Francisco Dirceu entre Lucas Ramos (E) e Eriberto Medeiros (D)

O procurador-geral de Justiça (PGJ) do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Francisco Dirceu Barros, recebeu na noite desta quarta-feira (02/10) o título de cidadão pernambucano. A honraria foi concedida em sessão solene na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), em projeto de autoria do deputado estadual Lucas Ramos.

“Francisco Dirceu Barros é um homem que dedicou 20 anos de sua vida pública para contribuir com o desenvolvimento de Pernambuco. Sua atuação frente ao Ministério Público é um exemplo de atuação na defesa dos direitos, do acesso à cidadania e do zelo pelo erário público. Ele vem devotando sua vida à melhoria do dia a dia dos pernambucanos. É um homem com capacidade de diálogo, capaz de formar soluções consensuais, sempre priorizando a diplomacia. Encontrando caminho onde só há escuridão”, disse o deputado estadual, Lucas Ramos, autor do pedido de concessão do título de cidadão pernambucano.

“Hoje é um dia de alegria, estou emocionado e honrado com a concessão de cidadão pernambucano. Nesses 20 anos acho que recebi mais presentes do que consegui doar. Foram anos de intenso trabalho e tenho muito orgulho da trajetória e do trabalho desenvolvido”, disse o procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros.

Compuseram o dispositivo de honra para a sessão o deputado estadual e presidente da Alepe, Eriberto Medeiros; a procuradora-geral do Estado em exercício, Giovana Andrea Gomes, que representou o governador do Estado Paulo Câmara; o desembargador Stênio Neiva, que representou o desembargador e presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), Adalberto de Oliveira Melo; a vereadora Michele Collins, que representou o presidente da Câmara dos Vereadores do Recife, Eduardo Marques; o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Ranilson Ramos; o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Sec. Pernambuco, Bruno Batista; e o desembargador do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF), Leonardo Carvalho.

Entre os deputados estaduais presentes, estiveram: Francismar Pontes, Cleiton Collins, Erick Lessa, Guilherme Uchôa Júnior, Fabíola Cabral, Simone Santana, Sivaldo Albino, João Paulo Costa, Claudiano Martins Filho, Marco Aurélio, Fabrício Ferraz, Aglailson Victor.

Biografia – Cearense natural da cidade do Crato, com 52 anos de idade e 20 anos de carreira no MPPE, o procurador-geral de Justiça é mestre em Direito, tem especialização em direito penal, processo penal e direito eleitoral. Ele ingressou no Ministério Público em 30 de setembro de 1999, como promotor de Justiça na Comarca de Exu. Passou como titular ou por cumulação pelos municípios de Correntes, Moreilândia, Ouricuri, Trindade, Bodocó, Panelas, Águas Belas, Lagoa do Ouro, Angelim, Jurema, Bom Conselho e Garanhuns.  Francisco Dirceu é conhecido por ser professor e tem mais de 70 publicações sobre Direito, especialmente Eleitoral.(Ascom)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui