Encerrando o ciclo de encontros com os gestores municipais do estado, o governador tratou da regionalização do plano de retomada da economia. (Foto: Heudes Regis/SEI)
Encerrando o ciclo de encontros com os gestores municipais do estado, o governador tratou da regionalização do plano de retomada da economia. (Foto: Heudes Regis/SEI)

O governador Paulo Câmara se reuniu, por meio de videoconferência neste sábado (13), com os representantes dos municípios do Sertão de Pernambuco. O encontro tratrou sobre a regionalização do Plano de Convivência com a Covid-19 no estado, encerrando o ciclo de debates sobre o assunto. Durante esta semana, o governador já havia se reunido com os gestores das cidades da Região Metropolitana, Zona da Mata e também com os prefeitos do Agreste.

Na reunião deste sábado, Paulo Câmara discustiu sobre a nova etapa do plano de retomada da economia, que começa na próxima segunda-feira (15). Oitenta e cinco municípios do Agreste e da Zona da Mata Pernambuco ficarão de fora dessa nova etapa, pois não mostraram tendência de queda no número de casos.

O governador também tratou sobre os próximos passos das ações de combate à pandemia do coronavírus no território pernambucano e resaltou a necessidade de aumentar a demanda de serviços de saúde no estado. Segundo Paulo Câmara, nas próximas semanas, os hospitais de campanha em Serra Talhada e em Petrolina, no Sertão, começarão funcionar. Além disso, segundo Câmara, o governo pretende abrir mais leitos de UTI – atualmente Pernambuco tem 700 leitos de UTI voltados para tratamento da Covid-19.

Além do governador e prefeitos, acompanhou a reunião os secretários estaduais André Longo (Saúde), Bruno Schwambach (Desenvolvimento Econômico) e Alexandre Rebêlo (Planejamento e Gestão). O governador Paulo Câmara se reuniu, por meio de videoconferência neste sábado (13), com os representantes dos municípios do Sertão de Pernambuco. O encontro tratrou sobre a regionalização do Plano de Convivência com a Covid-19 no estado, encerrando o ciclo de debates sobre o assunto. Durante esta semana, o governador já havia se reunido com os gestores das cidades da Região Metropolitana, Zona da Mata e também com os prefeitos do Agreste.

Na reunião deste sábado, Paulo Câmara discustiu sobre a nova etapa do plano de retomada da economia, que começa na próxima segunda-feira (15). Oitenta e cinco municípios do Agreste e da Zona da Mata Pernambuco ficarão de fora dessa nova etapa, pois não mostraram tendência de queda no número de casos.

O governador também tratou sobre os próximos passos das ações de combate à pandemia do coronavírus no território pernambucano e resaltou a necessidade de aumentar a demanda de serviços de saúde no estado. Segundo Paulo Câmara, nas próximas semanas, os hospitais de campanha em Serra Talhada e em Petrolina, no Sertão, começarão funcionar. Além disso, segundo Câmara, o governo pretende abrir mais leitos de UTI – atualmente Pernambuco tem 700 leitos de UTI voltados para tratamento da Covid-19.

Além do governador e prefeitos, acompanhou a reunião os secretários estaduais André Longo (Saúde), Bruno Schwambach (Desenvolvimento Econômico) e Alexandre Rebêlo (Planejamento e Gestão).

O governador Paulo Câmara se reuniu, por meio de videoconferência neste sábado (13), com os representantes dos municípios do Sertão de Pernambuco. O encontro tratrou sobre a regionalização do Plano de Convivência com a Covid-19 no estado, encerrando o ciclo de debates sobre o assunto. Durante esta semana, o governador já havia se reunido com os gestores das cidades da Região Metropolitana, Zona da Mata e também com os prefeitos do Agreste.

Na reunião deste sábado, Paulo Câmara discustiu sobre a nova etapa do plano de retomada da economia, que começa na próxima segunda-feira (15). Oitenta e cinco municípios do Agreste e da Zona da Mata Pernambuco ficarão de fora dessa nova etapa, pois não mostraram tendência de queda no número de casos.

O governador também tratou sobre os próximos passos das ações de combate à pandemia do coronavírus no território pernambucano e resaltou a necessidade de aumentar a demanda de serviços de saúde no estado. Segundo Paulo Câmara, nas próximas semanas, os hospitais de campanha em Serra Talhada e em Petrolina, no Sertão, começarão funcionar. Além disso, segundo Câmara, o governo pretende abrir mais leitos de UTI – atualmente Pernambuco tem 700 leitos de UTI voltados para tratamento da Covid-19.

Além do governador e prefeitos, acompanhou a reunião os secretários estaduais André Longo (Saúde), Bruno Schwambach (Desenvolvimento Econômico) e Alexandre Rebêlo (Planejamento e Gestão).(Diário de Pernambuco)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui