O Governo de Pernambuco, após análise do Gabinete de Enfrentamento ao novo coronavírus, autorizou o avanço das Geres VI, VII e XI – com sedes em Arcoverde, Salgueiro e Serra Talhada, no Sertão, respectivamente – para a Etapa 7 do Plano de Convivência com a Covid-19, a partir da próxima segunda-feira (14). Com isso, os serviços de alimentação e shopping centers poderão estender seu horário de funcionamento até às 22h. No momento, os estabelecimentos estão funcionando das 10h às 20h (centros de compras) e das 6h às 20h (alimentação).

Na região que compreende Arcoverde, foi registrada uma redução de 47,1% nos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e de 57,9% nos óbitos em 15 dias.

Na região de Salgueiro, a queda foi de 29,4% na comparação das semanas 36 e 35, com estabilização no acumulado dos 15 dias. Além disso, houve queda expressiva de 66% nos óbitos na comparação de duas semanas e de quase 90% da semana 36 para a 35.

Já na região compreendida por Serra Talhada teve uma redução na ordem de 45% nos casos graves e de 66% nos óbitos no período das duas semanas.

Na Macrorregião 2, a Geres V – que tem Caruaru, no Agreste, como cidade polo – avançará para a Etapa 8 do Plano de Convivência com a Covid-19. A análise da quinzena apontou uma queda de 19,9% nos casos de SRAG e de 51% nos óbitos. Na mesma Geres, também estarão liberados na próxima segunda-feira os serviços de escritório, com 100% da mão de obra, e poderão ser reabertos os museus e espaços de exposição.

As demais regiões do Estado, incluindo a Região Metropolitana do Recife (RMR), permanecem na situação atual. O status de cada município pode ser conferido no site da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco: www.sdec.pe.gov.br.

É importante reforçar que o Comitê Socioeconômico de Enfrentamento ao Novo Coronavírus continua empenhado em avaliar os indicadores diariamente. O plano é regionalizado e tem evoluído conforme o comportamento dos índices nas 12 Geres que dividem o Estado. Todos os protocolos estão no site www.pecontracoronavirus.pe.gov.br, onde também é possível consultar a última versão do Plano de Convivência das Atividades Econômicas com a Covid-19.

AMPLIAÇÃO DA TESTAGEM – O secretário de Saúde, André Longo, ressaltou que a ampliação da testagem tem garantido uma reabertura segura. Ele anunciou, ainda, um aumento no número de testes disponíveis, nos próximos dias, em pessoas que tiveram contato domiciliar com casos confirmados da doença.

Em Pernambuco, o Laboratório Central de Pernambuco (Lacen) tem capacidade diária para processar 3 mil exames de RT-PCR, considerado padrão ouro na testagem do novo coronavírus, pois ele detecta o vírus em sua fase mais aguda, ou seja, no momento em que a pessoa está com maior capacidade de transmitir a doença. “Para se ter uma ideia, no momento dos primeiros registros da doença no Brasil, no final de fevereiro, o país tinha a capacidade de fazer apenas 2.700 exames por dia. Essa massificação da testagem vai nos ajudar a ampliar o monitoramento e também o controle da transmissão da doença, dando ainda mais segurança para os próximos passos da reabertura”, disse o secretário.

EDUCAÇÃO – O Governo de Pernambuco também autorizou a retomada das aulas práticas nos cursos técnicos de nível médio, a partir do dia 16 de setembro. Já em Fernando de Noronha, as aulas presenciais já têm data para retomada. A ilha, que não registra transmissão comunitária da Covid-19 desde o final de abril, poderá receber os estudantes da Escola de Referência em Ensino Fundamental e Médio (EREFM) Arquipélago Fernando de Noronha a partir do dia 22 de setembro, e do Centro Integrado de Educação Infantil (CIEI) Bem-Me-Quer a partir do dia 6 de outubro.

A EREFM Arquipélago Fernando de Noronha conta com 402 alunos do ensino médio e dos anos iniciais e finais do ensino fundamental, enquanto o CIEI Bem-Me-Quer atende 217 crianças da educação infantil e berçário. Ambas as unidades já iniciaram os preparativos para recepção dos estudantes, como a divulgação das medidas sanitárias previstas no protocolo setorial de educação; aquisição de totens de álcool em gel, termômetros, máscaras e face shields; além da realização de serviços de manutenção, especialmente para instalação de novas pias para lavagem das mãos (lavatórios). Os professores também poderão contar com a reorganização das instalações de alojamento e atividades de formação e acolhimento antes do início das atividades presenciais com os alunos.

A escola também criou uma Comissão de Retomada das Atividades Escolares para discutir as medidas de organização com a participação de representantes do Conselho Distrital, família, estudantes, Superintendência de Educação de Fernando de Noronha, Vigilância Sanitária e Assistência Social.

O secretário de Educação e Esportes, Fred Amancio, comemorou o avanço, registrando que a experiência em Noronha será de fundamental importância para a retomada das unidades educacionais em todo o Estado. “É a primeira vez que o protocolo setorial de educação será posto em prática nas escolas. A retomada das aulas presenciais na ilha será acompanhada com especial atenção, pois nos ajudará a compreender ainda mais o cenário e tomar futuras decisões sobre as demais escolas de Pernambuco”, concluiu o secretário.

(Ascom SEI PE)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui