Petrolina se mantém entre as cidades selecionadas pelo Ministério do Turismo para fazer parte do Mapa do Turismo Brasileiro 2019-2021, que incluiu 2.694 municípios de 333 regiões turísticas do país. A capital do Sertão do São Francisco atendeu aos requisitos exigidos pelo Governo Federal e se manteve na categoria ‘B’, de uma escala que vai da ‘A’ a ‘E’, e engloba os municípios com o segundo maior fluxo turístico doméstico e internacional, e ocupações formais no setor de hospedagens.

Dos 185 municípios de Pernambuco, apenas 12 foram incluídos na mesma categoria que Petrolina, entre eles, o arquipélago Fernando de Noronha e Caruaru. Recife e Ipojuca foram as únicas cidades do Estado na classificação ‘A’. O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Petrolina, Emicio Júnior, ficou satisfeito com a avaliação da cidade. “Fazer parte do Mapa do Turismo Brasileiro e com a segunda melhor classificação, nos dá munição para pleitear mais investimentos junto ao MTur e, assim, fortalecer o município com ações de infraestrutura, qualificação profissional e promoção de roteiros turísticos, por exemplo”, afirma.

Para permanecer no mapa, o município atendeu requisitos como: orçamento próprio destinado ao turismo; prestadores de serviços turísticos registrados no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), do Ministério do Turismo; ter um órgão de turismo em atividade e conselho municipal funcionando, visto que este é o primeiro passo para o desenvolvimento integrado da atividade turística. Em Petrolina, o Comtur foi reativado em 2017, no início da gestão do prefeito Miguel Coelho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui