Prefeitura orienta agricultores sobre parcelas e acumulados do ...

A Prefeitura de Petrolina informa sobre a folha de pagamento do Garantia-Safra referente ao mês de abril que chegou com 2.084 famílias contempladas, desse total, foram adicionados à lista mais 31 agricultores que até o momento não haviam recebido nenhuma parcela do benefício e o pagamento está vindo de maneira integral, inclusive, de agricultores que não recebiam nenhum valor há vários anos.

Os demais 2.053 agricultores vão receber as parcelas de abril e maio juntas o que garante R$ 340 para os que já vinham recebendo desde janeiro deste ano.

A folha de pagamento referente ao Garantia Safra 2018/2019 incluiu além dos já cadastrados 2.053, mais 31 agricultores que antes não haviam recebido o seguro devido a problemas cadastrais.  Nesse atual cenário de pandemia, o Governo Federal informou através da Portaria nº 15 de 14 de abril de 2020 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e Secretaria de Política Agrícola a liberação das duas parcelas referentes aos meses de abril e maio do seguro, como também todo o acumulado de safras anteriores desses trabalhadores que não constavam no sistema, com valores que variam entre R$ 800 a R$ 2.550.

O agricultor que tiver cartão com numeração terminando em 1 e 2 já pode se dirigir até uma agência da Caixa Econômica Federal ou correspondentes bancários para receber o benefício. O Garantia-Safra é um programa com ações voltadas aos agricultores familiares que tiveram prejuízos em suas lavouras e estão inseridos em municípios atingidos pela seca ou perdas nas colheitas devido ao excesso de chuvas.

A Secretaria de Agricultura é responsável, em Petrolina, pelo recebimento de inscrições, emissão dos laudos técnicos de verificação do plantio e de casos onde há perdas. Caso algum agricultor que aderiu à referida safra não esteja recebendo os recursos, ou ainda não tenha o cartão o recomendado é que entre em contato com a Secretaria de Governo e Agricultura pelo telefone (87) 98128-7054 para que possa ser regularizada a situação e o pagamento seja então liberado.(Ascom) 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui