Home Sem categoria Odacy Amorim confirma sua candidatura a Deputado Federal em 2022

Odacy Amorim confirma sua candidatura a Deputado Federal em 2022

260
0

Após a visita do Senador Humberto Costa ao Sertão do Estado no início desta semana, o deputado Odacy Amorim anunciou que vai entrar na disputa por uma vaga na Câmara Federal. O ex-prefeito de Petrolina disputou a eleição em 2018 e ficou na primeira suplência do Partido dos Trabalhadores, todavia saiu fortalecido com a vitória de sua esposa Dulcicleide Amorim que foi eleita Deputada Estadual.

Por telefone o ex-deputado informou que o partido vai priorizar a candidatura de Lula para Presidente da República, por essa razão seria prematuro tratar de sucessão em Pernambuco nesse momento. Odacy disse que se o PT fechar aliança com o PSB em torno da candidatura de Lula, possivelmente seu partido vai fechar aliança com o PSB em Pernambuco. No entanto, Odacy foi enfático ao dizer, que seu partido vai trabalhar para sair das eleições de 2022 com a maior quantidade possível de deputados eleitos.

Odacy analisa que o cenário de 2022 será bem diferente de 2018, quando o partido elegeu apenas três Deputados Federais. Amorim está confiante em relação aos resultados das próximas eleições. Para o ex-deputado, o ambiente será bem mais favorável por conta do desejo do povo de ver Lula de volta na presidência do País. O pré-candidato a deputado federal disse ainda não ter dúvidas, de que, seu partido sairá bem mais forte e com quantidade significativa de deputados eleitos.

O ex-prefeito de Petrolina disse ainda que a vitória de Dulcicleide Amorim em 2018, representou muitos avanços para a política pernambucana uma vez que ela foi à primeira sertaneja a ser eleita deputada pelo PT. Odacy afirmou que ele e Dulcicleide vão iniciar uma série de visitas a municípios do Sertão para conversar com lideranças e discutir políticas públicas a favor das famílias. Segundo Odacy, em 2022 o Sertão vai ganhar mais força nas discussões da política estadual e com o PT liderando essas discussões.(Ascom)

Previous articleFome atinge 4,7 milhões de crianças e adolescentes no Brasil
Next article4,6 milhões ainda não tomaram a segunda dose da vacina