A soldado Kethlen Lima Silva, de 23 anos, estava grávida de 5 meses quando foi vítima do ataque e perdeu o bebê. Após 16 dias de internação, ela recebeu alta e foi recebida com homenagens

Resultado de imagem para PM grávida é baleada, perde bebê e é recepcionada por colegas pms na saída do hospital

Após 16 dias internada na Santa Casa de Misericórdia do Pará, em Belém, a policial militar que foi baleada no último dia 19 de julho no conjunto Guajará I, em Ananindeua, recebeu alta nesta quinta-feira (8). A soldado Kethlen Lima Silva, de 23 anos, estava grávida de 5 meses quando foi vítima de um ataque e perdeu o bebê.

A agente deixou o hospital no meio da tarde, e na saída foi recebida pela tropa do Batalhão de Polícia Tática. A policial ficou emocionada com a presença dos colegas de farda. Uma oração marcou a homenagem.

O caso

A PM estava com a sua mãe na travessa WE-59 quando foi abordada por um suspeito que atirou contra a agente e ainda roubou a arma da soldado. O tiro pegou no peito. A vítima foi socorrida e levada para o Hospital Metropolitano, em Ananindeua. A PM, que estava grávida quando foi alvo do crime, acabou perdendo o bebê.

Dois dias depois do crime, a polícia recebeu informações de que os suspeitos pelo ataque estavam numa casa no bairro das Águas Lindas, em Ananindeua. Houve troca de tiros no local e uma mulher que estaria com a arma da policial morreu.

Dois homens fugiram. De acordo com a Polícia Civil, um dos suspeito de participação no crime morreu em um confronto com a Rotam, e o outro ainda está foragido. (G1 – PA)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui