Home Sem categoria Para ministros do STF, PEC da Imunidade é ‘afronta’ após prisão de...

Para ministros do STF, PEC da Imunidade é ‘afronta’ após prisão de Daniel Silveira

365
0

Para ministros do STF, PEC da Imunidade é 'afronta' após prisão de Daniel Silveira

Não repercutiu bem entre ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que dificulta a prisão de parlamentares. A chamada PEC da Imunidade teve sua admissibilidade aprovada na noite desta quarta-feira (24) pela Câmara.

Para magistrados da Corte, o texto é uma espécie de “retaliação” e “afronta” à Corte por conta da decisão de manter o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) na prisão.

Silveira foi detido na semana passada pela divulgação de um vídeo com ofensas aos ministros e defesa à ditadura militar. A prisão foi determinada pelo ministro Alexandre de Moraes, mas, em seguida, os demais magistrados a referendaram (veja aqui).

Ao Blog de Andréia Sadi, no G1, um ministro avaliou que, na ocasião, a cúpula da Câmara evitou o confronto com o STF e, então, os parlamentares mantiveram a prisão dele em plenário. Porém, após o episódio, os deputados aproveitaram para acelerar a discussão de um projeto que blinda a classe política.

“O confronto menor seria soltar um, não dar margem para não prender ninguém”, comentou um ministro. Para os magistrados, o projeto acabará sendo questionado na Corte, que poderá ter que discutir sua constitucionalidade.(Bahia Noticias)

Previous articleBrasil já aplicou mais de 6,1 milhões de doses de vacina contra covid
Next articleEm Petrolina, Prefeitura convoca ´População Trans` para participar de mapeamento. Cadastro até o dia primeiro de março