Houve troca de tiros entre os suspeitos e a polícia; dois veículos foram atingidos pelos disparos

Uma tentativa de explosão a uma agência bancária do município de Girau do Ponciano, Agreste alagoano, acabou em uma troca de tiros que deixou nove mortos. Policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e agentes da Divisão Especial de Investigação e Capturas (DEIC) frustraram a ação criminosa, na manhã dessa segunda-feira (2). Dois veículos, que teriam sido usados pelo bando, foram atingidos pelos disparos. Dois suspeitos foram presos.

Segundo informações, homens fortemente armados preparavam-se para assaltar o banco, quando foram surpreendidos pela polícia, que investigava os mesmos. Houve uma intensa troca de tiros e suspeitos foram baleados.

Conforme a assessoria do Hospital de Emergência do Agreste (HEA), sete deles deram entrada na unidade, com ferimentos graves provocados por arma de fogo, mas não resistiram e entraram em óbito. Outros dois morreram em uma unidade de saúde situada em Girau do Ponciano.

Alguns dos suspeitos foram identificados como Thalyson Jeyns de Moura Severiano, 30 anos; Raphael Oliveira Silva, 35; Bruno Santiago, 33; João Paulo da Silva, 45; e José Humberto Brasileiro, 43. Os demais não foram identificados.  A PM realizou cerco com helicóptero na região. Além de Girau do Ponciano, buscas foram feitas nos municípios de Lagoa da Canoa e Arapiraca.

Nesta terça-feira (3), a polícia apresentou todos os detalhes da operação na sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP), no centro de Maceió.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui