Home Sem categoria Professores de Juazeiro receberão aumento de 26,51% retroativo aos meses de janeiro...

Professores de Juazeiro receberão aumento de 26,51% retroativo aos meses de janeiro e fevereiro

376
0

O reajuste salarial de 26,51% dos professores da rede municipal de ensino de Juazeiro, concedido pela atual gestão, já será feito na folha de março e o retroativo referente aos meses de janeiro e fevereiro será pago na folha de abril.

Com o incremento, os professores em início de carreira e carga horária de 20h, que recebiam R$ 1.454,20 de salário-base, em 2020, passarão a receber R$ 1.922,86, já os que têm carga horária de 40h, passam de R$ 2.908,40 para R$ 3.845,73. Os professores veteranos, 20h, que tinham remuneração de R$ 2.377,22, em 2020, receberão R$ 3.143,36, e os efetivos de 40h, passam de 4.754,43, para R$ 6.286,70.

A secretária de Educação e Juventude de Juazeiro, Normeide Carvalho, ressalta que o percentual de aumento concedido pelo Governo Federal aos municípios não é coerente com o reajuste aplicado pela gestão. “Hoje todos os municípios e estados vêm enfrentando dificuldades para cumprir o percentual de reajuste sugerido pelo Governo Federal sem ferir a lei de responsabilidade fiscal, visto que a contrapartida dada aos municípios não é coerente a essa sugestão, já que tivemos um aumento de menos de 11% nos repasses federais. Mesmo assim conseguimos conceder um dos maiores percentuais da região, maior até que o percentual concedido aos professores da rede estadual de ensino, que foi de 4%”, explica a gestora.

Progressões neste primeiro semestre 

O município prevê, também, para o primeiro semestre de 2022 as avaliações da categoria, previstas no Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR), que  que não foram realizadas nos anos de 2018 e 2020. A iniciativa pode resultar em um acréscimo de 2,5% a 5% na remuneração dos servidores.

Valorização do professor

No ano passado, mesmo sem obrigatoriedade, a atual gestão concedeu o aumento de 4,52% para a categoria. Além do reajuste, investiu mais de R$ 25 milhões, de forma inédita na história do município, em pagamento das licenças-prêmio acumuladas dos servidores da educação, contemplando mais de mil profissionais. Os professores que solicitaram, também receberam 10 dias de férias indenizadas, assim como os contratados não tiveram seus trabalhos suspensos nos meses de janeiro e fevereiro, e os que saíram receberam suas devidas rescisões, estreando um novo capítulo na rede, que antes não cumpria com essas obrigações.

Outras realizações

Entre outras ações implementadas pela atual administração, treze escolas ampliadas, climatizadas e com mobiliário novo foram entregues no ano passado e outras 16 serão entregues nos próximos dias para possibilitar melhores condições de trabalho, além da realização após mais de uma década, do concurso público para professor, com mais de 500 vagas (imediatas e cadastro reserva).

Ascom PMJ