de aumento salarial por ano. Em 2020 todos os trabalhadores efetivos do Estado receberão a progressão sem necessidade da avaliação. O processo de progressão salarial era voltado apenas para a categoria médica até 2016, quando a determinação estadual permitiu que todos os servidores da Saúde do Estado participem do processo.

“Precisamos reconhecer o empenho de todos aqueles que estão na linha de frente do combate à Covid-19, seja atendendo a população nos hospitais estaduais ou em atividades administrativas essenciais, que precisaram ser mantidas durante todo este ano para garantir o pleno funcionamento de toda a rede de saúde. Este tem sido um ano de trabalho árduo, mas a força de trabalho do SUS vem demonstrando seu comprometimento com a população pernambucana e exercendo sua função com afinco, mostrando que é possível prestar uma assistência de qualidade e salvar vidas”, afirmou o secretário estadual de Saúde, André Longo.(Folhape)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui