A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, óculos

O Petrolinense Alan da Silveira inovou na semana passada ao lançar um sistema muito interessante e o primeiro no nordeste nesse estilo. O robô tem ganhado destaque entre os petrolinenses pois une tecnologia, divulgação de informação e acessibilidade. O sistema se chama “robô Petro”, um chatbot que atualiza automaticamente os dados referentes a covid-19 nos bairros de Petrolina.

O robô funciona de forma simples, basta que o cidadão acesse a plataforma e envie ao Petro o nome do bairro e ele responderá de forma automática a quantidade de casos no bairro. A plataforma também tem integrada outras informações como a curva de casos em Petrolina e nos principais bairros e a ocupação dos hospitais – Informações que também são desenvolvidas e editadas em uma linguagem simples pelo petrolinense.

Transparência

Segundo Alan da Silveira, o robô tem ganhado visibilidade porque torna informações que antes estavam em uma forma de difícil acesso em uma maneira fácil e rápida. “O Petro é importante porque a gente vai pegar informações que estavam soltas, unir e deixar para que pessoas possam acessar de maneira rápida e com uma maior facilidade.”

Alan da Silveira comenta que o trabalho une Tecnologia, transparência e acessibilidade: “A gente tem feito uma série de trabalhos nas redes sociais que buscam deixar informações e dados da COVID-19 em uma linguagem simples e adequada para o cidadão comum. Transparência também é isso. E como apaixonados pela transparência e informação lançamos o Petro que une três coisas essenciais na democracia: tecnologia, transparência e acessibilidade.”

Onde posso acessar

O sistema é um chat disponivel no site www.alandasilveira.com/robobairrose o cidadão só precisa entrar, ler as dicas e enviar no chat, disponível no site, o nome do bairro. Não tem dificuldade e não tem estresse.

Mais informações e acessibilidade

Segundo o pesquisador o sistema está em fase de teste para implantar mais informações. “Queremos colocar mais informações nele, desde dados referentes a saúde de Petrolina, orçamento simplificado até educação cidadã. A gente quer fazer do Petro uma plataforma de transparência facilitada.”

Alan da Silveira comenta que o robô passará a falar nos próximos meses. “Queremos deixar ele ainda mais acessível, respondendo por áudio para que mais pessoas possam ter acesso a isso.”

O trabalho com informações

O pesquisador Alan da Silveira tem se destacado nos últimos anos pelo trabalho desenvolvido com a pesquisa e divulgação de dados e políticas públicas em Petrolina. Desde que começou a pandemia, por exemplo, partiu do grupo de pesquisa que ele coordena a ideia de gerar os primeiros gráficos da curva epidemiológica da cidade com análises em uma linguagem acessível a pessoas comuns.

Nesse fim de semana também Alan ganhou destaque por ter lançado os primeiros gráficos de curva epidemiológica dos 3 bairros mais afetados em Petrolina. Areia Branca, Cohab Massangano e Centro.(Ascom)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui