Home Blog Page 280

Oportunidade. Estado anuncia mil bolsas de estudo de R$ 500 para alunos de baixa renda matriculados em faculdades

0

Governador Paulo Câmara (PSB) e secretários participara,m, nesta quinta (7), da assinatura do Prouni-PE — Foto: Hélias Scheppa/Governo de Pernambuco/Divulgação

Programa Pernambuco na Universidade (Prouni-PE) foi lançado no Recife. Segundo o governo, estão assegurados R$ 6 milhões para a iniciativa, em 2021.

O governo anunciou, a distribuição de mil bolsas de estudo de R$ 500 para alunos de baixa renda matriculados em instituições de ensino superior no estado. A iniciativa faz parte do Programa Pernambuco na Universidade (Prouni-PE).

A lei que criou o Prouni-PE foi assinada pelo governador Paulo Câmara (PSB). Em coletiva transmitida pela internet, o chefe do Executivo pernambucano afirmou que os recursos estão assegurados para 2021.

“São R$ 6 milhões reservados para este ano. Esperamos avançar quando a economia melhorar no país”, afirmou.

De acordo com o governo, serão contemplados estudantes de autarquias municipais, faculdades privadas e entidades comunitárias. O processo seletivo terá como critério o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A nota de entrada mínima será definida em edital, de acordo com o estado.

Serão beneficiados estudantes não portadores de diploma de curso superior. A renda familiar mensal per capita não pode ser maior do que o valor de um salário mínimo e meio, ou R$ 1.650.

Poderão concorrer alunos que comprovem vínculo com instituições de ensino superior cadastradas e que tenham cursado ensino médio em escola da rede pública ou instituições privadas na condição de bolsista integral. É preciso ter realizado o Enem nos dois últimos anos.

O secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lucas Ramos, disse que as bolsas terão maior foco em áreas de ciências exatas.

Entre as áreas destacadas pelo governo estão engenharias, computação, análise de sistemas, química, física, biologia e matemática.

De acordo com ele, 70% das oportunidades serão para estudantes das categorias que envolvem as ciências exatas. As demais ficarão para os outros setores.

“Reservaremos 20% para as mulheres em situação de vulnerabilidade social ou vítimas de violência doméstica”, afirmou.

Ainda de acordo com Ramos, também haverá cotas para deficientes e para professores que estão exercendo essa função nas redes de ensino do estado.

Para colocar o programa em prática, o estado prevê convocações de estudantes por meio de editais. A meta é lançar as chamadas para seleções públicas no início de cada ano. Em 2021, a expectativa é fazer a publicação até o dia 15 deste mês.

Na coletiva, o governo informou também que já existe a previsão para bolsas em 2022. Durante o programa, os valores das bolsas serão repassados diretamente aos estudantes, por depósito em conta.

Nascidos em julho podem sacar auxílio emergencial a partir de hoje

0

Foram creditados cerca de R$ 2,4 bilhões para esse público nos ciclos 5 e 6 de pagamentos

Nascidos em julho podem sacar auxílio emergencial a partir de hoje

Cerca de 3,4 milhões de beneficiários do auxílio emergencial e do auxílio emergencial extensão nascidos em julho poderão sacar a última parcela do benefício a partir desta sexta-feira (15). Eles poderão sacar ou transferir os recursos da conta poupança social digital. Foram creditados cerca de R$ 2,4 bilhões para esse público nos ciclos 5 e 6 de pagamentos.

Desse total, cerca R$ 2,2 bilhões são referentes às parcelas do auxílio emergencial extensão e o restante, cerca de R$ 200 milhões, às parcelas do auxílio emergencial.

O dinheiro havia sido depositado na conta poupança digital em2 de dezembro para os beneficiários do ciclo 5 e em21 de dezembro para os beneficiários do ciclo 6. Até agora, os recursos podiam ser movimentados apenas por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de boletos, de contas de água, luz e telefone, compras com o cartão virtual de débito pela internet e compras em estabelecimentos parceiros por meio de maquininhas com código QR (versão avançada do código de barras).

Para realizar o saque em espécie, é necessário fazer o login no Caixa Tem, selecionar a opção “saque sem cartão” e “gerar código de saque”. Depois, o trabalhador deve inserir a senha para visualizar o código de saque na tela do celular, com validade de uma hora. O código deve ser utilizado nos caixas eletrônicos da Caixa, nas unidades lotéricas ou nos correspondentes Caixa Aqui.

Os saques em dinheiro podem ser feitos nas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui ou nas agências.

Com informações da Agência Brasil

Programa de Aquisição de Alimentos: Agricultores de Petrolina têm até esta sexta-feira (15) para se inscrever

0
Foto: Divulgação

Os agricultores familiares de Petrolina que desejam participar do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) têm até esta sexta-feira (15) para efetivar a inscrição no programa. Este ano, o PAA vai investir mais de R$ 1 milhão para fomentar a agricultura familiar local através da compra direta de alimentos aos 208 agricultores que serão selecionados.

As inscrições acontecem das 7h30 às 13h, no térreo do Centro de Convenções seguindo todas as medidas de prevenção à covid-19. De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos serão contemplados os agricultores familiares enquadrados no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).  O objetivo é adquirir dos agricultores locais produtos como acerola, goiaba, carne, macaxeira, mel, polpas de frutas, legumes, entre outros.

Para se cadastrar é preciso apresentar cópia da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP); CPF; carteira de identidade; comprovante de residência; Número de Inscrição Social (NIS); Certificado Orgânico (no caso de agricultor com produção orgânica); além de um documento que comprove vínculo com a terra e ficha de cadastro preenchida e assinada com as propostas de fornecimento.

O Edital completo pode ser obtido no Diário Oficial da prefeitura, através do link https://doem.org.br/pe/Petrolina/diarios/previsualizar/LZVLlpV1?filename=DOE-pe_petrolina-ed.2.565-ano.11.pdf&_cb=20210105170632

Mais crise na Univasf! Vice renuncia e deixa instabilidade na direção pró-tempore

0

História — UNIVASF Universidade Federal do Vale do São Francisco

Vice-Reitor — UNIVASF Universidade Federal do Vale do São Francisco
Valdner Dazio Ramos

A noticia do afastamento do atual vice-reitor temporário da Univasf, Valdner Dazio Ramos Clementino, jogou mais cinza na atual situação de desconforto que vive a direção da Universidade, comandada pelo Professor Paulo César Fagundes,  nomeado  reitor temporário.

O fato aconteceu no inicio da semana, quando o próprio vice-reitor pediu a exoneração.

Veja o que o professor Valdner relatou em  oficio encaminhado a reitoria pro-tempore da Univasf, demonstrando a sua insatisfação com a condução das questões da universidade.

(oficio)

Professor Paulo César Fagundes, reitor temporário, acatou o pedido do vice e baixou a portaria, oficializando a solicitação. A exoneração já foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Segundo informações do Blog do Conselho Universitário da Univasf, em seu pedido Valdner alegou incompatibilidade entre ele o reitor Paulo César Fagundes, e o que ele chamou de “atitudes um tanto quanto estranhas”, em carta datada da última terça-feira (12).

Como já se sabe,  Univasf está com uma gestão temporária desde abril de 2020, quando o reitor eleito, Telio Nobre Leite, foi impedido de assumir o cargo, após uma das chapa que perdeu o pleito ingressar com ação judicial. Desde então, devido a uma liminar, o processo de nomeação segue parado na segunda instância, aguardando o julgamento de mérito pela Justiça Federal em Petrolina.

De acordo com fontes ouvidas pelo PNB ligadas ao Conselho Universitário da Univasf “a comunidade acadêmica tem se mostrando insatisfeita com a gestão pró-tempore, pois os indicados para ocuparem os cargos de reitor e vice reitor temporários, foram os membros ligados a chapa que judicializou o processo, tendo como um dos principais líderes o professor Valdner Ramos, que agora nove meses depois resolve entregar o cargo”, declararam.

Existe uma insatisfação da  comunidade acadêmica, segundo informações,  com a atual gestão Pro-tempore. Falta legitimidade, comentou um dos professores que não quis se identificar. Outros episódios já foram registrados na atual gestão, o que trouxe esse desconforto de alunos e professores.

Agora é esperar os próximos embates, para saber quando a Univasf vai caminhar em águas calmas ou permanecer na situação que se encontra, em águas turvas.

Hospitais do AM colapsam por falta de oxigênio e pacientes morrem asfixiados

0

O governo estadual diz o que Amazonas vive a fase mais crítica da pandemia

Hospitais do AM colapsam por falta de oxigênio e pacientes morrem asfixiados

Com a nova explosão de casos de covid-19 no Amazonas, o estoque de oxigênio acabou em vários hospitais de Manaus ontem, levando pacientes à morte por asfixia, segundo médicos. O governo federal anunciou que levará pacientes para outros Estados – é estimada a necessidade de 750 transferências. Profissionais de saúde disseram ainda que hospitais fecharam as portas nesta quinta-feira, 14, por falta de insumos e leitos, e precisaram de apoio da PM para evitar invasões. O governo estadual diz o que Amazonas vive a fase mais crítica da pandemia.

O Hospital Universitário Getúlio Vargas, ligado à Universidade Federal do Amazonas (UFAM), ficou cerca de quatro horas sem o insumo na manhã de ontem. Segundo um profissional ouvido pelo Estadão e que não quis se identificar, o oxigênio acabou na madrugada, gerando desespero nas equipes de saúde. O hospital teria recebido cilindros às 12 horas, capazes de oferecer ajuda a pacientes por apenas mais duas horas.

“Colegas perderam pacientes na UTI por causa da falta de oxigênio. Eles ainda tentaram ambuzar (ventilar manualmente), mas foi só para tentar até o último recurso mesmo, porque é inviável manter isso por muito tempo. Cansa muito, tem de revezar profissionais. Chamaram residentes para ajudar na ventilação manual. A vontade que dá é de chorar o tempo inteiro. Você vê o paciente morrendo na sua frente e não pode fazer nada. É como se ver na guerra e não ter armas para lutar”, disse outra médica da unidade. Nas redes sociais, profissionais do Getúlio Vargas também divulgaram pedidos de ajuda.

O Pronto-Socorro 28 de Agosto, o Hospital Universitário Getúlio Vargas e o SPA (serviço de pronto-atendimento) Alvorada chegaram a fechar as portas por não terem condições de atender novos pacientes. Em frente a essas três unidades houve tumulto e a PM foi acionada para impedir a entrada à força de quem buscava atendimento.

“Estamos perdendo vidas. Há algumas semanas a gente já vinha citando que era um cenário de guerra e que o caos iria se instalar”, afirmou o presidente do Sindicato dos Médicos do Amazonas, Mário Viana.

Conforme relatos de outros profissionais de saúde publicados nas redes sociais, a maioria dos hospitais sofre com o mesmo problema. Há registro de falta do insumo nos hospitais Fundação de Medicina Tropical e nos SPAs de Manaus.

Segundo Marcellus Campêllo, secretário da Saúde do Amazonas, as empresas fornecedoras de oxigênio entraram em colapso por não conseguir atender à demanda, que dobrou em relação a abril e maio. “No 1º pico, o consumo máximo foi de 30 mil m³ de oxigênio e, neste momento, estamos com consumo acima de 70 mil m³.” O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), atribuiu o desabastecimento ao isolamento geográfico do Estado.

O procurador de Justiça Caio Dessa Cyrino, que tinha um filho internado no Hospital Fundação de Medicina Tropical, disse ao Estadão que pela manhã não havia oxigênio para nenhum paciente. “Minha nora me ligou às 5h, quando ela foi lá visitá-lo, avisando que tinha acabado. Ele estava no 3º dia de UTI e evoluindo bem. Por sorte, eu tinha uma ‘bala’ de oxigênio em casa e corri para o hospital para levar. Quando cheguei com a bala na mão, vi o olhar de desespero dos médicos, servidores. Estavam em choque, sem poder fazer nada.”

Ele conta que o filho, de 36 anos, começou a se sentir mal há quase duas semanas, mas logo no início não achou vaga em hospital e ficou em home care, por isso ele tinha oxigênio. Ele conseguiu contratar uma UTI aérea para transferir o filho para São Paulo. “Mas quantas centenas não têm como fazer isso e podem morrer hoje?”

Segundo o governo local, inicialmente 235 pacientes serão enviados para Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte, Goiás e Distrito Federal. A União vai apoiar a transferência, em aviões militares, de pacientes com quadros moderados, em condições de serem levados.

POR ESTADÃO CONTEÚDO

Internada em UTI, Eva Wilma está consciente e apresenta evolução

0

Os médicos reiteraram que ela não contraiu o novo coronavírus

Internada em UTI, Eva Wilma está consciente e apresenta evolução

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Eva Wilma, 87, permanece internada na UTI do hospital Vila Nova Star, em São Paulo, para tratamento de uma pneumonia. Segundo boletim médico, ela está consciente e seu quadro respiratório é estável. Os médicos reiteraram que, como já informado anteriormente, ela não contraiu o novo coronavírus.

“Não há relação com a Covid-19. Ela está consciente, mantendo estabilidade hemodinâmica e boa evolução clínica”, diz a nota. Wilma está hospitalizada desde o último dia 7.

Em uma série de entrevistas para homenagear os 70 anos da televisão brasileira, completados em 18 de setembro, Pedro Bial conversou com a atriz. Uma das histórias que chamou mais a atenção foi a não escalação para um filme do cineasta Alfred Hitchcock.

Wilma relembrou que estava com o marido almoçando nos estúdios da Universal Pictures, em 1969, quando um agente se aproxima dela. “Ele veio me perguntar se poderia me fotografar, pois Hitchcock estava procurando uma atriz latino-americana para fazer o papel de uma cubana em um filme muito importante.”

Ela afirmou que se deixou ser fotografada e retornou ao Brasil. Passados alguns meses, uma pessoa entrou em contato para convidá-la para participar do teste: “Fui para Hollywood no dia seguinte”. Wilma recorda que Hitchcock tinha uma casa só para ele nos estúdios e que “parecia mais uma casa de filme de terror mesmo”.

Depois de três meses, a atriz diz que foi escolhida uma alemã [Karin Dor] para o papel da cubana. “O meu consolo, também, digo para me conformar, é que ‘Topázio’ [1969] não foi um dos bons filmes de Hitchcock. Eu assisti e falei: ‘Esse papel não era para mim’. Mas era para me conformar, porque eu queria ter feito.”

FAB deve levar 750 pacientes de Covid de Manaus para serem tratados em outros estados

0

Até estados mais distantes, como Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, estão se dispondo a receber pacientes.

FAB deve levar 750 pacientes de Covid de Manaus para serem tratados em outros estados

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O Ministério da Saúde mobilizou governadores de pelo menos sete estados para receber pacientes de Covid-19 transferidos do Amazonas.

Os traslados começam ainda nesta quinta-feira (14), segundo Wellington Dias (PT-PI). Os primeiros pacientes chegam a Teresina no início da noite.

Rio Grande do Norte, Goiás, Distrito Federal, Paraíba, Maranhão e Pará também devem receber pacientes. A previsão dada pelo ministério aos governadores é da necessidade de transferência imediata de 750 pacientes.

Até estados mais distantes, como Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, estão se dispondo a receber pacientes.

Segundo Dias, embora os governadores e o Ministério da Saúde, já estejam enviando materiais e oxigênio, falta capacidade de atendimento em Manaus de profissionais de saúde, condições técnicas e de equipamentos.

Brasil reporta 67 mil novos contágios. Mais de mil óbitos há três dias

0

O Brasil registra mais de 8,3 milhões de casos de infecção confirmados pelas autoridades desde o início da pandemia no país. Em Manaus, capital do Amazonas, hospitais estão sem oxigênio.

Brasil reporta 67 mil novos contágios. Mais de mil óbitos há três dias

O Ministério da Saúde notificou nesta quinta-feira mais 67.758 casos de infecção por novo coronavírus, uma subida em relação à véspera (60.899), aproximando-se do máximo diário atingido a 16 de dezembro do ano passado (70.574).

O número total de casos confirmados no país, desde 26 de fevereiro, é agora de 8.324.294, segundo o site do Ministério da Saúde.

A pasta reporta ainda mais 1.131 mortos nas últimas 24 horas (ontem foram notificados 1.274). O total de vítimas mortais acumuladas, por motivo do vírus SARS-CoV-2, é de 207.095.

São Paulo (1.590.829), Minas Gerais (619.846), Santa Catarina (533.338) e Bahia (523.068) são os estados brasileiros que totalizam maior número de infeções. No último dia, os estados que notificaram mais casos foram São Paulo (13.710), Minas Gerais (8.694), Paraná (5.811), Rio Grande do Sul (4.605), Rio de Janeiro (4.211) e Bahia (4.113).

Ainda de acordo com o site do Ministério, a taxa de incidência é agora de 99 mortes e 3.961 casos por cada 100 mil habitantes.

Amazonas

O agravamento da situação no estado do Amazonas levou o governador Wilson Lima a determinar o recolher obrigatório, proibindo a circulação de pessoas entre as 19h e às 6h, assim como o fechamento de todas as atividades não essenciais. O anúncio segue-se aos relatos de falta de oxigênio para tratar pacientes com Covid-19 nos hospitais de Manaus.

Barragem de Sobradinho terá vazão de 900m3/s a partir desta quinta (14)

0

Barragem de Sobradinho chega a 63% de volume útil e continuará subindo -  Agência Sertão

Chesf informa que o Operador Nacional do Sistema Elétrico apresentou a necessidade de reduzir as defluências (água que sai) dos reservatório de Sobradinho a partir desta  quinta-feira(14).

Segundo ainda a companhia, a defluência  média diária da Usina Hidreletrica de Sobradinho será reduzida, para 900m3/s.

A vazão atual de Sobradinho, está em 1100m3/s.

Eleitor tem até esta quinta-feira(14) para justificar ausência no 1º turno

0

Quem não regularizar a situação pode ficar sujeito a restrições

Eleitor tem até esta semana para justificar ausência no 1º turno

Oeleitor que não compareceu às urnas no primeiro turno das eleições municipaisde novembrotem até esta semana para justificar a ausência. Caso o procedimento não seja realizado, será preciso pagar uma multa. Quem não regularizar a situação pode ficar sujeito a restrições.

O prazo vence naquinta-feira (14) para quem faltou ao primeiro turno das eleições municipais 2020. Para o segundo turno, o limite é28 de janeiro.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recomenda que a justificativa seja feita, preferencialmente, por meio do aplicativo e-Título, disponível para celulares com sistemas operacionais Android ou iOS.

O procedimento pode ser feito também pela internet, por meio do Sistema Justifica. Ou ainda de modo presencial, no Cartório Eleitoral. Em qualquer um dos casos, o eleitor precisará preencher um Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE), descrevendo por que não votou. O TSE pede que seja anexada documentação que comprove a razão da falta.

Isso porque o RJE pode ser recusado pela Justiça Eleitoral, se a justificativa não for plausível ou se o formulário for preenchido com informações que não permitam identificar corretamente o eleitor, por exemplo.

Se tiver o requerimento negado, para regularizar a situação o eleitor precisará pagar a mesma multa de quem perdeu o prazo para a justificativa. O valor da multa pode variar, de acordo com o estipulado pelo juízo de cada zona eleitoral. Existe a possibilidade de o eleitor solicitar isenção, se puder comprovar que não tem recursos para arcar com a penalidade.

Cada justificativa é válida somente para o turno ao qual o eleitor não compareceu por estar fora de seu domicílio eleitoral. Ou seja, se não tiver votado no primeiro e no segundo turno da eleição,terá de justificar a ausência de cada um, separadamente, obedecendo aos mesmos requisitos e prazos de cada turno.

Nas eleições 2020 foi registrada abstenção recorde tanto no primeiro (23,14% do eleitorado) quanto no segundo (29,5%). Quando foram realizadas as votações, o Brasil tinha 147.918.483 eleitores aptos a votar.

A justificativa para a ausência é necessária porque o voto é obrigatório para quem tem entre 18 e 70 anos, conforme o Artigo 14 da Constituição. Quem não justificar e não pagar a multa para regularizar a situação junto à Justiça Eleitoral fica sujeito a uma série de restrições legais, impedido de:

– obter passaporteou carteira de identidade;

– receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público, autárquico ou paraestatal, bem como fundações governamentais, empresas, institutos e sociedades de qualquer natureza, mantidas ou subvencionadas pelo governo ou que exerçam serviço público delegado, correspondentes ao segundo mês subsequente ao da eleição;

  • – participar de concorrência pública ou administrativa da União, dos estados, dos territórios, do Distrito Federal, dos municípios ou das respectivas autarquias;
  • – obter empréstimos nas autarquias, nas sociedades de economia mista, nas caixas econômicas federais e estaduais, nos institutos e caixas de Previdência Social, bem como em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo, ou de cuja administração este participe, e com essas entidades celebrar contratos;
  • – inscrever-se em concurso ou prova para cargo ou função pública, e neles ser investido ou empossado;
  • -renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo;
  • – praticar qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda;
  • – obter certidão de quitação eleitoral;
  • – obter qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiver subordinado.