Sem aglomeração, a inauguração do Centro de Atenção Psicossocial em Dormentes, foi transmitida pelas redes sociais da prefeita

O dia primeiro de junho ficará marcado na história de Dormentes. A cidade de cerca de 18 mil habitantes, recebeu nesta segunda-feira, a primeira unidade do Centro de Atenção Psicossocial tipo 1 (CAPS 1) que vai acolher e atender pessoas com idade a partir dos 12 anos, com transtornos mentais e usuários químicos.

Sem aglomeração, a prefeita Josimara Cavalcanti inaugurou a unidade durante cerimônia transmitida ao vivo em seu perfil no instagram. Ao lado das secretárias Corrinha de Geomarco, da Assistência Social e Talita Mirele da Saúde, Josimara falou sobre a importância do espaço neste momento de pandemia. “Nesse momento tão delicado, em que tanta gente precisa de acolhimento e atenção, estamos aqui abrindo o primeiro CAPS de Dormentes e reforçando as políticas de saúde pública para a nossa população. O Centro chega em um momento muito importante em que cuidar da saúde mental é mais do que necessário”, destacou Josimara.

O CAPS 1 está localizado no bairro Olímpio José, na sede do município e conta com equipe multidisciplinar formada por enfermeiros, psicólogos, psiquiatra, orientadores, dentre outros. “O CAPS é mais um ponto de atenção estratégica da nossa Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) e vai atuar em conjunto com os demais equipamentos da rede de serviços do município. Vamos oferecer atendimentos individualizados e em grupos, oficinas terapêuticas, orientações e acolhimento das famílias ou cuidadores do nosso público alvo”, explicou a secretária de Saúde.

CAPS 1
O primeiro CAPS de Dormentes recebeu o nome de uma figura ilustre da cidade, Dona Hercília de Jesus Coelho, que faleceu no ano passado. Empreendedora piauiense, se mudou para Pernambuco em 1943 e foi uma das primeiras moradoras do município, onde teve 13 filhos. “Nossa família está muito honrada em receber essa homenagem”, agradeceu a vereadora Paizinha Coelho, filha D. Hercília.

ATENDIMENTO
Inicialmente, o CAPS vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h, com atendimentos espontâneos e/ou encaminhamentos pelas Unidades Básicas de Saúde e Hospital Municipal, respeitando sempre a segurança dos usuários e profissionais quanto às medidas de prevenção ao Covid-19.(Ascom)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui