Home Sem categoria Orocoense Nonato marca gol que dá título ao Brasil no futebol de...

Orocoense Nonato marca gol que dá título ao Brasil no futebol de 5 em Tóquio

82
0
Nonato abraça Paraná após o gol.

Brasil vence Argentina com golaço do orocoense Nonato e conquista o penta paralímpico no futebol de 5.

Cinco jogadores em campo, cinco medalhas de ouro. Dominante desde a entrada da modalidade no programa paralímpico, a seleção brasileira confirmou o seu favoritismo e conquistou neste sábado o pentacampeonato no futebol de 5. A equipe venceu a Argentina por 1 a 0 na final da modalidade nas Paralimpíadas de Tóquio e conquistou mais uma medalha dourada. Nonato fez o gol da conquista.

O Brasil subiu ao lugar mais alto do pódio em todas as edições dos Jogos desde a estreia do futebol de 5 no programa paralímpico, em Atenas-2004. Com a vitória contra a Argentina, a seleção ainda mantém a invencibilidade e segue sem nunca ter perdido uma partida na história da modalidade nas Paralimpíadas.

A campanha brasileira em Tóquio começou com vitória contra a China na fase de grupos. O Brasil ainda derrotou Japão e França para avançar em primeiro na chave. Já na semifinal, a seleção bateu Marrocos, se credenciando para enfrentar a Argentina na grande decisão.

FINAL

O primeiro tempo começou truncado, e Luan salvou o Brasil duas vezes nas primeiras chegadas da Argentina. O Brasil respondeu com Paraná, que fez grande jogada individual e acertou a trave. Pouco depois, Ricardinho chutou na rede pelo lado de fora. Nos segundos finais, Ricardinho e Jefinho ainda deram mais dois chutes, mas nada de gols.

O início do segundo tempo teve poucas chegadas com perigo ao ataque e muita marcação forte. A melhor oportunidade até então foi com Nonato, em chute cruzado desviado pelo goleiro Lencina.

Pouco depois, o mesmo Nonato fez fila, passando por dois marcadores, e bateu de esquerda, no ângulo direito da meta defendida pelo goleiro argentino para marcar um golaço, abrindo o placar para o Brasil. Com menos de 5 minutos para o fim do jogo, Luan ainda salvou o time brasileiro com bela defesa. Foi só. Vitória e festa brasileira em Tóquio.(Blog do Didi Galvão)